História For you - Consequências de um erro (Mpreg) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Appa, Drama, Jikook, Markson, Mpreg, Namjin, Omma, Vhope
Visualizações 318
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Parte de mim


Fanfic / Fanfiction For you - Consequências de um erro (Mpreg) - Capítulo 7 - Parte de mim

Pov’s Jin

 

-O que foi aquilo? -Perguntei a Namjoon, que estava sentado na cama enquanto apoiava a cabeça com ambas as mãos.- Você ia mesmo bater nele, Namjoon?

-Jin, olha que absurdo isso. Você acha bonito cada um de nós estar tendo filhos desenfreadamente? Você acha que o Jimin ou Jungkook tem condições de criar uma criança? Eles são crianças! Crianças que não tem noção do problema que nos causarão quando essa outra criança nascer.

-Namjoon… aconteceu, assim como aconteceu conosco. Só o que nos resta fazer é apoiá-los. Ou você quer que ele aborte o bebê? -Perguntei, irônico, cruzando os braços.

-Seria uma boa. -Desferi um tapa em seu rosto.

-Ficou louco?! Quer forçar o Jimin a tirar o bebê dele? Namjoon, você me forçaria a abortar nossos filhos quando estava esperando eles?

-É claro que não…

-Então por que está fazendo isso com o Minnie?

-Jin, você é um adulto.

-Ele também é, Namjoon.

-Mas que maturidade ele tem para criar um filho? Jungkook acabou de fazer 20 anos, você acha mesmo que eles tem maturidade para ter um bebê? Fora o nosso grupo… o nosso grupo está afundando, Jin. Já cancelamos uma turnê porque você teve que parir. Quantas mais teremos que cancelar, Jin? É o Yoongi, Jimin… só falta o Hoseok dizer que está esperando uma criança também. Eu sou o líder do grupo, sou eu quem dá a cara a tapa.

-Do jeito que você fala parece que se arrepende de termos o nosso filho. Sei que o nosso grupo é importante, mas e o nosso filho? O nosso grupo somos nós, adultos que o formam. Já o Seungy é uma criança, um bebê de 3 meses! Ele tem vida própria, Namjoon. O nosso grupo não. Seungy tem vida própria assim como o filho do Jimin… do Yoongi. E mesmo assim você prefere priorizar o grupo ao invés do nosso filho e praticamente nossos sobrinhos? Você prefere o grupo ao invés da nossa família? Namjoon, veja quantas coisas o Jimin já fez por ti… por nós! E agora, quando ele precisa de ajuda, você ameaça bater nele? Namjoon… o que está acontecendo contigo? Você não é assim. -Por alguns instantes, ele se manteve calado, fitando o chão.

-Nós somos importantes para muitas pessoas, Jin. Não quero que o grupo acabe e deixemos tanta gente decepcionada. Somos importantes para as ARMYs.

-Namjoon… eu sei que somos. Mas eu e você somos o mundo para o nosso filho. Nós 8… agora 10, somos uma família. Não são as ARMYs que ficam 24h com você. Não são elas que cuidam de ti, te acompanham e apoiam muito antes de 2013. O que você fez com o Jimin foi uma completa covardia, Namjoon. Você não tem noção do quão sensível alguém fica quando está em um período tão delicado como este.

-Eu sei que não fiz certo… mas quando ele disse aquilo eu fiquei com muita raiva. -Ele disse, cerrando com força um dos punhos.

-Por quê? -Perguntei, simplório.

-Não finja que não está vendo, Jin. O SeungYeon dá muito trabalho e exige muito de nós. Se só ele já nos tira muito tempo, imagina mais 2 crianças.

-Você fala tudo com tanta frieza…

-Só estou sendo franco.

-Namjoon. O Seungy não exige “muito” de nós, ele exige o mínimo. Ou você acha que limpar o bumbum dele é exigir muito? Você parece não entender que ele não tem a nossa idade e sabe se virar sozinho. Eu não acho que ele tira o nosso tempo, pelo contrário! Eu não sei você, mas eu largaria tudo pelo meu filho, Namjoon.

-Nosso. -Me corrigiu.

-Do jeito que você fala, Seungy parece ser só meu. Eu pareço ser o único entre nós que ama ele, Namjoon.

-Eu amo ele, Jin.

-Não parece. Na verdade, parece que você prefere suas fãs do que a sua família. Namjoon… você prefere o grupo? Você ama mais o grupo, a fama, as turnês do que a sua família? -Ele não me respondeu, apenas desviou seu olhar para o canto do quarto. Cruzei os braços e ri sem humos. Antes de sair do quarto, tirei a aliança do meu dedo e a coloquei sobre a cômoda.- Quando o seu amor pelo nosso filho e família for maior que o amor que você sente por essas coisas medíocres, voltaremos a ter alguma coisa. -Estava de frente para a porta, me voltei para ele e olhei nos seus olhos, estes que estavam arregalados.- Você amar mais essas coisas do que o Seungy é o mesmo que amá-las mais do que me ama. O Seungy é parte de mim, Namjoon. Eu pensei que você o considerava como uma parte sua também. 


Notas Finais


Capítulo curtinho? Sim. Só para não ficar sem atualização. Ainda essa semana posto o próximo. Me digam o que acharam ;3 quero saber a opinião de vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...