História Flawless - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Luta, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor



Capítulo 8 - There's no turning back


Fanfic / Fanfiction Flawless - Capítulo 8 - There's no turning back

   Acordei bem cedo já que agora tenho que falar com Snake. Bom... Eu ter mandado ele roubar a carga de armamento do meu pai foi só o começo.

Já estava parada em frente ao galpão do Snake, fiquei esperando dentro do carro até que seu segurança veio me comunicar que o mesmo tinha chegado. Saí e caminhei até entrar no local que por incrível que pareça é bem limpo e arrumado. Snake estava em pé sorrindo e brincando com sua arma. Ele é alto, cabelos escuros, meio moreno e bem lindo.

- Grace... Eu juro que pensei que você nunca iria começar esse jogo - ele falou e nós rimos

- Estava na hora... mas e a carga? - perguntei olhando a carga

- Em perfeitas condições e prontas para serem usadas - Falou pegando uma metralhadora

- Você merece meus sinceros parabéns - falei sinceramente

- Como? - perguntou sincero - Sério?

- Claro! Trabalho bem feito é sempre bem recompensado - dei um pequeno sorriso - Cadê o Dylan?

- Vou chamar - Saiu todo sorridente

Dylan é um garoto de apenas catorze anos que eu fico treinando para ser o sucessor do meu futuro império. Adotei ele quando estava em uma missão que meu pai mandou roubar o galpão da família Baker e matar todos. Nunca concordei com os termos de papai, mas como não podia impedir ele, pelo menos conseguir salvar Dylan e botar como minha proteção secretamente. Não foi tão legal falar toda a verdade para o Dylan mas era necessário... Ele não podia viver na mentira. Considero ele como um irmão mais novo e que devo proteger de tudo.

- Grace - Me abraçou

- Dylan... Você cresceu - falei avaliando ele

- Ah qual é? Se vimos semana passada - Falou revirando os olhos

- E eu não posso ter saudades do meu maninho? - falei incrédula

- Maninho? Maninho aqui que já está pegando geral - debochou e olhei incrédula para o Snake

- Não me diz que você levou ele para uma boate

- Estava na hora - Falou óbvio

- Olha só - falei apontando para o Dylan - Não engravida ninguém okay?

- Calma Grace... Mas ele iria nascer lindo - mandou um sorriso malicioso

Não acredito que essa conversa está acontecendo. Em poucos minutos uma lamborguini entra com tudo dentro do galpão. Me joguei no chão junto com o Dylan enquanto todos atiravam no carro que estava parado. Gritei para pararem de atirar. A porta foi aberta e adivinhem quem saiu?.... se chutaram Justin PARABÉNS.

- O que você está fazendo aqui? - perguntei enquanto o babaca analisava o local

- seu covil até que é legal - COVIL?!!

- Sua cara de monstro combina perfeitamente com o lugar - falei cruzando os braços

- Mas esse lugar aqui é seu então... o único monstro aqui é você - Falou no meu ouvido

- O que você quer? - perguntei já perdendo a paciência

- sei lá? - se jogou em uma cadeira - Decisões talvez - Falou com um sorriso vitorioso

- Sinto em lhe dizer mas não vou lhe ajudar em nada.

- Sério? - fez uma cara decepcionado mas logo uma cara de psicopata - Eu realmente não quero fazer nenhum acordo com seu pai mas... - levantou-se e ficou na minha frente - Se eu fizer um acordo com você, não quero sair perdendo.

- O que você sugere então? - perguntei interessada no assunto

- Tudo que roubarmos serão divididos igualmente entre os dois e dividiremos as equipes - olhei pra ele e não aguentei, comecei a rir muito até perder o ar

- Me diz... o que você ganharia se aliando a MIM? - Perguntei com um sorriso debochado

- Dinheiro... Poder... uma lista enorme.

Eu até pensei em recusar mas quatro carros entraram no galpão. Minha segurança está fraca. Ryan saiu descontrolado de um carro e foi pra cima do Justin. Chaz e Joey correram segurar ele antes que desse merda.

- Isso está ficando bom - falei e me ajoelhei em uma caixa cheia de armas

- Justin você tem MERDA NA CABEÇA? - Ryan esbanjou

- COM QUE VOCÊ PENSA QUE ESTÁ FALANDO? - Justin gritou

- calma galera... vamos ser civilizados.

      - NÃO ACABE COM A MINHA

DIVERSÃO JOEY - Gritei por causa da distância

- Você está fazendo acordo com o demônio Justin - Ryan o olhava incrédulo

- Eu sei o que faço - Falou friamente

- Obrigada pelo elogio Ryan - falei rindo

- Cala essa merda de boca - apontou pra mim

- Vem calar pra mim - dei o melhor sorriso debochado

Ele começou a vir na minha direção mas o Justin entrou na minha frente fazendo todos olharem incrédulos, até mesmo eu. Ryan percebeu que estava sobrando ali e foi embora. Joey e Chris continuavam aqui e eu estava realmente sem palavras.

- Quando podemos começar? - perguntou curioso

- Não agora... vamos se divertir e comemorar. - dei um pequeno sorriso para os novos integrantes

Saí daquele local e fui para o escritório. Liguei para o Ryan que depois de um milhão de anos atendeu.

- veio tirar sarro com a minha cara? - sua raiva era visível

- Não... na verdade eu quero lhe convidar para ir com o pessoal na boate

- Olha que engraçado, eu não confio em você - Falou rindo

- Mas infelizmente EU CONFIO em você, por isso o convite

- Eu irei - Falou e desligou na minha cara

Ótimo, não gosto de brigas internas. Está tudo dentro dos planos... irei conseguir um Império e entender os joguinhos de Justin. Agora... vamos treinar...




Everybody wants to rule the world


Todos querem governar o mundo

É o meu próprio projeto

É o meu próprio remorso

Me ajude a decidir

Me ajude a aproveitar

O máximo da liberdade e do prazer

Nada dura para sempre

Todos querem governar o mundo


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...