História Flashpoint - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 38
Palavras 832
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


sei que estou demorando para postar, mas é só por enquanto, meu TCC já está na reta final e poderei postar regularmente.
boa leitura.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Cisco e dr. wells colocaram barry na maca.

-pega o aparelho de tirar pressão - pediu cisco.

caitlin pensou em dizer que na verdade "o aparelho de tirar pressão" se chamava esfignomanômetro, mas achou que não era hora para aquilo e deixou para alerta-lo depois.

Ela verificou sua pressão arterial.

-está normal. para o Barry, deve ter sido uma hipoglícemia levando em conta seu metabolismo rápido. Vamos apenas deixar ele descansar.

Eles ficaram aliviados e saíram como pediu Caitlin, não antes de perguntar se tinha certesa que ele estava bem, o que acabou irritando ela.

Caitlin foi até uma gaveta, pegou uma seringa e retirou uma amostra de sangue Barry e levou para o microscópio enquanto colocava uma gota na lâmina ela percebe que está preocupada demais com uma simples hipoglícêmia, ao mesmo tempo que percebe que o motivo de tanta preocupação na verdade é o fato de que é Barry que está na maca e é seu sangue que ela está analisando.

nos últimos tempos ela tem dado atenção até demais ao amigo, ela perguntou a si mesma se Barry é apenas um amigo quando lembrou do momento constrangedor no cortex, ficaram com os rostos próximos demais e por tempo demais, ela nem sabia o que podería ter acontecido se o elevador não tivesse atrapalhado eles. Um beijo? Quem sabe.

A última coisa que Caitlin precisa é de mais um problema, em campo ela já se preocupa com seus amigos imagina se fosse um namorado?

-porque é que estou pensando que ele seria meu namorado? - resmungou - eu realmente preciso de férias - falou enquanto sorria.

Caitlin terminou suas análises e concluí que Barry precisa de algumas barras de cereal super concentradas se ele quiser ter energia para levantar da cama.

Aquelas barras que Barry comeu tinha gosto de areia e açúcar, muito açúcar.

-seus níveis glícemicos estão baixos até para você, temos que aumentar o teor calórico de suas refeições ou esses desmaios serão ainda mais frequentes - foi o que Caitlin disse quando ele tentou reclamar do gosto de suas barras.

Apesar do gosto nada agradável ele agradeceu a ajuda e preocupação da amiga.

A noite quando Barry estava com a cabeça no travesseiro ele começa a relembrar de seu desmaio e das imagens estranhas que vieram em sua mente, ele não lembrava de ter desfeito um tornado correndo no sentido contrário dele. Definitivamente não. Entre outras imagens ele também recorda de direcionar seu raio em um homem e o mesmo ser atingido.

-que diabos está acontecendo comigo - disse entre um bocejo.

Seus olhos pesavam e sua respiração se regulava, lenta, enquanto agradecia por seu sono chegar quando seu celular toca, o som era como uma sirene, mas tão irritante quanto.

Barry tateou a cabeceira e pegou o celular, a chamada era de Caitlin, ele atendeu tão rápido quanto pode.

-Caitlin?

-Barry precisamos de você aqui nos labs STAR. Rápido.

Em apenas uma parcela de segundo ele já estava ao seu lado.

-nossa... essa foi rápida, mesmo para você - disse cisco.

além deles estavam presente dr. Wells e Rony.

-O que aconteceu? - perguntou Barry para eles.

-você se lembra no bar? quando falamos sobre Elliot? - questiona cisco.

-claro - confirmou rápido.

-hoje é o dia, Elliot está tentando interceptar a carga de um vagão de trem que sairá amanhã, eu consegui invadir o sistema de segura da estação e estou tentando acessar as câmeras de vigilância do local.

-isso - comemorou Cisco depois de um tempo no computador.

ele espelhou o vídeo nos monitores do laboratório, neles se podia ver duas pessoas, Barry reconheceu Elliot, mas havia mais alguém que ele nunca tinha visto antes.

-Quem é essa mulher? - perguntou Caitlin a ninguém em específico.

-achei que vocês saberiam- disse Barry - Cisco, será que dá para dar um zoom no rosto dela? 

ele selecionou o rosto da mulher e aproximou a imagem.

-a imagem está pixelisada, não da para melhorar a imagem?

-isso aqui não é filme, está é só uma câmera de segurança o que você esperava?!

-eu acho que já vi ela em algum lugar.

sua cabeça começou a doer, tudo girava, Barry se apoiou na mesa sendo amparado por Rony e Caitlin. os sons estavam abafados e achou ter ouvido alguém perguntar se ele estava bem e ele deve ter respondido sim.

outros flash's de memória vieram e mostravam uma mulher, era a mulher que estava com Elliot, ela estava lutando contra ele e sempre que ele chegava perto Shawna fugia. Como ele sabia seu nome? ele só sabia, como se sempre soubesse, mas apenas não lembrava.

-Cisco procure nos registros de desaparecidos por uma mulher chamada Shawna - disse Barry enquanto se compunha.

-do que você ta falando Barry você conhece ela?

-apenas procure - ordenou mais uma vez.

-ta bom - respondeu.

-acho que encontrei algo - falou enquanto chamava a atenção de Barry -uma mulher chamada Shawna Baez está desaparecida desde a explosão do acelerador de partículas.

estavam todos em volta do computador quando Cisco clicou no nome e abriu uma foto, era a mulher que estava junto com com Elliot. 

-É a sua hora amigo - disse Rony enquanto dava um tapinha nas costas de Barry.


Notas Finais


próximo capítulo tem muita ação na primeira luta do Flash.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...