História For Ever At Freddy's -Gameplay - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Mangle, Marionette, Nightmare Bonnie, Nightmare Chica, Nightmare Foxy, Nightmare Freddy, Personagens Originais, Phone Guy, Purple Guy, Springtrap, Toy Bonnie, Toy Chica, Toy Freddy
Tags Animatronicos, Animatronic's, Bonnie, Chica, Comedia, Fnaf, Foxy, Freddy, Humor, Jaderiddle, Pizzaria, Self-inserction, Survival, Suspense
Exibições 19
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Self Inserction, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom, acho que já faz pouco mais de um mês que não trago um capítulo dessa fic
peço desculpas
Mas...vamos para o capítulo
está de noite
uma ótima hora para ler um terror...
espera, acho que estamos falando da fic errada, se você está aqui, é porque quer rir
então partiu

Capítulo 3 - As primeiras piores noites


Noite 5

 

  Se eu estava preparada para entrar outra vez naquela pizaria maluca? Com certeza não! Mas eu podia simplesmente deixar tudo de lado, eu pelo menos merecia uma recompensa por todo o esforço de querer me manter viva.

  E se alguém me avisou que que quinta seria a primeira pior noite da minha vida? Não! E eu só descobri isso quando entrei no escritório e atendi o telefone, mas a voz não era do homem de duas noites atrás, aquela voz com certeza era obra do capeta.

 

-Minha nossa, agora eu realmente estou com medo. -Engoli em seco, olhando as câmeras. -Droga, a raposa está querendo vir me pegar...

 

  Sabe quando você sente uma energia negativa no local? Então. Foi exatamente o que eu senti naquele momento. Enquanto eu olhava as câmeras e percebia os animatrônicos sumindo, eu comecei a jurar que não ia viver por muito tempo.

  Mas..Confiança e otimismo é tudo! Eu acho...

 

-Ai meu Deus! O Freddy sumiu! -Gritei, desesperada. -Ah, ele está na área de festas.

 

  Escuto passos do meu lado direito e vou acender a luz da porta para ver o que era.

 

-Ai, que susto Chica. -Tentei agir normalmente. -Oi Bonnie! -Falei, olhando a cara roxa do coelho gigante à minha esquerda.

 

  Duas horas da madrugada e lá estava eu, olhando as câmeras com cara de louca desesperada, até ver a cortinha de Foxy totalmente aberta.

 

-Ha ha ha, FOXY!-Berrei, apostando corrida com a raposa até a porta.

 

  E pra piorar a situação, acabo perdendo o Freddy de vista e novamente vejo aquela frase na minha frente, dizendo "It's me".

 

-Ai Bonnie, de novo!-Saltei da cadeira onde estava, para ir fechar a porta. -Droga...Meu coração está morrendo...

 

  E foi quando o relógio marcou exatamente três horas, que começou a pior contagem regressiva da minha vida.

 

-Olha só...-Sussurrei, encolhendo os olhos para a câmera. -O Foxy está vindo...Está saindo da cortina...

 

  Um barulho na porta direita me tirou a concentração e por pouco eu não caio do cadeira. Era a Chica.

 

-Chica, sua galinha! -Bom, acho que não era pra ser um xingamento, já que ela era literalmente uma galinha, ou quase.

 

 O pior é que com a porta fechada, a bateria acabava mais rápido, e só me restavam trinta e três por cento.

 

-Eu tenho que viver! -Cantarolei para mim mesma.

 

.4:00.

 

  Freddy sumiu por uns minutos até eu encontrá-lo novamente, na cozinha.

 

-Sai daqui, Bonnie! -Reclamei, indo até a porta esquerda. - Me deixe viva!

 

  As horas estavam passando tão rápido, mas eu estava tão perto de cair na armadilha do quarteto assassino, que nem ousei comemorar.

 

.5:00.

 

-Ai, minha santa! -Comecei a engasgar ao encarar os últimos seis por cento de bateria.

 

  E mesmo com o pouco que ainda me restava, precisei fechar as duas portas em minha volta...Eu estava cercada...

 

-Ótimo, estão todos me cercando...O Freddy, a Chica e o Bonnie...

 

  Até para a felicidade dos brinquedos assassinos, a energia finalmente acabou, e tudo que eu queria naquele momento, era desmaiar.

  Olhei discretamente para a porta esquerda e me deparei com o rosto de Freddy...Se eu paralisei feito uma estátua? Com certeza!

  Ficamos nos encarando por um longo momento, até o alarme avisar que já era seis da manhã.

  Após me recuperar da minha quase morte, saí correndo para fora da pizzaria, rindo feito ma louca. Afinal, não é todo dia que você olha a morte nos olhos e ainda sai ganhando. 

  E o que eu ganhei? Mais uns anos de vida e o meu tão merecido salário!

 

 

Noite 6

 

  Bom, se você acreditou que a quinta foi a primeira pior noite da minha vida, acreditou numa verdade, por que depois da primeira, vem a segunda pior noite, depois a terceira, e assim vai...

  E tem vezes que a teimosia e a curiosidade da pessoa é tão grande que nem ela mesma consegue se controlar. Por que eu voltei? Ninguém sabe...Ou sabe...E não quer me contar.

  Olhei para as câmeras, meia-noite, já perdi a Chica e o Bonnie de vista.

 

-Bom, estou fazendo o relatório do meu provável último dia de vida. -Falei, arrumando o meu gravador em cima da mesa.

 

  Ouço a risada do Freddy, vou olhar a câmera onde ele costuma ficar, mas ele não estava lá. o Bonnie aparece pela segunda vez na porta esquerda.

 

 -Como é divertido olhar pro Foxy. -Disse, ironicamente, encarando o animatrônico com um gancho no lugar de uma mão.

 

 Uma da madruga, oitenta por cento de bateria. Gravei essa informação, seja lá que fosse ouvir, teria que saber o que era esse lugar.

 

-Freddy, o urso gigante, andou até a outra sala. -Falei para o gravador, enquanto olhava as câmeras. -O Bonnie também, aquele coelho roxo assassino.

 

  Eu estava realmente gravando tudo que estava acontecendo ali. Eu não queria nem saber o que os outros iam pensar, eu ia provar que aqueles brinquedos tinham vida própria, de alguma maneira! Eu não ia aceitar ser demitida e saber que colocariam outro guarda no meu lugar...O coitado não merece sofrer desse jeito. Foi quando eu lembrei do guarda que falou comigo nas primeiras noites.

 

-Estou a duas noites sem ouvir a voz do cara do telefone, porque os bichos mataram ele. -Disse. -Tenho que viver com isso. A culpa é minha, eu podia salvá-lo, mas não fiz nada...

 

  Mas eu precisava manter o foco, e sair dali viva...Ou pelo menos inteira. Por que eu já estava na mira do Foxy, que estava preparado para correr até mim. 

  O relógio marcava duas horas, e só restavam sessenta e três por cento da bateria.

 

-Se eu vou viver? ninguém sabe.

 

  Dois segundos depois eu quase engasguei com o grito que não passou da minha garganta ao ver a raposa maluca passando pelo corredor.

 

-Duas da manhã, cinquenta por cento de bateria e o Foxy quase derruba minha porta. -Informei ao gravador, já recuperada. -Eu quase infartei mais de três vezes e a culpa é desse trabalho!

 

  Percebi que já fazia um tempo que não me assustava com a Chica, e resolvi fazer um comentário. Péssima escolha.

 

-Ué, a Chica sumiu...Será que foi dar um passeio na rua? AH, ELA TA AQUI!-Me levantei imediatamente e fui correndo fechar a porta.

 

  Três horas da madrugada, quarenta e cinco por cento de bateria. Estava tudo do mesmo jeito. Ou quase...Freddy ainda estava no lugar, mas alguém tinha quebrado as câmeras, de novo...

 

-Eu só quero viver!!!-Eu tentei não chorar. -Por que é tão difícil? Só estou pedindo!

 

  O relógio finalmente marcou quatro horas da madrugada. Eu não estava comemorando, ainda. Pra falar a verdade, eu já tinha perdido as esperanças de vencer aqueles monstros. Provavelmente fiquei louca, e já estava dizendo coisas como:

 

  "QUATRO HORAS DA MANHÃ! É A MAIS DEMORADA DO MUNDO"

  "Poxa, acho que serei a nova voz do telefone...O que vocês acham, pessoal?"

 

  Bom, fora isso, às quatro horas, Foxy veio correndo como quem está na maratona e levou toda a minha bateria, deixando apenas vinte por cento dela.

 

-Quatro horas da manhã. Eu vou viver? -Perguntei para mim mesma, sorrindo. -NÃO!

 

  Trabalhar de vigia noturno, na pizzaria favorita da criançada, com animatrônicos adoráveis, um lugar super confortável, que deixa os pais felizes e satisfeitos? Olhando de fora parece a melhor coisa do mundo.

  Até você realmente ser o vigia noturno, e descobrir que os brinquedos são anjinhos apenas na luz do dia, e que durante a noite, descarregam toda a sua raiva, e invocam o capeta, atrás de você.

 

-Eu espero que alguém ouça essa gravação, porque depois disso, eu nunca mais volto nesse inferno! -Reclamei, em seguida olhei para o tablet, para ver as câmeras, e tive uma surpresa. -Nove por cento de bateria e nem deu cinco da manhã.

 

  Até que finalmente a hora tão esperada chegou! Cinco horas da manhã!

  Mas como sempre, a alegria de vigia noturno dura pouco, e quando me dei conta, já estava cercada pelos animatrônicos.

  E a contagem regressiva da bateria começou...

 

4%

3%

2%

1%

 

-Adeus. Mundo Cruel.

 

  Acabou a luz

  Congelei ao ver o rosto do Freddy outra vez

"Eu não estou aqui." Sussurrei para mim mesma. "Eu vou me fingir de morta"

  Vários minutos de silêncio.

 

.6:00.

 

-AAAAhhhh!!!!!-Eu gritei, e bom, uma lágrima escapou no meu rosto...Eu estava viva!

 

  Como eu consegui? Ninguém sabe.

  E eu nem me atrevi a ficar ali pra ver o que aconteceu depois, a última coisa que eu vi foi o homem misterioso vestido de roxo entrar na pizzaria. O que ele estava fazendo ali? Bom, eu não seria louca de ficar ali para saber. 

  Daquela pizzaria eu queria distância, e foi o que eu consegui...Ou foi o que eu pensei...


Notas Finais


E aí está o fim do primeiro jogo
no próximo capítulo eu estrei no FNAF 2
mas antes, assistam esse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=FFwUpPtks6M
Encontrei ele por acaso aqui no youtube, e ele resume exatamente as gameplays desses três capítulos
enfim, comentem o que acharam, e até o próximo capítulo
*-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...