História Fire meet Gasoline - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Emma Watson, Mitologia Grega, Nina Dobrev, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos, Sasha Pieterse, Shay Mitchell
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Artemis, Atena, Bianca di Angelo, Calipso, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Dionísio, Éris, Eros (Cupid), Grover Underwood, Hades, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Luke Castellan, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Phobos, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Sally Jackson, Thalia Grace, Travis Stoll, Zeus
Tags Ares, Deus Da Guerra, Gaia, Personagens Originais, Profecias, Revelaçoes, Romance, Trevas
Exibições 55
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente!

Aqui estou eu com mais um capitulo,finalizando esta maratona.

Mais tarde ou amanhã eu atualizo essa história ( se minha internet não acabar)

Emfim,espero que gostem desse capítulo pois ele é muito especial!

Boa leitura!

Capítulo 32 - Nasce a esperença


P.O.V Victória  Stewart

 

 

Chegamos à casa que  minha mãe  havia  arrumado,  de noite.   Depois  de pararmos  o carro na entrada da casa de campo,as meninas  pegaram nossas malas e como eu estava grávida eu não peguei mala alguma  e subi as escadas que dava para a varanda da casa.

Eu não parei muito para  reparar  na decoração,subi direto e deitei na cama. Tudo que eu queria é  dormir  e ficar em  paz.

 

 

- Filha, você não pode  ficar depressiva a vida inteira! – Disse  minha  mãe entrando no quarto.  – Tem uma vida  que  depende de você,agora! – Diz  minha mãe  pondo a mão na minha barriga.

 

 

- Você tem razão! – Digo levanto com muito custo.  – Vou tomar um banho! – digo indo até  minha mala.   – Argh! – Resmungo ao sentir  um contração.

 

 

-  O que foi,filha?  - Pergunta preocupada.

 

-Contração! – Respondo voltando a caminha para o banheiro.

 

Entro no banheiro, mas  não tranco a porta.   Ligo  o chuveiro e  tomo um banho.  Depois,saio e boto um roupa  confortável e fresca pois estava calor. Após  isso,eu desço  as escadas  com cuidado e  vou até a cozinha onde  minha mãe e as meninas estavam. 

 

 

0000ooo0000ooo00000

 

 

Já  tínhamos acabado de jantar  e  estávamos  as  cinco  na sala vendo TV,quando as luzes piscaram e um estrondo veio lá de fora. Todos  já estavam indo ver quando eu sinto um líquido escorrer pelas  minhas pernas  e começam as contrações.

 

- Mãe! Minha  bolsa estourou! Mãe! – Grito caminhado até a porta. As meninas e  minha mãe voltaram para casa e  começou a chover de trovejar.

 

- Alice vá pegar  panos limpos e  água  quente.  – mandou minha mãe. – Diana  você  e  Emily vão ser as  que mais  me ajudar a fazer  o parto,por serem filha  de Apolo e a outra de Hera.

 

- Mas, nós  não podemos! – Negou Emily .   – temos que levar elas para o hospital!

 

 

- Não dá tempo! – Disse  minha mãe.  – Eu fiz  medicina eu posso fazer isto.  – Afirmou a  minha mãe.

 

- Não! – gritei. – Eu quero ir para  um hospital. – Dei um berro de  dor.

 

 

- Não dá  tempo! -  Disse  minha mãe  olhando para  mim tem que ser  agora!

 

 

- Tudo bem!  - Digo e  depois começo a respirar  ofegante.

 

 

 

P.O.V  Ares

 

 

Entro na sala dos tronos como um raio e  sento em meu trono para   falar com Zeus.  Todos  os doze  deuses  Olimpianos estavam presentes.

 

 

 

- Vou ser bem direto! – Digo firme  e chamo a atenção dos demais.  –  Pai, o que o senhor está planejando?  - Pergunto.

 

 

 - Que?  - Responde Zeus confuso.

 

-  Zeus! Você escutou  o que ele  disse!  - Afirmou Hera  com raiva.  – O que   você  esta escondendo de nós?  -  Perguntou ao gritos

 

 

- Exigimos uma resposta! – Falou Apolo vermelho de raiva.

 

 

- E  não queremos mentiras ! – Fala Hermes.

 

 

-   Zeus,você esta  querendo fazer o que  com minha filha e  minha neta?  - pergunta Hefesto entre dentes.

 

 

Todos,nós  começamos a falar  ao mesmo tempo,até que Zeus se irritou e  resolveu abri  o jogo.

 

 

 

- Eu  ia  matar elas ! – Gritou Zeus com sua voz  de trovão.

 

 

 

O Silêncio reinou por alguns minutos. Eu não podia acreditar que  meu pai,iria  matar a  mulher que  eu amo  e  minha  filha.   Agora,entendo por que  Victória me odeia. Ela  acha que  compactuei  com isto.

 

 

-   Por que?! – Berrei. 

 

 

- Fala sério!  - Zeus riu pelo nariz.  -   Hera,Você  nem  liga pra  Emily.    Apolo, você não precisa da admiração da  Diana e  Alice é  só mais  um de seus casos.   Hermes, você  nem dá atenção para  Alice e Emily é só mais um de  seus casos.   -  Ele  olhou para  mim.   -   Eu duvido  que esse filho seja  seu. Eu me lembro  muito bem  daquela  festa que    teve  no acampamento,  Victória  dançava igual a  uma vadia.   Essa  criança  não é sua!   - Disse   revirando os  olhos.

 

 

 

- Eu não sou obrigado  ás  ouvir  as    merdas que saem dá tua  boca!   -   Digo   saindo  da  sala dos tronos.

 

 

Eu precisava  encontra elas. Preciso dizer  a  verdade.  Eu precioso!

 

 

 

P.O.V Victória  Stewart

 

 

- Ahhhh! – Berrei fazendo força.

 

 

 

- Vai, minha filha! -  Gritou minha mãe.  -  Eu to vendo a cabecinha dela!   - Vai!

 

 

 

 

-  Ah! – berrei.   – Eu não consigo!    - Digo chorando

 

 

- Você consegue sim!  - Afirmou minha mãe. 

 

 

-Sua  filha  precisa   de você!   - Berrou  Diana.

 

 

 

Quando ouvi, isto fiz toda  a força que eu podia e  meus  ouvidos  captaram a  música mais linda  que  eu já vi na minha vida. O chorinho da minha filha.  Minha mãe cortou o cordão com a tesoura esterilizada e  Diana embrulhou minha filha  numa manta  e me deu  ela.

 

 

- Já sabe qual vai ser o nome?  - indaga  Emily.

 

 

-Sim!  Irá  ser Hope.  – Digo sorrindo para  a menina de  castanhos esverdeados.   -   Por que ela  é  minha esperança. Hope  é  meu pequeno milagre e  ela  é   a  melhor  coisa que aconteceu na minha vida!  - Digo   chorando.

 

 

Sinto meus  olhos se pesarem e  me  entrego ao véu da inconsciência.

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Hope: Significa esperança
o que será que aconteceu com a Vick?

Muitos beijos e abraços <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...