História Foca! - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Desafio, Narusaku, Naruto, Song-fic, Sonohra
Exibições 118
Palavras 3.010
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Link da música titulo do capítulo está nas notas finais.

Oi, depois de dois meses estou de volta.
Capítulo em comemoração ao aniversário de 30 anos do lindo e maravilho Diego Fainello, da banda Sonohra que fez ontem dia 27.
E quem quer se deliciar com uma música de melodia excitante e com a voz dele ainda por cima?

Boa leitura e beijos!

Capítulo 9 - Prendimi Adesso


 

Junho de 2008.

 

 

Guardami, prendimi qui

Con le labbra sfiorami

Stringimi di più

Poi mordimi, ovunque vuoi

Io nei respiri tuoi

Già ti appartengo

 

Olhe para mim, pegue-me aqui

Com os lábios a me tocar

Me esprema mais

Depois me morda, onde quiser

Eu respiro você

Eu já pertenço a você

 

Sasuke sempre foi um doce de pessoa. Certo, um doce meio amargo e meio azedo, mas ele não era essa pessoa rude e seca que é hoje, juro que não sei quando foi que ele se transformou no que ele é. Devo ter ficado em coma por algum tempo e por isso não lembro, pois não é possível Sasuke ter acordado um belo dia e ter dito que iria se transformar no ogro em que é.

Já faz quase um mês que não consigo dirigir uma palavra sequer para o porco espinho mais espinhento do globo terrestre. Estou passando mais tempo fora de casa só para não ter que vê-lo.

Sasuke está irreconhecível!

Ainda não acredito que ele fez toda aquela cena para que eu não ficasse sozinha com o Naruto. Argh! Tenho vontade de mata-lo!

 

– Que cara é essa, Sakura?

– Hã?

– Que cara é essa? – Karin repetiu enquanto tomava suco.

– Cara de quem quer esganar um porco espinho? – respondi ainda aérea.

– Você não vai esquecer, não é?

– Você esqueceria?

– Não. – respondeu sincera. – Mas também não ficaria brincando de gato e rato como vocês dois.

– Ah! Não vem com essa, Karin! Quantas vezes vocês dois brincaram de gato e rato?

– Várias, mas não por muito tempo como vocês... – me encarou dando um sorriso torto que me fez lembrar do Uchiha mais desgraçado do mundo. – Somos irmãos, Saky, e estou detestando ficar no meio da gangorra que vocês dois criaram, estudo feito uma louca não é para ser feita de moleque de recados.

– Eu sei, só que el...

– Ele mudou muito, não é mais o mesmo garoto com quem crescemos. As pessoas mudam você mudou e por que ele não podia mudar? – segurou minhas mãos unindo-as com as dela.

– Por que ele não mudou para melhor?

– Porque não mandamos no destino.

– Adoraria poder, assim teria mandado com que ele nunca me fizesse amar o Naruto...

– Amar?

– ...

– Ama o meu primo, Sakura?

– ...

– Saky?

– Sim... – confessei.

– Mais alto, porque não ouvi. – falou autoritária segurando o meu rosto para olha-la.

– Sim, eu amo o baka do seu primo. Amo a forma como ele é completamente apaixonado por tudo o que faz, como ele consegue fotografar de óculos, o jeito que ele levanta aqueles malditos óculos que escondem aqueles olhos de raposa que ele tem. Amo a forma como ele me deixa leve mesmo com todos os problemas que tenho, as provas, os trabalhos. Eu amo tudo no Naruto e amo estar com ele. – respirei fundo depois de despejar ao mundo tudo o que sinto com aquele loiro escandaloso.

– Em pensar que a uns dois anos atrás uma garotinha assustada de cabelos rosados estava aos prantos confessava a mim que nunca mais iria se apaixonar e agora essa garota cresceu virou uma mulher firme e está dizendo que está amando. E para deixar a história mais estranha ainda o cara que ela ama é simplesmente o meu primo, que o senhor destino nunca deixou que eles se encontrassem quando erámos criança e adolescentes.

– O fado é um safado!

– E justo!

– Se ele realmente fosse justo o Sas...

– Não pensa no Sasuke, Sakura! Infelizmente ele mudou e foi para pior e tudo indica que só vai piorar, a única coisa que você deve fazer é não deixar que ele polua o teu relacionamento com o Naruto...

– Isso é difícil, Ka...

– Mas não impossível! Você acha que ele está feliz com o meu relacionamento com a Temari e o Shikamaru?

– Eu sei que não...

– Você sabe que ele não fala mais com o Shikamaru, que o evita como se o pobre tivesse contaminado com o ebola?

– Está de brincadeira, né? – ele nãos seria capaz ou seria? Os dois são melhores amigos.

– Infelizmente não! Como já te disse o Sasuke que nós conhecemos e amamos como um irmão não é o mesmo com quem convivemos, Saky, e a melhor coisa que fazemos é não deixa-lo se intrometer muito na nossa vida. Estou colocando limites nele e você deve fazer o mesmo o mais rápido possível.

– Não sei se vou conseguir, você sempre foi a mais forte de nós duas.

– Temos a mesma força, Saky, a diferença é que ainda não encontrou a sua.

– E nem sei se vou...

– Sakura Haruno! Para de se menosprezar, você não é assim! Estou começando a desconfiar de que isso é falta de sexo.

– Karin! – a olhei rubra de vergonha.

– Brincadeira! – falou rindo enquanto elevava os braços para cima em forma de rendição.

– Pior que às vezes também acho... – soltei mais vermelha do que um tomate.

– Adoro! – a praga ainda ria – Sabia que pode por um limite no Sasuke através do sexo?

– Cruzes, Karin! Nós somos irmãos!

 

Que nojo! Temari não está fazendo bem para a minha irmã.

 

– Ai, Sakura! Deixa de mente suja, estou falando é de você e do Naruto.

– ...

 

Estou boiando legal! O que o cu tem a ver com as calças?

 

– Sério, ultimamente tenho que concordar com a Tema, você está lerda quase parando.

– Sem ofensas, Karin!

– Depois daquele fiasco você nunca mais tentou nada do tipo com o meu priminho predileto...

 

Safada!

 

– O babaca do porco espinho resolveu atrapalhar bem na hora, mas isso não impede de que tente novamente...

– De forma alguma, não quero passar por aquele constrangimento não.

– E quem disse que vai passar?

– Karin, o Sasuke parece que está sempre um passo a frente de nós, sempre sabe de tudo o que acontece com nós duas e ainda mais lá em casa.

– Quem disse que vai ser lá em casa? E outra, se ele sempre tem um passo a frente, vamos ter dois, três, quantos passos forem.

– Não sei, Karin... – balancei negativamente a cabeça...

– Ok! Pois vamos pegar o metrô, o traste não vai vir pegar a gente, pra variar...

 

Vai e non pensare

Libera il tuo corpo su di me

Non darti un limite

Prova a sorprendermi

Vai e fammi male

Sento il tuo profumo su di me

In ogni mio brivido

Prendimi adesso

E poi vivimi

 

Vá e não pense

Liberte seu corpo em mim

Não dê um limite

Tente me surpreender

Vá e me faça mal

Eu sinto seu cheiro em mim

Em todas as minhas emoções

Pegue-me agora

E depois viva me

 

 Já fazia muito tempo que estava pensando em tudo o que tinha conversado com a Karin, enquanto esperávamos Sasuke ir nos buscar no shopping, mas ela me fez ver além do que imaginava.

 Viver em pé de guerra com o babaca do Uchiha não era o que eu desejava e para que isso não levasse mais tempo do que já estava levando eu teria que ceder ou então impor barreiras a ele. O problema é que eu não queria e nem iria largar o Naruto, pois isso seria o ceder para Sasuke, e não sabia como colocaria limites nele.

 A única coisa que sei no momento é que minha vida tá um caos e por algo que não é relevante... pelo menos não era até certo tempo...

Meus estudos e minha profissão sempre foram as coisas mais importantes para mim e nesse meio do caminho eu estava os deixando de lado completamente por amor. Minhas notas estavam baixas desde que comecei a namorar o Naruto e consequentemente a ter mais discussões com o Sasuke. Eu os amos, mas teria de abdicar de algo para voltar a ser feliz e a sonhar com um futuro profissional como antes.

 A minha escolha seria muito dura, mas necessária posteriormente.

Eu estaria magoada e faria alguém ficar magoado também, minha decisão me corroeu até chegarmos em casa. Karin passou o caminho inteiro falando algo sobre um dorama médico que ela estava assistindo e que eu deveria ver, o raciocínio dela só foi esmagados quando chegamos ao nosso andar e nos deparamos com uma discussão ensurdecedora entre Sasuke e Tenten, mais uma.

 

Você é um babaca, Sasuke!

É... eu sou um grande babaca, por ter ficado com você mesmo depois de tudo o que fez!

Eu não fiz nada!

Não se faça de santa, Tenten!

Eu não me faço de santa coisa alguma, ao contrário de você que se faz de bom moço que nunca pecou na vida!

 

Tudo o que sei fazer é olhar para Karin que está tão assustada quanto eu no meio do corredor ouvindo os berros dos dois.

 

Não estamos falando de mim, Tenten!

Estamos sim! Estamos falando de nós, logo estamos falando de você também!

Por que você é assim, hein?

Assim como?

Egoísta!

Egoísta?

Mesquinha!

Faça-me o favor, Sasuke! Escuta a baboseira que está falando.

Baboseira? Depois do que você fez tem a audácia de dizer que estou falando baboseira?

Pelo amor de Kami-sama, Sasuke! Esquece isso!

Não tem como esquecer!

Tem sim! É só você parar de remoer o passado como se ele fosse o presente!

Diz como eu posso esquecer que a minha namorada era amante do todo poderoso da Kyuubi TV?

Da mesma forma, que tento esquecer que o meu namorado não me ama mais e é apaixonado pela...

Cala a boca, Tenten! Você não sabe o que está falando?

Não sei? Você acha que sou cega e não vejo o quanto mudou desde que...

Acho bom você ir embora antes que eu faça uma besteira!

 

Sentimi, dentro di te

La tua pelle scivola

Sulle mie mani ormai

Balla così, sopra di me

In questa musica

Tu tieni il tempo

 

Me sinta, dentro de você

Sua pele desliza

Em minhas mãos agora

Dance assim, acima de mim

Nesta música

Você tem o tempo

 

Antes da Tenten sair do apartamento, Karin saiu me puxando em direção as cestas de lixo no final do corredor oposto as escadas de acesso aos andares. Estávamos completamente em choque, finalmente havíamos descoberto o motivo da rixa entre Naruto e Sasuke.

Não estávamos acreditando no que tínhamos ouvido.

Tenten e o senhor Minato?

 

– Kami-sama! Kari...

– Agora entendo tudo...

– O Naruto, Karin...

– Eu vou matar aquela raposa velha quando eu o ver! Como ele teve a audácia de trair a minha tia e ainda mais com a maluca da Tenten?

 

Karin sempre endeusou a mãe do Naruto, a senhora Kushina. A conheci há muitos anos quando ela ia visitar a tia Akane sem avisar nada a ninguém. Karin e eu íamos à escola normalmente e quando voltávamos sempre tínhamos a doce surpresa de encontrarmos o vulcão Uzumaki, como a grande atriz era conhecida.

Kushina não usava o sobrenome do marido, Namikaze, devido a ser popular no Japão desde antes de se casar com o dono da emissora mais famosa do país. A história de amor dos dois era comentada sempre nas revistas, sites e programas de fofoca. A bela atriz dramática que havia conquistado o coração frio do grande raposa midiática.

Jovens atrizes sonhavam em ter o mesmo destino de sucesso na profissão e no amor como a estrela vermelha havia conseguido. Todos a amavam, todos a idolatravam, todos a desejavam, mas Minato Namikaze, pelo o que ouvimos, não era todo mundo...

Quando entramos no apartamento depois de ter conseguido acalmar Karin, não encontramos Sasuke, parecia que ele havia tomado um chá de sumiço. Bati na porta com o intuito de falar com ele pela primeira vez depois de tanto tempo, mas ele não respondeu.

Eu não sabia o que fazer e nem o que pensar. Tenten havia traído Sasuke com o pai do Naruto e tudo indicava que ele também sabia. Não consigo compreender como mesmo sabendo o que houve Sasuke continuava namorando com ela, da mesma forma que a senhora Uzumaki, pois se Naruto sabia a mãe também, ou não?

Minha cabeça latejou com essa história por dias, nesse período não consegui ver Naruto nenhum dia após a minha descoberta, pois ele havia viajado para um congresso. Sasuke era outro, que resolveu agir como se eu e Karin não existíssemos...

Estava aflita por não saber como agiria quando reencontra-se o loiro hiperativo, para piorar a situação descobri que havia tirado uma nota baixa em Tecnologias Midiáticas e para ajudar o professor resolver passar um trabalho sem pé e nem cabeça, onde teríamos que escrever a respeito dos princípios do Design e a usabilidade dele na TV Digital.

Ou seja, estou fodida!

Que dizer... para a minha sorte Naruto resolveu voltar no final de semana e assim o usaria para descobrir o que diabos eu teria que escreve. O problema é que estou tensa demais com os últimos acontecimentos, a beira de ter um colapso, enquanto ele tenta me explicar a forma como a TV Digital utiliza o design interativo em múltiplas telas, principalmente em grandes eventos esportivos como, por exemplo, a Copa do Mundo e as Olímpiadas.

 

– Através da TV Digital é possível utilizarmos um aparelho portátil ligado à internet para que possamos interagir ou comandar a TV. Isso ocorre muito através do Twitter, Facebook acessados de um smartphone e outros aparelhos... Sakura?

– ...

– Sakura!

– Oi? – olhando-o assustada.

– Você está bem?

– Claro!

 

Droga! Ele percebeu que tem algo de estranho, o que vou dizer?

 

– Você está muito tensa, o que está acontecendo? – disse massageando meus ombros.

– Nada...

– Sakura, não tenta me enganar, eu sei quando está mentindo...

 

Puta que pariu! Não faz isso, Naruto!

 

– Não tá acontecendo nada, sério.

– Sei... e por que dessa tensão? – falou no pé do meu ouvido.

 

Vai e non pensare

Libera il tuo corpo su di me

Non darti un limite

Prova a sorprendermi

Vai e fammi male

Sento il tuo profumo su di me

In ogni mio brivido

Prendimi adesso

E poi vivimi

 

Vá e não pense

Liberte seu corpo em mim

Não dê um limite

Tente me surpreender

Vá e me faça mal

Eu sinto seu cheiro em mim

Em todas as minhas emoções

Pegue-me agora

E depois viva-me

 

Estávamos sentados no chão do quarto dele na república, encostados na cama... quer dizer, ele estava encostado na cama, enquanto eu estava encostada nele com o computador nas pernas, onde eu devia estar escrevendo o meu trabalho, mas a muito tempo que não digitava uma letra do que ele dizia.

 

– Que tal esse trabalho que não sei por onde começar? – falei o olhando de soslaio e o vendo parar a massagem que fazia no mesmo segundo.

– Como assim não sabe por onde começar? Estou a mais de uma hora falando tudo o que você precisa saber e você vem com essa?

– Desculpa, Naruto! – falei tentando desarmar a carranca que ele fazia enquanto retirava os óculos de grau. – Só não estou com cabeça para estudar agora...

– E eu te pergunto novamente o que diabos está acontecendo? – falou me virando de frente a ele.

– Nada...

– Sakura!

– Não quero discutir, Naruto. Sério, estou farta de discussões pelo resto da minha vida. – soltei em meio a um muxoxo encostando a cabeça no peito dele.

– O que o Sasuke fez dessa vez?

– Não quero falar sobre ele, nem sobre nada. – falei de forma manhosa, respirando o perfume amadeirado que ele emana.

– Ok! E o que você quer fazer?

 

Ele me fez olha-lo nos olhos e enquanto fiz isso, não pensei em nada e nem ninguém. Só percebi o quanto estar com ele me acalmava, acabei não conseguindo resistir e o beijei.

Enquanto nos beijamos parece que o mundo para-se de rodar e só nos dois continuássemos nos movendo, um arrepio passou por toda a minha espinha, quando senti sua boca quente descendo por meu pescoço dando leves chupadas, mas que tenho certeza que me deixariam marcas posteriormente.

Sua boca se move entre o meu pescoço e os meus lábios, enquanto suas mãos vão desabotoando a camisa jeans que estou usando. Os beijos do Naruto são únicos, nunca fui beijada como sou por ele. Naruto ora sugava minha língua ora transcorria a dele entre os meus lábios me fazendo delirar e me dá por mim apenas quando já estava só de sutiã e short.

Ele percorria a mão pelas minhas costas, chegando até a minha bunda a apertou por cima do tecido, me elevando até que caíssemos em cima da cama. Nada era dito, apenas ouvimos nossas respirações fortes e aceleradas, sensações diversificadas eram transpassadas pelo meu corpo enquanto o sentia a me tocar, chupar e lamber.

O contato entre nossas peles é algo diferente de tudo o que já presenciei, eu precisava toca-lo e clamava para que Naruto me tocasse cada vez mais, para isso retirei a camisa que ele utilizava e logo em seguida ele retirou meus short e sutiã.  Naruto começou a chupar meus seios de forma ritmada: ele lambia, sugava, mordiscava, abocanhava, amaciava ambos com as mãos e em seguida beijava minha boca.

Já estava enlouquecendo dessa forma quando ele se afastou abrindo a gaveta do criado mudo e retirando de lá uma camisinha, que o ajudei a colocar, logo em seguida senti a primeira estocada. Quem conhece Naruto, o pacato, não imagina como ele é ensandecido quando quer ser, ali naquele quarto, em meio a estocadas fortes e sem pudor descobri que ninguém é santo como aparenta.

A tensão que me assombrou durante toda a semana havia evaporado totalmente. Libertei todo o meu corpo e meus desejos mais recônditos naquela tarde de primavera para Naruto e em momento algum me arrependi de estar namorando-o.

Naruto pode não ser o homem da minha vida, mas no momento ele é o meu namorado e não vou deixar Sasuke e todos os seus dramas estragar o que temos.

 

Vai e non pensare

Libera il tuo corpo su di me

Non darti un limite

Prova a sorprendermi

Vai e fammi male

Sento il tuo profumo su di me

In ogni mio brivido

Prendimi adesso

E poi vivimi

 

Vá e não pense

Liberte seu corpo em mim

Não dê um limite

Tente me surpreender

Vá e me faça mal

Eu sinto seu perfume em mim

Em todas as minhas emoções

Pegue-me agora

E depois viva me

 


Notas Finais


Link: https://www.youtube.com/watch?v=78CL0calv0M

Preciso falar sobre a letra de Prendimi Adesso? Acho que não, né?

rsrsrsrs

Meus sinceros agradecimentos as lindas Kinnester, Pan, Mari e Gaby que me ajudaram muito para que esse capítulo saísse.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...