História Flores para Kyungsoo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O
Tags Bruquiel, Chansoo, Chanyeol, Do Kyungsoo, Droubble, Exo, Fluffy, Gauzy, Park Chanyeol
Visualizações 93
Palavras 332
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Droubble, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou aqui, postando mais esse capítulo para não ser morta por dois malucos vulgo André e Anna :(.
Continuo sem Wi-Fi, mas assinei um pacote de internet então pelo menos 4g a gente tem :). Não vejo a hora de voltar o meu Wi-Fi e eu poder escrever minhas outras fanfics aaaaa
Enfim
Boa leitura


Capítulo não revisado.

Capítulo 2 - Miosótis para Kyungsoo


Fanfic / Fanfiction Flores para Kyungsoo - Capítulo 2 - Miosótis para Kyungsoo

A casa estava silenciosa e Kyungsoo parecia distante de si próprio. Deitado de maneira desajeitada no sofá, Kyungsoo mantinha os seus olhos que lembravam os de uma coruja focados no teto de sua sala.

Já havia se passado uma semana desde que o pequeno tinha recebido os lírios na porta de sua casa. Desde então, PCY não enviou mais nada. Nem ao menos uma pétala ou um post-it. 

Kyungsoo só queria um sinal do tal admirador secreto. Tinha vontade de sanar suas dúvidas sobre o mesmo. Tinha medo de que fosse somente alguma brincadeira, nem sequer o conhecia ou fazia ideia de quem fosse.

O pálido fechou seus olhos, um suspiro escapando de sua boca. Nunca pensou que passaria um sábado enfurnado em casa, fazendo absolutamente nada. 

O som da campainha soou pelos cômodos da casa, fazendo o pequeno abrir os olhos em expectativa.

Se levantou rapidamente indo em direção a porta, abrindo-a.

Como esperado, não encontrou ninguém. Entretanto, seu olhar logo pairou no chão.

Em frente à sua porta havia um lindo buquê de flores roxas de pétalas pequenas, o laço que as unia também era roxo.

Kyungsoo sorriu, se curvado e pegando delicadamente o buquê em suas mãos.

Diferente da última vez, o papel branco se encontrava entre as flores. O pequeno não demorou para pegá-lo e abri-lo.

Oi, Soo.

Pelo que vi, você gostou das primeiras flores. Fiquei tão feliz com o seu sorriso ao ler meu primeiro bilhete. :)

Dizem, que quando Adão estava dando os nomes às flores do paraíso ele se esqueceu de nomear essas lindas e delicadas flores.

E quando mais tarde, percorrendo o jardim, Adão chamou pelas flores que se curvaram diante dele. Porém, uma pequena flor disse: “E eu, Adão? Qual será meu nome?”. Adão ficou encantado com sua delicadeza e respondeu: “Não acredito que lhe esqueci, vou chama-la de um jeito que isso nunca mais acontecerá! Seu nome irá ser não-te-esqueças-de-mim.”

Sabe, Soo… Eu não seria capaz de esquecê-lo. E aqui, entregando-te miosótis, eu também te prometo o meu amor eterno.


PCY.


Notas Finais


Essa é pra Thanaquiel.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...