História Fique Comigo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Nick Robinson, Shawn Mendes
Tags Ação, Drama, Nick Robinson, Romance, Sarah Manning, Shawn Mendes
Visualizações 22
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


flopou muito mas como essa foi uma das melhores ideias que eu ja tive na vida vou seguir o baile e continuar postando e deixar guardadinha aqui.

Capítulo 7 - Capítulo 7.


Fanfic / Fanfiction Fique Comigo - Capítulo 7 - Capítulo 7.

          Nós fomos esbarrando em quase tudo até chegarmos no quarto, Shawn me jogou na cama e tirou sua blusa, logo estava em cima de mim me dando beijos e chupões, ele tirou minha blusa com certa brutalidade e foi distribuindo beijos por toda minha barriga, até que parou de repente

—O que é isso aqui? —ele passou a mão perto do meu umbigo e saiu um pouco de tinta de seu dedo.

Shawn levantou e ascendeu a luz. Merda.

—Por que você tá toda pintada? —ele questionou sério

Eu tentava pensar em alguma desculpa enquanto me encolhia dentro do edredom. Mas ele me descobriu assim que percebeu.

—Foi alguma brincadeira com aquele cara?

Eu não queria contar a verdade, Shawn jamais entenderia. Mesmo que soe com certa malicia, não tinha maldade. Mas eu não poderia dizer que estava brincando com crianças, eu nem gosto de crianças.

—Eu estava ajudando ele a estudar. —respondi séria.

Shawn apenas abriu a boca e ficou quieto por alguns segundos.

—Anatomia? —ele perguntou

—Sim.
Eu abaixei a cabeça e permaneci encolhida na cama.

—VOCÊ ME TRAIU, SARAH! —ele jogou no chão todas as coisas que estavam em cima de uma pequena mesa.

—Não Shawn, não foi bem assim, me escuta! —eu levantei indo em sua direção mas fui surpreendida por um tapa na cara.

Um tapa na cara. Nem minha mãe me deu um tapa na cara.

—Você não vai me bater!

Eu o enchi de tapas e socos fazendo-o cair no chão. Shawn tentava segurar meus braços mas sem sucesso, eu conseguia ouvir seus palavrões. ‘’Vagabunda, cachorra, vadia, filha da puta’’ ele acabou invertendo as posições ficando por cima de mim me enchendo de tapas na cara, ele batia minha cabeça no chão e me olhava com sangue nos olhos, eu tentava me desvencilhar daquilo de qualquer jeito, queria sair correndo e nunca mais voltar.

—Cachorra, acabou de transar com ele e ia ter a coragem de transar comigo agora

Ele tentava me estrangular enquanto eu socava seu tronco nu. Eu já estava perdendo as forças, sentia meu rosto todo queimar, quando olhei pro lado havia um desodorante, agarrei-o com todo o resto das minhas forças e mirei em seus olhos. Shawn saiu de cima de mim na hora gritando. Eu me arrastei pra longe dele enquanto tossia desesperadamente, atravessei o quarto pegando minha blusa que estava no cão e corri dali.
Fui guiada pra casa do amigo de Nick, onde tinha acontecido a festa, quando bati na porta uma garota morena me atendeu, ela me olhou espantada.

—Nick ainda ta aqui? —eu perguntei baixo.

A garota apenas me deu espaço pra entrar ainda me olhando perplexa.

—Ele tá dormindo em um dos quartos. Ta tudo bem com você? —ela perguntou e eu apenas a olhei séria e fui em direção aos quartos.

Nick dormia tranquilamente quando eu entrei, estava de bruços na cama e seus cabelos estavam bagunçados, tive o desprazer de acorda-lo.

—Nick­ —eu o chamei quase como um sussurro.

Ele se mexeu um pouco e foi abrindo os olhos lentamente.

—Sarah? SARAH? —ele deu um pulo da cama e me olhou assustado

Eu sentia meu nariz sangrando e um corte em minha boca.

—Você foi assaltada? Eu sabia que deveria ter te levado, como eu sou burro!

Ele se lamentava e eu só sabia chorar.

—Foi o Shawn.

Na mesma hora ele ficou quieto e me olhou sério.

—Por que ele fez isso com você?!

—Não faz perguntas, eu nem sei porque vim pra cá.

Ficamos em silencio, Nick andava de um lado pro outro no quarto.

—Você tem que dar queixa, Sarah. — ele se abaixou ao meu lado e me olhou com pena.

—Não! —eu respondi na mesma hora.

Ele me olhou sem entender.

—Ele também saiu bem machucado.

Eu dedilhava um pequeno fio rebelde do lençol azul claro enquanto sentia os olhos de Nick sobre mim.

—A gente precisa limpar esse rosto —ele se levantou e me arrastou até o banheiro.

Eu apertava a camisa de Nick enquanto ele limpava meus machucados com o maior cuidado, eu sentia queimar toda minha face a cada contato daquele algodão com a minha pele. Ele colocou um curativo um pouco grande demais na minha testa e sorriu sincero.

—Nick, isso tá grande demais! —o olhei através do espelho que soltou uma pequena gargalhada.

—Desculpe, não aprendi muito bem a fazer curativos ainda.

Eu o abracei. O abracei e desejei morar naquele abraço por muito tempo.

 

   Meu corpo todo doía quando acordei, estava morrendo de vergonha de sair do quarto, não sei quem vai estar do outro lado da porta. Me olhei no espelho e meu rosto estava completamente inchado. Infelizmente não era de tanto dormir. Depois de uma briga interna comigo mesma eu sai do quarto, a mesma menina que me atendeu estava na sala lendo um livro, assim que me viu veio em minha direção.

—Nick pediu pra você ficar, ele teve que resolver algo mas volta pra cá, vou te preparar um café. —a morena pegou minha mão e me guiou até a cozinha.

—Qual seu nome?

—Helena, e o seu? —ela sorriu enquanto passava geleia em algumas torradas.

—Sarah. Você é o que do Nick?

—Dele nada, mas sou namorada do melhor amigo dele.

Eu apenas assenti e começamos a comer. Nick chegou logo em seguida e Helena nos deixou a sós.

—Como você tá? — ele perguntou enquanto nos ajeitávamos no sofá.

—Poderia estar melhor, e mais bonita também —arrisquei em uma misera risada.

—Sarah, desculpa perguntar, mas isso já aconteceu outras vezes? 

—Não, Shawn nunca encostou em mim.

Eu não estava mentindo, Shawn nunca tocou em mim, não passava de ameaças e murros na parede.
Nós conversamos mais um pouco e eu finalmente contei o que tinha acontecido, Nick ficou furioso, o que foi engraçado, até ameaçou ir até lá e acabar com Shawn, coisa que ele não teria coragem nem se tivesse totalmente insano.
Quase no fim da tarde liguei pra Catarina e contei tudo o que tinha acontecido, a mesma ficou horrorizada e disse que eu poderia ficar com ela, depois desse convite passei uma hora só agradecendo. Eu precisava pegar minhas coisas, sai apenas com a roupa do corpo.

—Você não vai sozinha. —Nick disse firme

—Eu vou, você vai ficar aqui.

—Não, Sarah! Eu vou com você e pronto. —ele me olhou sério.

Eu apenas revirei os olhos, sabia que ele não me obedeceria.

Nós caminhamos em silencio até lá.

—Me espera aqui, não precisa entrar —eu o barrei quando chegamos na esquina.

—Ele pode te prender ai dentro, ficou doida?

—Eu sei me defender, você vai ficar bem aqui nem que eu tenha que te dar um soco que te faça desmaiar. —eu o confrontei e ele assentiu.

Quando entrei estava tudo em silencio, a casa estava mais bagunçada do que o normal. Fui pro quarto correndo, peguei uma mochila e comecei a jogar minhas roupas dentro dela.

—Sarah? —ouvi a voz de Shawn.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...