História Finalmente de Fárias - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Amizade, Amor, Traição
Visualizações 9
Palavras 1.196
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa história NÃO É DE MINHA AUTORIA. Foi uma amiga que não é escritora no spirit, que escreveu e pediu para que eu postasse.

Capítulo 1 - Capitulo único


Fanfic / Fanfiction Finalmente de Fárias - Capítulo 1 - Capitulo único

Era sexta-feira felizmente o último dia de aula, para quem não reprovasse ou pegasse exame. Eu Stephanie Meyer e Joyselin Joker eramos melhores amigas, não gostávamos de estudar e só incomodávamos os professores. Íamos viajar para Tokyo, então chegou o final da aula, e nós estavamos ma sala 1, com a chata da senhora Casson. Estavamos na maior alegria, até alguém bater na porta, todo mundo se calou e a senhora Casson foi até a porta, e a-abril. Era o diretor da escola, o senhor Wroblewski, ele tinha se separado de sua esposa a Catherine à 1 mês atrás e ele estava se relacionando com minha mãe e sua ex com meu pai. Mas em fim, ele estava com o resultado em mãos, eu e Joy estavamos no maior desespero, até ele dizer:

- Stephani e Joyselin, vocês estão reprovadas.

Ai, de desespero foi para pânico. Saímos da escola juntas planejando a viajem, e como mentir para nossas mães, no fim decidimos mentir para as nossas mães que tínhamos passado e na segunda-feira sair cedo antes que elas descobrissem.

chegei em casa e minha mãe estava sentada no sofá, então eu cheguei em sua frente, e disse:

- Mãe eu passei direto.

Minha mãe dava pulos de alegria. 

Subi as escadas e fui para o meu quarto tomar um banho e me arrumar para o jantar. Enquanto jantávamos  eu estava com uma cara de tristeza por ter que mentir para ela, até que então falou:

- Filha você parece tão triste, deveria estar animada, pois é o primeiro ano.

Então eu disse:

- É más e que... eu estou com um pouco de dor de cabeça.

Quando eu disse isso, minha mãe fez uma cara, parecia que ela iria falar alguma coisa, mas não falou.

Depois do jantar subi para o meu quarto e coloquei meu pijama, e fui dormir.

O final de semana passou muito rápido, em fim, era segunda-feira o dia da viagem. Acordei, tomei café, me arrumei e fui para o aeroporto. As horas se passaram, e Joy não chegava mais, liguei várias vesses para ela, más só dava caixa postal, então decidi cancelar o voo, ir para casa e abrir o jogo com minha mãe. Quando cheguei em casa minha mãe não estava em casa, olhei pela janela e avistei o carro vermelho do diretor da escola, pensei droga minha mãe descobriu a verdade antes que eu imaginava. Quando olhei para a porta, vi minha mãe e o senhor Wroblewski entrando, minha mãe ia abrindo cada vez mais os olhos ao olhar para mim, ela veio se aproximando de mim colocou o dedo na minha cara e disse:

- Você não tem vergonha na cara, de me mentir, uma mentira dessas, sua sem vergonha, achou que eu não ia descobrir. Você sabe que mentira tem perna curta né, você vai ficara as férias inteira na casa de seu pai.

Quando ela acabou de falar, abaixei minha cabeça e fui para meu quarto arrumar minhas coisas, enquanto eu arrumava, achei uma foto minha com a Joy e comecei a chorar, por que aquela hora poderíamos estar indo para Tokyo. Quando guardei essa foto e olhei para a janela, vi o carro de meu pai com a vaca da Catherine na frente da minha casa. Desci as escadas me despedindo de minha mãe e sai, entrei no carro. A viagem inteira foi entediante e irritante, quando chegamos lá eu fui para o computador, abri o facebook  e avistei uma foto de Joy com o Jungkook, o cara que eu gostava desde os 12 anos, quando eu vi a quilo tive vontade de  matar os dois. Me deitei no sofá e fiquei planejando desmascarar ela na frente de seu namorado Jimin, enquanto pensava acabei cochilando,  acordei com meu pai me chamando para o almoço, acordei e fui para a mesa, quando me servi coloquei a comida na boca senti algo doce, na hora achei que fosse  da minha cabeça mas não, realmente meu pai tinha trocado o sal pelo açúcar.

Depois dessa eu fique me perguntando o porque que eu não estudei, essa hora poderia estar em Tokyo, mas não estou aqui na casa do meu pai, que poderiamos chamar de um verdadeiro inferno. Passou se as minhas ferias era o ultimo que eu ia ficar na casa de meu pai, pois logo eu iria voltar para minha casa, voltar para minha vida. Eu estava sentada em uma cadeira de balanço olhando para um lindo jardim pensando na vida, até que, quando eu vejo, minha mãe parou o carro, em frente a casa de meu pai para me levar, então  arrumei minhas coisas, me despedi de meu pai e sua vaca, e fui. Entrei no carro e minha mãe começou a azucrinar meus ouvidos e eu não dava nem bola, porque eu só tinha pensamentos em desmascarar a Joy. Depois de uma longa viagem chegamos em casa, fui para meu quarto, tomei um banho rápido e me arrumei para ir até a casa de Joy, más vi ela atravessar a rua, então resolvi segui-la para ver onde ela iria.Quando me deparei, já estavamos em frente a casa do Jimin seu namorado, ela entrou eu esperei um pouco e entrei também, ela se dirigiu ao quarto dele e eu fiquei escutando a conversa deles atras da porta, ela falava lindas palavras de amor para ele, e ele como corno apaixonado enchia ela de beijos. Então essa era a hora, abri a porta rapidamente e desmascarei a putiane da Joy, comecei meu discurso dizendo:

- Jimin, tenho pena de você por você.. calma ai, vai um pouco para traz, porque seu cifre esta quase batendo em mim.

-O que, que ta acontecendo?- ele falou.

- A Joy não te falou nada das fotos dela e do Kook se beijando!- eu falei.

- Você só pode estar ficando louca!- ele responde.

Nisso peguei meu celular e mostrei as fotos pra ele, ele quase não acreditou, más depois felizmente sim. Então ele pediu para que eu sai-se um pouco do quarto e esperasse no corredor, sai e fiquei pensando:4 anos amando o Kook e ele nem me dava bola, quero dar o troco para ele. Enquanto eu esperava escutava Joy chorando e Jimin há xingando, depois de um tempo Joy saiu do quarto e me falou:

-Você acabou com a minha vida, esta satisfeita Agora?

-Acabou seu teatrinho, porque se você não tem o que fazer, eu tenho!- eu falo.

Depois disso  ela saiu em desespero e Jimin saiu do quarto me agradecendo por ter desmascarado ela, e me convidou para tomar um sorvete, e eu aceitei, no caminho começamos a conversar, que acabou em um lindo beijo, enquanto nos beija-vamos a Joy assistia tudo com uma cara de tacho. Depois de tudo isso descobri que Kook estava caidinho por mim, mas agora era eu que não dava bola para ele, 3 dias depois Jimin me pediu em namoro e eu aceitei, hoje eu e Jimin estamos juntos, e Joy esta numa depre e continua reprovando, e ao contrario dela, eu nunca mais reprovei. Hoje estou muito feliz ao lado de Jimin.

"Espero que tenham gostado"- by Stephnie Meyer

 

 


Notas Finais


E ai? espero que tenham gostado da história da minha amiga.
Para deixar bem claro que eu não sou como a Joy descrita na história, sou completa mente diferente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...