História Foi por acaso - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo
Exibições 21
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Festa
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um cap. Pra vcs meus queridos leitores
Ps:acho que vou começar outra fic

Capítulo 5 - Homens brincalhoes São mais atraentes


Fanfic / Fanfiction Foi por acaso - Capítulo 5 - Homens brincalhoes São mais atraentes

Tirei a camisa dela e joguei pelo chao distribui beijos pelo seu colo. Ela soltou um gemido fraco olhei pra ela com carrinha de quem ia aprontar.

Tirei a calsa dela e jogoi purai voltei a beija-la ela inverteu as posições ficando por cima. Ela me beijou. Eu subi as mãos pelas costas dela cheguei ao feixo de seu sutiã ela riu entre o beijo. Eu consegui abrir ela tirou e jogou no chão. Eu inverti as posições de novo. Chupei seu seio e mordisquei ela gemeu eu sorri voltei pro beijo abaixei minha mão até sua calcinha cheguei ela pro lado eu já estava duro muito duro coloquei a cabecinha ela gemeu abafado.

-enfia tudo-ela falou entre gemidos

Eu enfiei tudo rápido. Ela gemeu/gritou ela apertava os lençóis com força achei que ia rasga-los. Dava estocadas rápidas e precisas. Ela gemia freneticamente. Até que senti sua entrada se contrair ela chegou ao seu ápice e eu logo em seguida. Deitamos um do lado do outro ofegantes e suados ela olhou pra mim e riu eu também e ficamos ali deitados.

-você sabe mesmo como animar uma pessoa na bad.-disse enquanto ria

-ei-ela me deu um tapa na cabeça

-você me bateu?-perguntei com um sorriso travesso

-Percy não, não-ela levantou catou uma blusa qualquer do Chao saiu correndo e se vestindo ao mesmo tempo. Eu sai correndo atrás quando chegou na sala e não tinha mais pra onde ir eu a peguei e joguei no sofá.

Fiz cossegas nela até ela ficar vermelha igual uma pimenta de tanto rir.

Eu parei e sentei no sofá.Ela sentou ao meu lado e olhou pra mim agente começou a rir que nem dois cabritos. Então do nada ela disse:

-você sabia que homens brincalhoes São mais atraentes-eu olhei pra cara dela e falei:

-não-ri-mais é bom saber

Agente se olhou e voltou a rir

-quer ajuda pra arrumar sua mudança?-ela falou levantando e ficando de frente pra mim

-Quero mais pêra como você sabe que eu vou me mudar hoj...-ela me interrompeu

-li o bilhete no seu criado mudo-ela me puxou do sofá me deixando de pé e andando rumo ao quarto-aliás....-ela entrou pegou sua calsa no chão e do bolso de trás tirou uma chave-estacionou seu bebê aí na frente-ela jogou a chave pra mim e eu sorri-e nem me pergunte porque eu não sei como ela foi parar no estacionamento do meu condom....-não deixei ela falar abracei ela e a girei no ar

-Rachel Elizabeth Dare EU TE AMO-disse abraçando ela muito forte

-Eu sei -ela disse convencida-também te amo migo-ela se soltou do abraço -mais se quer ajuda pra arrumar sua mudança vamos logo porque eu tenho compromisso as 14:30h

-olha ela a senhora irresponsável tem compromisso-ri e ela me deu um tapa

-é só um evento chato do meu pai tenho que ir-ela disse revoltada- Porque uma dama desse porte precisa prestigiar seu pai em eventos como esse-ela disse ficando em pé na cama e imitando a voz de seu pai.

Logo em seguida deitou na cama e caiu na gargalhada igual a Peppa Pig.

Eu comecei a rir também.

-tá mais agora chega -ela disse descendo da cama -vamos logo com isso

                                                                              [....]

-acabamos-Rachel disse após embalarmos a uma caixa -Vish-ela disse olhando no celular-to atrasada ela disse s vestindo

-vai voltar que horas?-perguntei

-nem sei-ela disse tirando a minha blusa que ela estava vestindo e pondo a dela-mais te ligo quando chegar

-okey-eu disse vendo ela sair do quarto fui atrás dela.

-tchau Percy -ela disse saindo do ape

-adeus senhorita Dare foi uma honrra tela em minhá cama hoje

-idiota -ela gritou já no fim do corredor

Entrei com um sorriso no rosto, fui para o meu quarto que agora não continha nenhuma bagunça só uma cama e um guarda roupas vazio e quinze caixas de mudança.

Peguei uma troca de roupa Quentin separado pra vestir me veste e depois liguei para o meu pai

Ligação on

Posseidon:-alô

Percy:-oi papai

Posseidon:-hey filho já estou chegando com o caminhão de mudança-ele falou animado

Percy:-um caminhão não é muita coisa pai quer dizer São só15 caixas-falei apreensivo

Posseidon:-que da nada-ele falou despreocupado -passo aí daqui vinte minutos

Ligação off

Meu pai é legal, legal até de mais ele deixa eu e Tyson fazermos tudo que queremos pêra vocês não devem estar entendendo nada vou explicar Tyson é meu irmão mais novo só por alguns meses. Quando minha mãe estava grávida de mim e não podia transar o meu pai traiu ela com uma prostituta e ela ficou grávida a puta fez um teste de DNA que indicava o filho sendo do meu pai. Minha aeroporto descobriu e terminou com ele.Meu pai assumiu o Tyson é depois de pagar algumas pensões a prostituta sumiu deixando Tyson com o meu pai. Tyson é muito legal ele tem um metro e oitenta mesmo só tendo 17 anos ele é bem legal e engraçado.eu amo ele é o melhor irmão que alguém poderia ter. Tá agora fazemos de Posseidon digamos que ele seja a minha cópia com barba e mais 25 anos bem esse é meu pai. Tem os olhos verdes esmeralda como os meus cabelos pretos com alguns fios grisalhos. Depois da minha mãe nunca mais parou com ninguém. Ele é dono da empresa de transportes marítimos e pesca. É muito rico tem tudo Oque quer aos seus pés inclusive as mulheres. Ele me ensinou tudo Oque eu sei sobre las até a sobre minha própria mãe.

Carreguei as caixas até a porta do meu ape quando acabo ouço uma buzina olho pela janela e vejo meu pai na Ferrari vermelha dele Tyson está no banco de trás. Ele olha pra mim e abaixa os óculos.

-eai pronto pra viver de verdade?-ele pergunta levantando as mãos

-nasci pronto-disse embora estivesse triste de ter de me mudar

Tinha um caminhão atrás do carro dele. Vi homens descendo dele dois minutos depois tocaram a campainha. Eu abri a porta mostreilhes (autora:não sei se essa palavra existe) as caixas e eles carregavam pela escada passei porque. Desci (pelo elevador) olhei pra fora e vi meu pai encostado no sei carro sorriso maroto, bermuda clara, Camisa larga, cabelo bagunçado, barba devidamente aparada.

-eai filhao?-ele levantou a mão para tocar na minha bati na mão dele.Tyson abriu o vidro do carro.

-oi grandao -eu disse batendo na mão dele

-oi irmão-ele disse animado

-vamos -meu pai disse abrindo a porta do motorista e entrando no carro

-vamos- eu sussurrei pra mim mesmo entrando no carro

-eai pronto para sua nova vida-ele falou animadinho de mais pro meu gosto

-pronto-falei e sorri

-esse é meu garoto-ele pisou fundo saiu cantando pneu

Esse é meu pai...


Notas Finais


Continua...?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...