História For you -Camren - Capítulo 100


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Visualizações 691
Palavras 1.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura
Qualquer erro...

Bem vinda a minha história minha rainha, com vocês... Ariana Grande, a governanta. 😏😎

Capítulo 100 - Voltando aos eixos


Fanfic / Fanfiction For you -Camren - Capítulo 100 - Voltando aos eixos

Pov Camila Cabello

-o que exatamente você quer? -Lauren pergunta atrás de mim, ela está grilada por eu ter excitado ela e não ter apagado seu fogo do modo certo. Me virei pra ela.

-um presente pra Emily, e algo bem idiota pra Dinah. -digo e ela franziu o cenho segurei o riso

-Dinah? Dinah Jane? Aquela Dinah? -perguntou e eu ri abraçando seu pescoço, biquei seus lábios.

-Sim… -digo rindo -quer que eu te conte uma coisa? -pergunto e ela ainda estava com uma cara super confusa.

-você tem uma coisa a me contar? -assenti -então conta… -disse e eu ri.

-conversei com Dinah. Resolvemos esquecer tudo e… -suspirei- ela arrependeu e serviu de lição.. nos encontramos no hospital a alguns dias..

-no hospital? O que foi fazer no hospital? -desvio o olhar -amor? -suspirei.

-eu fui fazer um exame… -ela ergueu a sobrancelha -há mais de duas semanas transamos sem camisinha e… eu comecei a sentir uns sintomas… vomitava de manhã com enjôo… -Quanto mais baixo minha voz melhor, a vergonha era menos.. eu não queria encarar ela contando isso -Dinah.. Dinah descobriu e pegou o exame no laboratório e foi me questionar no meu escritório. Eu.. eu desabei quando ela disse que era negativo -digo e ficamos em silêncio… sinto sua mão em meu queixo, ela quer que eu a olho mas eu não quero… eu fiquei obcecada nisso e…

-Olha nos meus olhos, Camila -disse séria e eu suspirei me rendendo, olhei -ta tudo bem… nós vamos passar por isso, não precisa ter vergonha… tudo bem… -disse e sorriu de lado, abracei seu pescoço colando nossas testas… suspirei.

-pouca vergonha, nem em uma loja infantil esse tipo de gente respeita. -Ouço uma voz fina e insuportável, me virei e uma mulher nos olhava, parecia o coringa do Batman de tão esticada pelas plásticas e botox.

-pouca vergonha é seu desrespeito, até parece que não é um ser humano e precisa de igualdade no mundo. Isso que as crianças deveriam aprender. -digo apontando o bebê com ela e ela ficou sem reação juntamente com a velha ao seu lado e o baby agarrado em sua mão ficou me olhando. Sorri pra ele que sorriu tímido abaixando a cabeça. Puxei Lauren e fui a ala Pink. Presente da Emily, vou comprar algo pro Henri também e pra minha loirinha, em algum lugar… Henri está com meus pais, pediram para deixá-lo lá hoje, buscarei antes do jantar.

Chegamos em casa e eu ajudei Lauren com as sacolas, jogamos tudo no sofá e fomos pra cozinha, eu estava com sede.

-Valerie está onde? No quarto? -semicerrei os olhos em sua direção e ela bufou colocando as mãos nos bolsos encostando no balcão atrás de si, tomei água e larguei o copo na pia.

-deixa a sua filha viver.. e outra, ela está com a governanta… -digo e Lauren riu.

-dane-se -disse e fez bico, revirei os olhos e me aproximei mordendo seu bico, rimos, ela me puxou pela cintura e abriu suas pernas me encaixando no meio, desceu suas mãos pra minha bunda e apertou de leve. -durinha… -disse e tragou a saliva, lhe dei um tapa e rimos. -amo sua bunda -disse baixinho e passou o nariz por meu pescoço me arrepiando…

-Está muito fogosa Drª Jauregui -digo seria e ela riu beijando meu pescoço logo em seguida.

-velhas também sentem tesão, poxa -disse e eu ri.

-Isso é realmente incrível Srtª Cabello, eu já tenho ideias boas o suficiente para onde vamos explorar… está de parabéns -Ouço a voz da governanta, me afastei mais de Lauren para que elas não pense nada e sorri ao ver ela e minha filha entrando na cozinha -Senhora Cabello -disse fazendo um gesto com a cabeça pra Lauren -Senhora Jauregui -fez o mesmo gesto pra mim -estamos em pausa para o lanche, a filha de vocês é realmente incrível, estou fascinada. -disse sorrindo mostrando suas covinhas e eu ri, Valerie estava com as bochechas vermelhas.

-Srtª Grande é bom ouvir isso, e… me deixa fazer as apresentações direito, Lauren minha esposa, vida, essa é Ariana Grande a governanta da nossa filha -digo e olho Lauren que escorregou os olhos de cima a baixo na mulher, que.cara.de.pau. cutuquei ela, a mesma pareceu acordar e sorriu se soltando de mim.

-É um prazer Srtª Grande, Valerie é um gênio, fico feliz que reconheça. -disse, ela tá sorrindo demais.

-o prazer é meu Srª, e como não reconhecer? Na nossa aula de francês eu quase desisti, eu nem deveria estar aqui, ouso dizer que está praticamente fluente. -disse e eu sorri largo olhando ela que estava com as mãos nos bolsos da sua calça jeans e a cabeça abaixada.

-Valerie é um orgulho -digo e ela me olha ainda corada e sorriu. -agora vamos comer, ela está sem graça o bastante -digo e todas rimos.

-Não é muito nova pra já ser algo como governanta não, Srtª Grande? -olhei pra Lauren, meu Deus, ela me mata de vergonha. Ariana riu fofa mostrando suas covinhas.

-na verdade era pra eu ser empresária, me prepararam a vida toda pra eu substituir meu pai na presidência, mas quando adolescente eu comecei a sonhar em simplesmente ser professora, eu sou fluente em russo, alemão, francês e italiano, toco piano, violoncelo, violino e sei o básico de alguns outros, estudei em Harvard e bom, estou aqui sendo apenas uma governanta, meus pais queriam morrer -riu -mas estou bem fazendo tudo isso e amo, de paixão ensinar, fui a típica nerd a vida inteira e… valeu a pena, passar todo o conhecimento que eu tenho para adolescentes ou crianças é fantástico, e encontrar alguém como Valerie, linda, doce e inteligente faz toda essa decisão e esse esforço realmente valer a pena -sorriu meiga e eu segurei o riso, Lauren estava de boca aberta, olhei Valerie que ria com a mão na boca.

-ok, agora eu confio em você. -disse Lauren risonha e rimos.

-fico honrada Srª Cabello -disse, da vontade de apertar, ela é da minha idade mas ela parece tão novinha, porém tão mulher e gostosa… ok, Lauren está muito perto, vai que ela lê meus pensamentos…


//


-Tia Miiilaaa -Ouço o gritinho de Emily e sorri me abaixando rapidamente pra segura-la em meus braços. A apertei cheirando seu pescocinho.

-Oi meu amor, que saudade -digo e ouço sua risadinha.

-eu também estava com sodadi. Masi tudo bem. -disse jogando seus cachos pro lado e eu ri -cadê o Henri? -perguntou olhando em volta.

-já está vindo, fica aqui que logo a tia Lauren está chegando com ele -digo e ela assentiu, a coloquei no chão e vou até Normani.

-que saudade de você, amiga -disse baixinho e eu a apertei, senti tanta a falta dela, não foi justo eu evitá-la e ignorá-la por culpa de Dinah e eu.

-me perdoa? Me perdoa por afastar de você por bobeira minha e…

-Ei, não foi bobeira, mas já passou, estamos aqui agora… que bom que nos convidou -disse sorrindo com aquele sorriso maravilhoso.

-você é incrível -digo sorrindo também.

-Ah, sempre -disse convencida e rimos

-Mas já Valerie? Eu me ausento algum tempo e você me chama pra jantar pra apresentar outra? Essa garota está muito tempo com a Lauren… -Ouço Dinah, fiz uma careta, Valerie vai querer um buraco pra se enfiar, olhei minha filha só pra confirmar e ela estava MUITO vermelha, encarando seus sapatos.

-Dinah sempre gentil, então gente.. essa é Ariana Grande, a governanta.. da Valerie. -digo olhando Dinah.

-ops -disse e sorriu amarelo

-desculpe por isso -digo a Ariana quê riu negando com a cabeça.

-É um prazer conhecê-las… ah, Srª Jauregui, dona Vera disse que o jantar já está posto -disse e eu assenti, quando ia abrir a boca pra chamar Norminah para a sala de jantar…

-Iiiu iu iu iu iu iu -creio que isso era pra ser uma sirene, Henri aparece nos braços de Lauren que está rápido demais descendo as escadas, ela vem até nós correndo segurando ele -iu iu iu iu iu -ele riu gostoso e rimos também, impossível não fazê-lo.

-oi pestinha, pede bença pra titia -disse Mani estendendo a mão pra ele que rapidamente pegou sorrindo. -ele está enorme, tão lindo, meu Deus.. -disse Mani e beijou a bochecha dele -amor, olha esses olhos… -disse sorrindo e meu filho nem amava quando enchiam seu ego. Desse tamanhos e já se acha. Culpa da mãe dele.

-Camila logo fica de cabelos brancos. Esses filhos lindos dela… hm-hm -disse Dinah e eu ri.

-vamos jantar e deixa meus futuros cabelos brancos quietos -digo rindo.

-claro que sim, ou você acha que eu vim aqui pra te ver? Eu vim só pelo jantar, minha querida -disse Dinah, tive que rir… Parece que tudo está voltando aos eixos. Finalmente.


Notas Finais


Olha meu camariana aí geeente (leia com voz daqueles carinhas que gritam em carnaval kkkk sabem? Kkkk enfim)

Essa Ariana é rainha, porra, só vem... o que vai acontecer será hein?! Kkk "linda, doce e inteligente" quem sentiu a indireta direta? Kkkkk

O próximo será outro tombo, só pra adiantar ok? Kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...