História For You: I Promise (CAMREN) - Capítulo 137


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Visualizações 583
Palavras 1.855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


^__^

Capítulo 137 - Misunderstanding


01/15

 

P.O.V Camila

 

Aquele beijo lento e amoroso começou a ficar quente… Me deixando com calor, e excitada. E eu queria… Estava com saudade dela. Do seu corpo suado em cima de mim. Da expressão dela de prazer. Movi minhas mãos para as costas dela e a trouxe pra mais perto. Querendo sentir mais contanto.  Lauren apertou minha cintura com muita força, tanto que chegou a doer, e se afastou de mim.

 

-Vamos subir… Assistir um filme? -Ela falou ofegante

-Subir?

-É… Assistir um filme-Lauren falou rápido coçando a nunca. Estava na cara que ela estava muito nervosa

-Tá…Tudo bem, Lo.-Me dei por vencida mesmo achando tudo muito estanho

 

O que houve com ela? Ela nunca dispensaria sexo…

 

-Me leva no colo?-Falei arrastado

-Claro…-Ela sorriu e me pegou da privada.

 

Nos saímos do banheiro de baixo, e fomos em direção ao nosso quarto. No percurso todo, fui dando beijinhos no pescoço e maxilar dela. Além do amor que sinto por ela, estava morrendo de saudades

 

Lolo me pôs na cama. Mas ao se distanciar um pouco de mim, ela não estava longe, uns 5 centímetros no máximo. Nossa troca de olhares e tensão sexual nos radiou a ponto de estar nítido o desejo que nós duas estávamos sentido na hora.

 

Ela se aproximou mais, ficando dois dedos da minha boca. Eu estava pronta… Mas ai ela me deu um beijo na bochecha e deu dois tapinhas leves em meus ombros

 

-Eu vou ligar a tv.-Ela falou indo pra perto da tv. Eu apenas concordei, não acreditando que outra vez, que ela estava “fugindo de mim”Ela nunca faria uma coisa dessas…-Que filme, Camila?

-Escolhe qualquer um…-Disse desinteressada. Eu queria mesmo era outra coisa

-Amor… Me ajuda.

-A noiva cadáver.

-Animação?

-Sim, Lauren…Você pediu minha ajuda, não é ? Estou dando

-Nossa…Não precisa falar assim-Ela disse triste colocando o filme e sentando ao meu lado na cama

-Me desculpa. Eu só estou estressada.

-Ok.

 

O braço dela passou por trás de meu pescoço, ela me puxou mais pra perto dando outro beijo no pescoço, e outro na bochecha.

 

-Amo você.-Ela sussurrou em meu ouvido cheguei a estremecer

-O que você está tentando fazer?

-Nada. Estou apenas dizendo que amo você.

-Uhum. Presta atenção no filme-Disse um pouco ríspida

 

Lauren balançou a cabeça, e direcionou a cabeça pra frente.

 

Se tem uma coisa que eu amo é animações. E por isso que dizem que tenho alma de criança. Pois amo coisas infantis.

 

-Gostou?-Perguntei assim que terminou o filme

-Sim. Tem uma mensagem bonita.-Ela falou

-Lolo…E-eu..-Tentei falar-Q-quero…

-Quer o que?

 

Apesar de amar a Lauren e não ter vergonha dela, quando o assunto é sexo as coisas mudam de figura. Sempre é ela que toma atitude, sempre. Então me ver nessa situação me deixava um pouco estranha.

 

Respirei fundo e comecei a subir minha mão no corpo dela, parando no seio, onde dei uma pequena apertadinha. Lauren mordeu o lábio, e fechou a mão apertando com total força. Parece que ela estava tentando se controlar

 

-Camila…-Ela falou colocando a mão livre em cima da minha

-Lo, eu quero você… Ainda não percebeu?

 

Ela ficou nervosa, e abriu a mão que estava fechada. Ela apertou com tanta força que as unhas machucaram sua pele. Estava sangrando, e a marca estava evidente

 

-Olha a hora-Ela falou totalmente nervosa.-E-eu te ajudo a preparar tudo... Prometo.

-Você está me negando sexo?

-Não, Camz... É questão da hora mesmo-Ela falou rápido demais e me mostrou a hora no celular. Realmente estava na hora.

-Tudo bem...Você tem razão...-Dei um selinho carinhoso nela.-Você vai me ajudar.

-Claro que vou... Quer dizer. Vou tentar.

 

Ela foi ao banheiro e eu fui adiantar as coisas. Resolvi fazer torta de banana...Como minha mão está enfaixada. Lauren fará grande parte. Peguei os ingredientes e fiquei brincado com os cachorros esperando ela.

 

P.O.V Lauren

 

Assim que a Camila desceu, eu rapidamente fechei a porta do nosso quarto e tranquei. Peguei meu celular e fui correndo para o banheiro. Enquanto limpava minha mão machucada, tentava desesperadamente falar com a Katherine. Depois da quinta tentativa ela atendeu.

 

Ligação on*

 

-Porra... Você não atende esse celular. Eu não tenho muito tempo...-Falei desesperada.

-Desculpa, Lauren... Eu não tenho só você...Ainda mais com você ai.

-Que seja...Escuta... Eu não estou conseguindo.

-Conseguindo ?

-Porra...

-Me ajuda a te ajudar, Lauren... Eu não sou advinha.

-Eu e a Camila... Ela estava com vontade e eu também. Só que...

-Que o que?

-Eu não consegui, Kat. Eu não sei se é por culpa, por sua causa. Ou sei lá... Não consigo...Me dá vontade de machucar ela...

-Nossa. Lauren... Lauren-Ela cantou-Se afasta dela

-O que ?por que?

-Eu disse pra você não ir pra Miami, mas você não me ouviu

-O que isso tem a ver?-Escutei ela respirar fundo

-Olha só... Vamos por partes. Sua mente está trabalhando seu lado agressivo. Pois estamos exercitando isso. Afinal foi por um ato de agressividade e relacionado a sexo que...

-Kat, pelo amor de Deus...

-Lauren, eu não posso fazer nada.

-É culpa sua.

-Minha? Eu disse pra você ficar. Você precisava...

-Droga

-Eu sabia que isso iria acontecer. Estamos fazendo uma coisa aqui...

-Katherine...Não queira comparar uma coisa dessas com o que eu tenho com a Camila.

-Presta atenção, deixa eu terminar de falar antes de você me cortar... Infelizmente você precisa passar por isso. Faz parte de todo progresso. Eu disse que você ficaria assim por um tempo... Você está...

-Por quanto tempo?

-Meu Deus... Para de me cortar.

-Me responde logo. Eu não tenho tempo. Por quanto tempo?

-Até você se adaptar com a gente.

-Droga...

-Eu não sei o que fazer pra te ajudar. Você está reagiando a tudo muito bem. Eu estou até surpresa de como está sendo rápido... Mas na questão da Camila, agora, Tem uma pequena chance disso funcionar.

-Como?

-Ou você põe pra fora...-Ela falou suavemente e eu quase surtei. Dei uma risada sarcástica

-Puta que pariu...Tu quer que eu espanque a Camila?

-Por que eu nunca consigo terminar de falar? Você quer que eu fale, mas me corta... Olha, eu não quero nada disso. Claro que não. Você vai ter que ser você mesma. Tente se controlar. É uma guerra com você mesma. Você não pode negar sexo pra sua namorada. Logo você? Se fizer isso ela vai estranhar, se é que já não estranhou sua atitude. Você a ama. Faça de tudo para não fazer nada além, se for mesmo fazer algo. Tenta ser você mesma... O que você sempre foi com ela. Mas eu te aconselho a não fazer nada. Você não está respondendo por si. É seu consciente. Quando você voltar, daremos um jeito nisso. Isso tem que parar, eu não sei nem como fazer isso, mas vai ter que ser o mais rápido possível, pois se continuar assim, ela vai perceber.

-Onde eu fui me meter?Onde?

-Lauren... Fica calma

-Não tem como eu ficar calma...Eu nunca deveria ter te encontrado. Olha como eu estou.

-Eu já disse que faz parte. Eu não tenho culpa. Faço tudo que posso, Laur. Se você quer alcançar seus objetivos terá que passar por essas etapas.

-Adeus... Obrigada pela quase ajuda.

-Lauren, se controle não seja grosseira. Não deixe se levar... Olha o que conversamos.

-Ok

 

Ligação Off*

 

Me olhei no espelho...O que eu estava me transformando? Será que isso vai mesmo passar? Droga, Lucy... Por que você foi falar da Katherine pra mim? Eu não posso ficar fugindo da Camz... Seja o que Deus quiser agora.

 

Terminei de limpar minha mão passando álcool, pra não infeccionar. E desci...Quando cheguei na cozinha vi a Camz brincando com nossos bebês...  Meu sorriso saiu automaticamente. Eles são os amores da minha vida. Pareço até uma boba apaixonada.

 

Não sei se fiquei muito tempo os olhando, mas a Camila percebeu, me dando uma bronca de olhar.

 

-Vem logo, Lauren. Não temos tempo...-Ela resmungou, indo lavar a mão esquerda que estava boa.

 

Eu cheguei por trás dela e dei um beijo em sua nuca. Colocando minhas duas mãos na água também. Ela me olhou por cima do ombro e sorriu. Nossos olhares se encontraram de forma instantânea que esquecemos o resto de tudo. Aos poucos ela foi se encostando mais em mim, mais do que já estávamos, e me beijou. Sentir o toque suave de seus lábios. Não chegamos a nos beijar de língua. Foi apenas toque de lábios e foi perfeito...Tão perfeito que me fez tremer.

 

Depois de dois minutos assim, nossos filhos passaram entre nossas pernas quase nos derrubando. Foi instantâneo nos desgrudamos e rimos pelo ocorrido, e desligamos rápido a torneira que deixamos ligada

 

-Eu odeio desperdício-Ela falou sorrido-Por que você me desconcentra tanto?

-É a mesma pergunta que eu faço desde o dia que eu te conheci.-Falei automaticamente. Pois era a mais pura verdade. Camila deu um pequeno beijo no meu queixo e se desgrudou de mim.

-Você será minhas mãos, Lo...

-O que?

-Eu vou te falar o que você dever fazer. E você vai fazer. Minha mão direita está machucada, Lolo... Eu sou destra.- Ela falou sorrindo

 

Rapidamente me lembrei da única pessoa que me envolvi que era canhota. Era a Alice. Ficava me perguntando se tinha como escrever com a outra mão. E ela ria de mim, e escrevia textos para me provar. Não sei porque passou isso por minha cabeça. Na verdade, depois que comecei a ver a Katherine muitas lembranças começaram a ser resgatadas com uma palavra chave.

 

Camila ficou me olhando e eu recuperei meu raciocínio rápido, sorrindo pra ela que me olhava com cara de boba.

 

 

-Eu sei que sua mão está machucada... Mas vai ficar horrível. Eu não sei cozinhar direito. Ainda mais pra um monte de gente.

-Não vai ficar ruim. Eu tenho certeza que não. E não é um monte de gente. São nossos amigos e o Óscar. Só fazer com o coração... Eu vou te auxiliar.

-Camila...Você está arrumado ideia. Olha...É bem mais fácil ir em uma confeitaria e comprar algo.

-Lauren... Não... Não mesmo.

-Mas...

-Sem mas...Nós vamos fazer. E vai dar certo... Confia em mim?

-Claro.

 

Não tinha muito o que fazer a não ser ceder a vontade dela. Então começamos a preparar a tal torta. Em apenas 15 minutos já tinha feito tanta coisa errada que a cada erro me dava vontade de desistir, mas a Camila me tratava com tanto amor e carinho, e me influenciava a continuar. Coloquei a torta para assar, e enquanto isso fiquei abraçada com ela. Sentindo o cheirinho do perfume dela...

 

-Lo... Apesar de você me surpreender não fazendo nada ontem, vou reforçar... Não vá arrumar confusão com o Óscar, está bem?

-Fique tranquila, Camz. Não vejo porque fazer isso.

-Onde está minha namorada? E o que fizeram com ela?-Ela falou sorrindo

-Eu só não quero ser a antiga Lauren. Sabe? Arrumar briga desnecessária. Quero tentar evoluir sempre. Deixar o passado para trás. É isso, Camz. Sua Lauren está aqui... Só que melhor... Sou  eu...  

-Deus... Isso tem como ficar melhor?

-Acho que sim.

-Minha, Lolo...Só minha.-Ela falou segurando meu rosto

-Só sua... Apenas sua- Falei com total convicção, olhando dentro dos olhos dela.


Notas Finais


*__*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...