História For Life - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Dylan O'Brien, Justin Bieber, Keegan Allen, Lucy Hale, Selena Gomez, Zac Efron
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Hot, Justin Bieber, Romance, Sexo
Exibições 236
Palavras 1.533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu de novo..kkkk

Daqui a pouco vcs enjoam de mim

Boa leitura
Xoxoxo

NÃO REVISADO!!!

Capítulo 63 - Sinto falta...


DUAS SEMANA DEPOIS.

New York, 26 de Novembro de 2016.

Justin Bieber

Faz exatamente duas semanas que ela saiu da minha casa. Tudo parece vazio aqui, sinto falta dela.

Minha mãe voltou para o Havaí assim que Izabelly saiu da minha casa, Cynthia é meu consolo que sabe bem que só temos um sexo casual e nada mais.

Saf está na minha casa e todos os dias Zoe leva ela para passar as tardes com Izabelly, mas eu queria ela aqui com a gente e não morando sozinha. Ela não precisava ir. Pelo menos da empresa ela disse que nao sairia.

— Senhor Bieber? — Cynthia entra na minha sala.

— Sem bater? — a encaro.

— Ah...Eu...eu pensei que...não tinha problemas. — ela diz sem jeito.

— Ah um problema, não tem essa intimidade comigo. Aqui você é funcionária como qualquer outra. — deixo claro.

— Desculpe. — ela pede e faço um gesto para que fale logo. — Tem uma reunião agora à tarde. — ela diz e antes que eu possa falar algo Izabelly entra na sala e eu fico de pé.

— Boa tarde. — ela sorri.

— Boa tarde, Izabelly. — abro um sorriso.

— Boa tarde, senhorita. — Cynthia diz com um meio sorriso forçado.

— Justin, vim para dizer que quero levar a Saf no parque que abriu aqui na cidade, de crianças e bom, se quiser ir junto para tirarmos umas fotos e eu não também não ficar sozinha com ela. Acho bom ela ter os dois por perto. — ela diz já se sentando.

— Ah claro, você tem razão. A que horas vamos? — pergunto.

— Agora a tarde. — ela responde.

— Okay, eu passo na sua casa com a Saf e vamos de lá. — digo.

— Senhor, agora a tarde temos uma reunião. — Cynthia fala e agora que percebo que ela ainda está aqui.

— Cancele. — mando.

— Tem certeza o senhor... — levanto a mão a interrompendo.

— Cancele agora mesmo. Não preciso de conselhos de como dirigir a empresa, Cynthia. — digo e ela assente. — Pode se retirar. — falo e ela sai em seguida.

— Tudo bem pra você mesmo, Justin? — Izabelly pergunta.

— Tudo, passo na sua casa. — respondo.

— Ótimo então, estarei esperando. — ela se levanta.

— Já vai?

— Sim, tenho que fazer umas coisas ainda. — ela diz e sorri. — Até mais rápido.

— Até! — sento com um sorriso no rosto, talvez essa seja a hora de eu concerta as coisas.

Izabelly Collins


Saio da sala de Justin e sorrio com a animação dele com um passeio.

— Eu disse para não ficar atrapalhando. — a ruiva entra na minha frente e abro ainda mais meu sorriso.

— Eu disse que o que é meu é meu. Você que quis entrar no meio bonitinha. — cruzo os braços.

— É comigo que ele dorme. — ela me olha irônica e eu chego mais perto dela.

— Até quando eu deixar. — pisco. — Ah e é melhor você dar o beijo de despedida por que pela carinha de felicidade dele, acho que ele quer fazer as pazes. — sorrio e saio andando vendo a mesma explodir de raiva.

Esses dias sem o Justin, pude perceber uma coisa. Eu não vivo sem aquele babaca... Sinto falta dele a cada estante.

Jamie preencheu muito esse vazio mas não totalmente e eu sei porque, por que é impossível. Pode ser o homem mais gostoso da face da terra. É o possessivo idiota que eu amo e nada e nem ninguém vai mudar essa merda.

Contei com a ajuda de Dylan e Zac que agora estão namorando com as meninas lá da empresa. Dylan está namorando Júlia e Zac está namorando a Ana. Fico feliz por eles, elas são um amor. Os meninos têm me ajudado muito e me aconselham a me acerta com Justin logo e bom é isso que vou tentar.

Agora a gente só tem que fazer direito as coisas e parar com as borradas de sempre, eu tô cansada de cometer os mesmos erros e tenho certeza que ele também então, essa é a nossa chance de concerta as coisas.

Chego na empresa de modelos e vou atrás da minha maquiadora e da minha cabeleireira.

— Maria você viu a Júlia? — pergunto.

— Está com a Ana na parte do salão. — ela responde.

— Então pede a Ivana para separar uma roupa confortável para mim. Eu já falei com a Rute e ela já refez minha agenda de fotos para amanhã. Maria Alice a namorado do Kaio vai ajudar a Ivana com a preparação da festa da Saf de um ano amanhã juntamente comigo. — digo.

— Então amanhã quer todas aqui? — ela pergunta curiosa.

— Sim, elas vão me ajudar na decoração. — sorrio.

— Contrata a Clara? — ela pergunta animada.

— Sim, Clara é a melhor em organização de festa, preciso dela aqui. — bato palmas.

— Sim senhora. — ela anota tudo.

— Vou me aprontar. — digo e vou até a parte do salão.

— Qual a de hoje? — Ana minha cabeleireira pergunta.

— Quero só o básico. — explico.

— Então, make básica também? — Júlia me olha curiosa.

— Você arrasa mesmo, sim, só o básico. É só uma saída. — sorrio.

— Então deixa com a gente. — Júlia diz e eu afirmo esperando o resultado final.

As meninas me deixaram simples mas muito bonita e eu estava mega animada para hoje, já que não ando com Justin a quatro meses e meio. Graças pirraça dele.

Vou até onde ficam as câmeras e encontro com Kaio.

— Menina linda. — ele beija minha bochecha.

— As pessoas arrumam namoradas e esquecem os outros. — bufo.

— Se você namorasse alguém como a Maria Alice, saberia o por que. — ele morde os lábios.

— Credo. — bato nele. — Palhaço. — reclamo.

— Quero falar com você. — Kaio me olha Serio. — Diz pra mim que você foi ao médico. — ele pede.

— Ah...Claro que fui. — sorrio.

— E o que você tinha? — ele me encara.

— Nada, só cansaço excessivo. — disse.

— Tem certeza? — ele me olha preocupado.

— Tenho. — respondo. — Quero uma câmera pequena mas com qualidade de imagem para levar hoje à um passeio. — peço tentando sair desse assunto.

— Vou arrumar pra você. — ele diz e eu afirmo sorridente.

Começo a me arrumar e em menos de meia hora já estava com a roupa que Ivana separou para mim e pronta esperando o Bieber.

Ouço a buzina e olho pela janela vendo o carro de Justin do lado do fora. Desço as escadas correndo e entro no carro em seguida. Olho a Saf no banco de trás na cadeirinha batendo palmas.

— Vamos ao parque amor. — beijo sua testa e depois me senti direito no banco passando o sinto pelo meu corpo.

— Pake. — ela diz rindo e bato palmas, Saf fala bastante para idade dela. Embolado e faltando letras mas fala.

— Está animada. — Justin me olha.

— Muito, gosto de parque. — sorrio.

— Sabe que não vai em nenhum brinquedo né? — ele brinca.

— Quem disse que não? La tem uma minhoca muito maneira. — digo e ela gargalha.

— Está linda também. — ele elogia e sorrio de novo.

— Obrigada! — peço e ele sorri começando a dirigir.

Chegamos rápido ao parque e Justin logo entrou na fila para pegar pulseiras para podermos ir em todos os brinquedos.

— Vou arranca sua pulseira só para você não ir nos brinquedos com a gente. — Justin brinca comigo.

— Se arrancar, vai pagar outra. — faço bico.

— Só se você me der um beijo. — ele me olha carinhoso.

— Que safado! — sorrio sem graça.

— Vamos. — ele coloca a pulseira em mim e na Saf.

— Mama. — ela pede colo e eu a pego.

— Por que não pede o seu pai? Ele é forte. — falo e ela sorri.

— Mas preguiçoso. — Justin diz e começo a rir...

— Vamos tirar fotos. — falo e começamos tirar várias fotos na câmera que Kaio separou só pra mim já faz um tempo. E depois vejo o brinquedo que tanto queria ir e é um dos poucos que posso entrar.

— Minhoca. — falo correndo para fila.

— Parece um bebê. — Justin segura minha cintura.

— Sou grande. — empino o nariz.

— Só se for no seu mundo. — ele começa a me zoar.

— Para, Justin. — bato em seu ombro e entramos no brinquedo. Saf fica no meio da gente e parece está amando a experiência.

— A gente tá bem feliz hoje né? — ele me olha sorridente.

— É, estamos. — sorrio de volta.

— E podemos ser assim sempre. — ele diz.

— É uma proposta? — pergunto.

— Acho que sim. — ele segura minha mão.

— Acha ou tem certeza? — pergunto novamente.

— Tenho certeza. — ele responde e se aproxima me dando um selinho.

— Ahhh. — Saf faz birra por que o brinquedo parou.

— Vamos em outro, amor. — Justin pega ela no colo e saímos do brinquedo e quando estou descendo as escadas sinto uma tontura tão forte que paro e coloco à mão na cabeça. — Tudo bem? — Justin me olha preocupado.

— Tudo eu só... — não termino de dizer e não vejo mais nada só sinto uma pancada e depois nada...


Notas Finais


E aí? O que deu agora?

COMENTEM

AMO VCS
BEIJOSSSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...