História Five Sisters - Camren Intersexual - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren Romance
Visualizações 347
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - 19- Fifth Harmony


Pov Camila. 

Já havíamos dado uma volta e tanto pela cidade e agora estávamos indo para Syco Records. Gravadora do pai Simon.

Estava encostada com a cabeça no vidro do carro observando a paisagem, estava alheia a tudo que acontecia naquele automóvel. Sorri involuntariamente quando recordei do pequeno roçar dos lábios da Lauren no meu, foi um ato simples... mas pra mim valeu o mundo

-Bateu uma fome agora. -Dinah entortou o nariz e gargalhei baixinho com as meninas. 

-Depois compramos uma pizza. -Lauren desliga o carro.

Olho para o prédio branco de aproximadamente vinte andares,cheio de janelas que eram mais limpas que água cristalina. Abri a porta do carro sendo seguida das quatro irmãs. 

-Ele é dono disso tudo mesmo? -Ally se refere ao pai Simon e todas observamos o hall de entrada do grande prédio escrito em uma placa bem grande, Syco Records em dourado.

O lugar era incrível.

-Como vamps achar o papai aqui, a última vez que entrei, me perdi logo na entrada. -Digo dando passos lentos em direção à escada. 

-Pedimos informação na entrada ué... -Normani dá de ombros. 

Entramos na Syco e de fato, por dentro era tudo mais lindo, sofisticado e tudo de boa qualidade. Vimos uma mulher em um enorme balcão preto vestida de terninho.

-Olá, onde podemos encontrar Simon Cowell? -Lauren pergunta à mulher que aparentava ter uns vinte e cinco anos de idade, ela olhou com cara de poucos amigos para nós. 

-O que fazem aqui crianças, esse local é propriedade particular do senhor Cowell, não podemos receber crianças atrás de autógrafo. Retirem-se por favor. -A mulher volta a digitar no seu computador e Dinah dá um sorriso de canto tomando frente de tudo.

-Já ouviu falae que Simon tem filhas? -Dinah ergue as sobrancelhas e a mulher abaixa seus óculos para observá-la.

-E?

-Prazer, Dinah Jane Milika Hansen (etc) Amasio Cowell. -Minha irmã fez questão de frizar o último nome e a mulher engoliu em seco olhando para todas nós. 

-Karla Camila Cabello Estrabao Cowell. -Continuo com a brincadeira olhando as unhas. Em qualquer outro momento eu reprovaria esse meu ato, mas agora parecia uma boa ideia usá-lo. 

-Normani Kordei Hamilton Cowell.

-Allyson Brooke Hernandéz Cowell.

-Lauren Michelle Jauregui Morgado Cowell, mas pode chamar de Laur. -Minha morena dos olhos verdes pisca para mulher que estava estática. 

-Ér.. Uh. Senhoritas, peguem o elevador três e sigam para o andar oito, acharão seus pais lá, porém estão em reunião. -Ajeita os óculos em seu rosto e sorri amarelo. 

Olho para as meninas que agradecem a informação da forma mais falsa possível e vamos para o elevador indicado pela megera seguidas por seu olhar furioso.

Entramos no espaçoso cubículo,e apertamos o andar oito.

-Será que é uma boa? -Questino enquanto ouvíamos o barulho dk elevador indicado os andares.

Tá tudo bem Camz. -Lo fecha os olhos e franzi o nariz.

Gostosa. 

Digo, fofa... 

Saímos do cubículos e demos de cara com uma área de trabalho enorme com pessoas correndo, andando, pulando e derrubando coisas pra lá e pra cá. O tumulto era evidente. 

Observei um homem de terno branco e deduzi ser nosso pai. Puxei a jaqueta de Lauren e apontei na direção.

-Vamos meninas. -Chama Lauren.

Chegamos atrás de nosso pai que conversava atentamente com umas três pessoas, e esperamos ele terminar de falar, logo se virou dando de cara conosco.

-Hijas. -Arregalou os olhos. -O que fazem aqui pequenas? -Falou o homem calmo. 

-Estávamos passeando pela cidade, e decidimos passar aqui papa. -Ally foi ao seu encontro dando um grande abraço. Esperta não?

-Sei... -Ele dá um beijo nos cabelos da baixinha. -A proposito, quero que conheçam alguém, e aproveitando que estão aqui, venham comigo. 

Assentimos para o mais velho e o seguimos por um longo corredor arrancando olhares de quem passava entre nós. Lauren e Dinah estavam aproveitando enquanto as outras duas e eu, querendo fugir dos olhares curiosos.

-Entrem mi hijas. -Pai Simon abre uma porta de vidro escuro e passamos por ela não falando nada. 

-Certo... -Lauren olha ao redor e vê que o local era uma grande sala de reunião.

-O que era papa Simon? -Pergunto.

-Não tenham pressa, já elas chegam. -O homem comenta fazendo um suspense se sentando na maior cadeira ali.

-Elas? -Lauren franziu o cenho. 

-Sentem-se pequenas. -Papa pega uma xícara e enche de café pela metade tomando logo em seguida. 

-Não entendi... -Sussurro perto do ouvido de Lauren que dá de ombros.

-Deus, vocês se parecem. -Papai faz uma cara de espanto e deixa a xícara de café na mesa de reunião. Agora sim eu boiei maravilhosamente. 

-Quem se parece? -Dinah questiona impaciente e logo ouvimos uma porta sendo aberta entrando um homem moreno, careca que aparentava ter uns quarenta anos e logo seguido de cinco garotas. 

-L.A Reid, quanto tempo compadre. -Papa se levanta. 

Arregalo os olhos ao ver todas as cinco levantarem o rosto e sorrirem. 

MENTIRA.

-O que.. que, PUTA MERDA. -Ally tapa a boca de Dinah mas não tirando sua cara de surpresa. 

-Meninas, acho que vocês conhecem elas... Fifth Harmony. 

Estava estática, se por fotos elas já pareciam com a gente, pessoalmente era imagem e semelhança. Já mencionei o quanto elas parecem com eu e minhas irmãs? 

-Cecília Carbel, prazer meninas. -Dá um aceno para Lauren. 

-Diana Jennifer. -Diana diz e Dinah ainda estava de boca aberta 

-Alex Brown. -Alex faz uma cara surpresa ao notar Ally ao meu lado. 

-Natasha Korry. -Abraça Normani que sorria envergonhada. 

-Lauren Mitchel. -Laura comprimentou minha mão delicamente. 

Não é possível.

-Vocês...se parecem. -O senhor Reid aponta para nós e para as outras garotas. 

-ME DÁ UM AUTÓGRAFO? -Dinah grita para Diana. 

-Eu quero uma foto com você também. -Diana vasculha sua bolsa. 

-Cecília, veja, se parece muito com você. -Laura puxa Cecília pela cintura. 

-Prazer...

-Camila. -Completo estendendo a mão.

Lauren se aproxima de mim passando a mão por meus ombros me puxando para ela. 

-Os olhos de vocês... -Comento encantada. 

Estávamos cara a cara com nossas tão sonhadas cantoras favoritas, e que eram praticamente idênticas a nós. 

Cômico. 

Por Zeus, a semelhança era assustadoramente assustador. 

-Que você não tenha o mesmo senso de humor da Laura. -Diana se aproxima da Lo e aperta suas mãos. 

-Desculpa...? -Lauren franzi o cenho.

-Credo. -Diana arregala os olhos notando a expressão brava de Lauren. 

-Meninas, tirem fotos, conversem, façam o que quiser okay? Vou resolver uma papelada com L.A e logo daremos atenção pra vocês. Comportem-se. 

Eu e minhas irmãs assentimos e voltamos a atenção para nossas cópias. 6

**



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...