História Final Feliz - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Divergente
Personagens Andrew Prior, Beatrice "Tris" Prior, Caleb Prior, Christina, Ezekiel "Zeke" Pedrad, Marcus Eaton, Natalie Prior, Personagens Originais, Shauna, Tobias "Quatro" Eaton, Uriah, Will
Tags Fourtris, Tobias, Tris
Visualizações 116
Palavras 2.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii amores.
Como vocês estão?

Espero que vocês gostem. Eu achei fofo. 😍😍

Boa leitura. 🍃🍃

Capítulo 17 - Acertando as coisas.


- Caraca, eu não acredito que vou se pai de dois. Eu sou muito brabo mesmo. - Tobias fala a mesma coisa desde que saiu da sala do médico. - Vai se tudo dobrado. Caraca, ainda não acredito. - Ele da a louca e começa rir e a bate no volante enquanto dirige. 

- Tobias para com isso e presta a atenção na estrada. - O repreendo mas não consigo deixa de sorrir. É ótimo te ele do meu lado e tão animado assim.

Ele se acalma e volta a dirigir direito até chega em casa. Mas não parou de fala no meu ouvido um minuto. 

- Onde esta Amélia? - Pergunto olhando para os lados e não encontro ninguém. 

- Eu pedi a Chris pra leva ela pra minha mãe. Acho que ainda temos muito que conversa. - Ele diz sério. Não parece aquele mesmo Tobias que estava no carro. Respiro fundo. 

- Será que antes eu posso toma um banho e comer alguma coisa? Seus filhos estão com fome. - Digo manhosa enquanto aliso minha barriga. 

- Vai toma banho, eu faço alguma coisa. 

- Você também mandou a Rosa passear? - Pergunto divertida, mas ele continua sério. 

- Nossa conversa é bem séria, Beatrice. - Reviro os olhos. - Vai logo toma banho.

- Claro. - Digo com desdém e vou toma banho. 

Quando termino, coloco um short de moletom e uma regata branca e prendo meus cabelos. 

Enrolo mais um pouco no quarto, tentando adia essa conversa, mas não adianta, já que ele sobe com uma bandeja. Me sento na cama e começo a comer e Tobias fica me olhando. 

- O que foi? - Pergunto irritada por ele me olha. Não me culpem, culpem os hormônios. 

- Nada. Só você comendo como se a comida fosse acaba. - Meus olhos se enche de lágrimas e eu paro de comer. - O que foi? 

- Eu estou grávida. Não estou comendo só por mim. Tem duas crianças aqui e são seus filhos, idiota. Não estou comendo assim só porque quero ou porque eu sou uma gorda imensa. - Limpo as lágrimas que continua caindo e ele me olha incrédulo. 

- Eu não te chamei de gorda Tris. 

- Chamou sim. - Digo chorosa 

- Não chamei não. Mas mesmo assim me desculpe. Você esta linda. Agora volta a comer. - Sorrio e volto a comer. 

****8



- Voce não vai briga comigo de novo, vai? Eu não gosto quando você grita. Eu estou sensível. - Digo depois de comer.  

- Estou vendo, mas eu não vou grita nem briga com você, só quero conversa e acerta as coisas. - Apenas concordo. - Quem é que sabe que você esta grávida? 

- Meus pais e a Chris. - Digo.

- Só eles? - Pergunta, mas eu não quero fala que o irmão dele também sabia. 

- Sim.

- Tem certeza? - Ele me olha desconfiado. 

- Tenho, Tobias. Só a Chris e meus pais. 

- Então por que você piscou duas vezes quando me respondeu? - Droga, sempre que eu mentia eu piscava duas vezes. Como eu não prestei atenção? - Quem mais sabe? 

- O médico? 

- Beatrice. 

- O Will. - Sussurro. 

- Quem? 

- O Will. 

- Que filho da mãe. Por que ele não me contou? Eu vou mata aquele merda. - Tobias se levanta furioso. 

- A culpa não foi dele, Tobias. Eu ameacei ir embora com a Amélia se alguém te contasse alguma coisa. Eles só queriam evita o pior. - Tobias para e respira fundo. 

- Tris, você não sabe a vontade que eu estou sentido de te estrangular. 

- Você não pode me estrangular, estou grávida de dois bebês seus. - Me levanto e vou andando até onde ele esta. 

- Você é terrível sabia? 

- Sabia. Por isso nós nos casamos meus amor. - Pisco e tento volta pra onde eu estava sentada, mas ele me segura e puxa meu braço.

-  Por isso e muito mais meu amor. - Ele diz e tenta me beija, mas eu desvio e ele bufa. - O que foi agora Beatrice? 

- Para de me chama assim? - Ele revira os olhos. - E nós não estamos juntos. Então você não pode fica me beijando. 

- Qual foi Tris. Vamos te mais dois filhos juntos. 

- Eu sei, mas você ainda continua com a Nita. Que aliás, esta esperamos um filho seu. 

- É, mas eu e a Nita não temos mais nada a muito tempo. 

- Vou fingi que aceito. Vocês estão morando juntos ainda Tobias. 

- Mas eu juro que não tenho mais nada com ela desde a nossa última conversa. Ela só continua morando lá porque não tem pra onde ir. 

- E os pais dela?

- Ela não se da muito bem com o pai. - Ele se aproxima de mim. - Mas se você quiser, eu deixo ela morando lá e volto a mora aqui. 

- E quem te convidou? - Ergo uma sobrancelha.

- Eu sei que você me quer aqui com você. 

- Você esta enganado querido. - Suspiro quando ele beija meu pescoço. 

- Estou mesmo? 

- Es..esta. - Saio dos seus braços e me sento na cama, porque minhas pernas estão bambas. 

- Vamos volta a se um casal, Tris. Eu te amo, você me ama, o que nos atrapalha? 

- Tudo bem, você pode volta a mora aqui. - Me dou por vencida. - Mas... O quarto de hóspedes estará te esperando. 

- Mas não vai esta mesmo. Eu vou dormi aqui com você, ou então te arrasto até o quarto de hóspede comigo. - Ele diz indignado. 

- Nossa, que homem mais bruto gente. - Mordo o lábio. - Ele gosta de arrasta mulher pelo cabelo até o quarto. 

- Você não sabe como. - Ele se senta na cama e me puxa pra senta de lado em suas pernas. E me beija. - Temos que fala com a Amélia. Ela estava muito preocupada com você. Por que não falou a verdade pra ela?  - Suspiro.

- Se eu tivesse contado, ela ia fala com você, mesmo sem querer. Eu só ia conta quando eu fosse...

- Quando você fosse embora. - Ele fica sério outra vez. - Você por algum acaso pensou em como eu ia fica quando viesse busca a Amélia e descobrisse que vocês foram embora não sei pra onde?

- Eu sei que você ia fica muito mal, mas eu não estava pensando direito. Achei que fosse o certo a se fazer. 

- O certo a se fazer é tira os filhos de um pai? Tira o pai de três crianças? O que você ia fala pra Amélia quando ela quisesse me vê? Ou então para as crianças quando elas perguntasse sobre o pai? 

- Me desculpa. - Abaixo a cabeça e começo a chora. Droga de hormônios chatos. Estou parecendo uma menininha que chora por tudo. 

- Tudo bem, Tris. Mas para de chora. E nunca mais pense em uma coisa idiota dessa. Esta me ouvindo? 

- Eu prometo nunca mais pensa em tira os seus filhos. Até porque você nunca mais vai se livra de mim. 

- Acho bom mesmo. Quero você pra sempre. - Me beija mais uma vez e começa a subi minha regata e eu paro o beijo ofegante. 

- Eu acho que ainda temos uma coisa pra fazer. Temos que conversa com a Amélia. - Me levanto do seu colo, mas ele me puxa de volta com cuidado. 

-  Acho que essa conversa pode espera um pouco. Vamos aproveita que estamos sozinhos aqui. - Ele morde aquele lindo lábio carnudo.

- Nós não vamos transa Tobias. 

- E quem falou em transa? Você anda muito maldosa amor. Eu pensei em fazer amor. Como eu sempre fiz com você e só com você. - Prendo a respiração. 

- Não, Tobias. Eu estou imensa de gorda e com essa barriga não da pra fazer nada.

- Você não esta imensa de gorda. Esta linda e muito gostosa. E você sabe muito bem que da pra fazer isso e muito mais. Gravidez nunca nos atrapalhou e você sabe muito bem que eu sei fazer direitinho. - Passa a língua pelos lábios. Ele sabe muito bem como me atiça. 

- Tobias. - Gemo quando ele aperta meus seios. 

- Eles estão tão grandes. Tão deliciosos. Você não sabe como eu senti falta disso. - Tobias me beija e me deita no colchão. Não tem como resisti a ele. Tobias sabe o pode que tem sobre eu e usa isso ao seu favor. Ele para o beijo e se abaixa até chega na altura da minha barriga. - Oi, meus amores, é o papai de vocês. Sei que a mamãe de você é meio maluca, mas não se preocupem, o papai esta aqui e não vai sai de perto de vocês nunca. - Ele da um beijo de cada lado da minha barriga e eu sorrio boba. 

****

- Me conta como foi esses três meses? - Tobias pergunta enquanto eu estou sentada no meio de suas pernas de costas pra ele. Estamos ambos pelados, penas com um fino lenço cobrindo as nossas pernas e ele esta com as duas mãos na minha barriga e as minhas esta por cima das deles. 

- Foi normal. Eu ia pro trabalho e voltava pra casa. Brincava um pouquinho com a Amélia, mesmo estando cansada e depois me enchia de comida e ia dormi. 

- E você vai continua trabalhando até quando? 

- Eu já poderia esta em casa. Mas como eu só ficava trancada aqui dentro com medo de encontra um de vocês na rua, eu preferia trabalha. 

- Então a partir de hoje, você vai fica em casa. 

- Não Tobias. Eu ainda consigo trabalha. 

- Esta decidido Tris. Você não vai continua trabalhando com a barriga grande desse jeito. 

- Ainda nem esta tão grande. Vai fica pior. - Viro minha cabeça e ele esta sério. - Ta bom, seu chato. Você esta ficando igual meu pai. " Esta decidido". Acredita que ele brigou comigo esse tempo todo porque eu não queria te conta? 

- Pelo menos alguém nessa família tem juízo. 

- Eii. - Bato em seu braço. 

- Mas agora é sério. - Seu corpo fica tenso. Lá vem. - Você já ficou com aquele doutorzinho? - Não me aguento e começo a rir. - Qual é a graça, Beatrice? 

- Você esta com ciúmes. Ai que bonitinho. 

- Da pra você responde logo? 

- Não, Tobias. Eu nunca fiquei com ele. - Seu corpo relaxa. - Mas ele bem que já me chamou pra sair.

- Acho que vou te que quebra a cara de um doutor. 

- Para Tobias. Ele só me chamou pra janta, mas eu não quis. Ele é legal. 

- Nenhum homem que queira minha mulher é legal Tris. E a partir de hoje eu vou te acompanha em todas as consultas. 

- Não precisa disso Tobias.

- Esta decidido. - Ele diz e eu reviro os olhos. - E o outro lá... Rian?

- Não é Rian, é Ric. E ele não tem nada. Nunca quis fica com ele. Mas ele tentou muito, até me robou um beijo dentro do carro. - Digo sem pensa e me arrependo. Tobias se levanta da cama nervoso. 

- Como é que é? Onde esse desgraçado mora? 

- Tobias para com isso. - Ele começa a pega as roupas pelo quarto. - Tobias... Amor. - Ele para. Me levando e vou até ele. - Não significou nada. Eu nem senti nada. Eu só sinto com você. - Agarro sua nuca e beijo seus labios que tanto amo. 

- É bom mesmo. Mas mesmo assim, se eu vê esse cara na minha frente eu mato ele. - Diz segurando minha cintura com firmeza

-  Tudo bem, homem das cavernas. Agora vamos toma banho, porque ainda temos uma filha pra busca. - Ele da um sorriso malicioso e eu nego rindo. 



Tobias.

- Tobias, eles vão me odiar por te escondido que estava grávida. - Tris diz apreensiva dentro do carro. 

- Não vão não meu amor. Eu estou aqui com você. Vamos? - Estendo a mão e ajudo ela a sair. 

Entrelaço nossos dedos e andamos até a porta, que eu abro e deixo ela passa primeiro. A sala esta vazia, então peço que ela se sente e vou chama meus pais. Encontro todos no jardim da casa conversado. Minha mãe me olha e da um sorriso e Amélia vem correndo para meu colo. 

- Oi meu amor. - Dou um beijo em suar testa. 

- Cadê a mamãe? 

- Esta na sala.

- A Tris esta aqui? Por que essa menina sumiu? - Minha mãe pergunta, mas ninguém responde.

- Tobias... - Will se aproxima de mim e eu olho pra ele sério. 

- Conversamos depois.

- O que aconteceu meninos? - Minha mãe pergunta olhando de um para o outro.

- Nada. Mãe eu preciso conta uma coisa pra vocês. 

- Então conta logo. - Diz impaciente. 

- É melhor vocês irem na sala. - Digo e ela sai na frente e logo meu pai sai atrás dela, já que Chris e Will já sabia o que era e ficaram com Amélia.  De repente ela para e leva as mãos na boca quando olha Tris sentada no sofá. 

- Oh meu Deus, você esta grávida? 

- Evelyn me desculpa. Eu... - Ela não termina de fala e começa a chora. Minha mãe me olha e eu assinto. 

- Eu vou se vovó outra vez? Meu Deus que alegria. - Ela surpreende a todos e abraça a Tris, que chora mais ainda. - Por que você não contou para nós minha filha. 

- Eu...eu não sabia...

- Ela só não pensou direito mãe. Eu tinha acabado de fala que ia se pai, então... - Digo, já que ela não consegue fala nada. 

- Ta tudo bem filha. Só nunca mais suma assim, sentimos a sua falta. E quantos meses você esta? -

- 4 -  Ela limpa as lágrimas e sorrir.

- Não ta um pouquinho grande pra 4 meses? 

- São dois mãe. - Digo e ela arregala os olhos e meu pai da um sorrisinho.

- Esse é o meu garoto. - Da uns tapinha nas minhas costas e Tris cora. 

- Marcus. - Repreende. - Gente, eu vou se vó de dois ao mesmo tempo. Que lindo. Vamos te que aumentar a casa amor. Cada neto com seu quartinho. Tris, você vai me ajuda a decora. Calma ai, já sabem os sexos? - Tris assente sorrido boba. 

- É um casal. - Minha mãe começa a fala e a fala. 

- Esse sorriso é só porque você vai se pai de novo, ou tem mais alguma coisa.- Meu pai pergunta só para eu ouvir. Meu sorriso cresce mais ainda 

- Ela voltou comigo. Estamos juntos de novo, pai.

- Meus parabéns garoto. Só vê se não vacila outra vez. Você pode te certeza que não vai encontra outra mulher igual aquela ali. - Diz olhando pra Tris. 

- Nunca mais pai. Já sofremos demais separados. - Olho pra mulher que eu amo. A mulher que é mãe da minha filha e que carrega outros dois. Tris olha pra mim e da um sorriso antes de volta a fala com minha mãe. 



Notas Finais


Eles voltarammmmmmm. 💗💗💖
Já estava na hora.

A família já sabe, agora só falta nossa pequena Amélia.

Espero que você tenham gostado.

Bjs Bjs, ate o próximo. 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...