História Finished Dreams - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Celebridades, Romance, Violencia
Exibições 1
Palavras 1.697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - One more day


Aqui estou eu novamente, sim. Contando cada segundo para ir a minha casa e esquecer todas essas ceninhas ridículas que eu tenho que fazer com o meu suposto "noivo" para agradar os meus país, porque segundo eles Jaymes seria o cara perfeito para eu me casar, pois, ele é um dos donos da empresa junto com o meu pai, mas quer saber? eu não estou ligando mais para isso. Eu sou Lily Hosk uma das maiores modelos da Victoria Secrets e não pretendo continuar nisso até muito tempo.

Estava esperando todos os meus seguranças para ir a diante e sair logo do restaurante. Eu já falei como é chato ter que conviver 24 horas com esses homens de terno todos sério? Acho que não, toda essa preocupação vem do meu pai que colocou 5 seguranças para mim e o meu noivo, meu pai é um grande empresário e como eu vivo na mídia a neurose dele vem em dobro.

Lily? -Jaymes tenta chamar a minha atenção.

Oi? -me disperso dos meus pensamentos e olho o mesmo, que estava sentando ao meu lado no carro na parte de trás.

Você anda muito ausente esses dias, parece que está havendo alguma coisa com você, se estiver é só me falar -Jaymes fala, encosta no banco do carro e abre o vidro de sua parte da janela.

Como se você ligasse, né Jaymes? Você pouco se importa com o que eu sinto, só quer saber de trabalho e ficar dentro daquela empresa do meu pai quase todos os dias, sem contar que quando eu vou falar com você arruma sempre uma desculpa para não ter um tempo pra sua esposa, e você haje como se fosse uma coisa super normal, ainda por cima tiver que fazer aquelas ceninhas só para manter a pose de casal perfeito, não sei você, mas eu não consigo mostrar uma coisa que não sou. -me viro e respiro fundo para não jogar tudo que está entalado na minha garganta na cara dele.

Como é que é? eu te dou tudo o que você quer, e ainda tenho que ouvir tudo isso de você. Quer saber? eu já estou cansado disso, você acha que o mundo gira em torno de você, só que comigo não é assim e nunca vai ser, então se não estiver feliz com o nosso casamento eu não posso fazer nada, porque melhorar não tem como -Jaymes diz todas aquelas palavras em voz alta como se tudo aquilo fosse a minha culpa.

É Jared, você pode ter me dado tudo, mas o mais importante que você deveria dar você não deu, que é atenção e compreensão. -Falo com a voz na mesma altura que a de Jaymes e respiro fundo. -quer saber também? vai embora sozinho. -peço para que o motorista pare o carro e desço do mesmo, bato a porta e limpo todas as lágrimas que haviam em meu rosto.

Lily Hosk, onde você pensa que vai uma horas dessas? -Jaymes fala irritado e desce do carro para me por no mesmo.

EU NÃO VOU MAIS FICAR AGUENTANDO TODO ESSE SEU TEATRINHO, TÁ OUVINDO? -falo tentando me soltar dos braços de Jaymes e começo a andar para uma loja que se eu não me engano é uma lanchonete qualquer. 

OK, SÓ NÃO VENHA ME LIGAR QUANDO VOCÊ FOR TOCADA AI POR ESSAS RUAS TODAS ESCURAS, LILY -Jaymes bate a porta do carro e fala para o motorista seguir a diante.

-abaixo a cabeça e pressiono meus braços na intenção de passar um pouco daquele frio que eu estava sentindo até chegar naquela lanchonete. Entro na mesma e percebo que não há muito pessoas naquele local, o que era bom porque eu não iria aguentar câmeras e flashs a essa hora.

Ei, senhora -a mesma me lança um olhar assustada, deve ter me reconhecido mesmo tendo bastante idade.- Poderia me ver um café e dois pedaços de pizza? - Claro querida, só um minuto que eu vou pedir para esquentarem. Não está com Frio? está fazendo 7 graus aqui na cidade. -ela diz percebendo que eu estava com bastante frio naquele lugar, eu faço um sinal de sim com a cabeça, e senhora entra em uma porta para funcionários, acho que ela não se importou muito, rio comigo mesma.

A senhora chega com o café, as duas pizzas e um... casaco? eu realmente não esperava por isso, mas que bom né?!. -sorrio de uma forma agradecedora e pego o café a pizza. -Não sei como lhe agradecer, está fazendo um frio enorme mesmo.  -Dou um grande sorriso para ela e coloco o casaco por cima dos meus ombros. -Por nada querida. -nossa conversa é interrompida quando eu vejo o meu pai entrar naquela lanchonete com uma cara não muito boa, acompanhado da minha mãe e do Jaymes. Eu juro que quando eu me explicar vou matar esse babaca. 

Lily, o que você pensou que estava fazendo quando saiu daquele carro no meio do nada? você sabe de quem você é filha e sabe muito bem que você é super conhecida e para alguém fazer algo com você é a coisa mais fácil do mundo sem os seguranças. -meu pai diz com a voz firme e vai até a mesa que eu estou sentada.

Então eu vejo que o seu genro maravilhoso não contou a verdadeira história, né? Então deixa que eu lhe conto. -o mesmo me interrompeu como se eu ainda tivesse 5 anos de idade. -Não, você não vai me explicar nada agora, você vai entrar nesse carro e ir para casa com o seu noivo.

Eu não sou nenhuma criança para você vir até aqui e achar que pode mandar em mim, e eu só vou porque o meu motorista não está atendendo. -Falo com autoridade em minha voz e levanto do meu assento, antes de ir me despeço daquela senhora tão educada e saio daquela lanchonete para ir em seguida ao carro.

O clima dentro daquele carro não era um dos melhores, ficamos em silêncio até meu pai deixar eu e Jaymes em casa e ir embora.

-Segui para dentro de casa e tirei todas as minhas roupas para tomar um banho relaxante, pois o dia de hoje não foi dos melhores. -enchi a banheira e coloquei rosas na mesma, deitei e mergulhei o rosto para tirar todos aqueles pensamentos da minha cabeça.- Lily? -Jaymes entra no banheiro apenas de cueca e encosta na parede me vendo naquela banheira.

O que foi, Jaymes? Já não basta aquela briga ridícula dentro do carro, você ainda quer um segundo round? Olha, eu realmente vou adorar, tenho muita coisa ainda entalada aqui, depois de você ter chamado meu pai para eu fazer um papel de idiota então. -Jogo as palavras e o mesmo parecia não ter se afetado com o que eu falei, passou as duas mãos no cabelo e fechou os olhos. -Eu só queria que isso aqui desse certo, Lily. Eu sei que sou o marido mais ocupado do mundo mas eu realmente chego cansado e não consigo pensar em parar pra ficar com você.

-Fechos os olhos e fico mexendo com a água que estava naquela banheira.- Tudo bem, Jaymes. Eu não vou lhe cobrar mais nada, espero que você lembre que eu avisei que o nosso noivado está uma decadência total. -Levanto da banheira e tento me enrolar em uma toalha qualquer que tinha a minha frente. Jaymes me puxa devagar pelos braços e me encosta delicadamente na parede, -Sabia que você fica linda quando não está me estressando? -o mesmo diz perto do meu ouvindo, me fazendo respirar fundo e virar de frente, -é incrível como você tem uma grande capacidade de falar merda em horas erradas. -dou um sorriso sarcástico, me solto dos seus braços e sigo para o meu quarto para por o meu pijama e dormir, tenho que esquecer que esse dia existiu em minha vida.

                                                       Justin Bieber (Los Angeles, 11:53)

-Sou acordado pelo barulho do telefone, coloco os travesseiros na cabeça mas vejo que isso não adiantou muito. Pego o telefone e olho na chamada. Ah, Claro, quem mais poderia ser? atendo com uma voz ríspida.- Quero saber porque você está me ligando a essa hora, Patrick.

Justin, bom dia para você também meu grande amigo -ele diz com uma voz sarcástica, o que me irritou ainda mais. -Então, Justin você sabe qual é o objetivo desta ligação, quero informar que quero patrocinador e suas empresas seria uma ótima escolha, afinal, nossas empresas são as melhores de nossos países e isso iria gerar muito mais lucro.

Filho da Puta, ele estava realmente certo, mas eu estava com uma pulga atrás da orelha em relação a esse assunto, mas nada que não podemos resolver com uma boa conversa. -Vamos marcar de nos encontrar e veremos isso, Patrick. Quero saber direitinho seus planos, amigo. -solto uma risada para descontrair aquela conversa.

Claro, na minha casa amanhã as 20:00. Não se atrase por favor. -O mesmo desligou o telefone na hora que eu iria questionar o endereço, mas foda-se, eu descubro sozinho sem problemas.

-coloco um cigarro entre os lábios e encosto em minha cadeira de couro. Sinto o perfume de Laura chegando cada vez mais perto, o cheiro daquela mulher simplismente me enlouquecia e eu me via cada vez mais entregue a ela. Quem diria, um dia eu estar assim por algum mulher. -jogo a guimba do cigarra pela janela e tento ligar para Ryan. já que o mesmo me ajuda em tudo quando o assunto é a minha empresa.

Oi meu amor, que saudades -falo tentando não rir e Ryan solta uma risada alta do outro lado do telefone. Filho da Puta, reconheceria minha voz de longe.

Justin, espero que você tenha me ligado para falar algo sério. -O mesmo muda seu humor.

Claro, Ryan amanhã vou para a casa do Patrick e resolver com ele as coisas da empresa, patrocínio e recuperar algumas dívidas de antes, tu poderia ir comigo? -saio do meu escritório e entro no meu quarto-.

Claro, irmão. Tu me busca amanhã, valeu. -desliga o telefone e me jogo na cama, tenho que dormir, amanhã vai ser um longo dia.

 

 

                                                    

 

 


Notas Finais


Me desculpem se houve alguns erros de digitação, revisei bastante vezes para que isso não ocorresse.
e me desculpem também se o capitulo não agradar vocês agora, sou nova com isso e comecei agora, mas espero que gostem. Prometo não demorar a atualizar, Beijos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...