História Fire Meet Gasoline - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bts, Jikook, Romance
Visualizações 7
Palavras 976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Saga, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - I can not be in love


Fanfic / Fanfiction Fire Meet Gasoline - Capítulo 1 - I can not be in love

          Há 5 anos atrás 


POV Jimin

Jimin, se você fugir eu irei atrás de você até o fim do mundo, sabe que eu posso te encontrar pelo o seu cheiro né? Ninguém vai me separar de você baby.

Aquelas palavras passavam pela a minha cabeça em quanto eu corria pela a floresta em passos largos e desesperados. Eu estava sendo perseguido, perseguido por um alfa  psicopata, manipulador e possessivo.

Lágrimas escorriam pelo o meu rosto sem parar , era uma noite de sábado e para piorar estava chovendo muito em Busan. Eu estava sozinho, sozinho mesmo, havia perdido meus pais e meus irmãos em um acidente de carro há uma semana atrás causado pelo o alfa que agora está me perseguindo, o psicopata quer que eu seja dele e de mais ninguém.

Pessoas assim não deveriam nem existir.

Eu estou destruído, totalmente destruido, pela a primeira vez em meus 16 anos. Ele realmente conseguiu destruir minha vida, eu não sei se consigo seguir em frente sem as pessoas que eu amo.

Eu odeio essa sociedade que os ômegas tem que ser submissos aos alfas, isso é ridículo, e infelizmente eu sou um Ômega, mais eu nunca vou ser dependente ao um alfa idiota, eles só querem usar nós como um brinquedo sexual e depois descartá-los.

Naquele momento eu não parava de chorar, eu estava correndo sem saber para onde iria e eu chegava a escorregar varias vezes por conta da chuva que deixava o chão escorregadio.
Eu estava com medo, medo do Alfa me achar e fazer coisas horríveis comigo, e ele com certeza iria me achar pela a droga do meu cheiro que dava pra sentir a quilômetros de distância.


POV Jungkook

Graças à deus! Aquela chuva havia acabado.

Eu caminhava apressadamente pelas as ruas de Busan em direção a minha casa.  Meu pai ia me matar por chegar tão tarde em casa, fazer oque se Namjoon hyung insistiu que depois que eu saísse da faculdade era pra mim passar na casa dele pois ele ia dar uma pequena festa em seu apartamento. Só fui porque ele falou que seu irmão Taehyung havia chegado de Seul e iria está lá , e eu meio que tenho uma queda pelo o ômega, não vou mentir.

Casa-se com o Taehyung, ele é um ótimo Ômega.

Meu pai vivia falando isso para mim, e pela a primeira vez devo concordar com ele, taehyung realmente é um ótimo ômega.

Já tinha 10 chamadas perdidas em meu celular e eu as ignorei quando vi que era do meu pai. Não sei porque toda essa preocupação, eu já tenho 18 anos e sei me cuidar muito bem, parece até que sou um Ômega e não um alfa.
  
Enquanto eu caminhava perto dali eu senti um cheiro forte, vindo em direção a floresta logo ali, o cheiro era uma mistura de rosas com morango, eu nunca senti um cheiro tão bom quanto esse, normalmente cheiros assim é de um ômega. Não sei porque mais eu segui o cheiro, era tão doce...

Quando entrei naquela floresta não demorou muito para encontrar o dono daquele cheiro.

Era um garoto que estava sentado no chão apoiado com as costas em uma árvore, ele se assustou quando me viu e se levantou rapidamente e deu um passo para atrás.

- Desculpa, não queria assusta-lo. - Eu disse olhando para ele.

O garoto era lindo, meu deus. O cabelo dele era rosa claro e estavam um pouco bagunçados.  Seu rosto tinha alguns machucado,  seus lábios estavam aparentemente cortados, bochechas vermelhas e os olhos vermelhos, ele provavelmente estava chorando.

- Tá tudo bem ?

- Não - Sua voz saiu fraca e meio entrecortada por algumas lágrimas que começara a descer pelo o seu rosto. - Você é um alfa não é?

Assenti e ele se virou e começou a andar rapidamente, o segui e segurei em seu braço o impedindo de andar.

- Não! Espera...- Falei, o garoto não estava bem, eu queria ajudá-lo.- Eu não vou te machucar.

Nossos olhares se encontraram e não desgrudaram mais.

Eu senti algo diferente naquela hora, não sei explicar mais  eu nunca, no meus poucos 18 anos havia sentido algo assim...

NÃO...Eu não posso esta apaixonado por um garoto que nunca vi na vida.

- Fogo -Ele disse quase que um sussurro ainda me olhando.

- Oque ? - Eu disse confuso- Fogo ? A onde ?

- N-nada.. Eu disse fogo ? Eu devo está pirando, me desculpa - Ele desvia o olhar e  passa a mão pelo o rosto limpando as lágrimas.

-  Sem querer me intrometer mais.. Porque estava chorando ? E oque um ômega faz sozinho na floresta no meio da noite ? É perigoso, sabia ?- Eu disse.

- E-eu sei..- Ele sorriu fraco - Obrigada por se preocupar, poucos pessoas são gentis como você.

Sorrio. Ficamos um tempo em silêncio e se olhando.

- Eu tenho que ir. - Ele disse, seu olhos trasmitiam tristeza. Eu queria saber oque ele tinha, eu queria ajudar ele. - Como é seu nome ?

- Jungkook - Respondi

- Ah, um belo nome, Jungkook pode ficar com isso ? - Ele disse tirando do seu pescoço um colar e colocou na minha mão.

Ao sentir sua mão na minha, eu meio que senti um choque elétrico percorrer pelo o meu corpo, não sei porque.

- Se não quiser, pode jogar não quero ficar com isso mais. Tchau - Ele disse e não falei nada e ele saiu andando.

Dessa vez eu não o impedi de ir e fiquei observando-o enquanto ele desapareceu na escuridão da floresta.

- Queria saber seu nome...- Lamentei- Talvez não vou vê-lo nunca mais.

Você muito burro Jungkook de não ter perguntando o nome.

Falei e foi ai que notei do colar que ele havia deixado comigo. Olhei para o objeto na minha mão, era prata com um formato de uma lua e dentro tinha um lobo desenhado. Virei para ver atrás e estava escrito: "Jimin"

Seria o nome dele ?





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...