História First choice - Capítulo 3


Postado
Categorias Ashley Benson, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler, Zayn Malik
Personagens Ashley Benson, Justin Bieber, Zayn Malik
Tags Drogas, Romance, Violencia
Exibições 10
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


🌼 Boa leitura e nos vemos nas notas finais 🌼

Capítulo 3 - I'm Justin Bieber...!


Fanfic / Fanfiction First choice - Capítulo 3 - I'm Justin Bieber...!

Justin Bieber point of view.

 Los Angeles, Califórnia, EUA.

 Festas. Bebidas. Drogas. Mulheres. Dinheiro. Sexo. Assaltos. Tráficos.

 Essa era a minha vida. E tenho dó de quem cruza o meu caminho.

 - Hey, dude, olha aquela loirinha ali! - Chris apontou pra uma gostosinha que tava passando perto do posto. Ela olhava tudo com curiosidade. 

 - Nada de mais. -Exclamei dando um gole na cerveja. 

 - Deve ser apertada. -Olhou - me dando um sorriso malicioso.

 - Vocês não tomam jeito, né? - Barbara exclamou dando um tapa na cabeça do Chris. - Deixem a garota.

 - Ainda não fizemos nada. -Exclamei lhe mandando uma piscadela.

 Olhei novamente pra garota e a mesma estava encarando - me.

 - Aquela ali já tá de quatro pelo papai aqui. - Falei. 

 - Não é só porque ela olhou pra você, que já quer dizer que ela quer abrir as pernas pra você. -Barbara diz.

 - Bieber, levando lição de moral?! - Questionou fazendo os caras rirem. 

 - Cala a boca, Christian. - Falei começando a me irritar. 

 - Ela já tá indo embora. - Ryan disse encostando - se na Ferrari. Ia olhar na direção que a loirinha estava indo, mas Zayn chamou - me. 

 - E aí, tudo pronto pra festinha na sua casa? - Questionou.

 - É, claro que sim. - Dei um gole em minha cerveja. Logo começou uma correria no posto e eu franzi o cenho.

 - Deu merda, Bieber. Vamos vazar. - Dylan surgiu na minha frente exasperado. Não pensei duas vezes em empurrar a vadia que estava se esfregando em mim sem nenhum puder e corri até a porta da minha Ferrari.

 - Qual o plano? - Butler perguntou. 

- Vamos seguir caminhos diferentes até minha casa. -Exclamei e ele assentiu entrando no carro. 

 Acelerei o carro quando ouvi o barulho das sirenes se aproximando. Merda! 

Ultrapessei alguns sinais vermelhos e virei em uma rua residencial, o barulho das sirenes já não era tão alto como antes. Decidi então continuar andando por aquelas ruas que não tinham nenhuma alma sequer por ali, mas eu não iria me arriscar e ser pego pela polícia. Viro a direita e vejo um grupo de homens em uma rodinha e rindo. Idiotas. 

Mas então escuto um grito agudo feminino Que merda estava acontecendo ali? Estacionei o carro no começo da rua e peguei minha arma no porta - luvas colocando - a no cós da calça.

 - SOCORRO! - A garota gritou.

 - Fica quintinha! - Um deles exclamou e eu trinquei o maxilar. 

 - Ei! - Grito e um deles olha em minha direção. - O que estão fazendo com a garota? 

- Só queremos nos divertir um pouquinho. - Diz um moreno que tinha uma penteado ridículo.

 - Solta ela - Falei firme, mostrando que não estava pra brincadeira.

 - Cara, somos quatro. Então acho melhor você ir embora. - Respondeu - me e arqueei a sobrancelha.

 - Eu mandei soltar ela. AGORA, PORRA. - Gritei.

 - Não ouviu, não? É pra me soltar!  - A garota disse.

 - Eu não vou te soltar, loirinha! Ele é um só, nos somos quatro. E aí, cara, vai fazer o que?

 - Eu já disse que é pra soltar o braço dela. Ou você solta por bem, ou você solta por mal. E se eu fosse você escolheria a primeira opção. -Falei dando uma risada debochada.

 - E se eu escolher a segunda opção? - Questionou largando a loira no chão.

 - Quer saber? Chega desse papo furado. - Falei, já tirando a arma do cós da calça.

 - Calma aí, cara, não precisa disso não. - Um cara falou. 

 - Então eu sugiro que vocês desapareçam agora e aproveitem que eu estou de bom humor, porque se eu ver vocês de novo, não vai ficar apenas na conversa. - Exclamei e eles assentiram prontamente. - Agora vão embora! Eles praticamente correram até sumirem no final da rua. 

Babacas! 

 -Ei, você está...Você? - Questionei surpreso.

 - Obrigada por me ajudar. - Ela disse e direcionei meu olhar até os seios da loira, já que os caras haviam rasgado. E que belos seios. Ela percebeu e tentou ajeitar a blusa. - Tchau.

 - Espera. - Segurei seu braço e ela direcionou o olhar pro mesmo. 

- Será que eu posso saber seu nome?

 - Por que eu falaria meu nome a um estranho? - Questionou e ri. Gostei dessa garota. 

 - Por que eu sou um gato?! -Questionei usando meu charme e ela riu. 

 - E essa gato pode ser uma má influência. - Arqueei a sobrancelha. - Meu nome é Ashley.

 - Eu sou Justin... Justin Bieber. - Falei.

 - Eu sei. - Ela disse e sorri. - Tenho que ir agora, Justin. 

 - Tá rolando uma festa na minha casa. Topa ir? - Questionei.

 - Não é uma boa idéia. - Ela disse.    

- É uma ótima ideia. - Falei. 

 - Obrigada pelo convite, mas prefiro ir pra casa. - Exclamou e um barulho surgiu no fim da rua, olhei em direção ao barulho e vi que a Ferrari preta do Chaz se aproximava.

 - Como me achou aqui? - Questionei assim que ele desceu do carro. 

 - Chris rastreou seu carro. - Falou. 

Assenti e ele direcionou o olhar pra Ashley. 

 - Olá, bela dama. - Exclamou galantador dando um beijo na mão da garota. 

 - Olá. - Ela disse sorrindo. 

 - Vamos, Chaz? - Questionei.

 - Então, bela moça, gostaria de me acompanhar em uma festa? - Ele perguntou e revirei os olhos.

 - Acho que não estou vestida devidamente. - Exclamou. 

 - Tenho um moletom no meu carro. E aí, vamos? - Chaz Questionou ela intercalou o olhar entre nós dois e sorriu antes de responde - lo.

 - Vamos! - Exclamou. 

 Ela realmente trocou Justin Bieber por Chaz Somers? Essa garota está muito enganada se pensa que vou aceitar isso numa boa. Ela ainda vai ser minha por uma noite.         


Notas Finais


Hello people!!!!!!

O que acharam do capítulo??

P.S: 🌼 Justin vai ser um pouco trouxa nessa fic, diferente das fic's criminais que vemos por aí, ele não vai ser aquele tipo de cara sem coração e blá, blá, blá, essa fic NÃO SERÁ CLICHÊ 🌼

Agradecemos pelos favoritos 💕

Comentem aí o que acharam e até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...