História First and Only Love ( JB ) - II Season / The First Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Nicola Peltz, Pattie Mallette, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Amizade, Drama, Romance, Sexo
Exibições 42
Palavras 1.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Continuação


Fanfic / Fanfiction First and Only Love ( JB ) - II Season / The First Love - Capítulo 14 - Continuação

POV - Nathasha

- Agora era Justin e eu naquela casa, prontos para colocar os pingos nos is.

- Vamos começar nossa conversa, lavar a roupa suja e se acertar de vez Dona Nathasha. - Diz ele sentando ao meu lado naquele espaçoso sofá L da sala de estar.

- Quem começa ? - Pergunto desconfiada que aquela era uma pergunta muito idiota. É claro que ele gostaria que eu apenas o escutasse.

- Eu espero que dessa vez você me der a chance de falar. - Diz ele revelando o que imaginei.

- Claro, a palavra é toda sua Sr. Bieber. - Falo como se ali fosse nosso tribunal, apesar que nossas diferenças, já haviam de certa forma sido resolvidas, onde fazíamos as pazes da melhor forma, na cama.

POV - Justin

- Sei que errei quando deixei me levar pelas chantagens da Selena e permiti que ela me manipulasse daquele jeito. - Digo mostrando meu arrependimento, pois eu realmente estava arrependido.

- Mas tudo que quero que saiba e que não é uma justificativa. É a verdade, apenas a verdade. - Digo virando ela de frente pra mim a puxando pra mais perto. Tudo que fiz foi por você. Quando você agrediu Selena, tanto com palavras como fisicamente, ela viu ali a oportunidade perfeita de nos atingir, e nós caímos em sua armadilha.

- Tudo bem Justin, isso eu já sei. Louise me contou e quando tentei falar com você e fui até a casa de seus pais, vi Selena saindo de lá. Senti muita raiva e sai dali o mais rápido possível. - Diz ela baixando a cabeça e suspirando pesado. Naquele dia eu pirei e a noite revoltada e com muita raiva cometi o erro de usar drogas, na tentativa de fazer a dor passar.

- Eu sabia que você tinha feito aquilo por algum motivo ligado a mim. Mais foi uma verdadeira idiotice. Cuspo as palavras.

- O que você queria Justin, eu fiquei muito triste só de imaginar ela na sua cama. - Diz enciumada.

- Ela até que tentou. - Sorrio lembrando da tentativa em vão dela pra se enfiar na cama comigo. Quando você a viu saindo, foi no momento que expulsei ela de lá.

FlashBack on

- Acordei com um perfume feminino familiar que me invadia as narinas. Abri os olhos me deparando com Selena apenas de lingerie em cima de mim se esfregando.

- Tá louca! - Digo a empurrando para o lado fazendo ela quase cair da cama.

- Amor ... Eu estou com saudades. - Diz ela levantando da cama, parando em minha frente.

- Abro a porta e recolho seu sobretudo que estava jogado no chão e a entrego.
Sai do meu quarto, da minha casa e da minha vida. - Digo entregando o sobretudo.

- O que é isso Jay, isso é lá modo de me tratar! Sou eu sua Sel. - Diz debochada.

- Selena faz um favor pra nós dois e dar o fora daqui. Ou prefere que os seguranças façam isso ?

- Ela ignorou as minhas palavras e veio pra cima aproveitando que eu estava apenas de cueca.

- Eu sei que você quer e que já está até animadinho. - Fala passando a mão em meu peito nu.

- Sai daqui, você já me criou problemas demais. Abro mais a porta. Dar o fora.

- Está falando sério ? - Questiona ela.

- Sim. Eu não te desejo e não te amo mais... Ela veste o sobretudo rápido. E antes que eu  terminasse de falar ...

- Vai se fuder.   - Gritou ela batendo a porta e saindo do meu quarto.

Flashback off

-  Você humilhou ela.  - Diz Nathy beijando meu pescoço com força e sei que ali ficaria um chupão daqueles.

- Eu não queria, mas ela me obrigou no momento que foi no meu quarto.

- Agora que tudo está em pratos limpos, como ficamos Sr. Bieber ?   - Pergunta ela sentando em meu colo, beijando suavemente meus lábios.

- Agora é você e eu, e espero que nunca mais deixe ninguém nos separar.  - Digo sugando aqueles lábios rosados e carnudos que me deixa louco.

- Ela tira minha camisa me deixando apenas de bermuda. Nathy tem a necessidade do meu corpo assim como tenho do dela.  - Como senti falta de cada centímetro do seu corpo.  - Sussurro tirando sua blusa e seu sutiã em seguida, expondo seus seios firmes.

- Você me deixa louco de tesão garota. Falo em seu ouvido, fazendo ela arfar um gemido. Ela se aproxima e tira de uma só vez minha bermuda e minha cueca box mostrando meu pau completamente duro.

- Deito ela no carpete felpudo da sala, tirando seu short curto e sua calcinha. Tenho pressa de devora-la.  E penetro dois dedos em sua intimidade molhada pronta pra mim.

- Tiro os dedos de dentro dela e a penetro com meu membro que lateja a querendo. E a cada investida ela grita alto meu nome. 
Justin... Just ...

- O que foi Bebê ?   - Quer explodir ?  - De prazer ... Completa ela. Eu quero você mais ... Mais ... Sussurra.

- Fico em um vaivém cada vez mais rápido, enquanto ela arranha minhas costas em resposta ao que está sentindo.

- Ah! Ah!  - Geme alto me fazendo calar seus gritos com um beijo ardente. Sinto ela estremecer e sei que aquela é a hora, ela alcançará seu ápice.  - Intoco mais rápido e com nossos corpos grudados de suor, jogo meu gozo dentro dela.

- Espero nossas respiração se acalmar e levando recolhendo nossas roupas. Visto minha cueca e a bermuda, e Nathy coloca a calcinha, o short e o sutiã voltando a deitar no carpete macio a puxando para meu corpo.

***

- Acordo com Lara me chamando.  Sr. Bieber, chama sem me encarar.

- Oi. Aconteceu alguma coisa ? - Pergunto sorrindo a vendo envergonhada.

- O sr. Ryan e todos os seus amigos estão aqui.  Quer dizer na piscina.

- OK! Obrigado Lara. Agradeço enquanto ela se afasta indo para a cozinha.

- Nathasha ainda dorme sobre meu peito.
Bebê, acorda.  - Chamo beijando seu rosto.

- Que horas são ?  Pergunta ela sonolenta.

- É fim de tarde.  - Respondo fazendo carinho no seu rosto.
Amor levanta e deixa de preguiça temos visitas.

- Hum ... E quem são ? 

- Nossos amigos.  - Falo fazendo ela levandar procurando a blusa para cobrir seu seios a mostra naquela lingerie transparente de renda.

- Vou tomar um banho e ir pra casa afinal vai fazer 24horas que sai de casa. Diz subindo a escada.

- Saio em direção a piscina sem me importar em pôr a camisa.

- A piscina está uma festa com todos os meus amigos. Até Chaz está aqui ao lado de Ally.

- E aí, galera. Que invasão é essa ?  - Falo fazendo todos se virarem sorrindo.

- Uê !   - O dono da casa só quer fuder então, viemos aproveitar a piscina afinal tá um calor.  - Diz Chrys fazendo gracinha. 

- E tem coisa melhor.  - Digo em resposta.

- Cadê a Sra. Bieber ?  - Pergunta Ryan.

- Tomando banho. Ela vai passar aqui quando for pra casa.

- Só porque chegamos ela vai embora.  - Diz Ally.

- Eu avisei a tia Nathaly. Pois se depender da sua namorada os pais dela revira o mundo achando que ela foi sequestrada. Enquanto ela esta com você no bem bom.  - Diz Louise.

- Sentei na beira da piscina apenas com os pés na água.

- Drew.  - Chamou Ryan vindo ficar próximo a mim. Tenho uma coisa pra falar com você depois. Mais não se preocupe.  - Diz ele, é sobre mim e Louise.
Tudo bem assim que você achar melhor, a gente conversa.  - Digo para o meu melhor amigo.

- Nathy surge com Lara trazendo lanches pra todos. E aí, as gracinhas começam.

- Ai ... Jay... Eu estava morrendo de saudades. Fala Chrys em uma tentativa falha de imitar Nathy. Que rir e joga uma das almofadas da espreguiçadeira da beira da piscina. A almofada passa direto caindo na água.

- O que acharam da casa ?  - Pergunta Nathy tentando desviar o foco de nós.

- Linda amiga.  - Diz em coro Louise, Kelly e Ally  abraçando ela em um abraço coletivo.

- Né. Mais não quero estragar a festa. Justin!  - Chama ela se despedindo de todos, tenho que ir em casa. Mais volto pra um outro dia  prometo.  Ah! Narhy qual é! Esbraveja Ryan.   - Não está indo por conta da brincadeira de Chrys.

- Não gente. Amo vocês e vocês sabem disso, sem drama tenho que ir pra casa, antes que minha tia venha me buscar pelos cabelos.
Todos riram.

- Puxei ela pela mão até a sala, peguei as chaves de casa que estava perto das chaves do outro presente que comprei pra ela, mas esse eu só entregaria depois.

- Pra que essas chaves?  - Pergunta sem entender.  Suas chaves, essa casa é sua. E aqui o único hóspede no momento sou eu.
Ela abre a boca surpresa.  - Pensei que estava brincando logo cedo no café da manhã.

- Claro que não. A casa é sua.  - Digo a beijando e indo acompanhar ela até a BMW preta com o motorista e os seguranças que a esperam pra leva-la em casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...