História For You - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Eadlyn Schreave, Kile Woodwork
Tags A Herdeira, Amizade, Brigas, Colegial, Romance
Exibições 98
Palavras 1.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


voltei amoras!
Só queria avisar que estou de mudança por isso dei uma atrasada rs
Esse capítulo é um pouquinho diferente e é pra uma das minhas leitoras que queria saber mais sobre o Alex!
Espero que gostem💙

Capítulo 12 - Can I know what is happening?


Fanfic / Fanfiction For You - Capítulo 12 - Can I know what is happening?

Eadlyn,

- o que vamos fazer? -repetiu a minha pergunta- eu sei lá, você que manda.

- eu mal te conheço né? -questionei e me sentei em um dos bancos.

- o que você está insinuando? -pergunta se sentando ao meu lado.

- jogo de perguntas e respostas -me viro para ele.

- show -respondeu- você começa.

- okay -falei e pensei em alguma coisa- não sou muito criativa em perguntas, então só me fala sobre você e depois eu falo sobre mim, pode ser?

- como eu disse antes, você que manda -disse ele e eu dei uma pequena risada.

- tudo bem, começa então.

- bom, meu nome é Alex Hardie, nasci em Calgary, tenho 16 anos -começou- esse cachos ruivos -apontou para a cabeça- são naturais e essas sardas no meu rosto tenho desde que nasci. Um fato engraçado sobre mim é que eu prefiro esportes internos, aqueles que você joga em lugares fechados, sabe? -assenti e ele continuou- meu esporte favorito é o Baseball e eu sou apaixonado por música desde pequeno. Eu tenho uma irmã mais velha e meus pais são separados. Conheci Brad e Jack na escola e somos melhores amigos a muito tempo, eu não trabalho e meu último relacionamento foi a 5 meses com uma garota muito grudenta que por Jesus, ainda bem que eu abri mão -falou me causando uma risada engraçada- minha vida não tem muito de interessante, me fale sobre você agora.

- você quer mesmo ouvir eu contando a bíblia pra você? -perguntei.

- aconteceram tantas coisas na sua vida assim? mas tudo bem, pode falar.

- okay -suspirei- meu nome é Eadlyn Singer Schreave, tenho 16 anos e tenho um irmão gêmeo chamado Ahren e sou mais velha apenas por 7 minutos. Eu ultimamente tenho somente 6 amigos meninos: Hale, Ean, Henri, Kile, Fox e o meu irmão, tirando você e os brincalhões que foram embora. 

- peraí -deu uma leve pausa- você não tem amigas? 

- essa é uma outra questão da minha vida -falei- eu já tive amigas, mas aconteceu umas coisas a um tempo atrás e agora a única menina que eu converso é com Josie, irmã do meu melhor amigo. Eu tenho esse estilo todo escuro por causa desse dia e agora já me acostumei e gosto de mim assim. Meus pais passam o dia inteiro fora de casa trabalhando e aliás eu não sou nada parecida com eles, dizem que eu lembro muito a minha avó. Eu sou bem grossa e irônica mas sou bem legal, as vezes.

   Ele riu e logo falou:

- puxa, muitas emoções.

- sim -murmurei.

- o que aconteceu entre suas amigas e você?

- e...e-eu -gaguejei.

- tudo bem, não precisa falar se não quiser.

   Como era bom as pessoas entenderem quando eu não estou afim de falar de algo. Alex era uma pessoa bem legal, pena que eu não conheci ele antes. Pelo menos o conheço agora.

- hoje o dia está um saco -falei apoiando a cabeça no ombro de Alex.

- está mesmo -falou colocando sua cabeça em cima da minha- meu Deus! A sua mão é muito pequena -falou e olhei diretamente para ela que estava em cima da minha perna.

- não é, você que tem a mão muito grande -disse e coloquei minha mão sobre a dele. 

- você que é pequena de mais -então nossas mãos se entrelaçaram.

   De repente ouço um assovio de alguém um pouco a frente e vejo o meus  amigos, rapidamente me afasto de Alex.

- essa não -falei.

- o que foi? -o ruivo pergunta confuso.

- eles vão te encher de perguntas e zoar, mas não liga tá? 

- okay -concordou- eu acho.

- hey gatinha -Ean foi o primeiro a falar- não vai apresentar pra gente o seu namoradinho novo?

- ele não é meu namorado e o nome dele é Alex -falei e o mesmo acenou.

- eae, Ariel -cumprimentou Ahren.

- é Alex -falou respondendo ao "hi-5" do meu irmão.

- eu sei, mas você é ruivo e me lembrou a princesa -respondeu dando de ombros.

- idiota -digo revirando os olhos.

   Depois de inúmeras brincadeiras com a minha cara, Alex acabou se inturmando com eles e começaram a falar sobre esportes. O que eu, como já disse, não sou particularmente chegada.

- e então, Kile -falou Henri- vai ficar com essa cara de ciúmes até quando? -terminou causando uma risada nos garotos. 

- ha ha -respondeu o loiro sério- muito engraçado mesmo.

- não se preocupa -falei colocando a mão no ombro dele- eu nunca vou colocar alguém no seu lugar de melhor amigo, Kile.

   Imediatamente os meninos se entreolharam e caíram na gargalhada, sendo todas altamente escandalosas e sem duvidas chamavam a atenção de quem passava por perto. Eu e Alex estávamos com uma cara totalmente de paisagem e Kile estava com a expressão do rosto nula, identificável.

- cara, eu sinto muito mesmo -disse Hale.

- agora que veio um cadeado enorme fechando a corrente da zona que você está -completou Ean depois de recuperar o fôlego.

- gente, não foi nada engraçado -falei.

- Irmãzinha -Ahren disse colocando as mãos em volta da minha bochecha- será que eu vou ter que te dar aulas de como crescer? Parece uma criancinha ingênua.

- tudo bem, Ahren -falou Kile- já pode parar.

- tudo bem, tudo bem -levantou as mãos em rendição- vou embora, cansei de toda essa amizade -deu ênfase em "amizade" e começou a rir.

- vamos todo mundo então -Ean falou.

- podem ir meninos -falei- eu vou ficar aqui mais um pouco.

- não quero saber de beijos em -falou meu gêmeo brincando.

- nem eu -sussurrou Kile tão baixo que eu quase não ouço.

- parem com isso -reclamei- somos só amigos.

- verdade -disse Alex.

   Então eles foram embora e ficou eu e Alex, como antes. 

- então, você e esse Kile tem alguma coisa? -perguntou.

- não -respondi rindo- ele gosta de alguma menina.

- ataaaa -ele respondeu com um tom brincalhão- agora eu já entendi tudo o que estava acontecendo.

- e o que é?

- nada não.

...

   Depois de mais algum tempo conversando de assuntos aleatórios e brincando de jokenpô, o típico joguinho de pedra, papel e tesoura, resolvemos voltar para casa. Já estava meio tarde então nos despedimos e seguimos em direções contrárias. 

   Cá estou eu agora sozinha, andando. Por incrível que pareça as ruas ainda estão bem movimentadas e eu não imagino o por quê de tanta correria! 
   Chegando perto de casa avisto 2 pessoas na frente dela, devido a escuridão eu não consigo identificar quem são, mas após chegar mas perto, consigo ver mais claramente e eles não parecem estar conversando normalmente. Me aproximo um pouco mais rápido e pergunto:

- posso saber o que está acontecendo? 


Notas Finais


foi isso..
desculpe se tiver algum erro hue
Comentem pq acharam e até o próximo
kisses❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...