História Foolish Love - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, T.O.P
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags 2ne1, Bigbang, Choi Seunghyun, Daesung, Empty, G. Dragon, Say Ok, Seungri, Taeyang, Top
Exibições 33
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
Isso mesmo que estão lendo, o primeiro Hentai da Fanfic, espero que gostem!
Fiquem com o Capítulo 11!
Boa Leitura!

Capítulo 11 - What do you want from me? (18)


Fanfic / Fanfiction Foolish Love - Capítulo 11 - What do you want from me? (18)

~ POV’s EUN YOUNG ON

Estávamos na arena onde o BIGBANG faria show nos próximos Três dias. Cada uma das garotas estava fazendo algo de muita importância com os outros enquanto eu fui designada de cuidar dos deveres de SeungRi.

Estava tudo aparentemente tranquilo quando notei que o ensaio havia dado uma pausa e via que SeungRi saía sorrateiramente do palco e seguia para os corredores onde ficavam os camarins.

“ O que esse garoto está pensando em aprontar? É melhor ir atrás dele.”

...

Segui SeungRi até que ele adentrou em uma sala que parecia não estar sendo usada. Entrei no lugar e ele desapareceu.

- Osh, onde ele se meteu! – Resmunguei.

- Me procurando? – Disse SeungRi trancando a porta.

- O que pensa eu está fazendo? – Protestei.

- Não farei nada que não queira. – Falou sarcasticamente.

- Não quero nada contigo. Agora faça-me o favor de abrir esta porta! – Exigi.

- Não to afim! – Respondeu enquanto se sentava em um sofá.

Cruzei os braços e fiquei o encarando séria e ele apenas sorria em forma cínica.

Não nego que SeungRi faz meu tipo e que ele me atrai, também não nego que aceitaria uma pequena aventura com ele, mas aqui é muito arriscado, alguém poderia nos pegar ou nos ouvir. Também tem a Young Mi, ela irá me matar.

“Aih Deus o que faço?”

Escorei na porta e continuei o encarando.

“Quer saber? Dane-se! Vou pro inferno mesmo!”

Caminhei lentamente até onde SeungRi que mantinha o mesmo sorriso de antes nos lábios. Sem aviso me sentei em seu colo de frente.

- Tudo bem. O que quer? – Perguntei o olhando nos olhos.

- Você sabe o que quero, porque é o mesmo que quer há muito tempo. – Disse ele enquanto mordiscava meu pescoço, o que me fez arrepiar.

- Como pode saber o que quero se não me conhece a tanto tempo assim?

- Você é igual a mim, isso já basta!

- Então sabe que terá problemas com o controle da situação. – Sorri maliciosamente.

- Vamos ver então.

No mesmo instante fui jogada naquele sofá e SeungRi segurou minhas mãos e me beijou de forma intensa e eu retribui na mesma intensidade.

Consegui soltar minhas mãos e ligeiramente comecei a retirar sua camisa com a sua ajuda e depois ele fez o mesmo com o meu vestido.

Por um instante olhei para aquele abdômen e o calor que fazia ali aumentou.

Percebi que estava somente com minhas peças íntimas e que isso me fazia ficar em desvantagem, então inverti as posições ficando por cima dele desta vez.

Comecei a dar beijos e leve chupões pelo seu pescoço e tórax enquanto uma das minhas mãos abria o botão de sua calça. SeungRi por sua vez abria meu sutiã de forma rápida o tirando em seguida. Senti suas mãos tocando em meus seios e os apertando de forma leve, o que me fez dar gemidos baixos em seu ouvido o que surtiu efeito, pois o senti arrepiar.

Desci meus beijos e junto fui retirando sua calça, sapatos e meias o deixando apenas de cueca Box azul marinho. Mordisquei meus lábios ao olhá-lo de corpo inteiro da forma que estava. SeungRi voltou a ficar por cima e logo começou a beijar e dar chupões fortes em meu pescoço.

“Filho da Mãe isso vai deixar marca!”

Desceu até meus seios e começou a fazer o mesmo que fazia com o pescoço enquanto com uma de suas mãos apertava um dos seios. Gemi em resposta.

- EunYoung, silêncio. – Pediu ele enquanto descia com beijos pela minha barriga. Aquilo fazia meu corpo reagir com arrepios e suspiros. Ele retirou minha calcinha e jogou em um canto onde estava o resto de nossas roupas.

SeungRi começou a distribuir beijos em minha virilha até chegar em minha intimidade levemente úmida e pelo tal ato arqueei meu corpo e gemi de forma baixa para não chamar atenção de ninguém de fora. Percebendo o efeito que me causou ele imediatamente começou a dar chupadas e a fazer movimentos com sua língua enquanto sua mão apertava minha coxa. Não pensei duas vezes e o puxei voltando a inverter as posições ficando novamente por cima e descendo. Retirei sua cueca.

Com uma das mãos peguei em seu membro e fiz alguns movimentos lentos e leves, com a boca distribui beijos pela extensão e depois comecei a dar chupadas e a movimentar de forma alternada.

Ele dava gemidos baixos e curtos, então ele me puxou e me deixou no sofá enquanto procurava algo no bolso da sua calça antes jogada no chão. Ouvi um barulho de pacote sendo rasgado e ele revestiu-se com o preservativo.

Levantei-me do sofá o que o fez me olhar confuso. Sorri e o fiz se sentar no sofá.

- Quem manda agora sou eu. – Disse enquanto subia em se colo, fazendo segurar firme em minha cintura e me fez me sentar devagar sobre seu membro.

Minutos depois de ter acostumado com a invasão fiz movimentos lentos, mas a tensão aumentava e a necessidade de cada um fez com que o ritmo se aumentasse gradativamente e em resultado os gemidos e os suspiros surgiram e ficaram constantes.

Ele por sua vez voltou a me beijar de forma necessitada e me colocou sentada no sofá ficando por cima sem sair de dentro. Seus movimentos começaram a ficar intensos e a força fazia-me gemer abafado entre o beijo.

Arranhava suas costas e nuca para extravasar tudo que me fazia sentir naquele momento.

Estávamos próximos e com a chegada do clímax tudo tornou-se urgente, por isso não hesitei a pedir que ele fosse mais rápido e com mais força. Senti o Clímax tomar conta e minhas pernas fraquejarem. SeungRi havia chegado ao ápice junto a mim e seus movimentos ficaram lentos.

...

Tomamos banho no banheiro daquela sala vazia e depois de nos arrumar e de arrumar a sala para parecer que nada aconteceu ali...

- Poderíamos repetir isso mais vezes. – Disse ele enquanto abria a porta.

- Talvez gatinho! Vou anotar em minha agenda. – Sorri e sai da sala após ter me certificado que não havia ninguém por perto.

~ POV’s EUN YOUNG OFF.


Notas Finais


E aí, o que acharam? Tenho certeza que todo mundo achou que o primeiro Hentai ía ser com o TOP e a YoungMi kkkkkkkk'
Me sigam no Twitter: http://www.twitter.com/claudillenne_

Fanfic Nova: https://spiritfanfics.com/historia/rod--ride-or-die-7160786

NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR!
Até o Próximo Capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...