História For Her - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Chris Argent, Claudia Stilinski, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Natalie Martin, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Allison Argent, Amor Verdadeiro, Beacon Hills, Crystal Reed, Dylan O'brien, Holland Roden, Lydia Martin, Otp, Scallison, Stiles Stilinski, Stydia, Teen Wolf, True Love, Tyler Posey
Exibições 22
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo de For Her, um pouco mais curto por conta de ter grandes revelações sobre a vida de Stiles e de todos os personagens

Capítulo 3 - Memórias esquecidas


Fanfic / Fanfiction For Her - Capítulo 3 - Memórias esquecidas

Assim que Stiles abriu os olhos pode sentir uma forte dor em sua cabeça, parecia que havia uma tonelada de tijolos em cima da mesma. Cada movimento que ele fazia afim de olhar ao redor de onde estava era um sacrifício, o pouco que enxergava era seu corpo coberto e uma luz fraca invadindo o local onde estava.
- Tente não se mover - Era uma voz conhecida e doce, Stiles se virou para ver a quem pertencia e lá estava ela, a ruiva de seus sonhos, ela estava cuidando do rapaz - Finalmente acordou - Ela sorriu, ela era maravilhosa sorrindo, a ruiva molhou um pano na vasilha cheia d'agua em seu colo e passou o pano úmido no rosto do moreno com delicadeza.
- Você? - Stiles disse sem acreditar, a garota parecia um anjo, tão gentil, tão delicada. Os olhos de Stiles ficaram pesados mas ele não queria dormir, não agora que estava em uma companhia tão amável. Só que o moreno não tinha poder sob suas pálpebras, elas se fecharam cada vez mais rápido e dentro desse tempo a ruiva continuou ali, sorrindo e cuidando de Stiles.
Passado alguns dias, Stiles acordou novamente mas dessa vez estava sozinho no cômodo, sua cabeça doía bem menos então o rapaz decidiu se levantar.
- Não, fique deitado - Allison disse ao entrar no cômodo - Você bateu a cabeça feio - A morena segurava uma bandeja com comida e o estômago de Stiles roncou, ele estava mesmo precisando comer.
- Obrigado - O menino disse ao se ajeitar na cama - Desculpe não me lembrar de você - Ele disse enquanto olhava para Allison, o rapaz analisava atentamente a garota, tentando achar algo familiar em seus olhos, seus cabelos, suas mãos ou sua voz mas nada, nada vinha em sua mente.
- Não é sua culpa e você está vivo, só isso importa - Allison sorriu, era um sorriso tristonho mas ter Stiles ali, era como ter um pedaço de Lydia com ela.
- O que era aquilo? No portão - Stiles perguntou e a memória veio em sua cabeça, parecia humano e parecia um monstro.
- Era uma besta, antes era um humano normal mas foi vítima de um vírus que os deixam com fome de carne humana - Allison disse com normalidade em sua voz, aquilo já devia estar ocorrendo a muito tempo e Stiles parecia ter acabado de chegar na Terra.
- Isso é confuso. São tantas coisas acontecendo - Stiles disse baixo tentando não se mover para que Allison pudesse cuidar de sua ferida sem problemas.
- O que quer saber? - A morena perguntou enquanto retirava o curativo da cabeça de Stiles, a garota observou a ferida que ainda estava aberta e sangrava - Talvez arda um pouco - Disse a menina para o moreno.
- Tudo bem. Então…esse tal vírus como se formou? Como tomou conta de tudo? - Stiles perguntou ao molhar o algodão na água.
- Existia um laboratório, eles faziam experimentos para tratarem o câncer, disseram que tinham a cura e precisavam de cobaias. Muitos se candidataram mas só houveram 4 escolhidos: Natalie, Melissa, Cláudia e Chris. Sabe quem é Cláudia, Stiles? - Allison perguntou.
- Não - Stiles respondeu.
- Era sua mãe - A morena passou a língua entre os lábios tentando não chorar e passou o algodão com água sob a ferida do rapaz que fechou as mãos ao sentir o ardor.
- Como ela era? E meu pai? - Stiles perguntou curioso.
- Ela tinha cabelos negros, pele branca e olhos avelãs, você tem os olhos dela mas tem o sorriso do seu pai, ele tinha olhos verdes e cabelo loiro escuro com um sorriso estonteante - Allison ainda limpava a ferida do rapaz mas agora com mais cuidado do que no começo e continuou a falar - Enfim…Esses quatro tiveram que passar alguns anos no laboratório, os cientistas estudavam seu DNA, cada parte de seu corpo, eles precisavam saber exatamente como a vacina iria se comportar. Então aplicaram, as primeiras notícias eram ótimas o vírus do câncer havia sido destruído. Todos seguiram suas vidas, tiveram filhos. Já haviam passado 5 anos desde dos testes e então os sintomas apareceram. Anemia, febres de 40° graus, tosses com sangue, emagrecimento, ilusões, visões, delírios. Ninguém sabia explicar o que estava acontecendo e então o canibalismo começou. O laboratório levou todos de volta junto com as crianças, que eram nós: Eu, você, Scott e Lydia - De toda a história, tudo o que ocorreu e ainda ocorre, o que fez o coração de Stiles apertar mais forte foi o nome Lydia que ecoou na mente de Stiles - Queriam fazer testes mas um doutor fugiu conosco, nos abrigou no meio daquele caos mas não adiantou, não fez o vírus parar, ele só aumentou e agora aqui estamos nós - A garota terminou ao jogar fora o algodão e suspirar. Ela já havia ouvido aquela história tantas vezes, chorado por ela tantas outras mas sempre que a contava um pedaço de seu coração se despedaçava.
- Nossos pais morreram? Morreram naquele laboratório? - Stiles perguntou.
- Sim - A morena molhou o algodão no iodo, e passou o algodão úmido sob a ferida ainda aberta do rapaz, o menino mordeu o lábio ao sentir arder e fechou os olhos.
- Stiles - Um murmuro chegou aos seus ouvidos, era uma voz familiar mas não a de Allison e um arrepio percorreu seu corpo em uma rapidez inimaginável. Os olhos de Stiles se abriram em um gesto assustado e olhou em volta mas só havia Allison ali.
- Stiles! - Allison resmungou e deixou o algodão cair.
- Eu ouvi uma voz… - Stiles começou ao se virar para Allison e ver a vasilha que a ruiva segurava, a voz era a mesma - Era ela - O moreno disse com um entusiasmo estranho em sua voz.
- Ela quem? - A menina perguntou ao jogar o algodão fora e se virar para Stiles afim de continuar a fazer seu curativo.
- A garota ruiva, ela veio aqui com essa vasilha, molhou meu rosto… - Stiles começou mas foi atrapalhado por Allison, o espanto era perceptível em seu rosto, como ele poderia ter alguma memória com Lydia?
- Olhos verdes? - Allison perguntou ansiosa pela resposta.
- Sim, onde ela está? - O peito do moreno saltitava como nunca antes, suas mãos suavam e seus lábios tremiam, seu corpo parecia ter entrado em curto…Era isso o que a ruiva o causava, lhe salvava de cair no precipício e lhe levava a loucura, lhe tirava o chão, era insano o que uma pessoa conhecida por flashes causava ao garoto.
- Você não se lembra mesmo - Allison tentou sorrir para disfarçar a lágrima que descia em seu rosto e todo o curto que acontecia no corpo de Stiles foi desaparecendo pouco a pouco.
- Allison? Tudo bem? - Stiles perguntou ao se aproximar da garota.
- Stiles, a Lydia morreu - As palavras saíram dos lábios trêmulos de Allison e acertaram em cheio o pequeno coração frágil do rapaz esquecido.


Notas Finais


Surpresos? O que será que houve com Lydia? Que tal matar um pouco da curiosidade com um trecho do próximo capítulo?

"Scott e Stiles ficaram parados sem palavras, a garota poderia estar certa? E se os sentimentos de Stiles estivessem o enganando? Pregando uma peça? Se sua mente estivesse procurando Lydia por simplesmente não aceitar que o amor de sua vida se foi? Stiles respirou fundo e se sentou na cama.
- Stiles… - Scott começou mas Stiles interviu e pediu que ele saísse antes que pudesse dizer algo a mais."


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...