História Flawless (Camren) - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren G!p, Norminah, Trolly, Vercy
Exibições 1.009
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeeeeeeeeeeeeeeey
Me desculpem pela demora mas essa semana esta corrida, provas e mais provas...enfim.
Não corrigi então...
Boa Leitura...

Capítulo 39 - My Family.


Lauren Pov.

           7 meses depois...

Suspirei abrindo meus olhos em seguida, era uma manhã de domingo, pela brecha da cortina o sol iluminava o quarto, olho para o lado esquerdo da cama apostando ali, a mulher pela qual eu me apaixonei, não trocaria por nada nesse mundo a visão que tenho todas as manhãs. Sorrio de canto assim que desço meu olhar para sua barriga que já estava grande devido seus oito meses e meio, levo minha mão esquerda ate a mesma acariciando de leve, sinto a pele debaixo a minha mão se arrepiando, me aproximo mais abaixando minha cabeça deixando um rápido beijo ali. Ergo meu olhar olhando cada centímetro de seu rosto, mas fico alerta quando a vejo fazendo uma careta. Conseguia ver uma fina camada se suor em sua testa.

-Camila?

Chamo enquanto afasto seu cabelo de seu pescoço, Camila rapidamente abre os olhos , sua respiração esta desregulada, me preocupando mais ainda.

-L-lauren...a bolsa estorou...

Acho que nesse momento tudo a minha volta parou, eu simplesmente não escutava, não piscava, ou fala alguma coisa, apenas fiquei parada. Mas logo acordei de meu estado catastrófico sentindo o lado direito de meu rosto arder, isso mesmo, Camila havia me batido.

-ME LEVA PARA O HOSPITAL SUA IDIOTA!.

Rapidamente peguei Camila em meus braços enquanto corria para o andar de baixo, passei feito um furacão por toda a casa ate chegar no carro, refiz o caminho novamente para pegar a bolsa de Camila e do bebe.Assim que voltei para o carro Camila estava tentando controlar sua respiração do mesmo jeito que havia no livro sobre gravidez. Rapidamente liguei o carro ganhando as ruas, não me importava em estar em uma velocidade fora do normal, ou ultrapassar os sinais vermelhos, chegando assim no hospital em quinze minutos, que se eu fosse em uma velocidade permitida demoraria de trinta a trinta e cinco minutos. Parei de qualquer jeito o carro entrando no hospital gritando para que algum enfermeiro me ajudasse, assim que vi um o chamei , ele colocou Camila em uma cadeira de rodas e seguiu para um corredor no qual eu fui barrada na entrada me deixando puta da vida. Não lembro de quanto tempo passou mas uma enfermeira me chamou dizendo que Camila já estava em trabalho de parto, assim que coloquei aquela horrível roupa, entrei na sala, que só se escutava os gritos de Camila é a voz calma- demais - do médico a orientando .
Assim que parei ao seu lado peguei sua mão fazendo com que a mesma abrisse os olhos, que estavam marejados, passei a mão por sua testa tirando o excesso de suor que havia ali, enquanto lhe falava que tudo ir dar certo. Junto com um grito agudo de Camila, um choro se fez presente ali. Tanto eu como Camila olhamos em direção ao um pequeno ser nas mãos do médico, sendo enrolado em uma manta rosa clara.

-É uma princesa linda!.

Disse o médico , e naquele momento eu não me fiz de durona, deixei que as lágrimas rolassem pelo meu rosto, segundos depois uma enfermeira a trouxe, colocando-a do lado direto de Camila, ela era a coisa mais linda, mesmo recém nascida , tinha bastante cabelo, esses que era castanhos iguais o de Camila, seus olhos eu não conseguir ver, pois a pequena não parava de chorar, mas naquele rosto tudo se parecia com a Camila, ate mesmo o nariz arrebitado.

Logo a mesma enfermeira pegou-a nos braços para fazer os devidos cuidados, me pediram para deixar a sala pois Camila iria ser cuidada , deixei um beijo em sua testa antes de me retirar daquela sala,suspirei em alívio assim que ganhei o corredor daquele hospital. Logo que cheguei na recepção peguei meu celular ligando para todos, e em menos de uma hora aquele hospital estava cheio, dona Sinu e minha mãe não pouparam as lágrimas quando contei quando vi minha pequena. O médico responsável pelo parto de Camilla veio nos informar que Camila já estava no quarto junto com a bebê. Foi a maior confusão para decidir quem iria primeiro, mas como meu Pai conhecia o médico, todos puderam entrar, mas apenas eu passaria a noite junto com Camila.

Seguimos em direção ao quarto em silêncio, assim que parei na porta de número 223 senti cada partícula de meu corpo se agitando, e tudo ficou mais forte quando abri a porta revelando uma Camila cansada porém feliz, com nossa pequena bolinha branca nos braços dando de mamar.

-Meu deus...Olha isso Mike que coisa mais linda!-Dona Clara disse enquanto puxava meu pai para mais perto da cama.

-Laur, já escolheram o nome?- Olhei para Camila é a mesma me encara sorrindo.

- Sim...o nome dela vai ser Claire... Claire Cabello-Jauregui.

Eu já havia conversado com Camila sobre os nomes, mas nenhum estava de nosso agrado, ate que um dia Camila praticamente jogou uma revista em minha cara mostrando esse nome e falando que tinha que ser esse nome, quando eu vi eu simplesmente amei, além de lindo combina muito com minha pequena.

Sai de meus pensamentos ouvindo um choro agudo, fui em direção a cama e vi Claire aos prantos, não vou mentir que aquilo me doeu , toquei sua pequena mãozinha com meu dedo, para logo ela segura-lo com força me fazendo sorrir feito uma trouxa, mas meu sorriso morreu, sendo ocupado pela minha boca aberta assim que ela abriu seus olhos, todos ficaram em silêncio, senti meus olhos se enchendo de lágrimas, Claire tinha seus olhos mais verdes que os meus, sorri em meio ao choro sendo retribuída com outro, me fazendo me derreter ainda mais por essa pequena. Olhei para Camila que nos olhava com um sorriso de rasgar o roso, me aproximei e lhe dei um beijo casto nos lábios, olhei em volta e todos nos olhavam com sorrisos nos rostos, voltei meu olhar para minha bolinha branca e suspirei, eu não trocaria nada por essas pessoas, ou melhor pela minha família.


Notas Finais


ALEEELUIA...POSSO OUVIR UM AMEM IRMÃOS HAHAH.
Demorei mais voltei, como disse la em cima, estava lotada de provas e tudo mais, mas conseguir trazer esse cá o pra vocês, meu presente de dias das crianças haha.
A FIC ESTA EM RETA FINAL OKAY?!
Não revisei então desde já me desculpem pelos erros...
Xeroo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...