História Realidade Falsa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Volteei kkkk

Capítulo 4 - A volta (Capítulo Quatro)


Fanfic / Fanfiction Realidade Falsa - Capítulo 4 - A volta (Capítulo Quatro)

Depois de ler a mensagem um calafrio percorre pelo meu corpo, estou com o leve pressentimento de que algo ruim vem por ai.

O filme acabou falo com Rebeca que preciso ir pra casa, me despeço dela e da Vic. Pego um táxi e vou pra casa.

Chego na porta de casa, pago o taxista e desço do carro, vou em direção a porta, assim que seguro na maçaneta novamente sinto um calafrio, só que dessa vez acompanhado de um arrepio, hesito na hora de abrir a porta, uma sensação estranha percorre meu corpo, crio coragem e a abro, a casa parece vazia, mas mesmo assim anúncio minha chegada.

-Mãããe cheguei- espero uma resposta e depois de um minuto de silêncio ouço ela responder.

-Aqui na cozinha querido, poderia vir até aqui por favor- realmente tem algo errado, sei disso pelo tom rigoroso de sua voz.

Vou até a cozinha afim de saber logo o que de tão importante ela tinha que conversar comigo, chego na cozinha e não acredito no que vejo, sentado na frente da minha mãe está o homem que proferiu palavras horrendas a mim, o homem que escolheu me odiar ao invés de me amar, o homem que me ensinou o que tristeza, o homem que fez com que eu me sentisse um lixo, o homem que disse que preferia ter um filho morto do que um filho gay, vejo meu pai me olhando com um sorriso morto no rosto.

Esfrego os olhos com os dedos ainda não acreditando no que vejo.

-Meu filho....-

-O que esse homem está fazendo aqui- pergunto pra minha mãe cortando seja lá o que ele fosse dizer

-Olha eu sei que errei, mas...-

-Não tenho interesse no seus pedidos de desculpas- falo o interrompendo novamente.

-Querido, por favor, dê uma chance pra ele se explicar- Minha mãe diz depois de um tempo com os olhos marejados.

-Okay! Vamos ver qual a desculpa esfarrapada que ele vai dar-

-Eu sei que o que eu fiz não foi certo, mas o medo me consumiu, eu sabia apenas o lado ruim do mundo lgbt, e saber que você faz parte dele, foi um baque e tanto- seu rosto está encharcado de lágrimas ao terminar de falar.

-Ai você achou que poderia voltar, assim do nada, e que eu estaria te esperando de braços abertos, depois de tudo o que você me disse ?- Já perdi o controle de mim mesmo.

-Me desculpe, eu me arrependo amargamente do dia que essas palavras saíram da minha boca-

-Você se arrependeu é?- digo agora dando altas gargalhadas causadas pela raiva.

-Sim, me arrependi-

-Então prove- ao falar isso me viro e subo pro meu quarto deixando ele na cozinha junto com minha mãe, ambos chorando, tranquei a porta e fui tomar um banho, coloquei um pijama e me deitei.

Só pode estar de brincadeira, depois de anos ele volta e quer que tudo volte ao normal, começo a chorar e acabo por adormecer entre as lágrimas e lembranças do pior dia da minha vida.


Notas Finais


Até o próximo bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...