História Fools ABO - Vkook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonseok
Exibições 123
Palavras 1.852
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláááá
Este não está nada de especial, aliás também está pequeno, mas é para a introdução e a partir do próximo capítulo é que a ação começa :P
Acho que já perceberam que as palavras em itálico são os pensamentos dele xD
Bom, boa leitura s2

Capítulo 2 - II - Amigos (?)


   Falta uma semana para as aulas começarem.

   Uma fucking semana para deixar a minha querida casinha por um jardim zoológico.

   E só de pensar que vou ter de interagir com pessoas com instintos de animais já me deixa angustiado.

   Espera.. eu também sou um desses com instintos de animais.

   Bufei.

   Levantei-me e fui à casa-de-banho, fiz as minhas higienes e vesti uma roupa qualquer. Dirigi-me para as escadas e desci as mesmas, encontrando a minha mãe na cozinha.

   - Adormeceste tarde, não? O teu pai saiu para uma reunião, conhecer os colegas novos e o local etc, e mais tarde vai fazer a tua matrícula na escola.

  Anuí e sentei-me.

  - Querido, eu sei que isto pode ser muito repentino e assim, mas nós temos razões para isto.. e precisamos desesperadamente de te arranjar um Alfa.. Dentro da nossa sociedade os casamentos são arranjados, há alguns pais (tipo eu e o teu pai) que ainda dão a hipótese de escolheres o teu, mas se virmos que não há tempo, então terá de ser por escolha nossa. E imagino que estás cheio de perguntas, mas habitua-te a isto, principalmente a interagir com outros como tu, são costumes diferentes e maneiras de agir diferentes, mas assim estarás preparado para saber o motivo..

   Revirei os olhos.

   Para quê tanto drama? Não bastava contarem tudo de uma vez? Sabem perfeitamente que odeio estar baralhado.

   - Mãe, só quero saber o motivo.. custa dizer? E eu não sou gay, não há Alfas mulheres?! E porque é que só me dizem agora?

   - O teu pai é melhor nestes assuntos, vou acabar de fazer o almoço.

   Suspirei e olhei para o prato.

 

   Supostamente sou um Omêga e sou submisso e devotado a um Alfa? E uma vez por mês vou ter de me satisfazer com um? Sou um rapaz como qualquer outro desta idade, mas sinceramente uma dor lacinante no ânus não é bem aquilo que espero para a minha primeira vez.

   Suspiro outra vez e saio rapidamente dos meus pensamentos quando oiço a chave girar na fechadura e vozes a preencher o hall.

 

   O meu pai entra na cozinha acompanhado por um homem franzino.

 

   - Família, este é o Sr. Min, o meu novo sócio e colega de escritório na área de exportações comerciais.

 

   - Boa tarde e muito prazer. – ele inclina-se e inspira na minha direção e olha para o meu pai com um sorriso cúmplice.

 

   Nesse momento  a minha mãe acaba de pôr tudo na mesa e eles sentam-se.

 

   - Realmente tens razão, Jeon, se o meu Yoon não tivesse noivo.. – e ambos riem-se. Olho para eles com a cabeça a pender para o lado. Provavelmente tinha um ponto de interrogação estampado na cara.

 

   O almoço passa depressa sempre com as mesmas piadas cúmplices e as conversas negócios entre os 3. Acabo de comer rapidamente e saio de casa dirigindo-me para um café que ficava ao fundo da minha nova rua.

 

   Entrei e um sininho que estava no vão da porta tilinta dando sinal da minha chegada, rapidamente um cheiro intenso a pão acabado de fazer me preenche as narinas e dirijo-me para uma das mesas do fundo.

 

   Peguei na Ementa e escolhi mentalmente um cappucino com caramelo por cima. Sinto alguém a observar-me e viro a cabeça para a direita reparando num estranho rapaz de cabelo acizentado que me encarava. Tive a sensação de que já tinha visto aquela cara em algum lugar..

 

   - Espera, é o rapaz do Twitter! – exclamei e só me apeteceu escavar um buraco. Várias pessoas olharam e começaram a murmurar mas isso pareceu encorajar o rapaz a sorrir e a levantar-se, sentando-se logo ao meu lado.

 

   - Acho que já me conheces – riu-se – tens um cheiro di-vi-no, Omêga.

 

   Como é que ele sabe?

 

   Nesse momento um rapaz de cabelo rosa aproxima-se.

 

   - Park Jimin, para de te atirar, já te esqueceste do meu primo? […] – o rapaz fazia-me lembrar da minha mãe a dar-lhe um sermão, virou-se para mim dando um sorriso gentil – bom, desculpa lá, os Alfas não controlam os instintos, o que vai ser?

 

   - Um, hum, cappucino com caramelo. – já não estou a perceber nada.

 

   - Como eu estava a dizer, o que te trás aqui? Ah e eu tenho uma maneira de descobrir quem são as novas pessoas da cidade.. – disse o rapaz de cabelo acizentado, Jimin, dando um sorriso tão grande que os olhos praticamente se fecharam. O rapaz de cabelo rosa, que até então tinha ido para trás do balcão voltou com o meu copo.

 

   - Mas e então, diz lá, nunca te tinha visto por aqui, e olha que o teu Cheiro é bem complexo para um simples Beta como eu conseguir distingui-lo à distância.

 

   - Jin! E falas de mim..

 

   Mas que história de cheiros era aquela? Esqueci-me de pôr desodorizante?

 

   - Olha, sabias que o Suga Marcou o Hoseok?

 

   - Estás a falar a sério? Também, estão juntos à 2 anos e até acho estranho ainda não terem Atado..

 

   - Hum.. – tentei dizer alguma coisa coerente, mas para além de nem me ter apresentado, não estava a perceber patavina.

 

   - Oh, pois é, nem nos apresentamos! - ​parece que leu os meus pensamentos - Eu sou Seokjin, mas podes tratar-me por Jin e esta bicha mal-educada é o Jimin. – ele disse a sorrir como se estivesse orgulhoso.

 

   - Eu sou Jeon Jungkook e bem, mudei-me ontem para a casa ao fundo da rua.. – disse rindo nervosamente.

 

   - Ai que kawaii! – o de cabelo acizentado disse despenteando-me o cabelo.

 

   - Hum, o que é isso de Cheiros e Marcas e bom, isso? – perguntei receoso. Afinal nunca tinha falado com iguais a mim da mesma idade.

 

   - Tu não sabes? – perguntou Jin. Abanei a cabeça e deitei a língua de fora.

 

   - Nunca vi um Omêga não saber sobre a sua própria cultura.. Espera, nunca tiveste o Cio? Quantos anos tens?

 

 

   - Tenho 16 e só soube ontem que era um Omêga e nunca tive Cio, e sei o que isso é sim, mas não sei nada sobre Marcas e Atar e --

   - Ok, o Park Jimin está aqui para te ajudar, baby.

 

   - Olhem tenho de ir, e Kook não tinha ideia que eras tão novo! Vens para a nossa escola? Já te trago o troco.. – disse Jin, sorrindo e dirigindo-se para trás do balcão apressadamente pois já havia uma fila.

 

   - Como estava a dizer, a Marca é quando o teu parceiro (neste caso Alfa), ou mesmo não sendo parceiro (tem cuidado), te morde, mas não é uma mordida qualquer, é uma mordida cheia de amor, é quando estás feliz com a pessoa e feliz por estares a fazer amor com ela e zás mordes e, continuando, essa mordida/Marca interliga as vossas almas e torna-as numa só e tu consegues saber onde a outra pessoa está, se se sente bem, se corre perigo, se está no Cio, e se morreu … aliás, se um dos constituintes do casal morrer, acho que o outro também morre, psicologicamente. Atar é engravidar, todo o Alfa que se Atar ao Omêga engravida-o no tempo de Cio do Omêga, e independentemente de ser macho ou fêmea, engravida. E Cheiro, bem, tu devias senti-lo, é praticamente a coisa mais normal da nossa espécie. O Cheiro é aquilo que te distingue dos outros. Cada um tem o seu Cheiro e isso permite saber quem te rodeia e quem está no Cio pois nesse período o teu Cheiro triplica por assim dizer.. E os Alfas conseguem libertar feromonas, digamos assim, que podem transmitir proteção, agressividade e fúria, deixando um clima tenso no ar. E claro que Omêgas também conseguem só que não com tanta frequência.. - respirou fundo por ter falado muito depressa e olhou para mim à espera da minha reação.

 

   Pisquei os olhos e abri e fechei a boca várias vezes tentando assimilar aquilo tudo de uma vez.

 

   Ele fez-me festas na cabeça.

 

   - Pronto, pronto, não sei o motivo dos teus instintos não estarem apurados, mas garanto-te que na nossa escola só vais lidar com ABO’s o dia todo, de certeza que vão despertar.

 

   Fiz que sim com a cabeça e bebi um pouco do cappucino que já estava mais para o morno.

 

   - Olha para a porta, rápido! – disse Jimin batendo na minha mão.

 

   Olhei na direção da porta e nesse momento entram dois rapazes no café virando todos os olhares para eles. Um deles era moreno mas com uma pele extremamente clara, de baixa estatura, vestia uma camisola de capuz com desenhos animados estampados e estava com cara de tédio e o outro tinha uma pele morena e parecia que tinha pintado o cabelo de loiro à pouco tempo, estava vestido de preto dos pés à cabeça e exibia um estranho sorriso quadrado enquanto digitava no telemóvel.

 

   Jin dirigiu-se até eles e trocaram breves palavras.

 

   - Quem são? – perguntei ao de cabelo acizentado, estranhamente eram atraentes, mas este em vez de me responder empoleirou-se na cadeira e começou a acenar com os braços enquanto que berrava.

 

   - SUGAA! TAEHYUNGGGG!! – o moreno mais baixo revirou os olhos e dirigiu-se para a nossa mesa com o outro no seu alcance.

 

   O “loiro” sentou-se à minha frente e encarou-me de uma maneira esquisita.

 

   - Kook, estes são o Suga – o moreno levantou a mão fazendo um sorriso pequeno (limitou-se a levantar os cantos da boca) – e o Taehyung – este nem sorriu nem torceu a cara, limitou-se a olhar fixamente para mim – e pessoal, este é o Jeon Jungkook que se mudou ontem para cá – ainda hei-de saber como raios ele descobriu – e só soube ontem que era um Omêga.

 

   - Como assim? É que com esse cheiro até eu me conseguiria cheirar a mim próprio! – exclamou o moreno. Jimin riu-se e soltou um “- É não é?”. Taehyung estava a olhar lá para fora com um semblante triste. Jimin virou-se para o "loiro".

 

   - Tae, eu sinto muito, só soube hoje de manhã e --

 

   - Tudo bem, Jimin. – murmurou. Jimin franziu as sobrancelhas e pareceu lembrar-se de algo.

 

   - Mas e então, Suga? Quando é que Marcaste o nosso Hope? – o moreno sorriu envergonhado.

 

   - Ele está no Cio e claro que eu tive de intervir, então num momento mais coise ele começou a gemer tão alto ao mesmo tempo que eu --

 

   - Ok, ok, menos pormenores, Suga.

 

   Suga riu-se e corou envergonhado ficando com a cara de tédio logo a seguir.

 

 

   - O que é que vocês são? – soltei de repente.

   - Alfas. – disse Jimin enquanto digitava distraidamente no telemóvel. Daí tantas raparigas não tirarem os olhos da nossa mesa. Provavelmente acham que ando a foder com os 3.

 

   - Bom, obrigada, Jimin, por todas as informações e foi um prazer conhecer-vos, Suga, Taehyung, tenho de ir. – levantei-me e Jimin acenou freneticamente com o braço, Suga acenou com a cabeça e pareceu-me ouvir Taehyung murmurar alguma coisa. Acenei-lhes de volta e saí.

 

 

 

//////////////////QUEBRA DE TEMPO///////////////////

 

 

 

   Estava a dar uma volta no parque com o rio de ontem com as mãos dentro dos bolsos quando me apercebi.

 

   O rapaz/psicopata de ontem era.......... Taehyung.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eu tenho 3 tardes livres durante a semana e como os testes acabam para a semana, vou provavelmente pôr 3 capítulos por semana (repeti 3 vezes semana '-'), eu só escrevo no caderno e depois é que passo para o computador, daí a demora.
O terceiro capítulo também já está feito, só preciso de o passar para aqui e editar portanto postarei amanhã provavelmente.
Eu tenho medo de precipitar tudo, porque de todas as histórias que escrevi começavam a tomar rumos estranhos e até mesmo impossíveis, portanto tenho medo em relação a esta.
Obrigada pelos favoritos, apesar de poucos, não deixam de ser importantes <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...