História Finally Found You Camren - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Bones, Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Bones, Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui, Policial, Romance
Visualizações 113
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Romance e Novela, Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa tarde, meus amores...
Mais um capítulo para vocês, estou com a ideia de publicar nas sextas feiras, pois tenho muitos planos para a fic.. o que acham?
Obrigada a todos que continuam lendo e curtindo a fic.. são vocês que me motivam a escrevê-la...
Um beijo a cada um de vocês... xoxo

Capítulo 25 - O "Coveiro"


Já estava preparada para aquela manhã cheia de compromissos que Lauren havia garantido que tivesse.

Dirigiu-se diretamente  a sede do FBI onde Lauren havia lhe informado que tratariam daquela assunto.

Tudo o que precisava era de um café preto, bem forte e sem açúcar para ajudar a superar o porre que seria tolerar a agente federal naquela manhã.

Ficou feliz por uma alma bondosa lhe oferecer o café assim que se acomodou na sala onde a reunião se realizaria.

Talvez com os passar dos dias a presença constante de Lauren parasse de ter aquele poder sobre ela.

Camila se acomodou na cadeira que ficava em frente de Lauren.

A cientista apenas observava a quantidade de pessoas desconhecidas naquele ambiente juntamente com uma morena bem conhecida que estava bem a sua frente.

Pode notar um senhor com descendência latina sentado na ponta mais próxima da mesa e de seu lado havia uma jovem com uma saia curta demais para aquela ocasião.

Camila levou seus olhos da jovem a Lauren e ficou feliz ao ver que Lauren também não aprovava aquele traje nada apropriado para o ambiente.

Durante aquela pequena troca de olhares entre elas, Camila pode sentir a maneira como seu rosto se ruborizou, obrigando a olhar a pasta que a agente Jauregui deixara minutos antes em sua frente.

Era uma pasta sobre o caso, olhou detalhadamente buscando alguma informação nova. Não notou nenhuma. Apenas as confirmações do exame de DNA.

Camila não fez questão de fazer muitas indagações sobre o caso. Aquele não era o seu trabalho e sim o de Lauren.

Procurou não prestar atenção em como a camisa social que Lauren trajava era clara o bastante para mostrar o tom escuro do sutiã que ela usava por baixo, procurou não prestar atenção em como as mechas do cabelo dela naquele dia não estavam colaborando em deixa-la menos atraente. As mechas caiam por sua face, e vez ou outra Lauren tentava disfarçadamente coloca-los por detrás da orelha. O que para Camila não passou nenhuma vez despercebido.

Seu corpo fervia na simples com aquelas simples observações na agente federal.

Camila chacoalhou por diversas vezes a cabeça,  numa tentativa pouco sucedida de dispersar aqueles pensamentos eróticos com Lauren.

Seu papel naquele local era apenas acompanhar. Já estava fazendo errado por deixar-se seduzir por Lauren ainda mais quando se recordava de tudo o que havia acontecido.

Camila virou levemente o pulso, verificando o horário.

Já se passava das dez horas.

Esperava que aquele compromisso terminasse antes das 12 horas, pois tinha um compromisso com a Dra. Hansen que nem sabia ao certo do que se tratava. Dinah apenas lhe dissera que era algo de extrema importância.

Camila tentou buscar em sua mente alguma nota mental em que listara Dra. Hansen como sua amiga, e até então não a encontrara. Esperava apenas que sua ajuda fosse para algo relevante, por tinha outros compromissos com seu editor no período da tarde e esperava que Hansen não consumisse muito de seu precioso tempo.

- Os restos encontrados são positivamente identificados como de Richard e Thomas Shepard - Informou Lauren pegando o resultado do exame de DNA que Camila tinha em mãos.

- Agente Martínez, você era o encarregado do sequestro dos Shepard? - questionou Camila assim que Lauren terminou seu questionamento.

- Sr. Martínez... Eu me retirei do FBI, não sou mais um agente especial – respondeu o homem latino de meia idade encarando Camila, seu olhar era de curiosidade -Busquei uma carreira como construtor civil. Quando estou sóbrio. – ele dirigia suas palavras apenas a ela, o que deixou Dra. constrangida - Kathryn aqui presente, era a assistente da promotoria neste caso – finalizou Martínez, desviando os olhos de Camila, percebendo que ela não daria lado para flertes.

 - Ainda sou encarregada, pois o caso segue em aberto – interrompeu a mulher que estava ao lado de Martínez - Sequestraram os garotos após uma festa – informou Kathryn.

Camila focou sua atenção na loura e apesar de não aprovar o figurino dela pouco adequado para o ambiente, era compreensível que gostava do que via.

As curvas de Kathryn eram bem delineadas e sua postura adequada. Não deveria ter deixado seu preconceito falar mais alto naquela situação, afinal Kathryn era da promotoria.

- Pagaram o resgate? – questionou Camila com seus olhos focados na promotora.

A cientista pode observar o olhar de pouca aprovação que Lauren lhe lançava. A agente não aprovava a maneira como ela estava conduzindo a conversa com Kathryn, e apesar de sua desaprovação nada fez ou disse.

- Como negociador do FBI, aconselhei o Sr. Shepard a não pagar o resgate – informou Martínez antes que Kathryn  pudesse dizer algo - Desafortunadamente, os Shepard ouviram a mim e não ao pessoal  Especialista em Sequestros e Resgates (ESR) e agora, seus filhos estão mortos.

-Os garotos Shepard são as terceiras vítimas do “Coveiro”.  Terceiros de seis que conhecemos – informou Kathryn dirigindo-se a Camila.

- De todos eles, quatro pagaram o resgate e sobreviveram – completou Martínez tentando esclarecer os fatos que Kathryn acabara de expor.

- E o outro, não? – questionou Lauren curiosa, de descontente com a troca de olhares entre Camila e a promotora.

-Nunca foi encontrado – esclareceu Martínez olhando de Camila para Lauren - É por isso que o chamam de “Coveiro”. Ele pega as pessoas e as enterra. Se o resgate é pago, ele diz onde sepultou. Se o resgate não é pago... Você nunca retorna a vê-los.  Você não o pegará – informou o homem encarando Lauren.

- Com todo o respeito, Agente Martínez, temos o contêiner, e os restos humanos – se defendeu Lauren, mostrando sua esperança de que aquilo seria suficiente.

- O que lhe dirão dois corpos que quatro outras vítimas não disseram? – questionou a loura desdenhando a declaração da agente Jauregui.

-A Dra. Cabello é muito boa ... – Lauren de viu dizendo encarando Camila, seus pensamentos voando para outro lugar, lembrando o quanto Camila era boa e no quanto ela havia lhe afetado – Em fazer com que os mortos lhe digam as coisas – finalizou a agente escondendo as sensações que lembrar-se de Camila lhe haviam despertado.

- Não tenho nenhuma dúvida – provocou a loura encarando Camila - Meu conselho é que falem com o pessoal da ESR. A especialista em Sequestro e Resgate, Vanesa Martín, ex FBI, ela literalmente escreveu um livro sobre o Coveiro – aconselhou Kathryn levantando-se despedindo-se de Lauren e Martínez com um leve aceno, em seguida dirigiu-se a saída.

Camila deixou que seus olhos a seguissem e contemplassem as curvas enquanto a acompanhou até a saída.

Lauren a acompanhava com os olhos. Seu semblante descontente.

Camila sabia que seus hormônios não estavam ajudando naquela manhã, mas sentiu-se contemplada ao notar que Lauren não só não aprovava seu comportamento para com a promotora, como aparentava estar inquieta e com raiva. Teve vontade de continuar uma conversa com Kathryn, mas seu objetivo em afetar Lauren já estava concluído. Não precisava tortura-la tanto em um único dia.

A Dra. Cabelo despediu-se de Kathryn com um leve roçar de bochechas e um até logo. Voltando-se para a sala e encarando a face indecifrável de Lauren.

Um sorriso de satisfação desenhou-se em sua face. A cientista olhou novamente o relógio em seu pulso. Desde o começo da reunião até aquele momento havia se passado 30 minutos.

Poderia continuar com seus planos se Lauren não lhe arrumasse outra ocupação.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...