História Fire - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 25
Palavras 1.320
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeeeeee meus amorees
Por favor, miiiilllllllllllll desculpas pela demora.... foram muitos problemas sabem..... memoria do celular, trabalhos, provas, curso, enfim... e eu comecei a escrever a fic pelo cell, então eu queria finalizar pelo cell também, mas gora eu consegui ashuashuashuashu... Desculpa mesmo sério!
Bom, esse é o último cap da fic, muito obrigada pelos coments e pelos favoritos, espero que continuem sempre me acompanhando e outras ficas e espero conseguir mais favoritos, peço pra vcs indicarem essa fic para seus amigos para conseguir mais favoritos, pois acreditem, são esses favoritos e os coments de vcs que dão mais vontade para nós que escrevemos continuar nossa história. Obrigada por me acompanharem, espero que goste.
Boa Leitura!

Capítulo 5 - O Final.


Fanfic / Fanfiction Fire - Capítulo 5 - O Final.


Sendo bom ou ruim, doendo ou não, morrer ou permanecer vivo, esse será o final e jamais pode ser mudado, em circunstância alguma.-Biah.

 

Narrador (narração) On.

-Então, quem vai ser o primeiro?-Disse Stephen.

Todos ali estava tentando processar as informações sobre aquele passado. Nenhum dos meninos do grupo poderia imaginar que a sua fama levaria alguém a ter tanto sofrimento, mas não tinha nada a ser feito, ninguém pode mudar o passado.

-CALMA AI PARÇA , NÓS NÃO TEMOS CULPA DESSE SEU PASSADO, A CULPA É DA BIGHIT, EU JÁ BEIJEI O CAPETA E TÚ AINDA QUER QUE EU SOFRA MAIS, FICA QUIETO AÍ, DEIXA A GENTE SAIR DESSE PURGATÓRIO E VAI SE VINGAR DAQUELE GAY CHEFE DA EMPRESA!-Exclamou Hoseok histérico.

-Chega seu moleque! Não vim aqui para ouvir suas infantilidades. Agora por essas tuas idiotice, você será o primeiro.

- O QUE? COMO ASSIM?

-Senhor, calma, eu entendo o quão sofrido foi seu passado, mas, entenda, não temos culpa, não sabíamos absolutamente de nada, estamos realmente impressionados com sua história, nunca imaginamos que a vida de alguém estivesse sendo acabada com nossos atos, e mesmo não tendo culpa, nos desculpe, se tiver algo que possamos fazer, nós f…

-Não há nada a se fazer Namjoon. Nada mais pode ser feito.-Stephen inclinou sua cabeça em direção ao um canto qualquer na sala.-Bem, vamos ao que interessa.-Finalizou apertando um botão que trouxe a maca de Hoseok até o mesmo.

Hoseok já estava imaginando a dor que sentiria, aquilo estava deixando todos tenso, a sede de vingança do vilão era intensa.

Narrador (narração) Of

Stephen (narração) On.

Estava decidido, acabaria com a vida daqueles imprestáveis em apenas alguns minutos.

-Por favor, não faça isso.-Implorou Hoseok.

Peguei um canivete ao meu lado e cortei levemente a ponta de seus dedos. Meu segundo passo era cortar seu braço, e assim fiz, passei o canivete em seu braço formando um risco sangrento. Olhei para aquele ser em minha frente, suas lágrimas descia em grandes quantidades.

-Pa-pare por favor.-Olhei para minha esquerda, ali estava Jungkook tomando a consciência de onde estava.-Pa-pare.-Continuava pedido.

- E por que eu te ouviria?- Comecei a sufocar Hoseok.

-S-seu pai.

Meu mundo parou, olhei para minha mão que estava sobre o pescoço da vítima. Lembrei- me de meu pai, de todos os nosso momentos felizes e de… sua morte.

-Acha mesmo que ele gostaria de vê o que está fazendo? Tenho certeza que seu pai era uma pessoa boa, assim como você que está apenas sendo consumido pelo ódio. Tenho certeza que seu pai não aprovaria isso.

Deixei cair a faca que estava em uma de minhas mãos, o que eu estava fazendo? Tentando me vingar por uma coisa que não tem mais volta. E meu pai, com certeza não aprovaria isso, ele odiava a vingança, ainda mais esse tipo de vingança.

-Stephen pare com isso, ainda há tempo para voltar atrás.-Disse Jin.-Essa vingança não te levará a nada.

Minha cabeça começou a girar, eu realmente estava fazendo a coisa errada, mas como voltar atrás depois de tudo o que eu já fiz?

-É tarde demais... eu gostaria muito de interromper tudo isso mais eu não sei como…

-Então a gente vai morrer, é isso?- perguntou Jimin

-Pensa Stephen, tem que haver uma saída, podemos sair todos daqui e começar uma vida nova, quem sabe você possa entrar no grupo, só precisa acreditar.-Incentivou Jin.

-Jin, você acha mesmo que eu vou querer esse aí no mesmo grupo que eu depois de tentar me matar? Matar todos nós!

-Você não tem que querer nada Suga, todos merecem uma segunda chance, e o Stephen não teve a segunda chance dele ainda.

-Tem razão. Existe sim uma maneira de sair daqui, só que…essa segunda chance minha é impossível de ter, essa já é minha segunda chance, e eu desperdicei ela… Mas eu vou ajuda-los a sair daqui, mesmo que...

-Mesmo que ? -Perguntou Jungkook

-Mesmo que isso custe minha vida. Vamos acabar logo com isso!- Peguei um ferro que estava ao meu lado e arremesei nas cordas que estavam prendendo eles.- Me sigam.

A partir da magia, abri um portal que nos levaria a um corredor totalmente escuro e ao chegar ao final do corredor, poderíamos sair, quer dizer, eles poderiam sair. Chegamos no corredor e começamos a andar até chegar em seu fim.

-A partir daqui vocês seguirão sozinhos, espero que um dia possam me desculpar pelo meu erro.

-Você não vem com a gente? -Perguntou Jungkook.

-Eu disse que isso custa minha vida, terei que permanecer preso nesse lugar para todo sempre.

-Se você sair, o que acontece?

-Vou morrer de qualquer jeito.

-E se isso não acontecer?

-É óbvio que isso vai acontecer.

-Então vamos testar.

-O que?-Antes mesmo de perguntar, Jungkook me puxa pelo meu punho e saímos todos correndo, contra minha vontade. Vimos uma luz que cada vez ficava mais intensa, ali era a saída, cada vez que se aproximava meu coração palpitava mais rápido, até que sentimos uma força vindo em nossa direção mas conseguimos ultrapassa-la, saindo finalmente daquele inferno.

-Conseguimos!- Disse RapMon sorridente.

-AEEEEEEEEE CHUPA MUNDO, ESTAMOS DE VOLTA! MINHA TERRA, MINHA COREIA!- Gritou J-hope se ajoelhando e beijando o chão.

-Viu? Acabou tudo Stephen, sem rancor, e não te aconteceu nada.

-Tem razão Jimin, obrigado a todos vocês.

-Tá, tá, chega de tantas formalidades, será que podemos ir em algum restaurante? Eu realmente estou morrendo de fome, vamos logo antes que eu coma até esse chão.

-O Tae tem razão, vivi tanto tempo escondido…agora que acordei pra real, estou com saudades de tudo, quero aproveitar cada momento! Vamos logo haha..

Saímos correndo com um alívio imenso, sentido a brisa fresca do ar sobre nossos rostos. Almoçamos em um restaurante bem conhecido da cidade e saímos em direção aos dormitórios.

-Ai!-Gritei colocando minhas mãos sobre minha cabeça.

-O que você tem?-Perguntou Jimin.

-Ai!-Gritei novamente.-Mi-minha cabeça…AIII!-Cai no chão com aquela forte dor.

-O que esta acontecendo?

-E-eu di-disse, nunca vou po-poder ser livre.-Disse em tom baixo mas percebi que eles haviam escutado.

-Não pode ser-Disse RapMon.-Você deve ser feliz, tem que ser feliz, vamos leva-lo para o hospital.

-N-não adianta, isso não tem saída.

Enfim, eu estava pagando pelo meu erro, eles poderiam achar que eu merecia uma segunda chance, mas na verdade essa foi minha segunda, e eu a escolhi, não tem saída, só espero que com meu arrependimento eu possa ir para um lugar melhor e que minha alma não fique presa… Aish são tantas coisas no meu pensamento que eu não posso expressar pois meu ar está cada vez mais curto, minha respiração quase não existe, estou cada vez mais fraco, visão embaçada, realmente é o fim, estou morrendo nesse momento.

Pronto! Acabou! Não tenho mais respiração, eu morri, mas meus pensamentos continuam na ativa, estou sentindo minha alma sendo levada, olhei para o lado e avistei uma pessoa vestida de branco e com pele super clara, quem seria? Um anjo talvez? Essa pessoa está me levando em sentido aos céus em lugar maravilhoso onde eu sinto que minha alma fica leve e não há pecado e muito menos sofrimento. Nesse lugar eu encontrei meu velho e amado pai, só que aqui ele está com a alma jovem e não tem nenhuma paralisia. O meu "velho" estava andando, correndo em minha direção e me dando um abraço super forte, ele chorava, mais não de tristeza pois ali não havia tristeza, o mesmo chorava de alegria. Sim, ali era o Paraíso, o Paraíso que muitos dizem não haver, mas eu afirmo, ele existe e eu me sinto muito feliz aqui, e assim vou ficar pra sempre, pois aqui não há dor, nem sofrimento.

Stephen narração off.

Narrador On

-E agora? O que vamos fazer? - Perguntou Jungkook confuso.

Após um breve suspiro, RapMon respondeu:

-Bem, agora vamos continuar a seguir com nossas vidas, nossa carreira,mas jamais nos esquecer que se arrepender é essencial em nossas vidas.


Notas Finais


E ai? Gostaram? Deixa seu comentário ai! E continuem me acompanhando. Espero que tenham gostado.
UM SUPEEEEEEEEER BEIJOOOOO e até a próxima fic.
Divulguem essa, pleaseeeeeee
Amo vcs, amozãos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...