História For All Time - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Exibições 36
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Estava deitada agora. Desde ontem, desde que vi Justin com Jéssica, não o vi mais, nem mesmo hoje na escola. Isso de certa forma era bom, pois ve-lo sem ao menos poder dar um abraço era algo que eu não conseguiria fazer muito provavelmente. Eu sabia que isso não ia demorar por tanto tempo, afinal morávamos na mesma casa!

-Você não vai mesmo sair daí? -Lolla coloca parte de seu corpo dentro do meu quarto.

-Não tão cedo.

-O que houve? Está calada há dois dias. -Pergunta preocupada. 

-Entra e encosta a porta por favor. -Ela obedece as ordens. -Prometa não contar a ninguém.

-Eu prometo! -Ela se senta ao meu lado.

-Eu acho que gosto do Justin. Acho não, tenho certeza. -Dou um suspiro e abaixo a cabeça.

-Isso não é bom? -Diz contente.

-Era, até Liam me beijar a força. Justin viu e bem... Você sabe como ele é.

-Tente falar com ele.

-Eu vou tentar. -Me jogo deitada na cama.

-Eu vou sair, não quer vir comigo?

-Acho que minhas séries irão ajudar agora.

-Tudo bem então... -Ela da um sorriso confortante e sai do quarto.

Ela tinha razão, eu devia tentar falar com ele, mas isso talvez pudesse esperar por uns dois ou três episódios novos de minha série favorita. 

Depois de terminar de assistir eu devia me preparar mentalmente para minha conversa com Justin, pois eu não sabia se seus sentimentos por mim eram recíprocos. 

-Oi Justin, eu gosto de você. -Disse em frente ao espelho. -Estou parecendo uma idiota! -Passo a mão na cabeça imaginando o quão difícil será isso. -Não vai adiantar ensaiar, sairá naturalmente. -Suspiro pesado e caminho até a porta do quarto de Justin onde é possível ouvir alguns cochichos. Tomo coragem e finalmente coloca a mão na maçaneta mas para meu desespero encontro Jéssica abraçada a Justin. -Me desculpa. -Digo com um certo desprezo, era possível sentir uma pontada em meu coração. 

Justin se afasta daquela cobra e me olha, como se pudesse ver minha alma.

-Eu havia esquecido que morava com esta dai. -Comenta Jéssica. 

Dou meia volta e entro no meu quarto batendo a porta. Me jogo de volta a cama e coloco um travesseiro na cara como se pudesse, ali, me esconder de toda a dor que me atacava mas era inevitável. Eu já chorava como uma daquelas crianças de 5 anos que até soluçam. 

Escutei um "até logo" seguido do barulho da porta de entrada sendo fechada. Não demorou muito para que alguém, sugiro eu Justin, entrasse em meu quarto em total silêncio. 

-Lilly? -Ele me chama mas eu o ignoro. -Certo... Achei que quisesse conversar, por isso vim aqui. -Ele se senta na cama. 

-Eu queria conversar Justin. Muito. Mas isso antes de entrar no seu quarto e ver aquela cena. -Minha voz era quase totalmente abafada pelo travesseiro. 

-Isso não foi tão pior do que te ver beijar Liam! -Ele retruca. 

-É sim Justin! -Grito, jogando para o lado o travesseiro. -Você nem ao menos quis me entender! Me tratou como um nada! -As lágrimas desciam pelo meu rosto descontroladamente mas eu não me importava. -Sabe o que aconteceu aquele dia? É claro que não sabe. Liam me beijou a força. -O maxilar de Justin se travou e seus punhos se fecharam. -E quer saber porque eu queria tanto falar com você? Eu gosto de você! Mas isso não importa, não mais. -Justin piscou umas duas ou três vezes como se não acreditasse no que ouvirá.

-Lilly eu.. -Ele suspira -Eu também gosto de você, eu acho. Quer dizer, eu nunca me apaixonei antes... A gente ficou e você me afastou mas de repente você diz que gosta de mim. É tudo muito confuso. Me desculpe. -Ele tenta acariciar meu rosto mas eu o empurro para trás. 

-Justin, você sabe quem estava no seu quarto? A menina que mais me odeia naquela escola! Você quer dizer que, quando não pode ter a mim, corre atrás dela? -Pergunto indignada.

-A gente nunca ficou, somos apenas amigos. 

-Olha, eu só quero ficar sozinha agora.

-Ta, mas e a gente?

-Justin, nunca existiu a gente e para falar a verdade, eu nem sei se vai existir. -Meu mundo havia caído, literalmente, porque Justin era meu mundo.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...