História Florejar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Sehun
Tags Baekyeol, Chanbaek, Exo, Kaisoo, Sebaek
Exibições 12
Palavras 374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, olá! Esta é minha primeira fanfic de EXO, então espero mesmo que gostem! Cardo é uma flor considerada uma praga, com folhas amareladas e espinhos, e ela significa “Desprazer”. Este capítulo é apenas para apresentar a história, bem curtinho mesmo, os próximos capítulos vão ser maiores. Boa leitura <3

Capítulo 1 - Cardo


Deveria estar fazendo quase 40 graus e um burburinho já começava a se formar em frente a floricultura. Observei da esquina Sehun entrar apressadamente no local e apressei meus passos pela calçada. O chão estava quente sob meus pés e não havia nenhuma pequena árvore para fazer sombra. No meio de todo aquele concreto cinza, o pequeno estabelecimento fresquinho pelo ar condicionado para manter as flores, era como um oásis no meio de Seul. O barulho que vinha de lá aumentava à medida que eu dava passos largos. Quando cheguei Seunghwan estava na porta me esperando. Seu rosto estava vermelho como um pimentão e eu tinha certeza que não era apenas devido ao sol. Ela havia chorado não tinha muito tempo. Que merda estava acontecendo naquela floricultura.

Taeyeon tocou meu ombro quando me aproximei fazendo um gesto para eu entrar. Quando o fiz pude ver que lá já estava Sehun, Kyunsoo e Seulgi. O primeiro me encarou com uma expressão raivosa enquanto os outros observavam tudo com suas faces indecifráveis.

- Que merda você colocou na cabeça dele? - Sehun gritou se aproximando de mim com uma fúria rara de se ver em seus olhos. Empurrou meu corpo me fazendo cair no chão fazendo Do e Seulgi finalmente se moverem e agarrarem seus braços o impedindo de ir pra cima de mim - QUE MERDA VOCÊ FEZ COM O CHANYEOL?

O que? Do que ele está falando?

- O que é isso porra? - Berrei do chão - que merda está acontecendo?

Olhei em volta e senti que o clima estava tão pesado que se alguém riscasse um fósforo tudo explodiria. A mulher atrás da bancada chorava baixinho observando toda aquela cena. A mãe de Chanyeol. A mãe do meu melhor amigo.

- Tia - me aproximei dela ainda me arrastando no chão. Ela secou algumas lágrimas e me encarou por alguns segundos até seus olhos se encherem de novo. No fim ela só apontou para cima do balcão. Me levantei e encarei um pedaço de papel rasgado de qualquer caderno. E na caligrafia grotesca de Chanyeol as seguintes palavras.

“Não me procurem. Se querem saber a culpa é apenas de uma pessoa, Byun Baekhyun. Espero que sintam minha falta.”

Park Chanyeol seu desgraçado.

 


Notas Finais


E ai, eu sei que foi bem pequenininho mas, gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...