História For You - Imagine Rap Monster - Capítulo 85


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fluffy, Imagine Rap Monster, Rap Monster
Visualizações 74
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mil desculpas pela demora amores ❤
Eu tava com um bloqueio ENORME.
Boa Leitura ❤

Capítulo 85 - Capítulo 86 - Omma da Discórdia


              • S/N POV • 


 Acordei com Nam tentando deitar novamente sem me acordar, é...Tentativa falha. Ele estava meio preocupado, agitado, estranho.


– Amor, o que foi?  -  Perguntei levantando inquieta 

– Minha omma...Me ligou e disse que hoje vai vir aqui em casa te conhecer

– Aigo, o que tem demais? 

– Antes de entrar na Bighit minha mãe tentou me casar com uma menina, ela dizia que ela era a menina perfeita pra mim e que eu nunca encontraria a menina perfeita se não me casasse com ela..

– Como é o nome dessa menina? 

– Hye...HyeJin  -  Ele disse cabisbaixo

– Calma amor, vai dar tudo certo  -  Falei o abraçando 


De repente fomos surpreendidos com a campainha tocando, aquele barulho estridente me dá nos nervos


– Nam, vai atender que eu vejo se as crianças ainda estão dormindo

– Ta  -  Ele falou descendo as escadas e eu indo ao quarto dos dois.


Eles ainda estão dormindo, beijei a testa de cada um, fechei a porta e desci dando de cara com a Sra. Kim, Nam segurou minha cintura e disse


– Omma, essa é minha esposa, (S/N) 

– Namjoon, você enlouqueceu? 

– N-Não Omma, por que? 

– Se rebaixou para casar com essa...Imunda! Namjoon, a Song era a mulher perfeita pra você e você casou com esse...Projeto de puta.

– Se veio aqui pra insultar minha esposa, sai da minha casa agora!  -  Namjoon falou 

– Hye! 

Ai não, ela chamou a outra. Entrou uma menina loira com um vestido vermelho bem decotado e curto, a mesma subiu um pouco da saia praticamente mostrando a polpa da bunda dela. 

Nam apertou minha cintura e disse

– Não vai adiantar levantar essa sua sainha aí, eu só tenho olhos para a minha mulher  -  Ele falou colando ainda mais nossos corpos 

– Nossa! Por que me trata assim Namzinho? Não se lembra das noites quentes que tivemos? 

Santo Yoongi essa menina ta pedindo pra morrer

– Tivemos? Nem lembro mais, a (S/A) fez eu te esquecer completamente  -  Quando ele terminou de falar eu segurei momentaneamente a risada. 

Nammie...Quer ir ao Shopping? 

– Vamos subir nos arrumar 

Subimos, corri direto ao guarda-roupa pegando uma roupa qualquer. 

Coloquei uma bermuda preta ja que estava calor, uma blusa branca e meu converse de batalha vermelho.


** 


– Vamos descer? - Falo fitando o mesmo

– Temos que acordar as crianças 

– Okay, já volto.  -  Fui até o quarto deles e  os acordei  -  Ei, vamos ao Shopping?! 

– Vamos Mamãe!  -  Os dois falaram em sincronia, que fofos! 


** 


Quando eu terminei de arruma-los eu voltei pro quarto de mãos dadas com os dois dando de cara com a Hye e a polpa da bunda dela dando oi á luz, ela estava se aproximando dele quando eu cheguei na porta e disse: 

— Vamos Nam?  -  Perguntei assustando Hye

— Vamos  -  Ele disse passando por Hye que ficou plantada lá com a maior cara de cú. 

Nós descemos e Nam passou pela Omma dele dizendo 

— Até Ommoni, fique aí com seu projeto de puta  -  Ele sorri sarcástico e nós saímos de casa indo para o carro. 


** 


Finalmente chegamos ao Shopping e como sempre, paramos naquele parque de crianças que também serve de creche se quiser dar uma volta. Como sabíamos que se ficássemos lá esperando eles íamos demorar demais, resolvemos andar pelo shopping.

— Amor quer beber algo?  -  Ele pergunta me fitando 

— Anyo, você quer? 

— Também não.  -  Ele sorri e nós continuamos a andar pelo shopping 

Estávamos lá andando quando Lucas cruza com nós me encarando, no mesmo momento Nam abraça minha cintura fortemente colando nossos corpos. 


— Quem era aquele?!

— É um antigo amigo meu... 

— Se ele ficar te encarando de novo, eu mato ele 

— Que ciúmes é esse?  - Rio de sua frase 

— Eu tenho que cuidar do que é meu. 

— Isso me parece ciúmes

— Gostaria se a Hye começasse a me encarar na sua frente? 

— Anyo...

— Então não fale que estou com ciúmes porque a noite poderei te punir.

— Aigoo, como é bravo você

— Pare de me provocar  -  Ele fala sério no intuito de me assustar

— Okay okay... Não estou provocando 


Nam bufou, acho que cutuquei a onça com vara curta... Nós sentamos na praça de alimentação e ele ficou me fitando. 


— Que foi?  -  Perguntei olhando o mesmo

— Nada...Vou pegar uma cerveja, quer? 

— Quero 

— Okay, já volto  - Ele levanta e some da minha vista, logo Lucas reaparece e senta no lugar do Nam 

— Olha o que temos aqui...

— Lucas...? 

— Como está bela (S/N)...

— Lucas eu tenho marido...

— Interessante, por que não o vejo aqui? 

— Ele foi pegar bebida...

— Ah que pena...Parece que vou ter que brincar com você rapidamente então  -  Ele fala num tom ameaçador 

— B-Brincar...?  -  Eu falo e ele pega meu pulso com força, me arrastando pelo shopping  -  Lucas! Onde está me levando?! 

— Banheiro senhorita 


No mesmo momento Nam cruza com nós dois e me segura, impedindo que eu fosse arrastada ainda mais por Lucas. 


— Chegou o estraga prazeres...

— Estraga prazeres?! Se não sabe ou não entendeu, ela é minha esposa!  -  Nam fala ja nervoso 

— É que não tem muito pra ver do marido dela...  


No mesmo instante Nam me solta e vai pra cima de Lucas, mas eu interfiro e entro na frente do Nam. 


— Amor para, vamos deixar esse idiota aqui, vamos pegar as crianças e voltar pra casa, ok? Bater nele não vai mudar o que aconteceu aqui...

— Vamos então!  -  Nam pega em minha mão e me leva até o "parque" onde as crianças estavam 


** 


Acabamos de chegar em casa, Sra. Kim e Hye ja não estavam mais aqui. As crianças foram dormir e até agora, Nam não falou nada a respeito do que houve no shopping 


— Lembra do que disse no shopping a respeito dos ciúmes?  -  Nam fala quebrando o silêncio assustador 

— Mais ou menos...Por quê? 

— Você continuou...Lembra o que disse se continuasse a falar que era ciúmes? 

— Anyo 

— Pronta para ser punida?  -  Faço não com a cabeça  -  Que pena, pois vai ser...  -  No mesmo instante ele me derruba na cama e sobe em cima de mim, começando a distribuir beijos e chupões por meu pescoço. 



Notas Finais


Parei na melhor parte porque sou do mal e-e
Mil desculpas pela demora, amanhã ou sei lá quando eu recompenso vocês com um lemon bem massa e-e
Continuo ou não?
Bye bye ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...