História Foi na Primavera? - Capítulo 25


Escrita por: ~ e ~andrifurlani

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Homossexualidade, Lésbica, Romance
Exibições 42
Palavras 266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ponte😘

Capítulo 25 - Divagando


Manu point of view

E foi então que tudo passou a ser sobre ela.

Todos os meus lençóis bagunçados, revirados em paginas emboladas de um dos meus monólogos mais extensos.
Era tudo ali
Beirando a loucura.

Eu remexia os meus dedos freneticamente  espalhando o açúcar no fundo da xícara enquanto algumas lágrimas se juntavam ao forte café.
Era tudo ali, sobre ela.
As luzes fraquinhas banhando todo o recinto e a chuva que maltratava o telhado, e os poemas que eu deixem de escrever durante a etapa mais linda da minha vida.
Vieram a tona, desenfreados.
Numa avalanche que eu nunca soube barrar, quebrando barreira por barreira, fazendo de tudo um mero escombro.  Uma chuva torrencial, certamente ninguém previa o desabamento do mundo naquele momento.
Beirava a loucura.
E embargada em meus soluços frenéticos eu me deixei cair. Eu me deixei vencer sobre a cama macia e envolvente.
Abraçando minhas pernas numa tentativa falha de não parecer miseravelmente sozinha enquanto todos se divertiam pelos cômodos da casa.



Eu desabei.

Porque ela era meu caos e eu não sabia como lutar.
Porque as pernas fraquejavam e a voz parava na garganta enquanto eu era diminuída segundo após segundo.
Eu desabei como os exércitos alemães na última guerra; eu simplesmente não sabia como vencer.
Me deixando cair no leito convidativo.
E ao fechar os olhos para o último adeus, eu a vi.

Eu a vi.


E sem conseguir expressar uma única palavra, uma última lágrima de consentimento que descia pelos meus lábios, violentamente me partindo ao meio, eu caí.
E era tudo, era tudo sobre ela.

Tudo sobre ela.


Notas Finais


Não posso dizer nada sobre isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...