História Foi o que nos uniu - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Valéria Ferreira
Tags Alicia, Drama, Gangue, Jorgerida, Maniel, Marilina, Mistério, Paulicia, Paulo
Exibições 497
Palavras 2.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


CHEGUEI BRASIL
td bem?
Tudo bom!

Gente, só 8 coments no caps anterior?

Que que aconteceu?

Ceis tao com raiva de mim? Sorry se fiz alguma coisa.

Mas eu tenho novidades: A NOSSA FANFIC ESTÁ NO "RANKING" ENTRE AS MAIS POPULARES DA CATEGORIA CARROSSEL. E TAMBEM COMO UMA DAS MAIS COMENTADAS E FAVORITADAS 😍😍😍

Serio! Obrigada por tudo.

Eu sei que as vezes sou bem fria e tals mas fiquem sabendo que eu devo tudo isso a vcs. Obrigada!



Ps: ignorem a minha bipolaridade nessas notas.


E sobre a Mel: a personalidade e a aparência sao uma versão minha atualmente. Até mesmo as roupas.

Entao, nao se surpreendam com o jeito meio. hã diferente?

Eu vou deixar uma fotinha dos boy magia aqui em baixo.

A Jessica é interpretada pela minha best: a jessihvd.

Nao sei se ela vai gostar da personagem pq eu nao disse como ela seria. Hahah

Sorry Jessica! MUAAMDNSOFBSKEB

boa leitura.

Capítulo 43 - Capitulo 4


Fanfic / Fanfiction Foi o que nos uniu - Capítulo 43 - Capitulo 4

Canadá. Montrel
04 de fevereiro de 2019

             Alicia

Acordo com Banguela fazendo cocegas em meus pés, ele sempre teve essa mania.

Alicia: Poxa banguela, agora nao. - resmunguei mas ele continuou com as cócegas e eu fui obrigada a levantar para acaricia-lo. -Pronto seu chato. To acordada já. -Respondi e ele me encarou.

Segui para o banheiro onde fiz o que normalmente as pessoas fazem em um banheiro.

Saí ja vestida com uma calça jeans clara e uma blusa de mangas qualquer.

Rodeio o quarto procurando minha mochila e nao a encontro.
Abro o guarda roupa pensando que talvez Eve tenha colocado lá e para minha surpresa la ela nao habitava ali. Abaixo procurando embaixo das roupas penduradas e sorrio ao ver meu album de fotos antigas. A primeira se tratava da turma toda. Meu olhar vacilou ao ver Paulo na foto.

Seu sorriso me trouxe recordações da infância onde tudo era lindo e límpido como o céu azul.

Aquele sorriso típico de Paulo Guerra.

Começei a encarar seu rosto e a vontade de chorar me percorreu.

Deixei que apenas uma lágrima pingasse sobre a fotografia e a guardei rapidamente.

Me reegui e lembrei de uma coisa.
Primeiro dia de aula, tsc.

Saio do quarto tentando tirar aquele sorriso a la Paulo Guerra da cabeça.

Cumprimento Carlos que saia para travalhar. Ele é clinico geral em uma clinica aqui perto. Ele é legal, legal até de mais para o meu gosto.

Vou para a cozinha e encontro o que seria Jasminy. Calça jeans e moletom de frio. Rabo de cavalo.

Jasminy: Good Morning prima! -sorriu singela. Essa menina é bipolar.

Alicia: cadê a tia? -disse curta e antes que a garota me respondesse, Eve apareceu.

Eve: estou aqui, querida. - respondeu docentemente.

Alicia: Oi tia!  Voce viu meus cadernos? Eles nao estao na comoda. - questionei.

Eve: Estao aqui. -sumiu para a despensa e me entregou todos ja dentro da mochila devidamente arrumada.

Alicia:  Voce arrumou tudo? -minha boca fez um 0 perfeito quando ela assentiu. - Poxa, obrigada! -Sorri e fomos tomar café.

(...)

Jasminy: Alicia, eu vou mais cedo. Vou dar uma passada na casa das minhas amigas. - me deu dois beijinhos e saiu.

Alicia: Ha, eu vou com vo...

Jasminy: Tchau Eve. - guinchou antes que eu terminasse a frase e saiu correndo. Amiga neh? Sei.

Eu e tia Eve ficamos conversando aleatoriamente.

Alicia: Isso sao tatuagens ? -Apontei para o pulso dela e ela sorriu alargando a manga para me mostrar o desenho. - Uma caveira! - ela riu da minha surpresa.

Eve: Acho melhor a senhorita se apressar. -Comentou enquanto limpava os farelos de pao.

Alicia: É. - peguei o celular e mandei uma mensagem para Mel. - Tchau. Agora é vazar a pé lá.

Evellyn: Passe na garagem antes, tem uma surpresa pra voce. - piscou.

Será que é um carro? Ou quem sabe uma motocicleta? Ou um skate novo, Aqueles elétricos!

Alicia: Ha. Uma bicicleta! -Disse sem ânimo. -Valeu tia!

Vi que a mesma tinha cestinha.

Alicia: Nós vamos dar uma voltinha depois Banguelito. - disse sozinha sorrindo maligna.

Minha mochila preta sacolejava nas minhas costas enquanto eu pedalava, avisto a pracinha antes do camping e vejo uma mera sombra batucando os pés.

Alicia: Oi Mel. - sorri e saí da bicicleta começando a empurrar a mesma.

Mel: hey! Animada? - me olhou, ela usava uma blusa da Nirvana e uma calça jeans escura. Tenis.

Alicia: Sinceramente? Nao muito. - ela riu, entramos no camping.

Passei o olhar por tudo e nao vizualei minha prima. Tsc tsc.

Nos sentamos em um baquinho. Mel olhava ao redor roendo as unhas.

Alicia: Está nervosa?-ela assentiu e eu nao pude evitar uma gargalhada. Ela me lançou uma careta.

Mel: Nao olha agora, mas tem um grupinho vindo pra cá. -sussurrou audivelmente.

Eu ia olhar mas ela me impediu.

Mel: Nao olha mulher. Vamos parecer surpresas. -soltou um sorriso inocente e nao pude evitar acompanha-la.

Dois rapazes e uma garota se aproximaram da gente.

Xxx: Oi? - um loiro nos olhou. - Voces sao novas? -Alternou o olhar entre Mel e eu. Ele tinha um pircing no lábio inferior.

Alicia: Sim. -respondi, a baixota ao meu lado batia o pé em algum ritmo. Pelo visto ela tem essa mania.

Cutuquei ela e a mesma levantou o olhar. Sorriu por algum motivo e nós nos levantamos para cumprimenta-los. 

Yyy: Eu sou Lucca Perez. - um moreno estendeu a mao nos cumprimentando. - Essa garota estranha aqui é a Jessica.

Jessica: Estranho é essa tua fuça, Lucca. - a morena atrás dele se manifestou.

Ele deu um empurrãozinho nela e ela fez o mesmo de volta.
Mel soltou uma risada.

O garoto que tinha falado primeiro nao parecia atinar para se apresentar.

Jessica: Hey. - ela estalou os dedos na frente. - Acorda menino, fala seu nome. -revirou os olhos. - Ta mais sonso que o normal.

Cara, ja fui com a cara dessa garota.

Xxx: Meu nome é luke Hemnings. - okay, prevejo que vou me confudir.

Mel: Luke, lucca. Aí é muita coisa pra mim. - ela colocou a mao na testa e o menino riu com os dentes alinhados.

Alicia: É Luke Hemni... o que?

Jessica: É quase um palavrao pronunciar o sobrenome dele. Ainda mais quando nao é acostumado com a lingua. - explicou.

Alicia: Ha sim. - assenti. -Olha Mel, a blusa dele é tipo a sua. -apontei para o loiro.

Lucca: Esse foi um dos motivos dele ter vindo aqui. Ele gamou na baixinha. -comentou e ele e Jessica deram um Hi-five.

Luke: Cala boca Lucca. -Disse o menino do pircings, entredentes. Mel estava corada.

Mel: Nossa, tao delicados.-ironizou nos fazendo soltar risadas. - Gostei da blusa, nunca tinha visto da cinza. E a propósito, me chamo Mel. -Falou rápido e meio retraída.

O garoto dos olhos azuis sorriu para ela.

Tsc tsc.

Jessica: Quantos anos voces tem?

Alicia: Eu? Dezessete.

Lucca: Vish Luke, vamos embora porque aqui só tem criança. - caçoou e o loiro o acompanhou numa risada debochada.

Jessica: Aviso Prévio. O Lucca tem um caso raro de demencia. - rolou os olhos.

Alicia: Sei como é. -comentei me lembrando dos meus amigos.

Jessica: Eles dizem como se fossem velhinhos gagás.

Lucca: Calada Jessica. E voce tem quantos anos? -Olhou para Mel.

Mel: Vinte um anos de puro charme. -respondeu jogando os cabelos.

Jessica: Ha, eu tenho dezessete de puro glamour, monamur. -jogou os cachos por cima dos ombros. As duas embarcaram em uma risada estranha.

Luke: Vish Lucca. Pelo visto voce é do times das criancinhas tambem. - o moreno fez uma careta. -Porque eu e a morena aqui, somos os mais velhos. -puxou Mel passando o braço pelo pescoço da mesma. Ela riu nervosamente.

Mel: Podem nos obdecer a partir de agora. - brincou.

Lucca: Sua amiga ja está arrasando coraçoes. -Comentou ao meu lado enquanto Mel era puxada pelo senhor sobrenome esquisito escola a dentro.

Jessica: Mais um ano sendo vela. -revirou os olhos.

Lucca: Claro que nao. - a abraçou lançando uma piscadela.

Jessica: Saí pra lá, encosto. -Desfez o abraço.

Lucca: Me diz como pode? -voltou-se pra mim.

Alicia: O que?

Lucca: Como pode ela nao querer isso.

Jessica: Isso o que, menino?

Lucca: Isso. -apontou pra ele mesmo. Jessica deu de ombros, sorrindo.

Lucca: Todas as meninas me acham lindo. - comentou.

Jéssica: É só questao de má visao. - rebateu.

Eu e ela saimos andando deixando o moreno para trás.

Lucca: Ha, fala serio Jessica! JESSICA! - ele correu para nos alcançar. A menina ao meu lado mantia um sorriso de canto.

(...)

Nós nao tivemos aula direito, a maior parte do tempo foi com os professores falando e se apresentando. E os alunos tagalerando e carcarejando.

Eu, Mel e Jessica estavamos na mesma sala.

Jessica: Pensei que voce era do segundo ou terceiro. - comentou para Mel quando o intervalo foi anunciado.

Mel: Nao, nao. Eu demorei a decidir a faculdade.

Alicia: Mas e o Lucca e o Luke?

Jessica: O Lucca é do segundo, ele acabou de fazer dezenove.

Mel: E enquanto ao Luke ?

Alicia: Interessada, nao é mesmo?

Mel: Calada Alicia Gusman.

Jessica: Ele é bem Gatinho, Mel. -sorriu marota. -Enfim, ele está no segundo da facul também.

Alicia: Mas ele nao é mais velho?

Mel: Sim, ele tem vinte e dois, eu acho.

Jessica: é. Vinte dois anos de idade e mentalidade de um pré-adolescente.

Continuamos vonversando até chegar ao refeitorio.

Mel:  Eu nao fui com a cara da professora Do segundo periodo.

Ela resmungava e eu só assentia, minha mente viajava para longe pensando em tudo, menos na escola.

Mel: Está tudo bem Alicia?- perguntou quando nós duas nos sentamos em uma mesa. Assenti de novo.

Alicia: Só uma dor de cabeça, nao se preocupe. - ela pareceu nao acreditar mas preferiu nao insistir. Abocanhei um hambúrguer.

Ela e Jessica embarcaram num papo só delas sobre algum youtuber por aí.

Alicia: Lucca, voce conhece uma menina chamada Jasminy?

Eu o chamei enquanto as maritacas nao calavam a boca. Ele pareceu penstivo.

Lucca: Dificil só por nome. O Luke deve saber, ele conhece todo mundo. - deu de ombros apontando para a entrada do refeitório, o loiro vinha conversando com uma professora, Lucy era o nome dela.

Lucy: Entao é isso. Juízo em Senhor Lucas.

Lucas?

Luke: Sim senhora.

Ele se sentou ao lado da Jessica, bufando. Arqueei a sobrancelha.

Jessica: Bronca no primeiro dia senhor Lucas.

Luke: Me deixa em paz, e nao me chama de Lucas. Sabe que eu nao gosto.

Jessica:  Ta bom, Lucas. - segurou o riso.

Luke: Calada voce é uma poeta, Jekinha. -ele sorriu maroto ela revirou os olhos.

Mel: A relaçao de voces é linda. -comentou sarcastica.

Lucca: Linda, da vontade de vomitar arco-iris até.

Jéssica: Ciumes, Perez?

Ele mandou o dedo do meio pra ela que retribuiu.

Mel: O amor é tao lindo. -comentou ironica.

Lucca: Acho melhor mudarmos o assunto. Alicia, voce nao queria falar com o luke.

Alicia: Sim. -a atençao se voltou pra mim. -Voce conhece uma menina chamada Jasminy?

Mel: A sua prima? - assenti. - É mesmo, ela está no segundo ano.

Luke: Jasminy? Nao sei. Deve ser do outro piso.

A faculdade era dividida em pisos. Nós estavamos no segundo.

Jessica: Claro que nao. Todas as salas do Segundo sao aqui. Ja que normalmente sao as menores turmas. -contou. - Pelo menos é o que o quadro informativo diz.

Alicia: Que estranho. Ela é diferente, sabe?

Lucca:  Descreve ela, por nome é meio dificil.

Alicia: Mais ou menos do meu tamanho, olhos castanhos...

Luke: Seja mais especifica. Obrigado.

Revirei os olhos.

Mel: Delicado como um coice de mula. Nao é mesmo, Lucas? -olhou para o dono dos olhos azuis que lhe fez língua.

Alicia: Ela é ruiva. Sabe, acho que o cabelo dela chega na cintura.

Lucca: Nossa, okay. Eu ja vi uma menina assim na biblioteca.

Jessica: eu nao sei de nada. Sou tao nova quanto voces. Bom, só conheço esses panacas aí.

Luke: Se for a mesma pessoa. - contrariou o amigo. - Mas depois nos preocupamos. Agora eu vou comer. -contou ignorando o comentario da prima caçula.

Lucca: Vish Jekinha, pelo visto tu foi ignorada com sucesso.

Ela revirou os olhos com o apelido e  todo o resto.

(...)

Eu me despedi de Mel e vim embora para "casa". Eu pretendia vir com Jasminy mas aparentemente a mesma veio mais cedo por conta de um mal estar. Isso foi o que um dos professores me disse quando perfuntei por ela.

Eve: Oi querida!Como foi? - disse assim que pisei em casa.

Alicia: Legal.

Eve: Eu tenho novidades. - bateu palminhas e eu sorri. - Seu apartamento ja está nas partes finais. - meu sorriso aumentou consideravelmente com essa informação.

Alicia: Que bom! Assim vou parar de encher o saco de voces. -ela riu. - Onde está Banguela?

Começei a procura-lo.

Cheguei a cozinha e encontrei Carlos e Jasminy, o homem media a pressao da loira.

Alicia: O que aconteceu?

Carlos: Foi só uma pequena queda de pressao, ja já ela melhora. - pincelou o nariz da mesma que riu angelicalmente. Notei sua espressao cansada. Osh...

Carlos: o seu gato foi para a sala. -murmurou ao me ver olhando a dispensa.

Eve: Ele acabou de passar aqui, na verdade. -riu.

Voltei a sala e encontrei a porta aberta. Droga!

Alicia: Tia! Acho que Banguela saiu. - corri até a janela e pude ver a minha bolinha de pelos atravessando a rua lá em baixo.

Como eu estava no terceiro andar, olhei para os lados e vi que a rua era em decline.

Eve: Vá pega-lo, criança. Nesse horario tem muita movimentação. -me alertou e eu saí correndo enquanto colocava uma blusa de frio.

Montei na bicicleta e saí pedalando apressada.

Onde aquele gato se meteu?

Vi ele descendo a rua correndo. Esse gato sempre foi sedentário, o que deu nele para correr agora?

Me desequilibrei levemente quando um cachorro passou por mim. Há, esse é o motivo. Revirei os olhos.

Alicia: Será que tem como alguem segurar esse cao? -Perguntei quando voltava a pedalar.

Avistei o bichinho lá em baixo sendo segurado por um garçon, sorri e acenei para que o homem me visse.

O cara meio careca me olhou e olhou para o gatinho. Apontei pra mim mesma indicando que ele me pertencia. Ele assentiu e ficou segurando o bicho.

Começei a descer a leve ladeira.

Uma menina passou por mim de skate e me olhou debochada.

Abri a boca para falar algo mas nao consegui, começei a pedalar mais rápido e passei por ela, olhei para trás a vendo. Sorri convencida.

A mesma arregalou os olhos e fez um gestos com as maos que eu nao entedi. Eu nem pedalava mais pois eu nao conseguia acompanhar o ritmo dos pedais.

A mesma continuou gritando e quando olhei para frente, meus olhos se encheram de pavor ao ver a avenida toda movimentava.

Coloquei os pés no chao e apertei o freio.

Senti um baque e vi a corrente arrebentar me deixando sem controle. Filha da mae!

Meus pés começaram a arder por causa da sola do tenis ser fina assim que os forçei ao chao.

Alicia: Droga, Droga, Droga. - eu murmurava. Senti a velocidade diminuindo e fui parando aos poucos, mas nao o suficiente.

" Ela tem um sorriso que me parece
Trazer a tona recordações da infancia
Onde tudo era Fresco como o límpido céu azul
Às vezes quando olho seu rosto Ela me leva para aquele lugar especial
E se eu fixasse meu olhar por muito tempo
Provavelmente perderia o controle e começaria a chorar"
Guns N roses - Sweet Child O' Mine




   


Notas Finais


Nao me matem!

O próximo capitulo teremos um personagem que vcs conhecem a muito tempo narrando.

Ahssisbdks -risada-

Gostaram?

Jessica e Lucca! O que eu faço com vcs?

E Melzinha.
Cara, o luke ta taaao na sua!
( entededores entederao)


Tchau

Amanhã vou atualizar a outra


Eu sumi por varios motivos e eu ia demorar muito a explicar hihi

Esse capitulo foi inspirado numa musica linda, diva e maravilhosa que eu amo que é a que eu citei no fim do caps.

Ela é do Guns N Roses. Acho que todo mundo ja ouviu falar, pelo menos eu acho.

Vou deixar o link aqui, caso queiram escutar assim como fiz nos capitulos anteriores das outras histórias.

Link: https://youtu.be/1w7OgIMMRc4

Confesso que o simples "continua" nos comentários nao estao me motivando. Sei lá, é estranho. Parece que voce nao tem nada a dizer da história e isso chateia e outra, tenho certeza que nao sou a única que pensa assim.

Aqueles comentários que interagem mais nos deixam felizes e saltitantes. 😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...