História Firmamento 2 - Capítulo 11


Escrita por: ~

Exibições 123
Palavras 514
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Atropelada..


Bruna: É isso mesmo que você ouviu

Eu: Não, você não pode estar falando sério né? Como assim?"Eu Não posso depender de você"? Nós somos casados porra, um deveria depender do outro

Bruna: Não é assim que as coisas funcionam

Eu: ENTÃO ME EXPLICA COMO FUNCIONA!

Percebi que a situação estava saindo fora de controle quando senti alguém segurar meu braço levemente.. Era o Lukas!

Lukas: Daniel, que merda voce pensa que está fazendo cara? Ta todo mundo olhando pra vocês -sussurrou-

Eu: A culpa disso aqui não é minha

Bruna: Ta querendo dizer que é minha? Ah claro! Tinha me esquecido! Eu sempre sou o problema das coisas

Bruna fechou a cara e deu-me as costas. Respirei fundo e a olhei..

Eu: Amor, espera!

Bruna: Daniel, presta atenção nas coisas que voce fala. Você está me machucando, e quando eu me cansar, não queira estar aqui para ver o estrago! -disse ela, saindo do open bar..

Tentei controlar minha raiva e respirei fundo, chutei a cadeira e passei a mão no rosto..

Lukas: Daniel, a cadeira não tem culpa tadinha

Beck: Ela tem sentimentos

Eu: Gente, na boa! Eu não tô legal ta? Sem gracinhas

Dei as costas para eles e caminhei em direção à porta, seguindo Bruna até o estacionamento..

Eu: Amor, não faz isso

Bruna: Daniel, eu tô cansada! Eu.. eu preciso ir pra casa -disse ela, com seus olhos cheios de lágrimas..

Eu: Tudo bem, eu te levo

Bruna: Não, não Daniel. Fica! Fica aqui, e toma conta do Lukas e da Beck ta? Eu preciso ficar sozinha

Eu: Não vou te deixar sozinha

Bruna: Desculpa Dani, mas eu preciso!

Bruna passou sua mão sobre meu rosto e o acariciou, eu entendi que ela estava chateada..

Eu: Você não vai de apé sozinha

Bruna: Daniel, ta tudo bem! -sorriu fraco- eu ligo pro táxi, sei lá.. eu vou dar um jeito ta?

Eu: Fica bem

Ela assentiu com a cabeça e caminhou lentamente até o ponto de táxi, urgh Daniel, mas uma vez você conseguiu estragar tudo!

*Bruna on*

As ruas eram tomadas pelo breu, e pra ajudar, quase não haviam postes de luz pela mesma. Liguei pro uber, o cara disse que demoraria em média cerca de dez minutos para chegar aqui.

Sentei na beira da guia e esperei.
Pra falar a verdade, não está sendo fácil manter meu casamento estável com Daniel, parece que sempre vai haver algo que me prenderá à Aruan, um laço muito forte, que só poderá ser quebrado quando eu finalmente descobrir, quem é essa pessoa que está atormentando minha vida.

Percebi pelo canto do olho quando um clarão se aproximou, levantei-me do chão e voltei minha atenção para o mesmo, não me parecia ser o Uber, mesmo não tendo a visão perfeita do que estava vindo contra mim.

Aquele carro acelerou, não me dando opções de sair correndo, ou ao menos gritar por socorro. Percebi a gravidade da situação quando aquele clarão foi aumentando, cada vez mais rápido, e logo, senti um forte impacto contra meu corpo, fazendo-me voar longe. Apaguei na hora..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...