História First Love ||Harry Styles|| - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Londres, One Direction, Romance
Exibições 44
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello, eu sou a Dry, essa não é a minha primeira fanfic mas é a primeira que eu posto aqui, por isso espero que gostem :)

Capítulo 1 - First


Fanfic / Fanfiction First Love ||Harry Styles|| - Capítulo 1 - First

                     | R O S A L I E  F I S H E R |

England, March 2014

- Rose, soube que saiu com o Ethan no sábado. - Thereza comenta e eu olho pro meu cappuccino e depois olho pra minha melhor amiga.

- Eu, nós saímos sim. - Respondo e ela sorri.

- Isso é bem legal, então aconteceu algo mais? - Arregalo os olhos.

- Do tipo? - Ela ri levemente.

- Ah Rose, eu achei que vocês iriam fazer algo mais, tudo bem esquece. - Ela dá de ombros.

- Achou mesmo que eu iria..uh transar com ele? - Ela revira os olhos e assente.

- Bem, sim, olha você já tem dezenove anos, não deveria ser virgem. - Thereza comenta e eu fico constrangida.

- Thereza se contenha, estamos em público. -Murmuro e ela dá de ombros.

- Vamos mais é sair daqui, não se pode falar de sexo perto das pessoas? Parece até que ninguém tranza. - Ela resmunga e nos levantamos da mesa onde estavamos.

Saímos do Starbucks e caminhamos pelas ruas tão conhecidas por nós até o nosso apartamento. Morávamos juntas à um ano, quando decidi sair de Liverpool minha família não aceitou muito bem minha escolha, meus pais não queriam que eu viesse pra Londres, mas não me impediram de seguir o meu próprio caminho.

- Temos que fazer uma boa faxina! - Assim que digo Thereza olha pra mim.

- Ser dona de casa não é a minha praia. - Fala assim que abre a porta e entramos no nosso apartamento.

- Não é a minha também, mas eu não gosto de viver na sujeira. - Comento e Thereza bufa.

- Ok, eu já entendi. - Ela fala indo pro seu quarto.

Vejo meu gato no sofá e caminho até o mesmo pegando minha bola de pelo branco no colo.

- Meu bebê! Sentiu falta da mamãe? - Pergunto com fazendo voz de bebê e faço-lhe carinho e obtenho um ronronar como resposta.

Vou pro meu quarto e ouço Thereza derrubar algo e praguejar em seguida. Ela é muito desastrada e isso é fato.

- Rose, vamos almoçar fora! Brad me ligou e disse que ele e uns amigos vão sair e nos convidou. - Ela fala aparecendo na porta do meu quarto e eu me viro e olho pra ela.

- Ah eu não sei se é uma boa idéia, tenho um teste na semana que vem There. - Argumento e ela bufa.

- Olha se isso é por causa do Dylan ainda é melhor esquecer! - Ela exclama e eu encolho os ombros.

- Isso ainda é constrangedor pra mim. - Murmuro e ela suspira.

- Rose já faz um ano e você estava bêbada e além do mais nada aconteceu. Era uma festa de adolescentes recém chegados na Universidade e tals, mas nada aconteceu ok?! - Ela explica e eu assinto levemente.

- Ok, mas não deixa de ser vergonhoso pra mim..- Sussurro.

- Use um vestido, você fica linda naquele florido azul! - Ela sorri saindo do meu quarto e fechando a porta atrás de si.

Que ótimo!

Procuro pelo meu vestido azul florido no closet e logo eu o encontro. Como não estava muito frio daria para usá-lo, ele batia até o meio das minhas pernas e era rodado da cintura pra baixo.

- Se arrume rápido! - Minha amiga grita do seu quarto e eu reviro os olhos.

                                       ···

Assim que eu e Thereza entramos no restaurante vimos Brad e seus amigos. Thereza praticamente me arrasta até a mesa com um sorriso no rosto do tamanho do mundo.

- Brad! - Ela saúda sorrindo e o rapaz moreno sorri.

- Thess! - Ele repete o seu ato e se levanta abraçando-a e logo que me vê me abraça também. - Como tem andado Rose? - Ele pergunta sorrindo e eu riu um pouco.

- Bem, na medida do possível. - Falo e ele ri.

Comprimento Cole, Nolan, Rick e até mesmo o Dylan. Aparentemente ele já até se esqueceu do ocorrido mas eu não me esqueci, me sinto mal por ter feito com que sua namorada terminasse com ele, mas eu não sabia muito bem o que estava fazendo.

Logo Thereza começa à conversar animadamente com os meninos mas eu fico calada. Não há nada que posso dizer, não sou o tipo de garota popular, não vou pra festas e não sou badalada como Thereza e não tenho assim tantos amigos.

Durante o almoço comi em silêncio e falei apenas quando me foi dirigida a palavra. Logo que terminamos o nosso almoço nos despedimos dos amigos de Thereza e caminhamos até o nosso carro. Às nuvens carregadas denunciavam que logo iria chover em Londres.

A tarde parecia calma até virmos uma garota correndo de uma multidão de meninas, a coitada parecia precisar de ajuda. Thereza deu partida no carro e quando passamos pela garota minha amiga começou a rir.

- Thereza deviamos ajudá-la, a coitada vai ser comida viva parece que aquelas meninas são canibais! - Exclamo e Thereza dá de ombros.

- Antes ela do que eu, veja bem, se ela está sendo perseguida é por que boa coisa ela não é. - Thereza argumenta e eu bufo.

- Para o carro! - Exclamo e Thereza me encara com cara de poucos amigos. - Thereza!

- Ok! - Ela exclama um pouco irritada e eu saiu do carro. - Quando ela matar você não tente me assombrar! E se ela for uma terrorista? Rose! Cacete! - Thereza grita mas eu a ignoro.

Vejo a garota desacelerando os seus passos e corro até ela chamando-a mas a mesma começa a correr, eu sei que isso não foi uma boa idéia.

- Ei, espera! - Eu grito e ela olha pra mim e suspira. - Eu só quero te ajudar. - Falo e ela me olha desconfiada.

- Você é mais uma fã maluca? - Ela olha pra mim nervosa e eu franzo o cenho.

- Fã? Você por acaso é famosa? - Questiono e ela suspira. - Eu nem sei seu nome. - Argumento.

- Eu não vou com você e se..- Ela é interrompida pela voz de Thereza que para o carro ao nosso lado na calçada e abre a porta do passageiro.

- Ou você vem conosco ou encara as suas amigas furiosas que estão vindo bem ali! - Thereza exclama e vemos as meninas se aproximando.

- Ok. - Ela murmura e entra no banco de trás e eu no meu lugar anterior e logo Thereza arranca o carro em direção à nossa casa.

- Obrigada. - A garota murmura e eu sorrio.

- Tudo bem, não foi nada, aliás posso perguntar quem eram aquelas meninas? - Questiono e ela dá de ombros.

- Elas são fãs da banda do meu namorado, aquelas meninas me odeiam, não digo todas mas uma boa parte. - Ela explica e eu assinto.

Nunca havia visto nada igual a isso. Até hoje, claro!


Notas Finais


Espero que tenham gostado e esse é apenas o primeiro capítulo então por isso pode ser bem tedioso.

Bjs

Dry💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...