História First Love ||Harry Styles|| - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Londres, One Direction, Romance
Exibições 31
Palavras 1.137
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Third


                 |R O S A L I E    F I S H E R|

England, April 2014

- Então, Fisher o que vai fazer no sábado? - Oliver questiona assim que saímos da sala e eu franzo o cenho.

- Quer me chamar pra sair!? - Meio que afirmo e ele sorri de forma sensual.

- Na verdade era apenas um encontro entre amigos mas as coisas podem mudar se você resolver me dar um beijo de despedida. - Ele ri e eu coro.

- Hum, apenas um encontro entre amigos...- Murmuro e ele faz bico.

- Acabou com minhas esperanças mas não é nada que eu já não esperasse. - Ele comenta rindo e eu reviro os olhos.

- Idiota. - Murmuro e ele me olha ofendido.

- Nossa melhorou cem por cento o meu dia paixão. - Reviro os olhos e ignoro-o - Ei, Rosie não me ignore.

- Vou ser obrigada a fazê-lo se não se calar. - Assim que saiu da universidade vejo Thereza, mas ela estava acompanhada.

- Quer que te leve em casa? - Oliver pergunta sorrindo e eu nego.

- Não, obrigada.

- Curta e grossa, nossa que sexy. - Ele sorri de forma maliciosa e eu me pergunto o que fiz pra merecer esse carapato.

- Oliver pode calar a boca e me deixar em paz? Obrigada! - Não espero sua resposta e ando em direção a minha casa.

Oliver é muito bonito, mas ele por vezes é um idiota e vive se atirando pra cima de qualquer coisa que tiver um par de seios. Ele não é nada gentil e também não é o rapaz mais romântico.

Assim que chego em casa vejo minha bola de pêlos vir até mim. Pego no meu gato e encho o mesmo de beijos e mimos. O que eu posso fazer? Amo gatos.

Vou até meu quarto e deixo o gato no chão, se meu gato tem nome? Sim, ele se chama gato. Assim que deixo minha bolsa em cima da cama ouço a campainha tocar. Bufo e vou atender à porta.

- Oh, olá! - Falo assim que abro a porta e vejo Eleanor, eu não achei que ela fosse aparecer novamente.

- Ah, oi, tudo bem Rose? - Ela pergunta timidamente e eu assinto. - Bem, eu pensei em te convidar pra ir comigo ao Starbucks, já que eu estava aqui por perto. - Ela sorri meigamente e eu riu.

- Claro, só me deixe pegar uma coisa. - Volto correndo pro quarto e pego minha carteira pegando vinte libras e colocando no bolso da minha calça.

                                           ···

Estávamos no Starbucks e Eleanor disse que ela adorava tanto o Starbucks que quase todos os dias vinha ao mesmo.

- Não pensei que fosse voltar a te ver novamente. - Confessei e ela encolhe os ombros.

- Bem, eu não costumo ter muitas amigas, e as que tenho são as namoradas dos companheiros de banda do Louis e suas irmãs. - Ela fala olhando pro chão e eu assinto.

- Eu também, não acho necessidade de ter muitos amigos sabe, só a Thereza já me basta. Ela costuma ser muito chata! - exclamo fazendo careta e Els ri.

- Eu tenho apenas à Perrie, Sophia e a Lou. Mas Sophia foi acompanhar o Liam na nova tour e Perrie está ocupada com os assuntos da sua banda. - Ela sorri fraco.

- Bem, podemos sair mais vezes juntas, até por que Thereza agora parece estar enrolada com alguém então mal para em casa e eu sempre fico sozinha. - Bufo me recordando do dia que ela se recusou ir comigo ao cinema por que ia sair com um cara.

-Você tem namorado Rose? - Els pergunta mas logo arregala os olhos. - Oh, me desculpe, não devia ter perguntado sabe..-Ela desculpa-se e eu riu do seu desespero.

- Oh, não tudo bem. E respondendo sua pergunta, eu não tenho, na verdade todos os caras que me chamam pra sair só querem sabe..aquilo. - Falo e ela assente como se entendesse.

- Entendo, eu acho isso tão estranho. Sinto-me tão sortuda por ter Louis. - Ela fala e seus olhos chegam a brilhar.

- Gosta realmente dele não? - Pergunto e ela sorri assentindo.

Sinto que vamos ser grandes amigas. Eu já gosto imenso da Els, ela é tão fofa e se parece muito comigo. Concordamos com coisas que eu e Thereza não conseguimos, ela sim, é o oposto. Thereza e eu não temos o mesmo pensamento, enquanto que eu gosto de estar em casa, ela quer sair ser livre, discutimos quase todos os dias por coisas bobas, ela ficou fora de casa por uma semana uma vez até. E eu nem a expulsei.

                                           ···

Assim que entro em casa, dou de cara com uma Thereza carrancuda olhando pra televisão. Acho que está de mau humor, ou algo pode ter acontecido pra ela estar assim.

- Onde estava? - Ela pergunta sem olhar pra mim.

- Eu sai com a Els, você estava acompanhada então por isso vim direto pra casa. - Dou de ombros e ela me olha seria.

- Els? Aquela que estava aqui à um mês? - Ela pergunta cruzando os braços e eu assinto. - Podia ter me avisado.

- Por que? Você não é minha dona Thereza. - Respondo revirando os olhos e ela ri sarcástica.

- Mas sou sua melhor amiga, se esqueceu?

- Isso mesmo, melhor amiga, não dona. Só por que você é minha melhor amiga não quer dizer que eu não possa fazer outros amigos. - Falo indo pro meu quarto e ela se levanta e vem atrás de mim.

- Você nunca teve 'amigos' - ela faz aspas com os dedos. - Nem nunca se importou com isso Rose, o que ouve? Está tentando ser eu?

Do quê ela está falando?

- O quê? Eu não preciso ser como você pra ter muitos amigos. Qual o seu problema Thereza? Esta insinuando que tenho inveja de você? Eu não acredito que está fazendo isso..- Falo indignada olhando pra mesma que bufa.

- Não estou insinuando, é verdade. Agora admite! - Ela exclama e parece estar irritada.

- O quê? Ah, você não está no seu juízo perfeito Thereza. - Falo e entro no meu quarto batendo a porta em sua cara e a mesma fica batendo ma porta e tentando abrir a mesma.

O que deu nela? Tudo bem que nós as vezes nos desentendemos mas insinuar que sou invejosa, isso já é demais.


Notas Finais


Obrigada por estarem lendo, isso é muito importante pra mim, e gostaria de saber se vocês já tem uma opinião ao respeito de Thereza. O que acham dela? E da Els?

Espero que tenham gostado!

Dry :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...