História Fiz só a Genocide Run - Undertale - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Chara, Doggo, Flowey, Frisk, Gerson, Greater Dog, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, Vulkin, W. D. Gaster
Tags Alphys, Asgore, Bad Time, Chara, Flowey, Frisk, Genocida, I Belive In You, Pacifista, Papyrus, Rota Genocida, Sans, Toriel, Undertale, Undertale Papyrus, Undertale Sans, Undyne
Exibições 14
Palavras 254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Decidi fazer outra historia sobre UT! E pra você que está vendo minha fanfic de Mirror Pokémon (que nem comecei ainda) sai capítulo amanhã 'k ?

Essa história se passa quando fiz a rota genocida pela primeira vez.

Capítulo 1 - Resetei mermo


É um dia lindo lá fora...

Em dias como esse...

Crianças  más como mim...

DEVERIAM TACAR O FADASE.

Resetei mermo!!! Fui controlando Friskinho até o Flouêi, a flor-cabra, pra começa A FAMOSA ROTA GENOCIDA.

PoV. Frisk(Nana) On*

BORA FLORZINHA, HEHEH. nem vou te matar não! Vai na minha, idiota.

PoV. Frisk(Nana) Off*

- HAAAAAUDÍ! ITE ME! Flowi, Flowi a Flor! É a sua primeira vez no subsolo, arentcha? - disse a flor, inocentemente

- Não, vai se fodê, Asriel

- nousa juregui (carinha triste)

Frisk, ou corpo morto que Nana, a player controlava vai ignorando flowi the flauer e desvia das balinhas e tal

Depois disso tudo, aparece mamãe cabrita e a leva para as ruínas, onde salva seu jogo e começa a matar os monstros locais (aquele Loox é mó fiadaputa.)

Depois de matar todo mundo e ganhar um pouco mais de LOVE, que é essencial - não sei como escreve alguem me ajuda - para a rota genocida, adentra a sala ao lado da casa da Toriel, onde encontra... Uma faquinha! Muito útil, apesar de ser de plastico.

* Você equipou a faquinha de brinquedo.

A rota genocida é muito divertida. Eu me divertia com aquele jogo, não era real,  o jogo não puni as pessoas por estar fazendo aquilo, ele reage as suas escolhas. E isso é incrível, porque eu queria mesmo fazer esse final. Tipo, todo mundo fica triste, MAS CARALHO, eu tô é feliz de matar todos eles. Agora, quem é que vai dar mercy, hein, monstrinhos?

Indo para a casa de Toriel, vou logo salvar o jogo. 

DETERMINAÇÃO.

Era só isso que precisava para continuar.




Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...