História Folhas de Outono - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 1
Palavras 787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ATENÇÃO! Nesta história que estou escrevendo, gostaria que o leitor (a) usasse sua imaginação e se imaginasse no lugar de um dos personagens principais, eles terão as características que você quiser ou achar mais atraente, você deve se imaginar no lugar dos personagens, a cor dos teus cabelos, dos teus olhos e da tua pele, o mesmo será feito com o outro(a) protagonista, imagine quem você quiser para ser um dos protagonistas, Taylor ou Justin, apenas você e quem você quiser :) Boa leitura :)

Capítulo 1 - Inicio


Fanfic / Fanfiction Folhas de Outono - Capítulo 1 - Inicio

— Taylor? Você está aí? — Maggie disse enquanto batia na porta do quarto de sua filha.

— Filha? Abre a porta! — Ela bate na porta com força.

— TAYLOR! — Ela gritava enquanto batia na porta desesperadamente.

Maggie correu para fora e gritou por seu vizinhos, eles vieram, Billie, Gregory e Brian conseguiram arrombar a porta do quarto da garota. Os gritos de Maggie podiam ser ouvidos por todo o bairro, o corpo sem vida de Taylor estava pendurado por uma corda, Billie e Gregory retiraram o corpo da garota da corda enquanto Brian consolava Maggie.

— Calma, eu sei que é difícil, mas tenta imaginar que ela está bem agora. — Brian disse enquanto colocava as mãos nos ombros de Maggie.

— TAYLOR! — Gritou ela se jogando em cima do corpo de sua filha.

Em questão de minutos uma ambulância já havia chegado a casa dos Mayer, tiraram Maggie de cima do corpo da garota, enquanto a mesma se debatia, até que injetaram um calmante em seu braço, fazendo a mesma cair nos braços de alguém, a casa havia ficado lotada de pessoas, a policia tirou todos dali, após uma hora foi confirmada a morte de Taylor, seus vizinhos, amigos, parentes e pessoas desconhecidas já sabiam do ocorrido. Horas se passavam pessoas publicavam mensagens de luto na time line de Taylor, cada vez mais as pessoas ligavam para o número de Maggie, Brian atendia, confirmava o que havia acontecido e dava alguma desculpa, encerrava a ligação, logo tentava abraçar Maggie que estava em choque e mais parecia uma estatua, ele desistiu, tentou leva-la para casa, ao chegar na frente da casa ele resolveu deixa-la sozinha, foi para sua casa, Maggie ainda estava em choque, foi em direção à porta, com a mão tremula girou a maçaneta, abriu a porta, tudo estava tão silencioso que fazia seus ouvidos doerem, sentiu que faltava algo e realmente faltava, todos haviam ido embora e a esta altura também haviam levado o corpo de sua filha, tudo estava tão bagunçado, ela resolveu arrumar a casa na esperança de esquecer tudo, tentava evitar o quarto de Taylor, mas, era Taylor que a ajudava nas tarefas de casa, ela conseguiu arrumar tudo, não resistiu e acabou indo para o quarto de Taylor, ligou um pequeno rádio que havia em uma prateleira do quarto da garota, não suportou muito tempo em pé, caiu na cama e chorou até suas lagrimas secarem, logo escureceu, ela se levantou, ficou parada ao lado da porta.

— Taylor, por que você fez isso? Onde você está agora minha pequena? — Ela perguntou em voz alta na esperança de que sua filha respondesse como nos filmes que já havia visto sobre fantasmas, uma lágrima rolou de seu olho, ela a limpou e saiu dali deixando a porta do quarto aberta.

Taylor estava bem ao seu lado sem entender o que havia acontecido, sem saber qual era o motivo de toda aquela dor que ela sentia em seu pescoço, não conseguia levanta-lo por mais que tentasse ele sempre voltava para o posição inicial.

— Mãe? O que está havendo? — Taylor perguntava chorando. — MÃE? — Ela gritava enquanto se ajoelhava no chão, se beliscava na esperança de que aquilo não fosse real. Ela tentou acompanhar sua mãe mas ao passar pela porta percebeu que estava em um lugar diferente, um cemitério, ela podia sentir a dor de sua mãe, toda aquela angustia, culpa, sentiu sua respiração ficar cada vez mais abafada quando começaram a jogar terra em seu caixão, ficou em toda aquela agonia, caiu no chão sufocada, tentava pedir ajuda mas sua voz não saía, fechou os olhos na esperança de que tudo aquilo parasse, mas não parou, aquilo durou horas, até que ela abriu seus olhos por alguns segundos, avistou um clarão saindo de um dos túmulos, viu que todos que haviam vindo para seu enterro não estavam mais ali, tentou sair do cemitério mas ao tentar passar pelo portão foi arremessada de volta ao seu tumulo, como se algo não quisesse que ela saísse dali, viu outra pessoas vagando, crianças correndo, alguns chorando, ela ainda podia ver aquele clarão, foi em direção a aquele tumulo, olhou atentamente para aquele tumulo, viu a foto de um garoto que parecia ter entre 17 ou 18 anos, havia três anos que aquele garoto havia morrido, se aproximou um pouco mais tentando ler o nome que estava naquele tumulo, até que uma mão a puxou violentamente para dentro daquele tumulo, fechou seus olhos por conta da claridade e os abriu novamente, ela estava em um lugar totalmente branco, não havia nada ali, ela andou pelo que parecia ser a eternidade mas não chegava a lugar algum, até que, cansada, deitou-se no chão, ainda com muita dor, fechou seus olhos e finalmente conseguiu dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...