História For You - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Namjin, Yoonmin
Exibições 34
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Genteee, espero que gostem do cap. como eu estou feliz pq tirei 10 em inglês resolvi fazer o cap um pouco maio pra vocês <3

Capítulo 5 - Capítulo Quatro


Fanfic / Fanfiction For You - Capítulo 5 - Capítulo Quatro

Aos poucos Jungkook foi se aproximando, até que selamos os nossos lábios, logo em seguida ele pediu passagem com a língua, mas eu me afastei do mesmo.

- Desculpa, eu não devia ter feito isso – O mesmo saiu com a cabeça baixa

- Jungkook, me desculpa.

- Não foi nada – Então eu o puxei para mais um selinho.

- Agora vamos terminar o almoço – O mesmo logo sorri

Terminamos o almoço, então começamos a conversar sobre assuntos aleatórios como super-heróis, olhei no relógio eram 14:00.

- Laura, bom eu já vou, obrigado pelo almoço.

- Fica mais um pouco. Por favor

- Não sei se posso.

- Por favor! – Fiz biquinho

- Okay, eu fico – Ele deu um sorriso super fofo

- Eu tive uma ideia! Bom, só avisando, minhas ideias não são muito boas.

Subi as escadas e peguei um colchão de ar que estava no quarto do meu pai, e fui para o gramado do quintal, Jungkook em seguida chega ao local onde eu estava e me ajudou a encher o colchão, não estava fazendo sol e tinha uma brisa super gostosa, então quando terminei pulei em cima do colchão, - Jungkook, você não vai deitar? Então o garoto deitou sobre o colchão.

- Jungkook, sinceramente você não é muito parecido com seu pai.

- Eu sei, todos dizem isso, eu sou mais parecido com minha omma, então o mesmo retirou o celular do bolso e me mostrou uma foto dele com Jin, uma mulher que no caso deveria ser a omma de Jungkook com um bebê nos braços da mulher.

- Nossa, você realmente parece muito com sua omma, mas quem é esse bebê? Perguntei curiosa

- Esse bebê é a minha irmã, mas ela mora com minha omma, o nome dela é Jeon Kyu Soo ela tem 8 anos. E você tem irmãos?

Fiquei calada por um tempo, meus olhos estavam cheios de lágrimas, então criei coragem para falar.

- Minha mãe estava grávida de 5 meses quando morreu em um acidente de carro, ela estava grávida de um menino, mal terminei de falar e lágrimas me venceram

Jungkook imediatamente me colocou entre seus braços em um forte abraço, - Me desculpa, eu não sabia. O mesmo me abraçou mais forte ainda.

- Obrigado Jungkook – Então continuei em seu abraço.

Jungkook começou a fazer carinho em meu cabelo, aos poucos fomos caindo no sono, acordo com uma luz muito forte no meu rosto, abro os olhos lentamente e vejo Jin e meu pai tirando fotos, eu ainda estava abraçada com Jungkook, o mesmo estava dormindo. Sai de seu abraço com cuidado para não o acordar, mas a tentativa foi falha.

- Nós vamos jantar fora hoje – Jin vai em direção ao meu pai dando um selinho no mesmo

- Para onde vamos e porquê?– Fiquei curiosa

- Nós não vamos contar agora – Os dois falaram ao mesmo tempo.

Então Jin e Jungkook foram para a sua casa e eu fui tomar banho.

Já estava arrumada, só coloquei um vestido preto curto, e passei uma maquiagem leve.

Fomos em direção ao carro, Jin e Jungkook já tinham ido na frente, então fomos para o restaurante, conversamos bastante, eu não conseguia olhar para o rosto de Jungkook, eu estava com vergonha do que aconteceu hoje.

- Quero falar uma coisa para vocês, espero que gostem da notícia – Meu pai falou muito feliz.

- Eu e Jin estávamos pensando em morar juntos, o que vocês acham? – Percebi que meu pai realmente estava muito feliz

- Por mim isso será ótimo – Jungkook olhava fixamente para mim enquanto tomava um gole de vinho.

- Então o que você acha filha? – Meu pai percebeu que eu e Jungkook nos encarávamos

- Acho que será ótimo pai – Dou um sorriso amarelo

Conversamos bastante, e parece que Jin e Jungkook irão se mudar próxima semana, terminamos o jantar e fomos para o estacionamento.

- Jungkook, leve a Laura com cuidado – Meu pai jogou a chave do carro para o garoto

- Como assim? Pai por que você não me leva? – Falo ainda confusa

- Ah meu amor, eu e Jin queremos aproveitar um pouco a noite – O mesmo piscou o olho para mim.

- Não se preocupe ele irá dormir em casa – Jin falou em seguida dando uma risadinha.

Então meu pai me abraçou e entrou no caso, em seguida Jin fez a mesma coisa.  Jungkook entrou no carro e eu entrei em seguida, passamos o caminho inteiro sem falar nada, coloquei até uma música para quebrar o silêncio. Percebi que Jungkook estava indo em direção contraria da minha casa.

- Jungkook, o caminho não é esse.

- Eu sei, ainda são 22:00 vamos passear um pouco – O mesmo falou ainda olhando a estrada.

Então continuamos sem falar nada, até que chegamos em lago lindo com um gramado e flores lindas, descemos do carro ainda sem falar nada.

- Sabe, eu gosto muito desse lugar, nunca trouxe ninguém antes, na verdade eu trouxe sim, mas hoje nós não nos falamos mais.

- Por acaso esse alguém é Kim Taehyung?

- Sim, nós éramos melhores amigos de infância, mas por mentiras, é melhor pararmos esse assunto por aqui. Então o que você achou?

- Esse lugar é realmente incrível – Então o mesmo me abraçou por trás.

- Sabe, eu queria terminar aquilo que começamos hoje de manhã – O mesmo me virou para encará-lo, aos poucos ele foi se aproximando de mim começamos um beijo lento, que a cada toque ficava cada vez mais intenso, aos poucos com leves selares fomos nos separando, sorrio para o mesmo que retribui o sorriso – Então você quer ir para casa? – Eu apenas balanço a cabeça em sinal positivo.

O caminho para casa não foi como a ida ao lago, cantamos algumas músicas, e rimos muito. Até que chegamos em casa, o mesmo guarda o carro do meu pai na garagem.

- Obrigado pelo passeio – Digo supercontente

- Não foi nada – O mesmo me abraça e vai embora.

Fechei a porta e fui para o meu quarto, tomei um banho e fui dormir, acordei com raios de sol em meu rosto.

- Bom dia filha – Meu pai estava abrindo as cortinas

- Que horas são? – Pergunto ainda confusa

- 12 horas! – Ele fala normalmente

- Pai, por que o você não me acordou, eu perdi as aulas de hoje.

- Desculpa meu amor, eu me acordei quase agora, troque de roupa bem rápido – O mesmo já estava saindo do quarto

- Porque? Para onde vamos? – O mesmo já tinha saído do quarto.

Então fiz o que ele me pediu, tomei banho e troquei de roupa, desci e tomei o “Café da manhã”.

- Vamos? – O mesmo pegou a chave do carro e eu o segui logo em seguida entrando dentro do carro.

- Pai para onde nós vamos? – Estava curiosa

- Vamos para o salão, você precisa mudar esse visual, eu não estou falando como seu pai, eu estou falando como seu melhor amigo – Então chegamos ao salão.

O salão era enorme e muito bonito, então uma garota de cabelos pretos veio em nossa direção.

- Desculpem, mas esse salão só atende com reserva, vocês fizeram alguma por acaso? – Essa atendente é muito mal-educada. Então meu pai tirou os óculos escuros e olhou fixamente para a mulher a nossa frente.

Uma mulher de cabelos loiros e muito bonita veio em nossa direção veio correndo em nossa direção.

- Senhor Kim! Venha por aqui por favor! – A loira virou para a de cabelo preto e eu pude escutar o que elas falavam.

- Você tem que tratar bem os nossos clientes, principalmente o patrocinador desse salão – A morena ficou de boquiaberta. Dei uma pequena risada, e a loira nos guiou pelo salão.

- Então senhor kim, o que você vai querer?

- Na verdade, quem veio arrumar o cabelo foi ela.

- Sua namorada? – A mulher perguntou curiosa

- Essa é a minha filha, Laura.

Fui direcionada a uma cadeira, após muito tempo de conversa finalmente escolhi a cor do meu cabelo, Depois de horas sentada naquela cadeira o meu cabelo estava pronto, os fios que mediam na altura das minhas pernas, agora estavam dois palmos abaixo dos seios. Os mesmos que antes eram castanhos agora estavam cinza, mas as ondas nas pontas ainda continuam as mesmas, tirando isso meu cabelo estava realmente diferente.

- Filha, você está muito linda – O mesmo estava admirado com meu novo visual.

Então o mesmo pagou e fomos ao shopping, estávamos andando por algumas lojas até passarmos por um pequeno estúdio de piercings e tatuagens.

- Pai – Acho que ele já sabe o que é

- Não – O mesmo nem olhou para mim

- Por favor!

- Não – Ele virou para mim e eu fiz cara de cachorro pidão.

- Pai eu te amo, por favor – Acho que agora vai

- Seja direta diga logo!

- Um piercing, só um no septo – Ainda estava com a cara de um cachorrinho pidão.

- UM PEQUENO! – O mesmo me olhava sério.

Entrei no estúdio e falei o que queria eles só me pediram para aguardar um pouco, logo em seguida uma moça me chamou para entrar, na sala tinha um rapaz de costas pegando o material que iria utilizar, então o mesmo virou para mim, ele estava com uma máscara mas tinha lindos olhos.

- Laura? – O mesmo tira sua máscara

- Sim, quem é você? – Ele me conhece?

- Nós estudamos na mesma sala, eu tive um pouco de vergonha de fazer amizade com você – O mesmo coçou a cabeça. – Bom, meu nome é Park Jae-Wook, mas todos me chamam de Jae.

- É um prazer te conhecer Jae – Estendi a mão para cumprimentá-lo.

- Então onde você quer furar? – O mesmo colocou a máscara de volta

- No septo por favor – O mesmo me levou até uma maca onde eu me deitei.

Eu não percebi que ele já tinha furado então ele pediu para eu escolher um piercing, escolhi um dourado e ele colocou em mim.

- Prontinho – Ele me entrega um espelho

- Nossa eu amei, muito obrigado...Jae – Devolvi o espelho para o mesmo

- De nada, eu quero que você fique com isso – Ele me deu outro piercing muito bonito por sinal – Aliás seu cabelo está lindo.

- Obrigado – Falei meio tímida.

Como eu não vi esse garoto na sala? Ele é um amor, então paguei e sai, meu pai estava me esperando em um café em frente ao estúdio.

- Realmente combinou muito com você, lembre-se esse é o único!

Fomos jantar e depois fomos para casa, amanhã eu tenho um longo dia.  Jae é realmente lindo, alto, cabelos negros olhos claros uma pele perfeita, acabo pegando no sono.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, pfvr divulguem a minha fic <3 beijo no kokoro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...