História Five nights at war - interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Freddy Fazbear, Marionette, Personagens Originais, Plushtrap, Purple Guy, Springtrap
Tags Five Nights At Freddy's, Fnaf, Interativa, Original
Visualizações 17
Palavras 368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Five nights at war - interativa - Capítulo 2 - Prólogo

P.O.V. ?????

Escuro... escuro... não gosto do escuro... onde eu estou? Porque não pó consigo me mexer? Senti um leve tremor e eu bati as costas em uma parede eu acho.

-Seu idiota! Esse aí é novo, se você quebrar eu te mato! Agora saía daqui!-uma porta abriu na minha frente, na verdade ele só tirarão a tampa da caixa onde eu finalmente percebi que estou, um velho estava me olhando de baixo a cima enquanto sorria.Ah, esses novo a robôs são perfeitos, nem parecem robôs.-ele disse.

Eu sou um robô?

-Isso porque não são.-disse um homem de jaleco e eu apenas pensei : ufa.-pelo menos não 100%, o tecido corporal é artificial mais os esqueleto é de aço, eles são mais que robôs são... quase andróides, agradeço ao senhor por investir no meu projeto.

-Eu que agradeço, essa aparência mais realística trará novos fregueses, olha para eles, dizer que são robôs só por olhar é impossível.-disse o velhote.-Mais... e a questão da inteligência deles?

-Eles tem um pequeno cérebro artificial, mais não são capazes de pensar, ou agir fora das configurações que o senhor pediu, venha comigo, irei te explicar os detalhes.-os dois saíram da sala e tudo ficou escuro de novo.

Se eu não posso pensar, como eu estou pensando? É se sou um robô, porque eu sinto que eu estou vivo a muito tempo?

-Você não é só mais um robô, você é muito mais, pobre alma.-???

-Quem é? E-eu... estou falando?-sai da caixa e estava te muito escuro.

-Me tirem daqui!-ouvi uma voz feminina.

-Me soltem! Está escuro!-outra voz.

Várias vozes começaram a falar coisa como : está escuro, me tirem daqui e várias outras coisas. Senti algo segurar a minha mão, eu olhei em volta e vi dois olhos brilhando no escuro e um sussurro.

-Não confie neles, eles sabem quem você é, a sua alma é diferente.-???

P.O.V. Autor

~do lado de fora da sala~

-Uma última coisa.-disse o cientista.- Tome cuidado com aquele que você viu na caixa.

-O de terno preto?-disse o "velho".

-Sim, deis de que ele terminou de ser fabricado, ele piscava sem parar e as vezes falava coisas estranhas, como : me ajudem. O senhor quer que eu faça outro e leve aquele?-cientista.

-Não precisa, eu estou acostumado com coisas estranhas neste trabalho.-respondeu.

-Se o senhor diz.-cientista.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...