História First and Only Love ( JB ) - II Season / The First Love - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Nicola Peltz, Pattie Mallette, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Amizade, Drama, Romance, Sexo
Exibições 29
Palavras 1.122
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 25 - Férias


Fanfic / Fanfiction First and Only Love ( JB ) - II Season / The First Love - Capítulo 25 - Férias

POV  - Nathasha

- Acordar ao lado dele é maravilhoso, dormi bem e a única coisa que me incomoda além do machucado na coxa são os cuidados exagerados de Justin conosco.

- É super fofo e os seus cuidados só me mostram o qual excelente pai ele será.  Mais em dois dias aqui na casa dos seus pais está me fazendo sufocar e isso me dar medo.  - Digo a mamãe que rir, vendo como eu estava quando Justin fez questão de me tirar do quarto no colo até a sala.

- Eu não acho exagero.  - Diz Louise sentada ao meu lado.

- Eu quero que Chrys me trate assim quando eu ficar grávida.  - Comenta Kelly alisando a barriga dando um ênfase a sua imaginação.

- Bem, eu não sei exatamente se quero que Chaz me trate assim quando ou se tivermos grávidos. Sei lá, a sensação de que a gente está inválida, com um homem o tempo todo nos levando de um lado para o outro no colo, como se fosse de porcelana e qualquer coisa que batesse fosse te quebrar. 

- Exatamente assim que eu estou me sentindo.  - Digo abraçando Ally ao meu lado.  Finalmente uma pessoa que me entenda aqui nesta sala.  - Falo alto para que Pattie escute.

- Ela é como o filho e anda exagerando nos cuidados comigo. Acreditam que ela e o Jeremy falaram que eu não podia por o Jaxon no meu colo para não perder o bebê. E aí, começaram um discurso de que querem muito esse neto e que eu não estragasse isso,  esse sonho e vontade deles.  - Eu estou me sentindo uma vilã. 

- Meu amor, eu entendo que você esteja se sentindo assim, protegida demais, mas pensa pelo outro lado.  Eles tomaram um grande susto, assim como nós não é amor.   - Diz mamãe olhando para o meu pai.  Todos estão preocupados com você e assim como eles, nós também queremos o nosso neto e acho bom você seguir à risca tudo que a médica recomendou.

Se ela falou repouso, então repouse, ela disse para você não pegar peso, então não pegue peso.

- Mas, mãe isso está me sufocando é cuidado de mais.  - Justifico.

Você quer o seu filho ? Porque eu quero.

- Claro que quero de onde tirou isso mãe.  Apenas acho exagerado tá sendo carregada no colo.

- Justin tá preocupado ele tomou um grande susto pela segunda vez, ele estava lá e viu tudo.  Então, se coloque no lugar dele e também ficará assustada e assim como nós ele quer vocês bem.  - Finaliza o sermão tocando em minha barriga.

- Está perdida Nathy, não vai faltar gente pra mimar seu filho.   - Diz Chaz, chegando à sala para participar da conversa.

- Isso tudo é normal, segundo os meus pais.   - Fala Ryan. Esse comportamento exagerado do Drew é por ele ser um pai de primeira viagem. Palavras da minha mãe.  -Finalizou ele.

- Está bem eu desisto vocês venceram.   - Digo por fim.

- Espero que descanse, amanhã teremos uma longa viagem.  - Diz meu pai beijando minha testa, se despedindo.

- E posso saber para onde iremos ?  - Pergunto curiosa.  Não se preocupe bebê, Justin surge na sala.

- Falei que é surpresa, não tente estragar.

- Nossa quanto mistério !  Diz tia Nathaly.  Eu não vou poder ir, aproveitem e JB ver se cuida da minha sobrinha. 

- Pode deixar, estou cuidando.  - Diz me beijando.

- Eles se despediram, alegres e curiosos como eu pra saber onde Justin nos levariam.  Todos estão animados, para a viagem em família, uma grande família.

***

- A noite foi longa com Justin o tempo todo me olhando e verificando se estava tudo bem.  Ele está paranóico, mais eu sei que isso tudo não é culpa dele e sim, daquela piranha da Sophya que quis estragar nossas vidas. 

- Só que a vida tem um  propósito maior pra nós, eu sei.

- Vamos amor, está tudo pronto! Diz ele sugerindo o seu colo.

- Justin, por favor eu desço devagar prometo.  -  Suplico. Promete que vai descer os degraus com cuidado?  -Prometi.

- Era confortante  saber que todo esse cuidado era por amor, mas também era assustador, com ele me cercando, me protegendo como se a qualquer momento, qualquer coisa pudesse me matar.

- Todos já estam prontos, Justin, seus avós e eu fomos em sua BMW e seus pais e seus irmãos em outro carro, com nossos seguranças pessoais nos seguindo. Os outros  nos encontrariam no aeroporto.

- Fomos divididos nos jatinhos. No jatinho Bieber se acomodaram Justin, seus irmãos, nossas mães, nossos seis  amigos e eu. Papai, Jeremy, os avós de Justin, Alfredo, Usher e a esposa, Scooter, esposa e o filho no outro jatinho.

-  Não sei o motivo de Justin querer todos que ele amam juntos nessa viagem. Mas, sei que ele planejava algo que não me contará e eu vou descobrir.  - Disse a mim mesma.

-  Quero que descanse.  - Disse ele.  São 8 horas de vôo e nesse tempo preciso que você repouse tranquilamente.  Não estou com sono e nem estou cansada.  - Respondi.

-  Me aproximo e o beijo suavemente me permitindo sentir viva, com o desejo ardente em cada mosdicada em seu lábio inferior.

- Tem uma cama a Bordo sabiam.  - A voz de Chaz faz Ryan, Louise e Ally sentados à nossa frente rir. Há esqueci do pequeno detalhe.  - Completa ele.

- Qual ?  - Pergunta Ryan entrando na brincadeira.

- Eles não podem fazer nada além dos beijos.  Todos riram, menos Justin e eu.

- Cala a boca retardado.   -  Retrucou Justin.

- Ué, eu estava calado.  - Diz Chrys em resposta nos fazendo cair na gargalhadas. 

- E assim foi nossas 8 horas de vôo, com alguns cochilos, conversas e muitas risadas.

- Chegamos.  - Disse Justin olhando pela janela do avião. Nossa a vista é de um paraíso... Incrível. Ele rir vendo minha perplexa expressão.

***

- Meu Deus que lindo! 

- O resorts de luxo é maravilhoso, praia de areias brancas, águas calmas e cristalinas que transmitem paz, assim é Bora Bora.

- Obrigada!  - Digo dando um selinho em seus lábios enquanto ele desabotoa os botões da camisa floral em que está vestido.

- Você me deixou louco com aqueles beijos mais cedo.  - Diz ele me olhando com aqueles olhos mel que tanto me fascinam.

- Não sei do que você está falando.   - Fingi desentendida. 

- Tudo bem então, deixa quieto 15 dias vão passar rápido.  Vamos tomar um banho e comer estou morrendo de fome.  - Faz o convite.

- Estamos reunidos em uma enorme mesa e é tão bom estar cercada de quem amamos.  A noite aqui é maravilhosa ...  tão surreal me dando a felicidade que tantos procuram.  Eu encontrei entre amigos, família e o amor da minha vida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...