História For Us - Capítulo 31


Escrita por: ~

Exibições 130
Palavras 4.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei. Mas voltei, suas lindas. E com um capítulo super especial.
Deixem a opinião de vocês.

Capítulo 31 - Just Kids in Love


Fanfic / Fanfiction For Us - Capítulo 31 - Just Kids in Love


- Eu achei!_ Biah apareceu com um vestido Branco nas mãos. As garotas se aproximaram dela_ estilo princesa, curto. Digno.

- Vai ficar lindo na Gabi._Ana sorriu.

- O meu está ali._ Gabriela apontou para a mão de Soraya _ Esse aqui é seu.

- Meu mas...

- Ah, vamos lá. _ disse Biah entregando a ela_ Você vai ficar linda com ele. E vai deixar Shawn impressionado.

- Okay..._ Ela respondeu envergonhada.

O vestido era Branco, com alguns detalhes bordados e transparentes e a Costa que quase ficava nua, mas era coberta por uma longa fita que cruzava o tecido inteiro.

A ida a loja foi somente para comprar o vestido para Ana, as outras ja tinham suas respectivas roupas em mente.

Assim que pagaram pelo vestido, foram em busca dos garotos para poder ir embora. Eles estavam na área de jogos, perdidos em diversas atividades diferentes.

- Eu não quero ter que ir catar 11 garotos espalhados por essa sala enorme._ disse Bruna.

- Também estou cansada demais, para ter que ficar batendo perna por esse salão enorme._ disse Deborah.

- Bem. Deixem comigo._ disse Ewe.

Ela se aproximou de duas garotas que estavam na máquina de karaokê.

- Vocês se importam se eu usar só um segundinho? Prometo uma foto._ falou simpática.

- Foto? De que?_ uma delas perguntou confusa.

- Ai meu Deus... a Ewe é louca._ Gabriela cobriu os olhos com as mãos.

- Magcon Boys!_ ela gritou, chamando a  atenção de todos no salão_ Estamos a sua espera aqui na porta. Gabriela está puta da vida. _ alguns pais olharam feio para ela_ Qual foi?  Eles não entendem. Mas desculpa o palavrão assim mesmo pirralhada._ falou a última parte em português.

Devolveu o microfone as duas garotas e voltou para a entrada.

- Ewe você é oficialmente a pessoa mais louca que eu já conheci. _ Mayara riu.

- Mas deu certo._ disse Deborah assim que os Jack's se aproximaram.

- Que merda foi aquilo?_ perguntou Gilinsky.

- Gabi! _ Taylor apareceu correndo.

- Desculpe a demora._ Aaron apareceu em seguida, assustando as garotas.

Os outros foram aparecendo aos poucos. Matthew, Carter,  Hayes que vinha segurando um ursinho de pelúcia, Blake que estava comendo algodão doce e rapidamente as garotas se aproximaram dele para roubar um pedaço. Ethan que assim que chegou perto delas deu um abraço de urso em Biah. Grayson que chegou nervoso, olhando para Gabriela.

- Caras, eu não estou puta._ Gabi riu.

- O Que?!_ JJ quase gritou _ eu larguei meu jogo e vim correndo pensando que era urgente.

- A Ewe é exagerada._ Sool deu de ombros.

- Podemos ir?_ pediu Deborah.

- Claro,meu amor._ Gilisnky falou baixo.

- Ainda está faltando garotos._ avisou Bruna_ so tem dez aqui.

- Falta um._ Soraya bufou_ Ele gosta de fazer graça com a nossa cara.

- faltam dois._ corrigiu Hayes_ Cam e o Wes.

- Nós até esquecemos de contar com ele. Não interage muito._ Gabi deu de ombros.

- Por incrível que pareça, ele so interagiu sobre você ou com você, não é? _ disse Gilinsky.

- É verdade. Eu nem sabia que ele falava português._ disse Grayson.

- Vocês já se conheciam antes?_indagou Hayes.

Gabriela ficou vermelha e sem saber o que fazer, encarou Aaron que estava mais distante e ele nem sequer a olhou.
Cameron e Wesley se aproximaram no mesmo momento.

- Vocês são surdos?!_ disse Soraya irritada.

- Tem quase dez minutos que Ewe deu o recado._ falou Biah.

- Desculpe, o fato de Gabriela estar puta da vida, não faça a menor diferença para mim._ Cameron deu de ombros.

- Para mim também não faz muita._ Wes olhou diretamente para Gabi com um olhar desafiador.

- Me segura se não vou la e quebro a cara dos dois._ gabriela susssurrou a soraya.

- O que deu em vocês?_Ana estranhou.

- Nada, Sweetie. Vamos logo embora._ Cameron passou por ela.

-  Esperem._Ewe se pôs na frente de todos_ Eu prometi uma foto para aquelas duas garotas.

As duas olhavam para eles com as mãos nas bocas para não gritar. Os garotos olharam para Ewe em seguida.

- Vamos la._ Taylor sorriu.

Um delas deu um celular a Mayara que tirou fotos delas com cada um deles.

- Agora podemos ir?_ pediu Carter.

- Vamos._ concordou Soraya.

Todos caminharam em silêncio até o estacionamento. Onde o motorista já os esperava, comendo um sanduíche monstro e com o rosto sujo de mostarda. Os garotos riram assim que o viram.

- Deixem o homem comer em paz._ Gabriela chamou a atenção deles.

- Ela é mandona assim o tempo todo?_ indagou Wesley.

- Ainda não viu nada._ Cameron rolou os olhos_ fica pior quando ela está estressadinha.

- Olha aqui, Cameron._ Gabriela andou em Passos largos e pesados até os dois, furiosa_ Não é culpa minha se você é um babaca egoísta. Me deixa em paz.

No mesmo momento Aaron apareceu e segurou Gabriela pela cintura a tirando do chão e evitando que ela fosse para cima dos dois.

- E você é maluca!...

- Já chega!_ Soraya gritou no meio dos dois_Já deu tudo isso.

- Soraya tem razão._ concordou Deborah_ Nós não podemos brigar. Principalmente vocês que são líderes dos dois grupos. Vai estragar a harmonia das apresentações.

Cameron não disse uma palavra, entrou no ônibus sem nem olhar para trás. Aaron levou Gabriela para um pouco mais distante dos outros.

- Já está melhor?_ verificou antes de coloca-la no chão, ela confirmou com a cabeça_ Não esquenta com ele, Gabi.

- Não esquentar? Ele está fazendo graça com a minha cara, só pode. Primeiro o Wesley, agora ele.

- Como assim o Wesley?!

- Esquece, Aaron. _ ela disfarçou_Vamos logo, o ônibus ja vai sair.

Os outros já estavam no ônibus, so faltava os dois. Assim que entraram, Aaron puxou Gabriela para os últimos bancos, os dois sentaram. Ele pegou um lado de seu fone e pôs na orelha dela, colocando na playlist mais calma que tinha.

- O que está fazendo?_ela perguntou curiosa.

- Fazendo você relaxar._ ele deu de ombros e sorriu em seguida.

- Aaron..._ ela sorriu e ele a beijou.

No mesmo momento, chegou uma mensagem no celular de Gabriela. Ela se afastou de Aaron e verificou, era de Nash.

" Está tudo pronto. Parece que é o Shawn que vai perder a virgindade."

" Shawn é um Príncipe de tão meigo e atensioso."

" Uau. Me senti um bruto agora."

" Você é bruto, Nash. LOL"

- Está falando com quem?_ perguntou Aaron retoricamente, ele sabia a resposta.

- Facebook._ ela sorriu.

- Chegamos._gritou Ewe.

- Finalmente. Estou louca para ir no banheiro._ Ana desceu correndo.

- Ana, espera. Usa o meu. Vamos nos arrumar no meu quarto._ Ewe jogou a chave para ela.

- Obrigada._ Gabriela desceu correndo e agradeceu a morena_ela não pode entrar no nosso quarto, se não vai descobrir tudo.

- E como vai fazer para esconder a surpresa dela até a hora de irmos?_ perguntou Deborah, se desfazendo dos braços de Jack.

- É só mante-la longe do quarto._ disse Mayara_Fácil.

- Então temos que pegar logo as coisas dela.

- Cara, essa história vai render. Queria poder filmar._ Bruna riu.







- Vocês acham mesmo que minha roupa está boa? Estou me sentindo estranha. Vocês não param de me olhar._ disse Ana nervosa.

- Deixa de neura, Ana. Voce esta linda. Agora fica parada, antes que eu fure seu olho._ disse Bruna enquanto tentava passar delineador na garota.

As garotas também já estavam prontas, andando de um lado para o outro no quarto de Ewe.

Biah estava com um vestido Verde, com as alças trançadas.  Ewe com um short Branco com a beira dobrada e uma camisa fina de seda Rosa, que mostrava os ombros. Bruna estava com um macacão branco sem mangas. Deborah com um conjunto, de bermuda de seda e top em tons pastéis e o cabelo preso em uma trança frouxa. Mayara com um vestido azul bebê justo na cintura. Soraya com uma saia jeans clara e camisa transparente. Gabriela estava com um vestido Preto de tecido fino com fendas em ambos os lados e o longo cabelo preso em um coque simples e bagunçado.

- Estamos todas prontas._ disse Ewe.

- Eu já acabei. Ana está pronta._ disse Bruna virando Ana para as outras olharem.

- Esta perfeita._ disse Soraya.

- Alguém viu meu celular?_ perguntou Ana.

- Está la quarto. Deixa que eu pego, vou buscar o meu tambem._ disse Gabriela deixando o quarto.

O quarto de Ewe ficava no terceiro andar, talvez fosse o sótão da casa, mas era lindo, principalmente pelo janela de vidro que dava uma vista perfeita e bastante ampla do Jardim, da rua e das outras casas. A cama King ficava estrategicamente de frente para a janela.

Gabriela saiu do quarto mas foi parada na escada estreita que dava para o quarto de Ewe. Nash já estava pronto também. Com uma camisa branca de botões, uma calça jeans clara com alguns rasgos e um tênis. Ele pôs a mão sobre o ombro da garota e sorriu.

- Você está cheirosa.

- Obrigada. Eu acho..._ Ela ficou nervosa.

- Esta tudo pronto?_ ele perguntou baixo, o que fez sua voz ficar ainda mais rouca.

- Sim..._ ela hesitou.

- Porque você está nervosa?_ Nash aproximou ainda mais a boca do rosto dela.

- Porque você está falando igual a um Serial Killer._ Gabi riu e ele se afastou_ Sério. Agora vamos. Tenho que pegar meu celular e de Ana la no quarto._ ela pegou na mão dele de maneira inconsciente.

Quando os dois entraram no primeiro quarto, já estava tudo arrumado, as luzes apagadas, e velas ao redor da cama e algumas na parede e janelas. Nash entrelaçou os dedos aos de Gabriela e fechou a porta atrás deles.

- Uau. Shawn realmente mandou muito bem. _ comentou fascinada.

- Gostaria de dizer que foi ideia minha. Mas ele sabe ser romântico estilo...

- Príncipe encantado?_ Gabriela riu.

- Isso._ ele riu também.

O silêncio se instalou novamente entre eles, Nash puxou a mão dela e trouxe para sua Costa, forçando uma aproximação. Sua outra mão foi para a cintura dela. Gabi entrelaçou os dedos nos cabelos da nuca dele e aos poucos foram se aproximando.

No mesmo momento, alguém abriu a porta.

- Nash, eu preciso de ajuda com o..._ Shawn olhou para os dois que se afastaram no mesmo momento_ Merda.

- Você está lindo, Shawn._ Gabriela sorriu.

- Obrigada. _ ele sorriu nervoso e olhou para Nash, que deu de ombros _ Eu queria saber se essa camisa está boa. Os botões dela me encomodam._ comentou puxando a gola.

- Deixe-me ver._ Gabi se aproximou dele_ Deixe os botões abertos. Vai parecer sexy sem ser vulgar._ ela desabotoou os três primeiros botões.

- Se você está dizendo, quem sou eu para discordar da minha linda namorada._ Shawn beijou a testa dela.

- Você está parecendo um Príncipe. Digno de um livro. Faltava apenas um cavalo branco._ela comentou.

- Posso subir no Nash, se for o caso. Um digno cavalo._ ele deu de ombros.

Gabriela teve um ataque de risos. Riu até Nash ir embora do quarto e Shawn ir atrás dele. Ela pegou logo os celulares no quarto e retornou para o quarto de Ewe.

- Vamos para a festa!_ gritou ao passar batendo na porta de todos os quartos.

- O que está fazendo?_ Shawn sussurrou ao abrir a porta.

- Quando todos descerem, você corre para o quarto que eu vou mandar Ana para lá. 

- Ah, sim. Okay.

Gabriela viu as garotas descendo as escadas e puxou a porta de Shawn. Carter, Taylor e os gémeos apareceram, tirando a atenção das meninas com comentários sobre o que elas vestiam.

- Queria deixar claro, o quão lindo a Ewe está._ falou Taylor.

- Obrigada, lindinho._ ela apertou a bochecha dele.

- Você está perfeita, Biah._ Ethan abraçou a morena.

- Okay, casais. Vamos descer._ disse Ana.

- Esperem por mim._ Hayes abriu a porta do quarto seguido de Matthew e Aaron e correu na direção delas.

- Cadê os outros?  _ perguntou Gabriela.

- Esta falando de Nash?_ Aaron cruzou os braços.

- Também... mas dos Jack's, do Cameron e do Wesley também._ela suspirou irritada.

- Já estão lá em baixo. "esquentando" ._ Carter fez aspas com os dedos.

- Sobrou Tequila de ontem não foi?_ perguntou Deborah a Ewe.

- Sim.

- Vamos logo, antes que eles decidam ir bêbados para a festa e nos façam passar vergonha._Gabi desceu com pressa.

- Ela é sempre exagerada assim?_ perguntou Hayes, enquanto a garota descia as escadas correndo.

- Sim. Mas eu não diria exagerada. Diria preocupada com o pior._ justificou Aaron.

- Mas ela não está errada._ Soraya riu_ Vamos também.

Todos desceram e os garotos já estavam com a garrafa de tequila pela metade e Gabriela os encarando com os braços cruzados.

- Nós mal chegamos e você já está bancando a mãe._ reclamou Wesley.

- Você estraga tudo quando está bêbado, Wesley. Fica na tua. _ ela rebateu.

Todos ficaram em silêncio, olhando assustados para os dois. Soraya estava com o mesmo olhar de Gabriela. As duas bufafam igual.

- Gente...._ Ana chamou atenção sem graça_ o ônibus chegou.

- Vamos embora._ determinou Hayes.

Cameron, Wesley e os Jack's levantaram do balcão e foram para fora com os outros. Soraya, Nash e Matthew ficaram parados olhando um para o outro.

- A Ana tem que ficar._ disse Soraya.

Matthew correu até a escada e verificou.

- Shawn já está no quarto.

- Nash, vai chamar a Ana._ disse Gabriela.

- okay.

Os quatro saíram e Nash correu até Ana que estava esperando para entrar no ônibus.

- O Shawn ainda não desceu._ disse Nash.

- Você tem que ir chama-lo se não ele vai ficar para trás. _ disse Gabriela.

Ela deu meia volta e entrou na casa.

- Vamos. Rápido. Entrem._ Matthew empurrou os três para dentro do ônibus.


Ana P.O.V 

 

Abri o quarto de Shawn, mas não havia ninguém. Verifiquei todos os quartos e até mesmo o banheiro. Onde um garoto daquele tamanho se esconderia? Ouvi uma leve melodia vir do meu quarto. Não pode ser...

Abri a porta e dei de cara com Shawn, sentado na cama com o violão no colo, ensaiando algumas notas aleatórias tão concentrado que não consegui falar nenhuma palavra. Olhei em volta dele. O quarto todo estava decorado com velas perfumadas, próximas a cama, encostadas na parede e na janela. 

- Shawn... _ o nome dele saiu da minha boca como um sussurro. Mas bastou para ele me olhar e sorrir, Largo e insinuante.

O que aquilo significa? 

- Você está aí.

- Vamos perder a festa. Vamos._ não sei ao certo porque disse aquilo. Minha cabeça estava entrando em conflito total. Estava empolgada com a festa mais cedo, mas saber o motivo de tudo aquilo também me atraia.

- Eles já foram embora._ele riu e se levantou, pegando um buquê de Rosas vermelhas e brancas e caminhando em minha direção_ Estamos sozinhos.

- Espera, o que?_ ri nervosa e recebendo as Rosas com um sorriso ainda mais bobo_ Então quer dizer que...

- Que tudo isso é para você._ ele acariciou meu rosto_ nunca tivemos um encontro, já que eu tenho uma namorada falsa. Então tive que me virar por aqui.

- Gabi ajudou você, não foi?_ levantei a sobrancelha curiosa. Como ela não me disse nada?!

- Sim. De primeira. Ela, Sool, Matthew e Nash.

- Eu nem sei o que dizer... agora faz sentido porque ela me enrolou tanto no Shopping e aqui e depois Nash me mandou vir atrás de você e. .._ ele interrompeu meu falatório nervoso com um beijo.

Um beijo calmo e carinhoso. Que me fez suspirar e derreter em seus braços, ao ponto de deixar o buquê cair. Ele se afastou e juntou o buquê, pegando em minha mão e me guiando para fora.

- Vem. Você vai entender o porque eu precisei de Nash nessa história._ ele riu e me levou para a cozinha.

Haviam velas por toda a mesa de jantar, com apenas dois lugares postos. Com vinho e duas taças acompanhando os pratos. Ele puxou minha mão e em seguida a cadeira, me sentando na mesma.

Foi até o forno e trouxe uma lasanha que fez meu estômago roncar apenas por sentir o cheiro.

- Uau._ foi tudo o que saiu da minha boca. 

Lastimável. O primeiro encontro que eu tenho, não sei nem como me comportar. Sem falar que é o Shawn Mendes. 

Deus. Obrigada. De verdade. 

- Hey._ ele estalou os dedos na frente do meu rosto, já estava sentado na minha frente_ você gostou? Está aí?

- Sim. Desculpe._ sorri nervosa novamente_ está tudo maravilhoso.

- Ótimo. Gostaria de dizer que fui eu que fiz tudo. Mas Nash que fez nossa comida. Já que sou uma negação na cozinha._ ele piscou.

- Você e sua música já conseguem ser perfeitos demais. Vamos deixar algumas qualidades para os outros mortais._ respondi.

Ele riu. Conversamos mais um pouco e ele me serviu com vinho. Não conseguia tirar os olhos da camisa dele, era como se eu estivesse hipnotizada pela pequena porção de pele pálida que aparecia ali, meus lábios formigavam para beijar mas eu devia me conter. 

Shawn nos serviu a lasanha e comemos quase tudo. Os assusntos, muitos por sinal se estenderam bastante e a noite não ficou nem um pouco entediante. Era meu primeiro encontro, graças a Shawn, foi tudo perfeito.

- Eu já ouvi uma das garotas chamar você você Ana Beatriz. Estou certo?

- Sim._ ri_ Meu nome é Ana Beatriz. Mas como são duas Beatriz no grupo, para não confundir. Eu sou apenas Ana e a outra apenas Biah. 

- Ah sim. Estou com isso na cabeça desde a semana passada._ ele comentou.

 

Ficamos calados, diria que pela primeira vez na noite, sem assunto. Já passava das onze, mas não precisaríamos ter pressa para nada, se bem conheço as garotas e pelo que eu pouco vi dos garotos, não voltariam tão cedo.

- Vou lavar a louça._ peguei os dois pratos e me levantei.

- Não precisa._ Shawn segurou meu braço.

- Porque?

- Tenho outra surpresa para você, lá em cima._ ele estendeu a mão para mim_ Vem comigo.

Larguei os pratos na mesa e ele segurou minha mão. Apagou as velas e subimos para o segundo andar. 

Shawn me puxou para a cama e me fez sentar, pegou o violão do meu lado e apagou algumas velas, para deixar o ambiente mais íntimo.


I know that we just met
Maybe this is dumb
But it feels like there was something
From the moment that we touched
Cause, it's alright, it's alright
I wanna make you mine

Sei que acabamos de nos conhecer
Talvez isso seja louco
Mas parece que havia alguma coisa
A partir do momento que nos tocamos
Porque está tudo bem, está tudo bem
Eu quero ter você pra mim

Me vieram as lembranças da nossa primeira semana juntos, o primeiro beijo que eu adoraria lembrar. Mas estava bêbada quando aconteceu. Mas o segundo, esse sim foi inesquecível.

The way you're lightin' up the room
Caught the corner of my eye
We can both sneak out the back door
We don't have to say goodbye
Cause, it's alright, it's alright
To waste time tonight

O jeito que você está iluminando o quarto
Apanhado o canto do meu olho
Podemos tanto esgueirar-se pela porta dos fundos
Não temos de dizer adeus
Porque , está tudo bem , está tudo bem
Para perder tempo hoje à noite

Maybe I'm just a kid in love
Maybe I'm just a kid in love
Oh, baby
If this is what it's like falling in love
Then I don't ever wanna grow up
Maybe I'm just a kid in love
Maybe I'm just a kid in love

Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Oh, amor
Se isso é o que é como se apaixonar
Então eu não quero crescer
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado

Oh, baby
It'd be cool if it's the two of us
But I don't ever wanna grow up
Cause I got it all
And I got it all
And I don't ever wanna grow up

Oh, amor
Seria legal se fôssemos só nós dois
Mas eu não quero crescer
Porque eu tenho tudo
E eu tenho tudo
E eu não quero crescer

Your place is kinda cozy
Your parents are out of town
Baby, there's no pressure
But if you're down, I'm down
Cause, it's alright, it's alright
To just talk tonight
But if you're feeling kinda crazy
Turn down the lights
We can take our time
Do whatever you like

Sua casa é aconchegante
Seus pais estão fora da cidade
Amor, não há nenhuma pressão
Mas se você está pra baixo, eu estou para baixo
Porque está tudo bem, está tudo bem
Basta começar hoje à noite
Se você está se sentindo meio louca
Apaga as luzes
Nós podemos ter calma
Faça o que quiser

I'ts alright, it's alright
I wanna make you mine

Está tudo bem, está tudo bem
Eu quero ter você pra mim

Maybe I'm just a kid in love
Maybe I'm just a kid in love
Oh, baby
If this is what it's like falling in love
Then I don't ever wanna grow up
Maybe I'm just a kid in love
Maybe I'm just a kid in love
Oh, baby
It'd be fine if this two of us
But I don't ever wanna grow up

Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Oh, amor
Se isso é o que é como se apaixonar
Então eu não quero crescer
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Talvez eu seja apenas um garoto apaixonado
Oh, amor
Seria legal se fôssemos só nós dois
Mas eu não quero crescer

Cause I got it all
And I got it all
And I don't ever wanna grow up

Porque eu tenho tudo
E eu tenho tudo
E eu não quero crescer

Cause you make me feel
Like I got it all, yeah
Cause you make me feel
Like I'm just a kid in love
Cause you make me feel
Like I got it all, yeah
And you make me feel, yeah
Like I don't ever wanna grow up

Porque você me faz sentir
como eu tivesse tudo , sim
Porque você me faz sentir
Como eu sou apenas uma criança apaixonada
Porque você me faz sentir
Como eu tivesse tudo , sim
E você me faz sentir , sim
Como eu não nunca quero crescer

Maybe we're just kids in love
Maybe we're just kids in love
Oh baby
If this is what it's like falling in love
Then we don't ever have to grow up
Maybe we're just kids in love
Maybe we're just kids in love
Oh baby
When we're alone and it's the two of us
I can't get enough
Talvez sejamos apenas crianças apaixonadas
Talvez sejamos apenas crianças apaixonadas
Oh bebê
Se isso é o que é como se apaixonar
Então nós não tem sempre a crescer
Talvez sejamos apenas crianças apaixonadas
Talvez sejamos apenas crianças apaixonadas
Oh bebê
Quando estamos sozinhos e é o dois de nós
Eu não me canso

Cause I've got it all,yeah
I've got it all, yeah
And I've got it, and I've got it all
And I've got it, and we've got it all
And I've got it, and I've got it all
But I don't ever wanna grow up

Porque eu tenho tudo isso , sim
Eu tenho tudo isso , sim
E eu tenho isso, e eu tenho tudo isso ,
E eu tenho isso, e nós temos tudo
E eu tenho isso, e eu tenho tudo isso ,
Mas eu não quero sempre crescer

- Shawn..._ sorri sem saber o que dizer.

- Não fala nada._ ele devolveu o sorriso.

Levantei e Corri para os braços dele, Shawn largou o violão de lado e me abraçou apertado. Beijei seus lábios como se Minha vida dependesse deles e naquele momento dependia. Ele correspondia com o mesmo desespero.

Fui empurrada com cuidado até a cama, em Passos forçados das pernas dele, Shawn apertava minha cintura com cuidado, como se eu fosse quebrar nas suas mãos. E finalmente as minhas mãos alcançaram o ponto alto da minha noite, sua camisa. Terminei de abrir os botões e meu corpo deitou com o dele por cima, toquei seu peito e senti seu coração bater tão rápido quanto o meu.

- Ana..._ ele parecia estar fazendo uma presse.

- Shawn..._ sussurrei como um agradecimento e ele sorriu.

Voltamos a devorar a boca um do outro, o quadril de Shawn se encaixou perfeitamente entre minhas pernas. Meus dedos entrelaçaram seus cabelos com intensidade, ele parecia tão absorto, que mal percebia a força com a qual eu os puxava.

Com muito esforço, consegui trocar de lugar com ele, indo para cima. Os lábios dele tremiam ao me observar, estava tão ansioso quanto eu. Me debruçou sobre ele e o beijei com delicadeza. 

Shawn começou um carinho agradavel desde a minha coxa, subindo pela lateral do meu corpo até chegar nas costas, onde soltou os fios do vestido, que caiu deixando meus seios a mostra. Ele sentou comigo ainda em seu colo, seus olhos estavam negros de tesão e eu não sabia se aquilo me deixava tensa ou ainda mais excitada. Aproveitei para tirar a camisa dele e assim que seus braços ficaram livres ele acariciou meu pescoço, beijando o mesmo em seguida. Fechei os olhos e dei um suspiro demorado, deixando minha cabeça cair para tras, até sentir os lábios dele em um dos meus seios. Meu corpo parecia ter entrado em combustão, só não cai porque um de seus braços segurou minha Costa, mantendo-me enclinada, na linha de seus lábios. 

Minhas pernas enrijeceram ao redor da cintura dele, assim que pude senti-lo rígido contra mim. Shawn me jogou na cama novamente, se livrando do resto do vestido e jogando ao lado da cama. Minhas mãos correram seu peitoral inteiro, estudando cada mínimo detalhe de pele macia que ele tinha, até chegar nas suas calça, onde abri seu cinto e a calça de maneira desesperada. A puxando para baixo com as mãos e com os pés. 

Shawn já estava muito excitado, arregalei os olhos ao ver sua box azul pela primeira vez. Ele puxou meu queixo e me beijou mais uma vez, encostando nossas intimidades e roçando contra mim em um ritmo delicioso. 

- Shawn..._ clamei entre o beijo.

Ele desceu uma das mãos pela lateral do meu corpo e puxou a calcinha para baixo, meu corpo inteiro tremeu e arranhei seus ombros. Shawn mordeu os lábios, como se tentasse se controlar. Ele estava demorando tanto, como se tivesse toda a paciência e tempo do mundo para descer minha calcinha. Puxei o rosto dele para me olhar novamente e o beijei de maneira afobada.

Ele soltou dos meus lábios rindo divertido, o que me fez encara-lo irritada. Beijou-me novamente e levantou. Indo até sua calça. Me livrei logo da maldita calcinha antes que ele começasse a me torturar novamente.

Observei ansiosa ele tirar a box e senti minhas bochechas esquentaram ao ve-lo por a camisinha.

Dei-me conta que realmente minha primeira vez iria acontecer. E eu não estava nem um pouco nervosa. Apenas ansiosa para senti-lo dentro de mim.

Ele voltou para a cama com cuidado, se encaixando como estávamos antes, fechei os olhos e suspirei.

- Ana..._ ele me chamou. Abri os olhos e ele me encarava preocupado._É a sua primeira vez?

- Sim._ confirmei comonum sussurro. Ele arregalou os olhos e seu rosto ficou inteiramente vermelho. Me estiquei e beijei seus lábios._ eu quero. Quero com você. Agora.

Shawn respirou fundo, aliviado. Entrelaçou nossas mãos e se empurrou para dentro de mim com cuidado. Tudo que senri foi uma ardência e meu útero se contrair, suspirei pesadamente e ele voltou a me encarar.

- Eu machuquei você?!

Movi meu quadril sozinha, ele fechou os olhos e começou a se movimentar devagar. Mergulhou o rosto no meu pescoço enquanto eu apetava seu quadril com as coxas e mordia seu ombro. Ficamos daquele jeito por um tempo, até eu não aguentar aquela paciência toda, puxei seu cabelo e o obriguei a me encarar.

- Mais rápido._ pedi com urgência.

Shawn aumentou as estocadas, tentando não usar tanta força, mas com velocidade. Gemidos começaram a escapar da minha boca de maneira desordenada. Quase me português. E ele ria sempre que acontecia.

Vi ele enrigecer o maxilar e apertar meu minhas mãos, ele ja estava prestes a gozar. Levei uma de suas mãos para meus seios e assim ele fez, apertando-os e dando leves chupões em meu pescoço. Meu corpo todo tremeu novamente e meu útero começou a latejar.

- Shawn..._ gemi baixo e ele sorriu.

- Vamos juntos._ ele sussurrou na minha orelha.

Levantei um pouco o quadril e ele passou a estocar com mais forçar. Mordia seu ombro e chegamos junto ao ápice. Nossas respirações estavam desordenadas e não conseguíamos parar de sorrir um para o outro. 

Ele levantou devagar e puxou o lençol que estava ao seu lado para me cobrir. Foi até o banheiro do quarto e voltou de la com sua box.

- Posso deitar ao seu lado?_ ele pediu na Beira da cama.

Me levantei e o beijei. Shawn riu e me abraçou. Deitando comigo novamente. Dividimos o mesmo lençol. Deitei a cabeça em seu peito, enquanto ele fazia carinho no meu cabelo e acabei dormindo.

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...