História Flower Boy - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Stiles Stilinski
Tags Cross-dresser, Derek Hale, Sterek, Stiles Stilinski, Teen Wolf, Universo Alternativo
Exibições 245
Palavras 1.952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HOJE É TERÇA FEIRA!
E aqui temos a atualização de terça XD espero que gostem! Agora se me derem licença irei continuar assistindo Submarine - recomendo esse filme, muito legalzinho.
Acho que vocês estavam aguardando esse cap a muito tempo, então não irei demorar muito.

♡ Boa leitura ♡

Capítulo 32 - Gardênia


Derek estava visivelmente nervoso. Seu cabelo estava penteado como o habitual, usava uma blusa preta com estampa de uma caveira com algumas rosas vermelhas ao redor, não era digna para um encontro, mas eles não estavam indo para um lugar formal, não é mesmo? Ele usava uma calça jeans rasgada nos joelhos e coturnos pretos, uma blusa de frio xadrez amarrada na cintura. Quem olhasse rapidamente poderia disser que era um roqueiro rebelde, mas o buque de gardênias com uma fita rosa falava que era somente a aparência.
 O Hale nunca foi de brigar, admitia que era sim bastante grosseiro com as pessoas próximas e até mesmo anti-social, entretanto quem o conhecesse bem sabia que aquilo era só uma fachada. Derek era um amor de pessoa e era bastante protetor.
 Ele olhou novamente no celular, se escondendo atrás da árvore. Stiles tinha avisado que logo estaria saindo é que seu pai apenas desconfiava que ele iria fazer um passeio normal, é claro que no inicio o senhor desconfiou de algo, felizmente achou que aquilo era melhor do que ficar trancado em casa com o rosto no celular.
 Ficou esperando por mais alguns minutos e nada do mais novo aparecer, ficou nas pontas dos pés enquanto forçava os olhos para tentar ver algum movimento da casa do outro, porém tudo parecia exatamente igual, sem nenhuma diferença ou algo notável. Derek apertou o buque de flores nas mãos soltando um suspiro.
 Ele teria que ir até a casa de Stiles, teria que enfrentar o pai do garoto que ele amava. Estava começando a odiar a ideia de não ter colocado uma roupa mais adequada, como sua mãe havia aconselhado - apesar dele não ter dato muito detalhes sobre aonde ia. Derek estava começando a cogitar a ideia de que aquilo só poderia ser praga da sua mãe por ele não ter dado ouvidos para ela na hora de se vestir.
 - O.k respire fundo. – Ele andou de um lado para o outro, tentando manter a calma – Nada de ruim pode ter acontecido... Ele falou que já estava vindo, fique calmo Derek. – O Moreno teu uma olhada no celular, mordendo a bochecha visivelmente preocupado.
 - Até logo pai, prometo que vou me cuidar! – Ele se virou brutalmente, Stiles tava tchau para alguém dentro da casa, que imediatamente apareceu na varada. Num susto, Derek se abaixou e praticamente pulou dentro da moita.
 O coração estava a mil quando levantou a cabeça e viu o xerife olhando bem na sua direção, como estava longe não conseguia ver nada do que uma silhueta e alta e um pouco gorda, com as mãos na cintura e um distintivo brilhando no peito.
 Stiles veio andando em sua direção lentamente, o garoto olhava para trás e acenava para o pai que permaneceu alguns segundos parado antes de acenar e entrar na casa, Derek soltou um suspiro aliviado saindo do seu esconderijo logo em seguida. O Stilinski sorriu ao vê-lo e saiu correndo em sua direção, olhando as vezes disfarçadamente para trás.
 - Eu pensei que você não viria! – Stiles falou quando chegou à esquina ao mesmo tempo em que tava um abraço em Derek, o mais velho não se contentando só com aquilo lhe deu um selinho na ponta do nariz.
 - Estava apenas me escondendo do meu possível futuro sogro! – Brincou, soltando o outro. – Para você! – Entregou o buque com as cheirosas flores para o garoto que aceitou de bom grado e não hesitou em cheirá-las, o cheiro forte e gostoso logo invadiu seu nariz o fazendo sorrir inconscientemente.
 - Um momento – Stiles olhou para o outro – Você não estava roubando gardênias há uns dias atrás? Não me diga que conseguiu matar o gato!
 - Não creio que você se preocupa com esse gato! – Derek cruzou o braço visivelmente irritado – Minha mãe me teu dinheiro, ta bom assim pra você?
 - Hum... Sim. – Respondeu simplista, tanto os ombros – Não fique bravo, eu também fiquei preocupado com você! – Stiles apertou a bochecha de Derek o fazendo desmanchar a cara rabugenta tanto origem a um sorriso e uma risada.
 - O.k! Vou fingir que acredito, mas acho melhor irmos – Derek disse colocando o braço envolto da cintura de Stiles o trazendo para mais perto de si, o garoto olhava para as flores brancas quando deixava a cabeça inclinada no ombro de Derek, se aconchegando ali.

 

 

 『♡』

 

 

As ruas de Beacon Hills estavam parcialmente cheias, pessoas andavam de um lado para o outro com sacolas e bolsas, conversando ao celular ou com a pessoa ao lado ou simplesmente seguindo seu caminho. Os restaurantes estavam cheios, famílias e casais ocupavam as mesas onde compartilhavam histórias engraçadas e risos altos.
 Derek continuava com o braço entorno da cintura de Stiles, ambos comentavam sobre assuntos aleatórios, como series e coisas de escola. De vez enquanto Derek soltava uma cantada ou piada sem graça que apesar de mais besta que seja fazia Stiles soltar algumas gargalhadas.
 As pessoas olhavam o casal, algumas com desagrado e com o nariz torcido, tinha até aquelas que chegavam mais perto de um desconhecido e comentava algo. Apesar disso, existia quem não soltasse um sorriso com o romantismo dos namorados.
 Quando chegaram à pastelaria, no qual Stiles soltou uma risada irônica não acreditando que Derek realmente havia levado para comer pastel. O Hale apenas lançou-lhe um olhar como se dissesse “eu avisei” junto a um sorrisinho debochado. Pegou em sua mão e o levou até uma mesa no qual tinha uma toalha xadrez especialmente fofa com ketchup, mostarda e guardanapos encima, senta-se na mesa e logo esperaram que fossem atendidos.
 Um garoto asiático veio até eles com um bloquinho, sorriu amigavelmente enquanto ajeitava o boné nos cabelos lisos e oleosos, com os dedos longos segurando uma caneta azul logo começou a disser o de sempre:
 - Sejam muito bem vindos, o que gostariam de pedir?
 Stiles olhou estranhamente a cena, apesar de ser uma pastelaria aquilo lhe lembrava um restaurante, se bem que havia varias pessoas com outros salgados nas outras mesas. Derek pegou algo que parecia o cardápio e começou a ler rapidamente. Stiles fez o mesmo e pegou o cardápio, se chocando com a variedade de sabores.
 Nunca imaginaria que existissem tantos sabores para uma única coisa, não hesitou em ficar divagando como seria cada gosto de pastel e uma vontade imensa de vir todo o dia á pastelaria se fez presente.
 - Um de carne. – Pediu olhando para o garçom que anotou.
 - Algo para beber?
 - Uma coca cola não varia nada mau, o que você acha Stiles? – Derek perguntou. O Stilinski teu um pequeno sobressalto e logo sorriu sem graça apenas concordando mesmo que não soubesse do que se tratava.
 - O que o senhor vai pedir? – O asiático olhou para Stiles forçando um sorrisinho, ele o olhava de cima a baixo parecendo um pouco confuso.
 - Pizza. Por favor.
 - Mas alguma coisa?
 - Não obrigado. – Derek respondeu e logo olhou para Stiles – Certo?
 O rapaz anotou rapidamente saiu dali. Stiles começou a brincar com a borda da toalha de mesa esperando o obvio, após alguns minutos de silencio por parte de Derek levantou o olhar se deparando com o mais velho o encarando, o rosto do Hale corou visivelmente.
 - Ficou me encarando esse tempo inteiro?
 - Não, por que você acha isso?
 Stiles levantou a sobrancelha com um sorrisinho, não era preciso palavras para notar a cara de deboche junto á frase “eu realmente preciso responder?”
 - Você não quer me disser nada Derek Hale?
 - Talvez.
 O mais novo revirou os olhos cruzando os braços, inclinando a cabeça e a balançando num ato de puro ironismo, Derek apenas sorriu e ergueu as sobrancelhas.
 - Você tem belas pernas... – Derek colocou os na mesa e fazendo um biquinho.
 - Que horas elas abrem? – Stiles concluiu a cantada, os cotovelos sobre a mesa e o corpo levemente arqueado na direção de Derek, imitando a ação do maior. – Eu já sei todas as possíveis cantadas sujas que você pode lançar para mim Derek.
 - Como assim?
 - Eu pesquisei. – Stiles se sentou no lugar, a resposta saiu num tom de deboche como se aquilo fosse á coisa mais óbvia no mundo, apesar daquilo Derek não se deixou levar. Stiles conseguia provocá-lo de uma maneira fascinante, e levemente excitante.
 - Conta uma.
 - Gato, já comi mamão, já comi ameixa. Só não te comi, porque você não deixa.
 Derek soltou uma gargalhada alta, Stiles apenas corou quando o mais alto lhe bagunçou os cabelos.
 - Você é mesmo uma gracinha.
 - Engraçadinho – Stiles tirou as mãos de Derek.
 Assim que isso aconteceu o mesmo rapaz que havia os atendido voltou com duas cocas colas e alguns canudos, os dois agradeceram e o funcionário falou que logo os pasteis seriam servidos. Stiles elogiou a rapidez e o rapaz não hesitou em corar e sorrir dizendo um “obrigado” e se retirando. Derek abriu a latinha de refrigerante dele e logo colocou o canudo, tomou um gole sentindo o gosto gelado da coca invadindo sua garganta.
 - Gelado – Stiles comentou após beber um pouco.
 Derek apenas balançou os ombros olhando o buque de flores sobre a mesa. Havia se esquecido da existência delas por alguns minutos.
 - Elas são bonitas.  – Stiles falou elogiando as flores.
 - Não são tão bonitas quando você...
 Stiles apenas lhe teu um sorriso bobo com as bochechas coradas. Ele abaixou os olhos no momento em que sentia a textura das pétalas da gardênia, Derek engoliu em seco soltando o ar com força, aquele parecia o momento apropriado.
 - Hey Sti... – Os olhos castanhos se encontraram com o seus, Derek pode sentir o brilho de expectativa, medo e hesitação. Nunca estivera tão nervoso assim, suas pernas não paravam de tremer e ele sentia uma enorme vontade de sair correndo e voltar para casa, aquilo não era medo, aquilo era uma sensação estranha.
 Stiles não sabia o que sentia naquele momento, mas podia disser que Derek estava tão nervoso como ele, o rapaz estava um pouco pálido e parecia estar preste a der um ataque, aquilo realmente era o poder do amor.
 Derek tirou do bolso uma pequena caixinha de veludo azul, Stiles prendeu a respiração ao encarar a caixinha na mão de Derek. Parecia que todos os barulhos e conversas haviam acabado e que só existiam eles ali.
 - Você quer... – Derek começou a abrir a tampa da caixinha – Namorar comigo?
 Um anel dourado brilhou, era simples e não tinha muita coisa. Apesar disso tinha uma pequena rosa no centro, delicada e bonita e que combinava perfeitamente com o arco dourado.
 - Você sabe... Não precisava de tudo isso – Stiles sorria, ele não sabia o que fazer – Acho que você também sabe que nunca precisava perguntar se queria ser meu namorado.
 Os olhos de Derek brilharam, não tanto quando seu sorriso. Ele pegou a mão delicada de Stiles e colocou o anel. Stiles não sabia disser que mão tremia mais, se era a dele ou a de Derek. Assim que finalmente o anel se encaixou no seu dedo, segurou firmemente a mão de Derek.
 - Eu te amo – Disse, e aquilo nunca havia saído com tanta felicidade de sua boca. Era um momento incrível e ele sentia uma mistura de sentimentos no seu coração, Stiles não podia estar mais completo. Era como se estivesse alcançado á felicidade, a porta para o amor verdadeiro e o paraíso.
 - Eu te amo... Ainda mais – Derek aproximou-se de Stiles e ignorando qualquer olhar preconceituoso, o beijou.
 Beijou como nunca antes, nenhuma sensação chegava como aquela. O mundo poderia acabar que ele pouco se importaria, a única coisa que realmente queria era ficar ao lado de Stiles, e para sempre.

 

 

 

 

 


Notas Finais


E aí? O que acharam? Sei que não tá o melhor pedido de namoro do mundo, mas poxa XD o anel até que valeu não é mesmo?
Beijos, vejo vocês nos comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...