História Five nights at freddys nova geração - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Exibições 119
Palavras 1.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 22 - Exotic Butters


Fanfic / Fanfiction Five nights at freddys nova geração - Capítulo 22 - Exotic Butters

Frennie:

Eu estava na pizzaria tocando junto da Bonbon, desde que Staboy "ganhou" Puppeteer, ele deixou de lado um pouco essa frescura de encrencar com a Bonbon por ela ser do outro time.

"você canta?"ela me perguntou enquanto afinava a guitarra.

"prefiro não cantar.."falei concentrada na minha guitarra.

"então canta, mas não gosta, legal"ela sorriu.

Eu revirei os olhos, eu odeio cantar, acho tão, sem graça (??)

"e essa é a Bonbon, namorada da Frennie"disse Staboy seguido de Puppeteer.

Ergui o dedo como sinal de ameaça, e ele se escondeu atrás do Puppeteer.

"ah, oi amiguinho, bom te ver de novo"acenou Bonbon sorridente.

"o conhece?" perguntei curiosa.

"sim, encontramos ele na nossa porta, mas Golden o expulsou de lá"ela respondeu.

Tinha que ser o loiro abaitolado.

"eu vou ensinar ele a pegar o jornal"disse Staboy excitado.

"e quem vai ensinar você?"perguntei irônica.

"ha ha, engraçadinha, vamos Pup"ele falou saindo da showstage e 'Pup' o seguiu.

Bonbon olhou para mim.

"fico feliz deles se tornarem amigos"ela disse sorridente.

"na verdade tenho um pouco de pena do Pup, sendo tratado como um...".

"cão?"perguntou Bonbon.

"isso"falei.

"bom, isso de fato esta errado, mas Staboy esta cuidando dele com carinho, algo que ele não parece ter tido há tempo".

Hm...é, até que é verdade. Staboy pode ser um idiota, mas é um bom idiota.

Taddy:

Eu estava na cozinha comendo um sanduiche de mortadela, e logo vi meu irmão entrando e  sentando do meu lado, ele parecia frustado.

Eu devia perguntar o que houve, mas decidi ficar comendo quieta na minha.

Ele começou a tossir, tava querendo conversar...ah, não. Como saio dessa??

"eu to frustado, todos tem alguém menos eu"ele falou.

"refere-se a...namorada?"perguntei.

"não, companhia, eu tinha o Staboy, mas desde que aquele palhaço chegou ele me deixou de lado, agora é 'Pup aquilo, Pup aquilo' que saco"ele bufou.

"bem, tem outras pessoas aqui além do Staboy"falei.

"quem? Maxy vive com a Baddy, Frennie com a Bonbon, e você com o Freddy"ele falou e eu corei, como assim?? nem fico tanto tempo com o Júnior!

"be-bem, que tal o Balloxy, ele também não parece ter amigos"falei.

Ele me olhou pensativo.

"yeah, tem razão, Balloxy parece legal, obrigado Taddy"ele disse saindo.

Ufa, posso voltar a comer, voltei a comer.

Erich:

Eu estava saindo, vi Staboy e Puppeteer, eles pareciam ver tv, bem Staboy, Puppeteer parecia meio entediado, ao passar ele acenou pra mim, senti arrepios, ele usava aquela máscara, que assustava um pouco, eu sai apressado dali.

Fui para o circo da Baddy, queria ver Balloxy, talvez ele não fosse uma má ideia para amigo, bom, ele era um pouco esquisito, mas parecia uma boa pessoa.

Entrei no elevador e começou a descer, aquele lugar era estranho, me dava arrepios, me pergunto que tipo de pessoas vinham aqui, além da Maxy para ver a Baddy...

Maxy, a garota que eu amava a pouco tempo atrás, mas decidi deixa-la pra lá, ela não parecia estar interessada em mim, rumores de que ela gostava do Freddy, mas aparentemente nem por ele ela sente atração mais.

Assim que parou, entrei pela porta, tubos?? Comecei a engatinhar, até chegar ao fim dele.

"olá!"fui surpreendido por Baddy.

"oi.."eu estava meio timido, eu não falava muito com eles.

"que surpresa, é sempre bom receber visitas, dê olá pra ele Bon"ela falou para o boneco que estava em sua mão, o boneco nada disse.

"ehh..".

"ele é meio timido, hehe, então Erich, deseja alguma coisa pra comer?? ovos benedicts? exotic butters??"ela perguntava sem parar.

"exotic butters?"perguntei.

"oh, sim, já trago!"ela falou saindo correndo.

"não, pera..."tentei chama-la, mas ela já tinha se mandado.

Balloxy veio.

"ah, oi.."ele disse.

"oi, escuta, eu to precisando de um amigo, e pensei que nós poderiamos ser amigos"falei na lata mesmo.

"e aquele lá, o garoto dos balões, achei que vocês fossem amigos".

"eramos"falei cruzando os braços e ficando emburrado.

"ta da! EXOTIC BUTTERS!"disse Baddy com uma cesta de manteigas.

"nem eu consigo comer isso tudo, boa sorte pra ti camarada"disse Balloxy.

Eita..

Freddy:

"mais pra esquerda"falei.

"com quem você ta falando?"perguntou Taddy com seu típico bom humor de sempre.

"com eles"apontei para os mini freddy´s.

"ok...o que caralhos são...essas coisas?".

"meus minions, eles fazem tudo o que eu mandar, e tudo que pedem em troca é mel"respondi.

"mel!"disseram eles em uníssono.

"ok, essa foi a segunda coisa mais bizarra que já vi na vida"ela disse.

Staboy apareceu sendo carregado nas costas pelo Puppeteer.

"essa foi a primeira"falou taddy, e eu concordei.

"Staboy, que pensa que esta fazendo?"perguntei cruzando os braços.

"só brincando com o Puppeteer"ele respondeu.

"brincando? Tá mais pra escravizando"resmungou Taddy.

"sim, é errado escravizar alguém só porque é um pouco ingênuo"falei.

Staboy apenas me encarou.

"sério? você usa esses minions para fazer tudo por você, e tudo que dá a eles é mel, sendo que você é rico!"Staboy falou, e os minions pararam o que faziam.

Oh oh...

Os minions vieram até mim e me encararam feio.

"o-oi minions"falei.

"aumento!"disseram juntos.

"yeah Júnior, aumento"disse Taddy dando um sorriso maléfico.

"ehh...bem..."sai correndo.

"Bataaa!"eles me perseguiam.

Taddy:

"pão duro"falei tomando meu suco de caixinha.

Staboy se cheirou no suvaco.

"Putz! Preciso de um banho, vamos Puppeteer"disse ele.

"vamos? Ele vai ficar te olhando tomar banho?"perguntei sarcástica.

"na verdade ele entra junto, pode escovar minhas costas".

Eu imaginei a cena e cospi o suco que bebia.

"não Staboy, não"empurrei Staboy das costas do Puppeteer.

"porra!"ele caiu.

"vai sozinho seu doente".

"mas, eu preciso ficar de olho nele" ele disse.

"eu fico, vai logo!"empurrei ele.

Puppeteer tirou a máscara e sorriu pra mim.

"nem adianta vir sorrindo não, eu não vou achar você legal"virei a cara.

Dei uma espiada com o canto do olho, ele continuava sorrindo.

"tá, vamos  comer algo!"o puxei pra cozinha.

Erich:

Eu não aguento mais...19 manteigas, só faltava mais uma...se comesse eu ia explodir.

"anda Erich, continua!"falou Baddy me apressando.

"e-eu..."gaguejei.

"você consegue cara"disse Balloxy.

"eu não consigo enfiar mais nada na minha boca"falei caindo de costas no chão.

Os dois vieram até mim e ficaram me encarando.

"bem, o desafio disse que precisa entrar no corpo dele"disse Baddy.

"sim, mas não diz por onde deve entrar"falou balloxy.

Eu pensei, e percebi o que planejavam, mas que rapidamente me levantei e enfiei aquela manteiga na boca, e comi.

"aee"comemoravam os dois.

"devo te parabenizar Erich, poucos conseguem vencer o desafio Exotic butters!"disse Baddy jogando confetes em mim.

"Exotic butters!"disse Balloxy.

"he he, bom, acho que já vou indo pra casa"falei indo embora.

"espera!"Baddy me puxou.

"você esqueceu o seu prêmio"Balloxy disse.

"oh...então o que é?"perguntei.

Balloxy veio com uma cesta em mãos.

"exotic butters!"ele falou.

Eu sai correndo dali que nem o flash, ou a versão gorda dele.

Taddy:

Eu estava comendo pizza junto do Puppeteer, admito que me surpreendi por ele estar sem a máscara, seu rosto parecia...normal.

"eh, você não fala mesmo?"perguntei.

Ele fez que não com a cabeça.

Ouvi a porta bater com força, e Erich entrou na cozinha.

"oi mano"falei.

"oi..."ele parecia doente.

"a gente ta comendo pizza, você quer?"perguntei.

"é pizza do que?"ele perguntou.

"manteiga".

Ele tampou a boca e saiu correndo.

Eu hein, reaçãozinha exagerada. Sai da cozinha, Puppeteer sabia se cuidar, além disso queria ver como estava meu namorado pão duro.

Freddy:

"me soltem!"berrei, eu estava amarrado prestes a ser lançado na fogueira que eles tinham feito no porão.

"aumento!"eles falavam.

"nunca!"respondi.

"bataaa!"eles começaram a me levar em direção a fogueira.

Tenho uma leve suspeita que bata seja matar.

"não, não, não"eu pedia.

Senti o calor perto, ai não, esse era o meu fim, e eu nunca tinha ganho na mega-sena!

"ei, ei, calma ai camaradinhas"disse Taddy.

"Taddy! Que bom que esta aqui, me salva desses malucos, e diz pra eles que não tem aumento"falei.

"bata! bata! bata!"eles batiam os tambores.

"calminha, escuta, larguem esse idiota ai, ele vai dar aumento pra vocês"ela falou.

"o que??!"perguntei sem acreditar naquela traição.

"aumentoo!"eles comemoravam, e me largaram no chão.

"vão comemorar"disse Taddy, e os mini Freddy´s sairam correndo dali.

Taddy se aproximou de mim.

"quer uma ajuda?"ela perguntou.

"não! Você é uma trairá! Graças a você eles ganharam...a...a...aumento!".

"...".

"então se fode ai"ela saiu andando.

"es-espera, me ajuda"implorei.

"ai, ai, idiota.."ela veio me desamarrar.

Erich:

Passei na sala, Staboy e Puppeteer assistiam tv, pra variar, decidi passar reto.

"hey Erich, vem assistir tv com a gente"chamou Staboy.

"vo-vocês me querem junto?"perguntei.

"claro, você é meu melhor amigo, sempre será"ele sorriu.

Eu sentei no meio deles, e começamos a assistir uma série, depois ia começar um filme.

"eu faço a pipoca, já volto!"disse Staboy indo correndo pra cozinha.

Fiquei olhando a tv, Puppeteer nada falava, só me olhava, fiquei um tanto incomodado.

"o que ta olhando?"perguntei.

"você balofinho"ele falou voltando a atenção pra tv.

"balofinho?? escuta aqui quem você acha que é pra me chamar...espera...você fala!".

"claro que falo, eu só estava troslando vocês"ele sorriu.

"seu, seu...Staboy 2"resmunguei cruzando os braços, enquanto ele ria.

Staboy se sentou do meu lado.

"Staboy! Ele fala!"falei.

"fala não, acredite"ele falou comendo pipoca.

"é-é sério! Fala Puppeteer".

Ele apenas me encarou estranho.

"pobre Erich, come uma pipoquinha, ficar sem comida te deixa maluco"ele falou enfiando uma pipoca na minha boca.

"tem algo...nessa pipoca?"estranhei o sabor.

"manteiga"ele respondeu comendo.

Eu tapei a boca e fui correndo pro banheiro.

Maldita Exotic Butters!


Notas Finais


De quem será a próxima ficha?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...