História .first love || yoonjin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Suga
Tags Yoonjin
Visualizações 62
Palavras 3.922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi oi, bom, antes de tudo, me perdoem pela demora para postar, eu tive um mês agitado para caramba e tive uns probleminhas, mas aqui estou :).
desculpe qualquer erro, e mil perdões se eu deixei a desejar ou se eu deixei as coisas confusas demais e não era aquilo que vocês esperavam, mil perdões mesmo!!!
boa leitura meus anjinhos 💕

Capítulo 2 - .first love pt.2


Fanfic / Fanfiction .first love || yoonjin - Capítulo 2 - .first love pt.2

by Jin.
1 ano e 4 meses antes.

-07.02.2016

- Yoongi! Minha mãe ligou para nós irmos até a casa dela para passar uns dias lá! - falo para o mais baixo.
- Poxa Jin, eu queria passar essa sua ultima semana de férias do dorama contigo sozinhos meu amor.- diz Yoongi fazendo um biquinho.
- Ah Suga, vamos fazer assim: eu vou para lá primeiro, e se você quiser ir, você vai no dia seguinte, huh?.
- Mas Jin, assim eu vou passar menos tempo com você.
- E faz muito tempo que eu não vejo minha família. Eu passei o natal e o ano novo contigo, eu quero passar uns dias com a minha família. Vamos Yoonnie? - faço manha. Ele não resistia.
- La vem você com essas carinhas, ah Jin. Ta bom, ta bom, eu vou pensar se vou no dia seguinte, pode ir na minha frente.- diz derrotado.
- Obrigado, obrigado meu amor!- digo lhe dando um selinho.
- Ta ta ta, quando você vai?- questiona.
- Amanhã mesmo- digo animado.
- AMANHÃ? PORRA JIN!- exclama.- JÁ? NÃO VAI DAR TEMPO DE APROVEITARMOS DIREITO!
- Mas eu vou à noite Suga, dá muito bem para aproveitarmos bastante- explico.
- Droga Jin, fica do meu lado pelo resto do dia então, quero aproveitar antes de você ir.- diz me abraçando pela cintura.
- Ok ok, já disse que você é um bebê?- digo rindo da cara feia que ele fez.
- Aigoo Seokjin. Bom, aproveitando que você está aqui, quero que me veja tocando piano. Faz tempo que não faz isso, vem, senta aqui.- fala enquanto me puxa para sentar no sofá.
Ver Yoongi tocando piano era algo belo. Musica é realmente muito importante para ele, dá para se notar de longe.
Isso é uns dos motivos que eu amo ele.
Ele é tão íntegro, tão amável, lindo, talentoso, óbviamente que ele era uma pessoa fechada, mas não comigo.
Yoongi se transformava quando estamos juntos. Ele deixa a timidez de lado e se entrega de corpo e alma para mim. E eu não sou diferente. Ah, como eu o amo.
Amanhã completará 3 anos que estamos juntos. Vivemos tantas coisas, boas, ruins, emocionantes, divertidas, momentos que precisamos muito um do outro. Yoongi me transforma num poéta. Ele me completa e me faz feliz. Eu sou perdidamente apaixonado por ele.
Meu primeiro e único amor.(...)
Ri anasalado quando lembro dessa nossa fala.
Me traz uma lembrança linda.

flashback~
- Onde está me levando Min Yoongi?- questiono bastante curioso, pelo fato de suas mãos estarem tampando minha visão.
- Já disse que é surpresa Jin!.
- Aish Yoon!- digo fazendo bico.
- Calma meu anjo, mais um pouco de paciência que já estamos chegando.- diz enquanto andamos mais ainda.
Eu tinha acabado de gravar o último episódio do dorama em que atuo e voltado 'pra casa, quando cheguei ao recinto, encontro Yoongi de terno. Isso mesmo, de terno. Ah, por que tão lindo? Min Yoongi com certeza é o amor da minha vida.
- Mais um pouquinho, mais um pouquinho e... chegamos meu amor.- diz destampando meus olhos.
Assim que o mesmo tira as mãos dos meus olhos, os abro imediatamente e...Meu Deus.
Isso é a coisa mais linda que eu já vi na minha vida.
Estávamos em uma casa muito confortável amadeirada, sendo mais expecífico estamos na varanda enorme e que vista incrível que temos do céu! As estrelas estavão lindas e brilhantes nessa noite.
Ao chão, havia uma toalha estendida, com uns travesseiros, velas ao lado, nosso vinho preferido e iguarias. Isso é tão... Oh céus que lindo!
- Bom, eu sei que poderia ter ficado melhor, e que isso é simples demais para o que eu quero fazer, mas é de coração. Espero que tenha gostado, meu anjo.- Yoongi diz com a cabeça baixa e com o rosto vermelho.
- Yoongi isso é tão...-
- Tão...- o mesmo da um sorriso esperançoso e tímido.
- Tão perfeito meu amor. Eu amei exatamente tudo tudo tudo mesmo. É tudo tão simples mas tão bonito.- sorrio.
- Você gostou? De verdade?- diz com os olhos arregalados e com um sorriso tímido. Por que tão bonito?
- Eu amei Yoongi, obrigado- digo beijando-o.
Como eu amo seu beijo.
Eu amo cada detalhe dele.
Seu rosto macio e bonito, seu olhos brilhantes, seu sorriso, seus cabelos tão sedosos.
- Bom, eu fiz isso 'pra te agradecer por tudo que tens feito por mim e por nós, eu te amo Seokjin- diz sorrindo.

- Eu também te amo Yoongi.- digo sorrindo e lhe dou um selhinho.- E sobre isso, não precisa agradecer meu amor. Foi uma surpresa e tanto, eu não esperava. Bom, tudo bem que eu notei que você estava muito ocupado ultimamente mas, eu não esperava tudo isso. Ah como está tudo maravilhoso!.
- Que bom que gostou meu anjo, saiba que eu te amo mais que tudo nesse mundo e que eu faria qualquer coisa para te ver feliz.- diz olhando em meus olhos, sincero.
E foi olhando em seus olhos que eu lembrei de uma coisa que eu estava planejando a umas semanas, eu tenho certeza de que ele é o amor da minha vida e que eu seria feliz para o resto de minha vida ao lado dele.
- Ah.. amor eu preciso procurar uma coisa que está em minha bolsa. Aliás, onde você colocou minha bolsa?
- Está na sala, quer que eu vá pegar?
- Não será preciso, só um minutinho, eu já volto.- acaricio seus cabelos e lhe beijo.
Dou as costas e vou de encontro a sala, que estava minha bolsa e rapidinho encontro a mesma jogada no sofá. Abro a bolsa, enfiando a mão de forma agil, procurando a caixinha e finalmente a encontro. Sorrio de forma vitoriosa e subo até à varanda.
- Cheguei.
- O que estava procurando meu anjo?
- Uma coisa muito especial.- digo sorrindo sereno.
- O que?- pergunta.
- Yoongi, eu nunca amei ninguém como eu te amo, e eu quero te fazer feliz, estar ao seu lado em todos os momentos, te apoiar, te ajudar, te amar, e...desculpa eu 'tô nervoso- dou uma risada nervosa.- Ah...obrigado por me fazer feliz todos os dias, obrigado por se importar comigo, obrigado por me amar e saiba que tudo isso sempre foi recíproco. Então...- ajoelho e abro a caixinha.- Min Yoongi, você aceita se casar comigo?.
Observo seu olhos arregalarem e sua boca abrir e fechar muitas vezes. Eu 'tô muito nervoso.
- Yoongi...?
- Meu Deus, Seokjin é claro que eu aceito.- diz sorridente e com lágrimas nos olhos.
Coloco o anel em seu dedo, me levanto e o puxando para um beijo apaixonante.
- Eu te amo- me beija.- eu te amo- me beija.- eu te amo- me beija.
- Meu primeiro e único amor.- dissemos juntos e rimos.
Sem dúvidas, eu sou o ser mais feliz desse mundo.

flashback off~

- Terra chama Jin.- Yoongi estrala os dedos perto do meu rosto.
- Ah, desculpa meu amor, eu estava distraído.
- Estava pensando o que?- diz curioso, sentando em meu colo.
- Eu estava lembrando quando eu te pedi em casamento.- digo sorrindo bobo e ele sorri da mesma forma.
- Esse dia foi incrível, mas você insite em me enrrolar.- diz fazendo pouco caso.
- Hey, nosso casamento é daqui a cinco meses Yoon!- digo rindo de sua cara que estava hilária.
- Ta ta ta, agora vem me ver tocando piano.- levanta.
- Eu prefiro que você toque outra coisa, vem aqui.- o puxo para sentar novamente em meu colo.
- Seokjin!.- exclama me dando um tapa de leve.
- Que foi, huh? Quer que eu pare Yoongi?- digo enquanto estou fazendo uma trilha de beijos de sua boca até seu pescoço.
- Não, pode continuar, eu gosto.- diz sorrindo ladino.
- Ok então, você quem manda!.- falo e logo partimos para um beijo caloroso.

---------------------------------------------------------------------
08.02.2016    07:03 PM
- Ah Jin! Você precisa mesmo ir?- diz Yoongi fazendo bico.
- Preciso Yoon, faz tempo que não vejo minha família e olha, se decide logo viu? Quando você se decidir, me manda uma mensagem ok?- digo assim que acabo de colocar minhas malas no carro.
- Vai amanhã Jin, por favor, fica aqui comigo e amanhã você vai.
Ta pra existir pessoa mais insistente que Min Yoongi, misericórdia.
- Já disse que não amor, eu vou hoje.
- Aigoo.- reclama e cruza os braços fazendo bico.
- Como é um bebezão, olha só.- brinco apertando suas bochechas e o mesmo as tira bruscamente.
- Eu não sou um bebê.
- Ah você é sim. Quem é o bebê do Jin? huh?.- digo fazendo cócegas em sua barriga.
- Seokjin! P-PARA JIN, EU VOU TE BATER!.- diz enquando dá risada.
- Ta bom, ta bom, parei. Agora vem aqui e me dá um beijinho.- enclino para beijá-lo.
- Mm, eu mando mensagem se eu for ta? É que hoje eu não to afim sabe?.
- Tudo bem Yoon, agora eu preciso ir ta amor? Mais um beijinho huh?- o beijo novamente.

- Toma cuidado viu? Não vou te ligar enquanto dirige e quando chegar lá me avise viu? E Jin, eu coloquei aqueles bolinhos que você adora em sua bolsa preta, caso sinta fome ok?.- diz assim que nos separamos.
- Ok mamãe, já vou indo amor, fica bem ta?- digo o abraçando.- Tchau amor!
- Tchau meu anjo.
Olho para ele e sorrio, e assim, entro no carro e logo dou partida.
A viajem iria ser um pouco longa.

12:57 PM
A viagem estava até tranquila, porém minha bunda estava doendo muito, eu não parei o carro a horas e eu 'tô com fome já. Eu vou chegar na casa da minha mãe e ir direto para o meu quarto tomar um banho e ir descansar. Minha mãe e meu pai não gostavam muito do Yoongi e isso me deixa bastante chateado. Eles falam que iriam respeitar nossa escolha sexual acima de tudo, mas eles não gostaram muito do Suga. Eles acham que ele não seria o suficiente 'pra mim e que ele é muito preguiçoso e fechado. Isso já gerou muitas discussões entre nós pois eu sempre o defendia, não gostava nem um pouco da forma que eles acham que Yoongi é. Ele é o amor da minha vida.
O cansaço predomina meu corpo, minha única vontade é chegar logo em casa, meu corpo pede por um descanço e meus olhos estão se fechando a cada minuto, me sinto cansado por apenas dirigir, normalmente, a essa hora eu já estou dormindo abraçado com Yoongi. Eu 'tô com bastante sono. Ah, vontade de parar a droga desse carro, dormir no banco mesmo e voltar para a minha casa com Suga, mas eu tenho que me manter firme, não posso causar algum acidente, seria total imprudencia minha.
Dou umas batidinhas no rosto para ficar atento e acordado e na mesmo hora, meu estômago ronca. Ótimo. Óbviamente que eu estava com fome, estou a mais de cinco horas dirgindo e antes de sair de casa eu só bebi café e não comi nada. "Mas se eu bebi café, por que eu 'tô com sono então?" Mas é claro Seokjin, você bebeu café a sete horas atrás, o efeito da cafeína não iria continuar esse tempo todo né? É? Eu não faço a mínima ideia. Aish, que fome! Se ao menos eu trouxesse algo pra comer...Isso! Lembrei dos bolinhos que Yoongi colocou na minha bolsa. Yoongi eu te amo! Porém, minha bolsa estava no banco de trás e não no porta-malas. Isso é bom demais 'pra ser verdade. Me inclino para pegar a bolsa com a mão direita, e consigo pegar colocando ela em meu colo, abrindo o zíper com cuidado, mas ao mesmo tempo de olho na estrada movimentada. Logo o pote com vários bolinhos dentro apareceu na bolsa, e com uma mão só abri o pote pegando um e colocando na boca e logo mastigo. Ah como eu adorava esses bolinhos. Logo fecho o pote e o guardo de maneira desleixada na bolsa e a jogo no banco ao meu lado. Ainda 'tô com fome, porém nem tanto como antes.
A estrada estava com bastante movimento, o que é estranho já hoje não é feriado nem nada, imagino que são famílias voltando para casa depois de suas férias.
Não havia muitos carros a minha frente, isso era ótimo pois isso facilita um pouco minha ida porém estava bastante movimentada, não gosto muito de pegar transito e a via ao meu lado estava muito congestionada. Estava tudo completamente escuro e garoava, eu reduzi a velocidade, queria ter uma ida tranquila sem problemas, porém um carro vinha numa velocidade absurda na contra-mão em minha direção, tentei desviar mas a pista estava muito molhada e o carro bateu de forma violenta em meu carro, a partir daí, eu não vi mais nada.

narrado pela 3°pessoa

O carro de Seokjin se encontrava completamente destruído, o mesmo estava prensado entre as ferragens com um grande ferimento na cabeça e com as costelas quebradas. O motorista do carro que corria em alta velocidade morreu na hora, o acidente foi bruto a ponto de o arremeçar para fora do carro e cair na pista contrária. Imediatamente, os carros das duas pistas daquela rodovia, haviam freiado seus automóveis rapidamente diante daquele barbaro acidente. Alguns motoristas sairam de seus carros alarmados com a visão horrenda daquele acidente,vendo a extrema gravidade da situação, eles logo ligaram para o resgate e foram informados sobre a possível demora da chegada das ambulancias pois a estrada era longe o bastante para causar a demora. Outros motoristas resolveram se afastarem dos dois carros, o cheiro da gasolina era forte e presente, o risco de uma explosão era grande.
O resgate chega após uma torturante demora, indo rapidamente, junto ao corpo de bombeiros, até o carro de Seokjin, vendo que a situação é extremamente grave, um dos bombeiros não hesita em chamar mais ajuda, tirar Seokjin dali era uma missão difícil, o estado do mesmo é crítico. Difícil e importante. Vendo que Jin não poderia chegar ao hospital com vida após ser retirado com todo cuidado das ferragens, logo acionaram o resgate aéreo, que não demoraram a chegar. O corpo de Jin foi colocado sobre a maca, junto a uma manta térmica em torno do corpo ferido e carregado pelos bombeiros até o helicópitero, que havia pousado na pista. E assim sobrevoaram até o hospital mais proximo o mais rápido possível, o rapaz estava entre a vida e a morte.
Depois de minutos, logo chegaram ao hospital, tirando Jin de dentro do veículo e logo os enfermeiros e médicos vão ao encontro do corpo de Jin, arrastando a maca até a sala, onde iriam o atender. O médico ciente da gravidade de Seokjin, logo percebe suas costelas quebradas e o grande ferimento na cabeça do jovem. Ele precisava de uma cirurgia de emergência, caso ao contrário iria morrer.
- Chamem os cirurgiões rápido, nos encontrem na sala de cirurgia, o paciente precisa de uma operação, já!- o médico falava de forma rápida e desesperada. (...)

01:46 AM - 02:59 AM

A cirurgia havia sido um sucesso, só havia um problema, Seokjin entrou em um coma profundo, sem previsto para acordar. A família de Jin já estavam cientes do acidente do jovem e já se encontravam no hospital na sala de espera. A mãe do Kim estava aos prantos, pensando na vida de seu precioso filho, o pai já tentava acalma-la, mas também pensando na reação de Yoongi, não gostava do genrro mas sabe do amor dele pelo seu filho e o respeitava acima de tudo, iria ser uma notícia dolorosa de dar e iria ser triste de ver a reação do namorado de seu filho.
- Sr Kim? - o médico chega a sala, e quando se pronuncia, todos que estavam ali, se levantam.
- Doutor? Como está meu filho? Ele está bem? Responda, por favor!- o pai falava de forma rápida com lágrimas em seus olhos.
- A cirurgia foi um sucesso, o procedimento foi delicado pois a situação estava grave, mas tudo ocorreu bem. Mas tem um porém...-
- O que doutor? Ele pode ter alguma sequela?- a mãe pergunta.
- Bom... infelizmente Seokjin entrou em um coma profundo, durante o acidente ele bateu a cabeça de forma violenta e chegou ao hospital com um grande ferimento.
- Mas, ele tem algum previsto para que ele acorde?
- Não, sinto muito, tenham paciência e fé para que ele acorde o mais rápido possível. Qualquer coisa, só me chamarem, sou Kim Daesung, se Seokjin obter alguma melhora, eu os aviso, boa noite.- o médico diz e logo vai em direção a sua sala.
Só o tempo dirá quando Seokjin acordará.

4 mêses depois~

by Seokjin

Minha cabeça dói, assim como meu corpo e meus olhos quando tento os abrir, a claridade era torturante. Assim que abro meus olhos, passo a observar aquela claridade infeliz. Afinal? Onde eu estava? Que sensação horrível.
Eu estava tentando sentar, mas não conseguia, meu corpo estava doendo muito e 'pra piorar, minha garganta estava muito seca. O que eu faço agora? 

Viro meu rosto para o lado esquerdo e me deparo com um homem branquinho feito neve, de cabelos platinados, dormindo no sofá que havia ali do lado de minha cama. Estico minha mão direita para acorda-lo mas acabo derrubando um celular que havia ali, no encosto do sofá, fazendo um barulho alto o suficiente para acordar o mesmo.
E assim que abre os olhos e me vê, ele se demonstra surpreso. Ele levanta e vai imediatamente ao meu encontro.
- Meu amor, ainda bem que acordou! Eu senti tanto medo de te perder Seokjin, eu não sei o que seria de mim sem você meu anjo! - diz chorando de forma desesperada e aliviada ao mesmo tempo, enquanto me abraçava e fazia uma carícia gostosa em meu rosto.
Que isso?
- Eu fiquei tão preocupado Jin, sua família ficou muito aflita durante esse tempo todo. Oh meu anjo, você não sabe o quanto eu 'tô feliz de você ter acordado! Eu te amo tanto Seokjin.- diz grudando nossas testas e fazendo carinho no lado do meu rosto. Mas o que que é isso?  - Jin? Você está bem? Você não disse nada meu amor, o que foi? Olha, é normal você está querendo saber o que aconteceu, afinal você ficou meses desacordado. Está sentindo alguma coisa? - questiona.
Meses?
Como assim, meses desacordado?
Onde eu estava?
- Quem é você?
No momento que pergunto, ele nos afasta rapidamente, com os olhos arregalados e com lágrimas nos olhos.
Por que parece que ele iria chorar? Ele abre e fecha a boca várias vezes, com uma expressão dolorosa e ... corre.
Ele simplesmente corre para fora do quarto de forma rápida, chorando muito.
Ótimo, eu não sei onde eu estou e não sei quem é aquele homens.
O que está acontecendo?
- Por que Yoongi correu desse jeito? Seokjin! Vejo que acordou, isso é ótimo. Eu sou Kim Daesung, o médico que esta cuidando de seu caso. Bom, eu imagino o que se deve estar passando pela sua cabeça, milhares e milhares de perguntas, mas antes eu preciso que faça alguns exames, depois se alimente e mais tarde eu irei te explicar o que aconteceu contigo ok?- Assinto.

_______

Depois de fazer os exames - o que foi bem cansativo - e me alimentar, voltei para o quarto junto com Daesung.
- Sente-se.- fala e sento.- Seu caso é um pouco complicado, pois você infelizmente sofreu acidente, ficou 4 meses em coma e perdeu uma parte da sua memória, devido uma batida violenta na cabeça.
- Acidente?!
- Sim.
Eu estou completamente confuso e atordoado. Eu havia sofrido um grave acidente e fiquei 4 meses em coma.
- E quem é aquele homem que estava aqui no quarto?- questiono e ele faz uma cara triste.
- Ele é... ele é seu noivo.
- NOIVO?- questiono, só podia ser uma brincadeira, eu, noivo.- M-mas, não é possível, meu Deus.
Eu tinha um noivo que nem sabia o nome. Eu esqueci de um amor, isso é horrível. Eu machuquei ele, me sinto um monstro. Céus, por que?
- Bom, você tem que descansar, teve um dia estressante e cheio de revelações, não é? Vou indo Seokjin, qualquer coisa chame as enfermeiras que elas entrarão em contato comigo imediatamente, boa noite.
- B-boa noite doutor.- nos despedimos.
Assim que ele sai do quarto, desabo em lágrimas. Me sintia mal. Eu havia sofrido um acidente, ficado em coma por muito tempo e ainda perdi parte da minha memória.
Eu havia esquecido de grande parte de minha vida.
A sensação é horrenda e torturante.
Me deito e descanso meu corpo naquela cama desconfortável e ruim, odeio hospitais. Com uma bagunça na cabeça e com lágrimas desecendo pelo meu rosto, fecho os olhos aos poucos, sentindo os mesmos pesarem, e assim, adormeço.

Seokjin havia quebrado o coração de Yoongi sem querer, e agora, só cabe a ele e o destino, concerta-lo

1 ano depois.

12 meses.
Exatos 12 meses procurando Min Yoongi.
Min Yoongi, nome do meu noivo. Omma e appa haviam falado sobre Yoongi e sobre nós dois.
Nós nos conhecemos de repente, numa cafeteria, ele era um grande músico e eu, um ator renomado de bastente sucesso. Eles disseram que desde o dia em que nos conhecemos, não nos separamos mais e que eu cheguei em casa com cara de idiota. E também haviam comentado sobre nosso relacionamento. Eles respeitavam muito Yoongi, assim como ele sempre os respeitou, mas nunca foram com a cara do Min. Disse também que eu que pedi a mão de Suga em casamento. Suga, esse apelido me fez ter um flashback no dia em que eles estavam falando. Eu e Yoongi, caminhávamos na praça, com sorvete em mãos, sorrindo de forma apaixonada. 

Desde esse dia, eu resolvi que só iria descansar quando encontrar Min Yoongi.
Eu preciso desse encontro, eu tenho muitas perguntas.
No dia da conversa que tive com meus pais, eu pedi o endereço da cafeteria em que conheci Suga, e aqui estou eu, à caminho da cafeteria.
Meu médico, no dia da alta, havia falado que eu tinha grandes chances de recuperar minha memória com o tempo e com ajuda da família, falando e mostrando coisas sobre mim.
Apresso o passo quando percebo que esta prestes a chover, caindo uma garoa forte. Depois de um tempo, avisto a cafeteira que poderia me ajudar na recuperação e logo chego ao local, abrindo a porta.
Passo a observar bem o lugar para ver se tenho alguma lembrança mas nada acontece. Aigoo, por que é tão difíci?
Procuro algum lugar para sentar e logo acho a última mesa vaga daquela cafeteria bastante confortével, que ficava ao lado de outra mesa. Durante o caminho até minha mesa, observo o homem que estava sentado na mesa ao lado, com cabelos tingidos de verde menta, ele estava cabisbaixo, passava a mão nos cabelos muitas vezes, parecia frustrado e bebia apenas um café simples que tinha uma aparência sem graça. Ele é bem branquinho, baixo, usava roupas escuras e... lembrava bastante Suga.
Assim que chego mais perto da mesa, aquela pessoa se parecia cada vez mais com o meu noivo e... Será que é ele? Será que é ele mesmo? Era isso? Min Yoongi, está na minha frente após 1 ano?
- Yoongi? Yoongi, é você? Sou eu, Seokjin.




Notas Finais


até o próximo e último capítulo meus amores.
perdão por qualquer coisa novamente!
beijinhos!💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...