História Forbidden love - Namjin (Vhope, Jikook) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Suga, Vhope, Yoonseok
Exibições 120
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie! ❤

Eu ia fazer um especial Jikook, mas fiquei sem ideia 🙁 então eu fiz um pouco de Jikook e Vhope.

Foto de capa: achei tão fofa que acabei colocando essa ai mesmo.

Boa leitura! 😘

Capítulo 18 - Jikook ❤ Vhope


Fanfic / Fanfiction Forbidden love - Namjin (Vhope, Jikook) - Capítulo 18 - Jikook ❤ Vhope

3 dias depois do acidente

Pov Kook

Estava em casa completamente entediado. Precisava fazer alguma coisa que me tirasse do tédio. Pego meu celular e mando uma mensagem pros meninos pedindo se eles queriam ir ao cinema. Namjoon e Suga Hyung não quiseram, mas Jimin e Taehyung aceitaram ir. Tae iria levar o seu novo namorado junto.

Tomei banho, me troquei e fiquei esperando o Jimin, pois ele iria vir me buscar para irmos ao cinema.

Pov Taehyung

Fiquei esperando o Jae vir me buscar para irmos ao cinema. Não demorou muito e ouvi o som da campainha. Abro a porta e quando vejo que era o Jae, eu o recepciono com um beijo demorado.

-Chegou cedo. -falo.

-Mas você já está pronto. E muito bonito por sinal. -fala me olhando de cima a baixo e mordendo o lábio inferior, enquanto passava a mão por toda a extensão do meu corpo.

-Aigoo... Não faz isso. -sorrio envergonhado e ele pega na minha cintura com as duas mãos.

-Então não use mais essas causas coladas perto de mim. -fala e ataca meus lábios novamente. -E a sua mãe? -pergunta após eu tirar a sua camisa.

-Está na casa do namorado. Não volta tão cedo. -falo e o pucho para dentro, pois ainda estávamos na porta.

-Tae, não que eu não queira... Mas... E o cinema? -falava entre o beijo.

-Deixa o cinema pra lá. -empurro ele fazendo-o sentar no sofá e eu sento no seu colo logo rebolando em sua ereção.

-Temos que... Avisar os meninos.

-Aish... -saio do seu colo e mando uma mensagem pro Kook dizendo que nós não íamos ao cinema. -Pronto. Satisfeito agora?

-Ainda não. -diz com um sorriso malicioso e me beija.

-Vamos pro quarto.  -pucho ele e o levo para o meu quarto.

Entro no mesmo e tranco a porta. Tiro a minha camisa jogando em qualquer canto do quarto e empurro Jae na cama. Fico em cima dele e beijo seu pescoço, dando chupões e mordiscados. Logo beijo seu abdômen e vou deixando um caminho de beijos até o cós da sua calça. Restiro a mesma deixando ele só de box, deixando bem visível um certo volume naquela região. Deposito um beijo em seu membro ainda coberto fazendo-o arfar.

-Tae... Não faz isso... -ouço e dou um sorriso travesso.

Retiro sua box fazendo seu membro saltar de tão duro que estava. Sem delongas lambo toda a sua extensão e ele joga a cabeça para trás soltando um suspiro pesado.

Quando ia começar com meus movimentos com a boca, a minha mãe me chamar do andar de baixo. Olho para o Jae com um olhar surpreso e assustado e ele retribui.

-Você não disse que ela não ia voltar tão cedo? -Jae sussurra.

-Eu achei que ela não viria. -também sussurro.

Ele logo trata de se vestir e mando ele me esperar no quarto enquanto ia falar com a minha mãe. Eu estava com um certo volume na calça, espero que ela não repare.

Desço e a encontro na cozinha.

-Omma? O que faz aqui? Eu pensei que a senhora iria voltar só a noite. -falo.

-O Jihyun teve uma emergência no trabalho, então eu tive que voltar mais cedo.

-Uhm.

-Vou para o meu quarto. Qualquer coisa me chama. -fala e vai em direção ao seu quarto.

Suspiro aliviado. Já pensou se ela vise eu e o Jae? Ambos estaríamos mortos. Minha mãe não aceita muito eu ser gay. Principalmente se eu trouxer alguém para casa.

Subo as escadas e volto para o meu quarto. Quando entro, não encontro o Jae. Entro e fecho a porta. Me perguntei onde ele estava, mas logo a minha pergunta foi respondida quando ouço um gemido baixo vindo do banheiro. Sorrio sacana e me aproximo do banheiro, abro a porta de vagar e a cena que eu vi bastou para mim ficar duro de novo.

-Deixa que eu cuido disso pra você. -falo entrando no banheiro e logo tranco a porta.

Me agacho em sua frente e logo abocanho seu membro. Jae geme baixo e tomba a cabeça para trás. Começo a Chupá-lo, colocando o seu membro o máximo possível em minha boca, e o que sobrava eu masturbava com a minha mão direita.

-Ohh... Tae... -gemia e eu parei meus movimentos, ganhando um olhar de reprovação do mesmo.

-Minha mãe ainda está aqui, então controle-se.

-É um pouco difícil me controlar levando em conta as circunstâncias. -fala e eu dou uma risadinha baixa.

Logo volto aos meus movimentos com a boca ouvindo gemidos baixos. Jae mordia o lábio para controlar os gemidos enquanto segurava o meu cabelo ditando a velocidade dos meus movimentos.

-Tae eu vou... Ahhh... -fala e derrama seu líquido na minha boca. Cuspo tudo no chão e vou beija-lo. -Você é maravilhoso. -diz dando uma pausa no beijo, mas logo volta a me beijar. -Vem cá.

Me coloca sentado em cima da pia.

-O que foi? -pergunto.

-Você cuidou tão bem de mim. Agora é a minha vez de cuidar de você. -fala e abaixa a minha calça junto com a box.

Morde o lábio inferior ao ver meu membro descoberto e desperto. Não demora e logo abocanha meu membro, fazendo movimentos de vai e vem com a boca e com a mão. Agarro seus ombros e tombo a cabeça para trás, segurando ao máximo os gemidos que as vezes escapavam. Não demorou muito e eu atingi meu ápice.

-Jae... -abraço ele forte e em seguida beijo ele com paixão.

Nos vestimos novamente.

-Da tempo ainda de ir ao cinema, se quiser. -Jae.

-Não quero ir ao cinema. Eu quero dar uma volta com você.

-Aonde? -pergunta.

-Naquela praça que a gente foi quando eu briguei com a minha mãe, lembra? Ela é linda a noite e já está escurecendo. -falo.

-Então vamos. -Jae diz.

Saímos de casa sem fazer barulho para a minha mãe não ouvir e fomos andando até a praça que não ficava longe de casa.

Pov Jimin

O Kook falou que o Tae enviou uma mensagem dizendo que não iria com nós, pois estava ocupado com seu namorado. Decidimos então ficar na casa do Jungkook e assistir um filme aqui mesmo. Era um filme de comédia e as risadas que ele dava ao decorrer do filme eram tão fofas e contagiantes. Ele era fofo, lindo, espontâneo e divertido. Sempre rola várias brincadeiras entre a gente sobre um gostar do outro, mas a verdade é que eu realmente gosto dele. Eu descobri isso a alguns anos quando nos beijamos pela primeira vez. Ele fingia ser meu namorado, então nos beijamos para manter as aparências. Ele leva as nossas "provocações" na brincadeira, mas eu não. Eu gosto dele, mas como somos amigos, eu não falo nada. Não quero estragar a nossa amizade.

...

O 1° filme já tinha terminado e estávamos vendo o segundo. Estávamos no meio do segundo filme, quando sinto um peso no meu ombro. Olho de lado e vejo o Kook dormindo com a cabeça no meu ombro. Tão lindo! Até parece um anjo. Paço uma mão pelo seu rosto e sem perceber eu aproximo meu rosto do seu. Estávamos tão próximos a ponto de sentir a sua respiração. Meus lábios estavam próximos dos seus, de repente ele abre seus olhos e eu me assusto.

-Kook... Eu... É... - ele me interrompe com um selar.

Fico surpreso no começo, mas logo correspondo ao beijo. Foi um beijo calmo, porém necessitado. Nos separamos pela falta de ar.

-Kook, por que...

-Shii. -me interrompe e volta a me beijar.

Não sei o que deu nele. Não sei o que aconteceu aqui hoje. Só espero não estar sonhando. 
   


Notas Finais


É isso. Espero que tenham gostado.

Beijos, tchau!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...