História For All Stars - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Castiel, Drama, Gravidez, Romance
Exibições 88
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Galera desculpa o atraso.
Ando ocupada com coisas da escola!
Espero que entendam. ♡♡

Capítulo 5 - Capítulo V


Fanfic / Fanfiction For All Stars - Capítulo 5 - Capítulo V

- Você o que? - ele estava com um sorriso cínico nos lábios.

- Eu estou grávida Castiel! ! - Eu disse alterando meu tom de voz. - Por que vc não usou preservativo quando transamos? .... Você sabia que eu estava bêbada e que   não lembraria disso.

- Eu também estava bêbado ok! Então não me culpe por não termos usado camisinha tá. - ele andava pelo porão enquanto eu permanecia estática no mesmo lugar. - E outra como vou ter certeza que esse filho é meu? Como vou saber se não é de outro?

Eu arregalei os olhos. Sentia  as lágrimas querendo escapar e ao mesmo tempo sentia meu sangue ferver de raiva. Ele acha que eu sou o que. Não sou as putas que ele costuma pegar. Não sou como a "Diabrah".

- O que você está querendo dizer com isso Castiel? ? Que eu sou uma puta sem vergonha que sai por aí dando pra todo mundo?. - Eu estava com muita raiva, e comecei o bater no peito de Castiel mas pelo jeito isso não o machucava , ele nem sequer sentia.

- Do mesmo jeito que aconteceu comigo pode ter acontecido com outros. -ele ainda possuía um sorriso debochado nos lábios - Quem garante que você não bebeu novamente depois daquele dia e saiu por aí transando com qualquer um? - ele me segurava pelos pulsos. Nesse momento eu já nem segurava mais as lágrimas. As palavras de Castiel estavam machucando muito.

- Pois fique sabendo que eu não sou uma vagabunda igual as que você costuma andar. Eu me dou valor e nunca mais quero olhar na sua cara . Não sei por que fui tão estúpida de achar que você seria homem e que assumiria sua responsabilidade seu cretino. - Eu consegui me soltar de sua mãos e dei um tapa em sua cara e me  afastei do mesmo. - AGORA ABRE ESSA MALDITA PORTA QUE EU NÃO QUERO OLHAR PRA SUA CARA MAIS NEM UM SEGUNDO SEQUER.

Ele ficou mudo por algum tempo. Parecia que estava processando tudo o que eu disse para ele. Seu sorriso foi trocado por uma feição séria. Ele subiu as escadas que davam até a porta e destrancou a mesma ficando parado no penúltimo degrau . Subi os degraus correndo e ao passar por ele senti que ele me  agarrou pelo braço. O encarei com ódio e minhas lágrimas ainda corriam pelo meu rosto. Não disse nada assim como ele, então acabei me soltando e sai correndo dali. Queria ir o mais longe possível dele. Eu estava tão atordoada que entrei na primeira sala que vi na esperança de fugir dele. Acabei nem prestando atenção aonde eu tinha entrado mas por sorte era no Grêmio. Desta vez Nathaniel se encontrava lá e estava com uma cara de assustado ao me ver chorando.

- O que aconteceu Holly? Por que está chorando? - ele levantou rápido  da cadeira e veio em minha direção. Parecia estar preocupado comigo.

- Nath! - me joguei em cima dele e o abracei como se ele fosse mimha salvação. Se certa forma estar em seus braços fazia com que eu me sentisse segura e protegida de tudo. Não conseguia parar de chorar, as palavras de Castiel ecoavam em minha mente e isso só me machuca mais, fazendo me chorar muito.

- Holly, por favor me diz o que ouve! - Nathaniel ainda me abraçava contra seu corpo musculoso, e eu estava com minha cabeça encostada em seu peito. Minhas lágrimas estavam molhando sua camisa social mais eu não queria me afastar do aconchego de seu abraço.

Após ainda permanecer um tempo nos braços de Nathaniel acabei me afastando dele e com muito custo contei toda a história pra ele. Desde o dia da festa até o que Castiel me disse agora a pouco. A feição de Nathaniel transmitia raiva e ao mesmo tempo tristeza.

Será que ele se decepcionou comigo?

Eu espero que eu esteja enganada pois gosto muito do Nathaniel e não gostaria de desaponta-lo ou de ser uma decepção para ele. Desde que eu me voluntariei a ajudante no Grêmio e passei a ocupar o lugar de Melody que tinha se mudado de cidade, eu e Nath nos aproximamos muito. Antes disso já éramos amigos mas não éramos tão próximos.

- Por que justo ele? Você sabe que o Hildegart não presta! - ele estava triste e isso me doía  na alma.

- Eu estava bêbada Nath! Acredite, nunca que em sã consciência dormiria com o arrogante do Castiel ainda mais o conhecendo muito bem. - ele estava com a cabeça baixa olhando para os seus dedos.

- Você acha que ele vai assumir essa criança?

- Provavelmente não! Já pude perceber que com ele eu não posso contar.- Ambos ficamos em silêncio e eu resolvi quebrar esse clima que me incomodava. -Preciso contar para a minha mãe. Confesso que não sei qual será a reação dela e não sei se estou preparada para mais calúnias e difamações no dia de hoje. - Nathaniel vai até mim e levanta meu queixo delicadamente me fazendo encara-lo.

- Saiba que sempre que você precisar de ajuda eu vou estar aqui! Nunca irei te abandonar! Nunca irei abandonar seu filho. Independentemente que ele seja filho de um idiota que eu odeio sei que esse bebê não tem culpa disso e eu sempre vou estar aqui para quando vocês dois precisarem. - ele me abraçou forte. Suas palavras me fizeram chorar de emoção.

- NÃO SE ESQUEÇA! EU SEMPRE VOU ESTAR AQUI PARA VOCÊ. - ele repetiu enquanto eu o abraçava o mais forte que podia. 


Notas Finais


Eai gostaram? ?
Beijos meus amores e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...