História FNAF em uma nova versão - Capítulo 36


Escrita por: ~ e ~bonbontoybonnie

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Tags Five Night At Freddy
Exibições 35
Palavras 2.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ecchi, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Infelizmente ficamos mais um século sem postar por conta da porcaria da net e trabalhos.... espero que gostem deste capítulo e uma Boa leitura a todos ^-^

Capítulo 36 - Pais ?


Depois de muito tempo praticando, estudando, pesquisando.... eu finalmente pude reviver os meus pais, eles costumam ser bem agradáveis porém, o que o meu pai possui de agradável ele também possui de rude.... bom... minha mãe se chama Lira ela é loira e possui os olhos castanhos e meu pai é  moreno com olhos verdes, seu nome é Taylor... como eu havia dito antes, ele é (era) um general.... Eu não sei como as coisas vão acontecer... tenho um pouco de medo do que pode ocorrer...

Taylor : caramba - sorriso - a nossa filha está linda ! e.... morena ?

Puppet : siim, eu acho que eu fico melhor morena do que loira - sorriso -

Lira : uau como você cresceu !

Puppet : eu fico feliz em poder ver vocês de novo - disse abraçando eles - eu estava com tanta saudade !

Lira : nós também - sorriso -

Puppet : querem conhecer a minha casa ?

Lira : claro ! eh.... você mora sozinha ?

Puppet : bom.... digamos que agora eu tenho uma família e o meu filho ganhou novos amigos que são como irmãos - sorriso -

Lira : que orgulho da minha filha - disse apertando as minhas bochechas -

Taylor : aquele seu namorado está com vocês ?

Puppet : bom.... ele morreu a um tempo atrás.... mas, eu tenho um novo namorado - sorri um pouco corada -

Lira : pode nós apresentar ?

Puppet : claro que siim - sorriso -

Taylor : ele tem tatuagens ? ele usa drogas ? ele bebe ? tem porte de armas ? é criminoso ? gosta de rosa ?

Puppet : não, não, não, não sei, n-não..... e não...

Taylor : ok....

Seguimos caminhando para casa, no caminho haviam vários cartazes de diversos criminosos e dentre esses cartazes, haviam fotos do Vincent. Depois de alguns minutos, finalmente chegamos em casa e o Vincent veio até nós.

Vincent : Olá Puppet - sorriso - e.... pais da Puppet......

Lira : Puppet ?

Taylor  : ..... eu..... não acredito nisso....

Puppet : o que foi ?

Vincent : ..... eu quis dizer Patrícia ! é..... Patrícia

Lira : .... ok.... você é ?

Taylor : um criminoso !

Puppet : ............

Vincent : .........

Lira : .... ele é o seu namorado ?

Puppet : s-siim !

Vincent : ..... - cochicha para mim : você não precisava dizer agora para eles que eu sou um criminoso.... -

Puppet : .... - cochicho para o Vincent : eu não disse nada....eles viram alguns cartazes... -

Vincent : ..... - cochicha para mim : o que vamos fazer ? -

Puppet : .... - cochicho para o Vincent :  bom.... se apresenta -

Vincent : bom..... eu me chamo Vincent, e..... tenho 28 anos...

Lira : e é um criminoso ?

Vincent : bom... mais ou menos....

Taylor : como assim mais ou menos ? não tem essa de mais ou menos... principalmente, porque você está classificado como um dos piores assassinos !

Vincent : sim..... mas, eu não machuco ninguém desta casa.... principalmente a Pu..... Patrícia....

Taylor : Puppet.... que raio de nome é esse ?

Puppet : bom..... é uma longa história.... porém, eu gosto de ser chamada assim - sorriso -

Lira : Puppet significa.... marionete ? mas.... porque te deram este nome ?!

Puppet : por causa de uma pizzaria.... depois eu explico melhor...

Lira : ok... bom... você  me disse que havia várias pessoas em sua família... pode chamar todos aqui ? - sorriso -

Taylor : eles também são criminosos ?

Puppet : sim, eles podem vir.... e não, eles não são criminosos - me levanto e vou chama-los -

Todos : .... - descendo - oláa

Lira : olá - sorriso - uau.... são todos amigos do seu filho ? qual deles é o seu filho ?

Puppet : adivinha - sorriso -

Lira : huum.... é esse ? - aponta para o Balloon Boy -

Puppet : não - sorriso -

Taylor : é aquele ali ? - aponta para o Golden Freddy -

Puppet : siim - sorriso -

Gonden Freddy : ah... eles são seus pais.... certo ?

Puppet : certo.

Golden Freddy : Então...... posso chama-los de vovô e vovó

Taylor : sim - sorriso -

Golden Freddy : eeeeeeeeeee - abraça eles -

Lira : você é muito fofo !

Golden Freddy : o-obrigado - sorriso -

Puppet : bom.... pessoal estes são os meus pais a Lira e o Taylor - sorriso -

Todos : é um prazer poder conhecer vocês - sorriso -

Taylor e Lira : o prazer é nosso - sorriso -

Meus pais ficaram um tempinho conversando com o pessoal mas, eu notei que meu pai estava um tanto inquieto então resolvi dizer

Puppet : pai ?

Taylor : sim ?

Puppet : poderia me acompanhar por um segundo ? - segui em direção ao quintal dos fundos -

Taylor : ok.... - seguindo - então ?

Puppet : o que está te incomodando ?

Taylor : você ainda pergunta ?

Puppet : ....... sério que você vai ficar assim ?

Taylor : eu que te pergunto ! Sério isso ?

Puppet : sério o que ?

Taylor  : você colocou um marginal na sua casa !

Puppet : ele não é um marginal !

Taylor : assassino não é um marginal ?

Puppet : .........

Taylor : você colocou um assassino na sua casa, você ja pessou nas consequências ? E se ele ter uma crise de loucura e tentar matar todo mundo ?

Puppet : ...... ele não vai fazer isso..... você fala com se ele fosse ruim....

Taylor : ele é ruim ! Ele é um assassino....

Puppet : você podia olhar por outro ângulo.... sem contar que você não está mais no tempo do exército...

Taylor : e você acha que eu vou deixar você fazer o que lhe ser na telha ? Eu vou por regras nesta casa....

Puppet : bom..... eu acho que ja tenho 27 anos eu posso me cuidar....

Taylor : você pode cuidar de si mesma mas, não com este cara do seu lado...

Puppet : pelo jeito não chegamos a um acordo....

Taylor : não.....

Puppet : ok.... só não seja rude....

Taylor : .........

Puppet : bom.... Vou ver se a minha mãe está com fome - sorriso - vai querer algo ?

Taylor : não....

Puppet : ok - sorriso -

Segui andando e fui até a cozinha e encontrei o Vincent conversando com a minha mãe

Vincent : sim.... mais ou menos.... ainda não conheço eles por completo....

Lira : entendo - sorriso -

Puppet : ... - sorriso - vejo que os dois estão se dando bem

Lira : pois é - sorriso -

Puppet : então.... do que vocês estavam conversando ? - animada -

Vincent : sobre o pessoal

Puppet : isso é bom - sorriso -

Vincent : sim.....

Puppet : bom.... vão querer algo ?

Lira : bom.... faz um tempo que eu não tomo chá..... tem chá de.....

Puppet : camomila ?

Lira : sim - sorriso - quer ajuda ?

Puppet : não precisa - sorriso - pode ficar tranquila, e vc ?

Vincent : torradas....

Fui preparar tudo... digo tudo pelo fato de eu ter feito várias coisinhas que vão de sucos a chás e de biscoitos a tortas.... após terminar, servi os dois e fui levar uma fatia de torta de frutas vermelhas ao meu pai que preferiu ficar na sala lendo o jornal ao invés de ficar na cozinha....

Taylor : sabe.... parece que algumas coisas mudaram.... vejo que a taxa de criminalidade tem aumentado... bem que eu poderia por um fim nisso...

Puppet : ..........

Vincent : .......... - vindo para a sala -

Lira : ... - vindo para a sala - eu acho que você não precisa se preucupar com isso por enquanto querido - sorriso -

Taylor : não.... é que realmente olhando esse jornal.... que é de hoje por sinal.... eu pude notar que possui muito vagabundo se aproveitando de pessoas inocentes.... mas, eu aposto que se eu estivesse aqui antes isso não teria acontecido

Vincent : antes você era um general... certo ?

Taylor  : correto....

Vincent : e você era o líder ?

Taylor : eu não era apenas um líder, eu fui o melhor....

Vincent : .... e o que você acha que eles fizeram depois da sua morte ?

Taylor : para falar a verdade.... tiveram diversos vagabundos que se aproveitaram da minha morte para voltar a fazer as mesmas porcarias de sempre.... digo isso por conta de uns indivíduos que eu reconheci através deste jornal....

Puppet : bom.... não é querendo puxar saco.... mas, realmente o meu pai foi um ótimo general - sorriso -

Vincent : entendo..... mais e os outros soldados ?

Taylor : bom..... eu aposto que eles colocaram outro para assumir o meu posto.... mas, eu acho que o meu tempo de caça está prestes a voltar - sorriso - assim, eu poderei colocar muita gente no seu devido lugar....

Puppet : .......

Vincent : interessante.... bom.... foi legal conhecer vocês - sorriso -

Taylor : também foi muito bom te conhecer mas, você pode acabar nesta lista.... se é que me entende
...

Puppet : ....... - olhar de " pai fica quieto ! "

Vincent : isso foi uma ameaça ?

Taylor : entenda como você quiser....

Vincent : ok....

Puppet : bom..... - pensamento : eu preciso mudar de assunto... - bom.... está sala parece um pouquinho suja... acho que vou precisar limpar ela - sorriso -

Lira : ...... - passa o dedo sobre a mesa - ..... realmente.... aqui está um pouco sujo....

Puppet : como assim ? Eu limpei está mesa a minutos atrás !

Lira : talvez você não esteja limpando direito.... mas eu posso te ensinar - sorriso -

Puppet : ...... que ? Eu não estou limpando direito  ? Impossível.... eu sou completamente rígida com limpeza !

Vincent : bom.....

Lira : ........

Puppet : .........

Vincent : ...... eu vou tomar um café.... - levantando e caminhando até a cozinha -

Puppet : sintam-se a vontade - sorriso - eu vou ver como o pessoal está lá em cima

Subi as escadas e fui direto para a varanda para me sentar um pouco e ter a minha querida tranquilidade por perto.... bom.... eu não estou arrependida de ver os meus pais mas, acho que vai ser um pouco complicado ver meu pai e o Vincent discutindo ou eu e a minha mãe.... estava perdida em meus pensamentos até

Vincent : acho que o seu pai não gostou de alguém....

Puppet : desculpe....

Vincent : você gosta dele.... né ?

Puppet : nossa.... que pergunta.... é claro que gosto aliás, ele é o meu pai

Vincent : então.... eu não posso estragar nada... não é  ?

Puppet : o que você está querendo insinuar com " não posso estragar nada " ?

Vincent : nada..... eu vou tentar ser completamente calmo e gentil....

Puppet : bom..... acho que você não é o único que está tendo problemas...

Vincent : fala um número...

Puppet : sete ?

Vincent : ok.... mas, poderia ter sido um acima de dez...

Puppet : para que um número ?

Vincent : eu vou contar as vezes que o seu pai me provocar.... quando chegar em sete eu virei conversar com você.... se chegar no sete....

Puppet : você realmente ficou irritado com o que ele falou... né ?

Vincent : bom... sim....

Puppet : me desculpe novamente...

Vincent : não é culpa sua....

Puppet : mais ou menos... se não fosse por mim eles não estariam aqui....

Vincent : tem como reverter isso...

Puppet : impossível... não tem com..... exceto....

Vincent : se alguém os matasse ?

Puppet : ........ eu nunca faria isso !

Vincent : .... - sorriso de canto - mas, eu estou aqui

Puppet : .......




                              ~ Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado Kissus de snickers :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...