História Forbidden Love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Justin Bieber, Ryan Butler
Tags Amor Proibido, Justin Bieber, Padrasto, Romance
Exibições 4.933
Palavras 1.899
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora minhas divas!! Eu ñ tenho entrado mt no PC por causa qe minhas aulas já vão voltar e minha mãe qr qe eu acostume, então tá meio difícil ¬¬' Esse capitulo ficou pequeno e meio chatinho, mas nos próximos capítulos td irá melhorar *---* Espero que gostem, e desculpem os erros! Ahh, e essa foto do Justin!!? Senhor! Eu tive qe por, é MUITA perfeição para um ser humano só >.<

Capítulo 8 - Viajem


Fanfic / Fanfiction Forbidden Love - Capítulo 8 - Viajem

Senti o orgasmo cada vez mais perto, as veias do meu pau engrossaram e senti meu líquido ser liberado. Permaneci de olhos fechados por alguns minutos, me recuperando. Procurei por um pano e me limpei. Arrumei-me e dei partida seguindo para a Bieber's Construction.  

 (...) Um mês depois (...)

 

  - Mãe, estou indo. - me despedi.

Corri até meu carro e entrei no mesmo. Dei partida, e liguei o rádio. Estou a caminho da faculdade. Pois é, minha mãe resolveu pedir a bolsa novamente, devido ao meu bom comportamento, que segundo ela melhorou por causa de Joe. Estou ansiosa para começar logo. Irei passar o dia lá, oficinas, aulas teóricas, palestras, criação... Vai ser incrível e eu estou em êxtase. A faculdade fica no mesmo bairro que o orfanato, 01h30min daqui, e eu poderei passar todos os dias para ver Mellanie. Não a vejo já faz um tempo, pois andei bastante atarefada. Já contei que me inscrevi naquele concurso de musica? Pois é, me inscrevi. E fui aceita. Eram varias etapas, primeiro você mandava um vídeo, seriam 24 aceitos, e eu consegui. Mandei um vídeo meu fazendo cover de How To Love. A próxima etapa acontecerá no final de novembro, se não me engano, mas parece que terá que ser um dueto de Natal, tipo, eu e alguém que eu escolha. Eu ainda não sei quem vou chamar, mas Joe canta, então... O tempo estava passando muito rápido, e eu em casa estava enlouquecendo, mas aproveitei para ia a vários desfiles, e eles foram incríveis. Minha mãe me levava até a sede da Winks Modas, onde ela e mais vários estagiários trabalham para criar coleções perfeitas. Jennifer também me deu várias dicas sobre como será a faculdade e tudo mais. Ahh! Nem contei... JENNIE E RYAN ESTÃO NAMORANDO!!! Sim! Namorando! Minha mãe quase teve um treco quando ela contou, porque Ryan não é rico, e ficou de graça, mas eu tive que ser um pouco grossa.

 

Flashback On.

 

  - Vocês o que? - gritei sorrindo.

Jennifer havia arrumado um jantar legal, estava linda, pediu para que todos ficassem bonitos, tudo para dar aquela notícia incrível. Ela e Ryan finalmente estão juntos.

  - Nós estamos namorando. - ela disse sorrindo.

  - Ahh que máximo! - gritei pulando em seu colo.

  - Jennifer Winks, podemos conversar? - a cara da minha mãe não estava boa.

  - Claro. - Jennie disse sorridente e se levantou. - Já venho amor. - deu um selinho em Ry e seguiu minha mãe.

Logo elas sumirão pelo corredor que havia ali.

  - Aee dude! - Justin disse. - Parabéns!

  - Valeu cara. - fizeram um toque. - Agora tu é minha cunhadinha. - levantei e o abracei.

  - E o Justin seu sogro. - falei e rimos. - Vê se cuida bem da minha princesa, ou juro que arranco isso que você tem no meio das pernas.

  - No Ry Junior não! - falou e eu e Justin rimos.

Começamos a escutar gritos vindos do escritório de minha mãe, e Jennie sair de lá chorando.

  - Amor o que ouve? - Ryan a abraçou.

  - Vamos embora, não sou mais bem vinda aqui. - disse secando as lágrimas.

  - Hey! - gritei antes que ela saísse. - O que ouve?

  - Pergunta para a sua mãe. - ela falou amargurada.

  - Vem, senta e se acalma. - falei. - Me conta.

Ela seguiu até o sofá e junto a Ryan se sentou.

  - Ela não apoia. Ela disse que ele é muito velho, que se eu continuar com o Ry, tenho que esquecer que um dia ela existiu. - falou e uma lágrima de amargura desceu por seu rosto. - Ela me xingou de puta. Disse que eu era uma oferecida. Ela me chamou de puta. - falou incrédula.

Levantei nervosa e aquela velha ia escutar umas verdades de mim.

  - Anne. Calma. - Justin me segurou.

  - Me solta. - rosnei e me remexi, fazendo o mesmo me soltar.

Corri pelo corredor chegando ao escritório, abri a porta, encontrando ela com a cabeça enterrada nas mãos.

  - O que quer Anne? - perguntou me olhando.

  - Como pode fazer isso? - perguntei. - Como pode falar isso a própria filha?

  - Eu... Er... - gaguejou.

  - Você não pode falar da Jennifer! Como pode querer impedir que ela seja feliz? Desde quando você deu para impedir namoro? Joe tem 21, e você o venera. Temos a mesma diferença de idade nessa porra! A única aqui que está fazendo um absurdo é você. Que está com um cara mais de 10 anos mais novo!

  - O problema não é a idade. - falou de cabeça baixa. - E que...

  - Já sei! Ele não é rico. Ele não tem pais bilionários ou não era um gênio que é trilhardário aos 22 anos, não é? - perguntei e ela abaixou a cabeça. Ri ironicamente. - Ai. Meu. Deus! - falei pausadamente. - Você é tão preconceituosa assim? Tracy, Ryan é um das caras mais legais que eu já conheci. Ele pode não ser um cara rico, ou um gênio, pelo contrário ele é bem burrinho, mas sei que ele vai fazer minha irmã muito feliz. Eu confio naquele retardado e acho que você está sendo uma idiota! - falei firme.

  - Anne, você não entende. Eu só quero o melhor para vocês. - se levantou.

  - Então você iria querer nos ver feliz. Você não viu como Jennifer está feliz? Pense nisso. - falei saindo do escritório, encontrando todos ali no corredor, estáticos. Jennie me abraçou e murmurou um “obrigado”.

 

Flashback Of

 

Em meio a tantos pensamentos nem percebi que já estava na rua do orfanato. A Universidade fica a três ruas acima. Parei em uma vaga do estacionamento para estudante, peguei minha bolsa e meu caderno e desci do carro. Ativei o alarme e adentrei o enorme prédio a minha frente. Havia pessoas andando de um lado para o outro, feito baratas tontas, professores correndo para não chegarem atrasados, casais se agarrando. Peguei o papel que mostrava o número da minha sala de aula. 15. Andei pelo imenso corredor, meio perdida, mas logo cheguei a ultima sala. Havia poucas pessoas ali, entrei e me sentei na carteira do fundo. Peguei meu celular, havia cinco mensagens.

  ‘Acabei de chegar à minha faculdade, e ela é incrível! Espero que goste daí. Boa sorte Anne!’ - Jullie. Respondi, desejando ‘boa sorte’ a ela também e abri à próxima.

 ‘ Bom dia princesa! Boa sorte hoje, quando sair me liga. Beijos’ - Joe. Respondi um ‘obrigada’. Fui para a próxima.

  ‘ Boa sorte maninha! Aproveite bem suas aulas... Te amo’ - Jennie! Respondi e fui para a próxima.

  ‘ Boa sorte gata! Mostra como se faz nessa porra! Estamos torcendo por você, beijos na boca!’ - Chaz! Como esse é idiota. Respondi e fui para a próxima.

  ‘ Bom dia pirralha! Boa sorte no seu primeiro dia. Espero que comece a usar o cérebro, se é que ainda tem. Beijos do cara dos seus sonhos. ’ - Justin! Esse cara e um babaca.

Esse ultimo mês temos nos falado mais, graças aos meninos. Estamos mais próximos. Os quase beijos ainda acontecem, mas estamos começando a lidar com isso. Nossa isso ta chato né?

  ‘ Só se for o cara dos meus pesadelos né? Por que com essa cara feia ai, só Deus!’ - respondi.

  - Bom dia alunos! - uma professora, muito bem vestida e bonita, comprimento assim que adentrou a sala. Todos sentarão nos seus lugares. - Eu sou Janette, a professora de corte e costura. Como hoje é o primeiro dia de faculdade, irei explicar como é o dia aqui, e como funcionará tudo.

Senti meu celular vibrar no meu bolso e, disfarçadamente, o peguei.

  ‘ Sei que você me quer pirralha! Para admitir é questão de tempo.’ - Revirei os olhos lendo. Guardei o celular e voltei a prestar atenção no que a professora estava explicando.

 

 

  - Boa noite Leo. - beijei sua bochecha.

  - Boa noite Anne. Como foi o primeiro dia na faculdade? - perguntou sorrindo.

  - Incrível! - falei empolgada. - Conheci várias pessoas, começamos a fazer alguns desenhos e fomos ao ateliê da faculdade. Foi demais. - suspirei.

  - Que bom que gostou. - sorriu.

  - Cadê minha mãe? - perguntei passando o dedo na massa de bolo que ela batia.

  - Saiu para jantar com o Senhor Bieber. - respondeu. 

  - Hm... Vou subir tomar um banho quente, relaxar e daqui a pouco desço para jantar. - falei.

  - Ok.
Subi para o meu quarto, joguei minhas coisas na poltrona que havia lá. Peguei meu celular e pus algumas musicas para tocar e levei-o para o banheiro. Despi-me e liguei o registro. Entrei debaixo da água quente, e foi como se meus problemas sumissem. Ok, eu não tenho tantos problemas assim no momento. The A Team ao fundo deixava tudo mais relaxante. Fechei meus olhos e automaticamente uma imagem nada legal veio a minha mente. Justin Bieber. O que esse ser veio fazer em minha mente? Imagens dos nossos quase beijos passavam pela minha mente, como naqueles filmes água com açúcar. Balancei a cabeça bruscamente, para que aqueles pensamentos saíssem da minha mente e me concentrasse no meu banho, se é que aquilo era possível.
Sai, pouco depois, e me enrolei em uma toalha. Segui para o meu closet e peguei uma lingerie branca, a vesti. Peguei um short jeans e uma blusinha e os vesti. Penteei meus cabelos e fiz uma trança de lado, depois desci.
Leonor já havia posto tudo a mesa, eu apenas me servi da macarronada com almôndegas, e suco de limão natural. A comida estava perfeita, como sempre. To pensando em pedir para Leo me dar umas aulas de culinária, mas não sei se levo jeito com isso. Terminei de comer e fui para a sala de musica. Preciso começar a compor a musica de natal para o concurso. Peguei meu violão, e meu caderno e comecei. A inspiração não vinha apenas algumas notas, mais a letra nada.
  - Anne! - escutei gritos. - Anne onde você está?
  - Já vou! - gritei em resposta.
Pus meu violão no lugar dele e sai da sala.
  - Oi? - me joguei no sofá.
  - Nós vamos viajar. - minha mãe disse sorrindo.
  - Legal, quando voltam? - perguntei.
  - NÓS vamos viajar. Eu, você, o Justin, a Jennifer, e seus amigos.
  - Por quê? Para onde?
  - Vamos para Miam. Estou abrindo mais um ateliê da Winks Modas lá, e achei legal nós fazermos uma viajem em família. O que acha?
  - Hm... Legal, mas por que meus amigos?
  - Pois seu que ficarei ocupada, e não quero que fique sozinha. - sorriu. - Vamos no jatinho da família, aproveitamos o feriado prolongado.
  - Vou ligar pro pessoal.
  - O Justin já foi ligar pros meninos. - disse. - Vou subir para descansar. Boa noite anjo.
  - Boa noite.
Liguei a TV e fiquei assistindo a um filme que eu não sei o nome. Assim que ele terminou subi para o meu quarto e resolvi ligar para Jullie. Claro que ela amou e topou na hora. Liguei para Jennie e ela disse que também vai, junto a Ryan, óbvio. E com certeza os meninos também vão. Vai ser ótimo descansar um pouco. Essa viaje será memorável. Assim espero.


Notas Finais


E ai? O que acharam? Eu sei que não é o melhor capitulo, afinal, fiz correndo e pelo celular, mas comentem OK!!? É importante saber o que vocês estão esperando da fic. Falem, o que vocês acham que vai acontecer nessa viajem!!!? Acho que a partir de agora, eu vou começar a demorar um pouco para postar, pois minhas aulas estão voltando, irei tentar postar um amanhã, mas não prometo... TUDO DEPENDE DE VOCÊS! COMENTEM!! Beijos minhas divas, e obrigada pelos comentários anteriores >.< @BieberSwag_FC_


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...