História For All Time - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Exibições 32
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction For All Time - Capítulo 7 - Capítulo 7

Mais uma semana tediosa de aula! Eu estava agora no carro com Justin, sozinhos, ambos rindo de uma piada idiota que o mesmo havia contado.

Nessa última semana de aula posso dizer que, conheci Jéssica o suficiente para tomar nojo dela. Eu andava mais com Justin na escola do que com minha própria irmã que era da minha sala. Posso dizer que nos tornamos bem próximos. Acho que finalmente tudo estava indo bem.

-Você ri como uma porca. -Ele cai na gargalhada.

-Desculpa senhor risada perfeita.

-Eu sou perfeito. -Diz convencido.

-Quase. Seus pés parecem de troll.

-Isso foi um golpe baixo. -Ele finge estar ofendido.

Nós dois olhamos para ao lado assim que Chaz e Chris batem no vidro do carro.

-Passo ajudar? -Pergunta Justin como uma daquelas atendentes.

-Os dois pombinhos podem por favor sair daí? O sinal já tocou.

-Nem percebemos. -Comento.

-Claro, quando os dois ficam juntos perdem a noção do tempo! -Chris comenta e ele tinha razão, dessa vez.

-Ate mais Justin. -Sorrio e saio do carro.

Caminhei alegre até a sala de aula e me sentei. 

-Que sorriso é esse? Deu foi? -Perguntou Sofia brincando. 

-Já posso imaginar, estava com Justin! -Lolla comenta com as sobrancelhas arqueadas. 

-Sim, eu estava com ele. -Dou um sorriso bobo.

-Vocês dois ainda vão terminar juntos. -Disse Lolla. 

-Já pensou na probabilidade de estar apaixonada por ele? -Sofia disse me fazendo ficar em silêncio. 

Eu não havia pensado nisso de fato, até porque nos conhecemos ha três semanas apenas. Eu nunca pensei que me apaixonaria tão cedo! Mas como dizia um dos vários livros que eu já havia lido: "O amor é tão rápido, que é capaz de lhe pegar sem ao menos você ter percebido." Isso me deixou completamente assustada e confusa. Peguei meu livro na mão e me levantei da cadeira. 

-Não vou assistir a essa aula hoje. -Expliquei as meninas que se entreolharam confusas mas assentiram e sai. 

Depois de guardar meu livro no armário, sai andando sem rumo pelo corredor e fui surpreendida por Liam.

-Você e essa mania tosca de sempre me encontrar de maneiras estranhas. -Falei desviando meu olhar dele.

-Você e essa mania de sempre me dar patadas desnecessárias. Por que tanto me odeia? -Abri a boca mas ele me interrompeu. -Ah! Não precisa nem me falar. Senhor Bieber não é? Ele ja está de controlando a tal ponto de dizer com quem deve ou não falar? -Ele solta uma risada sarcástica.

-Olha, não foi necessário que ele me dissesse nada a seu respeito. Você por acaso lembra quais foram suas palavras para mim? -Eu agora o encarava de braços cruzados. 

-É porque, Lilly, não passa de uma verdade. -Ele coloca suas duas mãos na parede me prendendo. -Você quer ver? -Eu já estava assustada o bastante quando ele se aproximou de mim e beijou. 

Abri meus olhos desesperada e lá estava Justin me encarando decepcionado. Empurrei Liam com força.

-Você é um idiota! -Virei para onde Justin estava mas ele ja havia saído. -Justin! -O grito mas ele me ignora. -Droga! -Corro atrás dele e seguro seu braço o fazendo virar para mim. -Não é oque você imagina, não mesmo.

-Não, é pior Lilly! -Ele parecia muito magoado. -Me solta, por favor. 

-Justin, por favor... -Eu já sentia meu rosto esquentar como sinal de que as lágrimas não demorariam muito para descer e ai ele puxou seu braço e saiu andando de cabeça baixa, me deixando ali, sozinha, triste. Eu não o queria perder. 

***

Era hora do intervalo, eu estava sem fome por conta do ocorrido. Não havia contado para Lolla, muito menos para Sofia, o que havia me entristecido tanto. Escutei algumas risadas altas vindo da porta do refeitório e para minha surpresa Justin estava com Jéssica, muito animado por sinal. Isso bastou para que eu levantasse e corresse para fora de lá, com meu coração quebrado aos mil cacos, nenhuma cola poderia cola-lo. Apenas Justin podia, ele era minha cura. Talvez agora, só agora, eu entendesse meus reais sentimentos por ele. Eu estava apaixonada por aquele idiota.  

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...