História Flecha Bumerangue - Jikook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Taeseok, Vhope
Visualizações 653
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey pessoal!
Esse 1º Capítulo é meio uma introdução, sou meio ruim em primeiros capítulos, mas me esforcei!
Boa leitura, espero que gostem!

Capítulo 1 - Cupido de aluguel


Fanfic / Fanfiction Flecha Bumerangue - Jikook - Capítulo 1 - Cupido de aluguel

Era o meu segundo dia de aula no 3º ano do ensino médio, eu fazia o trabalho de sempre, o de cupido. Várias pessoas nesse exato momento me pediam ajuda no intervalo, e eu sabia que outras iriam me procurar mais tarde, e secretamente, porque tinham vergonha, ou preferiam discrição.

Eu adoro o que eu faço, junto casais com uma grande facilidade, não todos, é claro, somente ajudo quem eu acho que deva ser ajudado, porque a partir do momento que eu atiro a flecha, me sinto responsável por aquele casal. Vamos dizer que eu tive sorte, pouquíssimos casais que juntei não tiveram um final feliz.

Não se assuste se eu colocar uma carta no seu armário, ou talvez um presente de um admirador secreto, eu faço isso toda hora. Mas porque eu faço essas coisas? Ah, não faço de graça não! Dinheiro? Não, não cobro uma moeda, mas sim favores, e segredos, que me permitem saber tudo que acontece nessa escola.

-Jimin! – Taehyung grita abraçando meus ombros, quando não tinha mais ninguém em minha volta. –O que está fazendo?

Kim Taehyung, junto com Kim Seokjin e Jung Hoseok, era meu melhor amigo, o mesmo era dono de um ótimo coração, uma mente um pouco infantil e sonhadora, e um sorriso quadrado que causava suspiros em qualquer um, mas é claro que ele não sabia disso.

-Nada, pensando em alguns planos.

-Ah é, os novatos já vieram atrás de você? –Perguntou ele sobre o “trabalho” de cupido se sentando ao meu lado.

-Não. – Dei um suspiro. –Mas já vieram atrás dos novatos, e obviamente receberam muitos nãos. Na onde já se viu ver a pessoa pela primeira vez e já dizer que está apaixonado? Eu só trabalho com paixões e com o amor propriamente dito.

Taehyung começou a rir da minha cara. Eu realmente ficava bravo com essas coisas, podem me chamar de maluco.

-Hyung, você leva muito à sério essas coisas! –Ele disse entre gargalhadas, e mesmo o fuzilando com os olhos, ri também.

-Qual foi a piada? –Perguntou Seokjin chegando com Hoseok e sentando ao nosso lado.

Seokjin, ou Jin, como o chamamos, é o mais velho de nós, é um aluno exemplar, e uma ótima pessoa, as vezes o chamamos de omma, afinal, ele cuida da gente de um jeito que realmente parece uma mãe, daquelas superprotetoras, devo acrescentar.

Hoseok, também chamado de Hobi, tem uma personalidade extremamente feliz, é alguém que sente tudo exageradamente, quando está triste, chora rios, e quando está feliz... bem, é uma explosão de alegria inexplicável, mas nunca o vi irritado ou chateado, ele é extraordinariamente a pessoa mais feliz que conheci.

-Nada, só Tae rindo da minha cara. – Expliquei enquanto ele ainda ria, mas de sua própria risada agora, que parecia uma foca engasgada.

-É que ele está bravo porque já vieram pedir ajuda para conquistar os novatos, afinal eles só se conhecem faz um dia, e o hyung aqui só trabalha com “paixões e o amor propriamente dito”. –Ele disse imitando minha voz na última parte.

-Eu concordo com o Jimin! O primeiro dia de aula deles foi ontem e hoje já estão querendo conquistá-los?! Eu acho que devem conhecer a pessoa primeiro, saber quem é, se apaixonar, e depois conquistá-la, não ao contrário. –Disse Hoseok com um suspiro, ele era bem sentimental.

-Ah, vocês são caretas... –Tae resmungou e me abraçou novamente, afagando meus cabelos ruivos recém-pintados, como quem queria alguma coisa. –Hyung, ninguém se interessou por mim?

Era a milésima vez que ele perguntava isso, e eu sempre respondia a mesma coisa:

-Ninguém que fosse bom para você, TaeTae.

-Você sempre diz isso! Ninguém na face da terra se interessa por mim? Será que sou tão feio assim?

-Você não é feio. –Hoseok resmungou baixinho e eu segurei um sorriso, eu sempre achei que Hoseok sentia algo pelo Taehyung, mas sempre que eu perguntei ele negou e disse que eu já estava ficando paranoico com isso de juntar casais.

-Então por que ninguém me quer? –Ele indagou novamente.

O que ele não sabia era que ele era uma das pessoas mais desejadas dessa escola, mas eu nunca ajudava as pessoas que queriam chegar até ele, Taehyung era maravilhoso demais para a maioria delas, e eu admito que também guardava o lugar para quando Hoseok tomasse coragem. Não, eu não estava ficando maluco, eu conhecia bem sobre o amor.

-Vamos mudar de assunto! – Jin propôs, o mesmo sempre era quem nos tirava de situações como essa.

-Sim. Taehyung, por acaso entrou hoje um aluno novo no nosso ano? –Perguntei.

Tae era como uma bicha fofoqueira, e sempre tinha notícias fresquinhas.

-Sim! Na verdade, ele entraria ontem, mas chegou atrasado. O nome dele é Jeon JungKook, mas é só isso que sabemos dele, ele não fala com ninguém, todos que tentaram levaram um grande fora, ninguém sabe de onde ele veio, ou porquê entrou só no 3º ano, já que não é comum, as pessoas já parecem temê-lo, e o melhor... – O mesmo fez uma pausa dramática. – Ele é lindo!

Todos nós reviramos os olhos para ele.

-O que foi gente? É verdade! Mas como já sabe disso, Jimin? Você ainda não teve aula com ele hoje...

-Você sabe o horário dele?! –Hoseok exclamou um pouco mais alto que deveria.

-Sei, fiquei observando para que salas ele ia. E o que é que tem? Imagina se um cara desse se apaixona por mim! Ele é lindo, gostoso, misterioso... –Disse ele simplista.

-E provavelmente hétero. Você não viu como ele chutou o garoto que foi falar com ele? E ele nem é tudo isso. –Implicou Hoseok, eu disse que eu não era louco.

-Você está com inveja porque ele é mais bonito que você! –Brincou Taehyung, sem saber que suas palavras provavelmente magoaram Hoseok.

-Ei, parou os dois! –Interferi. –Você me perguntou como sei, e eu sei porque várias pessoas me pediram ajuda com ele, eu fiquei curioso.

-Ah, eu acho que vocês têm aula juntos agora. –Disse Taehyung com seu sorriso quadrado, afinal ele tem aula comigo nesse horário também.

Bateu o sinal dando fim ao intervalo e entramos na sala, que no fundo tinha um garoto de cabeça baixa e fone de ouvido, ele tinha um corpo bonito - bonito não, maravilhoso -, cabelos castanhos, e quando ele ergueu a cabeça pude ver, ele parecia um anjo! TaeTae tinha razão. 


Notas Finais


Ele sempre tem razão!
Espero que tenham gostado, e continuem acompanhando!
Att segunda.
Beijooooos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...